RJ tem três policiais baleados e três criminosos mortos em regiões distintas neste domingo

Após dias de constante tensão, a Favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio, amanheceu aparentemente tranquila neste domingo (24). Mas, em outros pontos da Região Metropolitana foram registrados episódios de violência. Até esta tarde, ao menos três supostos criminosos foram mortos e três policiais baleados em diferentes localidades.

Em um dos casos, na Baixada Fluminense, um PM sofreu uma tentativa de assalto na qual foi baleado na cabeça e na perna. Na mesma ação, um suspeito de tentar assaltar o policial foi baleado e morreu.

A situação mais violenta ocorreu no Morro da Providência, no Centro da capital, durante a madrugada. Policiais militares da UPP local entraram em confronto com criminosos. Durante a ação, os militares apreenderam um fuzil calibre 762 . Pela manhã, os policiais encontraram os corpos de dois suspeitos baleados na troca de tiros.

Na Baixada Fluminense, um PM sofreu uma tentativa de assalto na qual foi baleado na cabeça e na perna. Na mesma ação, um suspeito de tentar assaltar o policial foi baleado e morreu.

Segundo a corporação, o policial estava de folga e passava numa motocicleta no cruzamento das ruas Eduardina de Miranda com Arthur Rodrigues Loivos, no Centro de Piabetá, quando foi abordado.

O PM foi socorrido para o Hospital de Fragoso e, até o fim da manhã, passava por exames. O estado de saúde do militar era considerado estável. A PM também informou que com o suspeito morto foi encontrada uma pistola. A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense foi acionada para o caso.

Já na Zona Norte do Rio, na Avenida Brasil – uma das principais vias que cortam a cidade – outro policial militar, também não identificado, deixava o serviço quando foi baleado em, mais uma vez, tentativa de assalto.

A corporação informou que o militar passava pela Avenida Brasil, na pista sentido Zona Oeste, altura de Parada de Lucas. Após ser baleado, o PM foi socorrido por policiais do 16º BPM para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha. A ocorrência foi registrada na 38ª DP (Irajá).

Além destes casos, na manhã deste domingo um policial civil foi baleado em Quintino, na Zona Norte. Segundo a PM, o agente teria contado a militares que suspeitava ter sido alvo de milicianos da região. A Polícia Civil informou apenas que o policial foi alvo de uma tentativa de assalto.

No resumo da ocorrência consta que uma equipe do batalhão foi deslocada para a Travessa Goias. No local, os policiais encontraram a vítima baleada com um tiro de raspão nas costas.

O agente foi levado para Hospital Estadual Carlos Chagas e passa bem, segundo a Polícia Civil. Em nota, a Civil também informou que o agente foi alvo de uma tentativa de assalto.

 

G1

Publicidade

Comentários: