Parlamentares potiguares cobram de Presidente da Caixa garantia de continuidade do Minha Casa Minha Vida no RN

Em audiência nesta quarta-feira (18), em Brasília, parlamentares da bancada do Rio Grande do Norte cobraram do Presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, a garantia da continuidade dos repasses para o Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) em todo o Brasil, principalmente no Rio Grande do Norte.

Segundo o coordenador da bancada do estado, deputado federal Felipe Maia (DEM), a liberação de R$ 10 bilhões para empréstimos e financiamentos habitacionais, depende da decisão do Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (CCFGTS), que se reunirá na próxima terça-feira (24).

“É uma situação urgente, que precisa ser solucionada com rapidez pela instituição financeira, em conjunto com os órgãos competentes. O Presidente da Caixa afirmou que a previsão é que o banco deve reservar R$ 8 bilhões para programas da construção civil, dentro desse valor uma parcela será destinada ao Programa Minha Casa Minha Vida”, afirmou o parlamentar.

Felipe Maia destacou ainda, que essa decisão depende também de um parecer técnico que será elaborado pelo Tribunal de Contas da União (TCU). “Será formalizada uma consulta junto ao TCU e ao Banco Central, para definir como pode ser feita a operação dos recursos do FGTS pela Caixa. O Presidente Occhi afirmou que o compromisso número 1 de sua pauta será a solução rápida dessa situação, que beneficia milhões de famílias brasileiras. A necessidade de se retomar os investimentos em habitação popular é urgente”, explicou.

Além do coordenador da bancada potiguar, também participaram da reunião, os senadores José Agripino Maia (DEM) e Garibaldi Alves Filho (PMDB) e o deputado federal Walter Alves (PMDB). Estiverem presentes ainda o Gerente Nacional de relacionamento com o Congresso Nacional, Luis Roberto Caires e o Superintendente Nacional do MCMV, Henrique Marra.

Publicidade

Comentários:

  1. Construtor disse:

    Vendam essas casas no fim do mundo pelo preço q valem que não precisa nem do MCMV.