Policial civil desaparecida em SC está morta, diz polícia

Karla Silva de Sá Lopes saiu de casa na quarta e não foi mais vista (Foto: Reprodução/NSC TV)

A policial civil recém-formada Karla Silva de Sá Lopes, de 28 anos, está morta, informou o delegado regional de Balneário Camboriú, Davi Queiroz, na noite desta quinta-feira (7). Ele não passou mais informações sobre as circunstâncias da morte. A policial civil saiu de casa em Itapema, no Litoral Norte, na manhã de quarta (6) para caminhar e não foi mais vista.

Karla havia saído de casa por volta das 7h30. O marido dela foi quem notificou o desaparecimento à Polícia Civil na delegacia de Itapema.

Ela é da última turma formada pela academia da Polícia Civil e deveria se apresentar até dia 12 deste mês para atuar em Otacílio Costa, na Serra.

O caso está sendo investigado pela Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú.

Publicidade

Comentários: