Reunião na surdina com a presença do Alto Comando do Exército traz o risco da radicalização

Soldados das forças armadas patrulham a Praça dos Três Poderes e a Esplanada dos Ministérios, Brasília (Foto: Nilton Fukuda / Estadão)

Istoé

Segunda-feira, 11, às 9h, o ar estava seco e o tempo quente em Brasília, a despeito de ainda ser inverno no País. Nesse exato instante, o Comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, fazia a abertura formal da 314ª reunião do Alto Comando do Exército, realizada no Quartel General do Exército, em Brasília. O encontro, de cinco dias de duração, foi convocado para discutir os problemas que afligem os militares, entre os quais, a crise política do País e a falta de recursos para manter soldados nas casernas e garantir as atividades básicas da força, alvo de um significativo contingenciamento de verbas do governo federal. Os generais que comandam as tropas nas principais unidades do Exército demonstravam inquietação. Sentiam a necessidade de se posicionar sobre a corrupção e a barafunda reinante nos poderes da República. Mas a pauta, por assim dizer, foi extrapolada, ultrapassando as fronteiras do razoável.

Na surdina, a cúpula do Exército pôs em debate ali o que o general Antonio Hamilton Martins Mourão ecoaria dias depois, mais precisamente na sexta-feira 15, durante um evento da Loja Maçônica Grande Oriente: uma eventual necessidade de uma intervenção militar no País, “diante da crise ética e político-institucional”. Ou seja, Mourão não falava sozinho nem havia cometido um arroubo imprevidente, quando defendeu a solução radical tornada pública na última semana. Ele entabulou um discurso, com tintas golpistas, respaldado por um encontro prévio do Alto Comando do Exército. Não se trata de um foro qualquer. O colegiado é o responsável pelas principais decisões do Exército.

Estavam presentes 16 generais quatro estrelas, entre eles Fernando Azevedo e Silva, chefe do Estado-Maior e Comandante Militar do Leste, cotado para substituir Villas Bôas, prestes a encerrar seu ciclo no comando do Exército. Compareceram também os demais seis comandantes militares, entre os quais o da Amazônia, general Antonio Miotto, e o do Sul, general Edson Leal Pujol. Fontes ouvidas por ISTOÉ, presentes à reunião, ponderam que não estavam ali a fim de tramar um golpe militar, mas confirmam que o que os motivou a realizar o encontro foi a preocupação com o ritmo acelerado da deterioração do quadro político brasileiro. E, sim, deixam claro que, se houver necessidade, estarão prontos “para uma intervenção com o objetivo de colocar ordem na casa”.

Acesse o post completo:  O risco da radicalização

Publicidade

Comentários:

  1. Sandro Alves disse:

    Melhor época do Brasil, foi quando os militares comandavam no país, só vagabundos reclamam do período da ditadura. Todos os homens de bem, tem saudades.

  2. Junior cortês disse:

    Com certeza . O BRASIL espera que seja feito o melhor para tirar o país do caos político, já que o exército brasileiro , é convocado para problemas com enchentes , combate ao mosquito da dengue , as facções criminosas no RJ, porque ? Não uma intervenção militar no país .

  3. Darwin disse:

    Solução!!!

  4. Darwin disse:

    Solução

  5. Darwin disse:

    RISCO NÃO, SOLUÇÃO!!!

  6. Waldemir disse:

    Hoje o povo brasileiro diz que está em uma democracia
    Eu digo que estamos em uma ditadura branca
    O povo pode falar mas ninguém escuta

  7. f joaldo disse:

    Está passando da hora de botar ordem na casa, só tem medo os que tem culpa no cartório. O Brasil virou uma bagunça, aqui quem dirige a nação são um bando de ladrões e corruptos, a começar pelo chefe maior que tem o apoio dos congressistas, também corruptos. Nós brasileiros temos que botar para fora esses sangue-sugas que hoje existem no palácio do planalto, nos ministérios, na câmara Federal, no Senado Federal, nos governos estaduais, distritais, nas prefeituras e câmaras municipais e nas estatais, só quem defende esses ladrões, são os que estão se beneficiando desse esquema e assim também são farinha do mesmo saco.

  8. Leonardo disse:

    Os militares no poder é tudo que os brasileiros precisam para voltarmos aos anos Dourados!
    Os militares são muito responsáveis é muito disciplinados é disso que o Brasil precisa!

  9. ISIDORIO disse:

    É claro que na época dos Presidentes Generais havia morte de Marginais, mais era ocasionada mais por cachaça, do que entre gangues ou Traficantes de drogas, pois Não se via quase ninguém nas Ruas fumando Maconha ou Cocaína. Se podia sair de casa a qualquer hora do dia ou da noite, pois dificilmente a gente iria deparar com algum malfeitor para nos assaltar ou fazer alguma coisa errada com alguém. Se podia conversar com os Vizinhos sentados nas calçadas ou em algumas cadeiras, até chegar a hora de dormir. E hj em dia com esta Liberdade , que a Esquerda apregoa, Não se pode mais, nem varrer mais as calçadas das nossas Residências, que chegam algum assaltante pra nos assaltar.. Alguém sabe quantos Brasileiros são mortos por anos em nosso País, por assaltos a mão armada, Latrocínio e os demais crimes? Não são poucos passam de 50 mil. Se houve tantas mortes naquela época, que até hj os familiares não encontraram os corpos, por que no Brasil essas Mães nunca criaram um Movimento, como aconteceu com as Mães Argentinas que criaram um Movimento ,que deram o nome das Mães dá Praça 13 de Maio..Aqui muitos Guerrilheiros pediram Adílio político em outros Países e pelo que sei nenhum ficou nesses Países, qd houve a Anistia geral. E os que foram presos no Doi- CODI não sofreram grandes atrocidades, pois Até uma delas chegou a Presidente do Brasil.

  10. Comedor de Coxinha disse:

    A insanidade das pessoas está beirando o absurdo. Vejam os comentários abaixo.
    É muita falta de leitura.
    Essas mesmas pessoas detonam a ditadura cubana.
    Tempos loucos de um cambada de hipócritas.

    • Silva disse:

      Na tua cabecinha o certo é voltar os aloprados do PT né? Espere deitado que em pé cansa. PT nunca mais.

  11. Rosa Medeiros disse:

    Se eu postar não vai caber o que hj em dia tem de bom em Tecnologia, as Rodovias que ainda estão inteiras,as usinas Angras ,o Ensino, o respeito ao cidadão,o Amor a Pátria,o orgulho que tinhamos de ser Brasileitos.

    SOU DO TEMPO QUE O NOSSO SLOGAM ERA:

    BRASIL AME-O OU DEIXE-O.

  12. Derley disse:

    Moro já apavora muita gente, imagine um Mourão.

  13. Hélio Oliveira disse:

    Porque esse titulo?
    Radicalizar?
    Qual a sua origem?
    Qual a semântica dessa palavra?
    Somente quem não tem compromisso com a Democracia escreveria um texto com esse titulo!
    Democracia Já! Exigimos!
    Esse deveria ser o título dessa matéria!
    Somente a Intervenção será capaz de nos devolver o Estado de Direito que há muito foi vilipendiado por essa corja que ocupou o Estado.
    Temos nesse momento uma Respública de Cleptocratas que zombam dos poucos cidadãos de bem que ainda restam nesse Brasil tão sofrido.

  14. Rodolfo disse:

    Melhor parar com tanta conversa e tentativa de descobversar e agir, de uma vez.
    O Exército estar perdendo a oportunidade de dar a resposta que o povo brasileiro tanto aumeja: intervenção já.
    Coloquem essa cambada de ladrões para fora do congresso e da presidência. Investigação e prisão neles.
    Estou pronto para contribuir.

  15. Italo disse:

    Eu espero isso a tempo, porque nós simples cidadãos de conhecimento e não partidário sabemos q a corrupção Coria froxo, não tem que esperar mais nada, já vem atrasado essa decisão.

  16. José disse:

    Seria nossa salvação. Que venham logo…

  17. Silva disse:

    Ta passando da hora. Quem toma conta do Brasil hoje e ontem são bandidos. Na rua quem manda também são bandidos, com um agravante, a situação só aumenta. Então tá faltando o que pra botar ordem na casa???

  18. anderson disse:

    Vou comentar sobre os "bons" índices dos 24 anos de DITADURA MILITAR: milhares de assassinatos covardes, dezenas de milhares de vítimas de tortura, centenas de desaparecidos. Sem contar a vergonhosa censura aos meios e à Liberdade de Expressão, foi isso que fizeram com o nosso próprio povo:
    crimes de lesa-pátria, assassinato, tortura, vilipêndio e ocultação de cadáveres.

    Ainda assim acreditam que esses elementos criminosos são a solução para o país? "Os índices da economia foram bons". Não se vive só de economia. E esses bons índices beneficiaram de verdade a pouquíssimos, tão ou mais corruptos quanto os de agora. Que os erros do passado nunca se repitam.

    • David32 disse:

      E hj??? multiplique por mil cada índice 1000, hj somos livres de que ??
      Vivemos pior ditadura que existe! Não temos nada só medo!
      Que que venha um governo militar!!esse é o desejo da população !!!!

  19. Jota disse:

    Se for o acabar só com os marginais e ñ tirar os direitos do cidadão de bem está valendo, porém ñ vi em fonte alguma os índices do período dos militares do poder… Vcs que viveram na época dos militares postem os números da tão positiva era militar… Balança comercial, PIB, r percapita, desemprego e etc. Então iremos saber se foi bom ou ñ.

    • Rosa Medeiros disse:

      Se eu postar não vai caber o que hj em dia tem de bom em Tecnologia, as Rodovias que ainda estão inteiras,as usinas Angras ,o Ensino, o respeito ao cidadão,o Amor a Pátria,o orgulho que tinhamos de ser Brasileitos.

      SOU DO TEMPO QUE O NOSSO SLOGAM ERA:

      BRASIL AME-O OU DEIXE-O

    • Jota disse:

      Poste aí amiga… Tenho curiosidade… É fácil… São só números…

  20. Nivaldo Brasil disse:

    As Forças Armadas Brasileiras desde sempre foram uma das únicas instituições confiáveis , e tem como obrigação manter a União Nacional, proteger nossas fronteiras e ser a mão de ferro nos casos de desordem, social, política ou na segurança pública. É lógico que diante desse cenário político e do clamor popular será tomado uma atitude, visto que os poderes estão todos suspeitos de atos contra nação a única alternativa e colocar ordem na casa.

  21. Evandro disse:

    Não vejo a hora dessa intervenção!!!
    E destituição de todos esses políticos corruptos!

  22. Ems disse:

    Que venha logo, a intervenção militar !!!

  23. Queda de Brasília já!!!! disse:

    Que venham limpar os traficantes de Brasília. Já está na hora de impor um ordem neste país pois há tempos já passamos da fronteira da liberdade para a total libertinagem.

  24. Leonardo Araújo disse:

    👏👏👏

  25. Messias Gomes disse:

    Até que enfim! Que haja ordem nessa bagaça!

  26. eu disse:

    Que estes homens ajam e salvem nosso país desses gafanhotos da política antes que seja tarde!!
    Exercito Brasileiro: SOCORRO!!!

  27. José Raimundo disse:

    Que não demorem a agir.

  28. joca disse:

    Já está mais do que na hora de colocar ordem na casa, e prender todos esses bandidos.

  29. Marcelo disse:

    Que Deus abençoe esse nobres homens e façam o melhor para a nação, estancando de vez essa sangria de corrupção.

  30. Régio disse:

    Radical nada! Alguém tem que botar ordem nesse cabaré!!!!

  31. Fabiano Holanda disse:

    Colocar ordem não é radicalizar. Radicalizar é ser imbecil ao ponto de achar que o que vivemos está bom e que vai ser consertado pelas vias da boa vontade. Isso sim, não é a radicalizaçao da imbecilidade portanto, mas a sua potencialidade, à décima casa.