Marinha emite aviso de ressaca para o litoral potiguar

A Marinha do Brasil alerta aos navegantes, sobre as previsão de Ressaca, com ondas de N/NW de 2.5 metros, entre a Ilha de Santana (MA) e a cidade de Touros (RN), emitido às 13h do dia 23/02/2019, no Aviso Rádio 087/2019. Alerta válido das 21h do dia 24/02/2019, até as 21h do dia 26/02/2019.

A Capitania dos Portos recomenda que as embarcações de pequeno porte evitem a navegação e que as demais embarcações redobrem a atenção quanto ao material de salvatagem, estado geral dos motores, casco, bomba de esgoto do porão, equipamentos de rádio e mais itens de segurança.

Maiores informações sobre as previsões meteorológicas poderão ser obtidas no site do Centro de Hidrografia da Marinha – CHM – no endereço www.mar.mil.br/dhn/chm/meteo/index.htm

Militares dançam “O nome dela é Jenifer” em navio oficial e Marinha diz que comportamento é incompatível

Militares são flagrados dançando a música  

Em um vídeo que circula na internet, militares da Marinha do Brasil são flagrados dançando a música “O nome dela é Jenifer”, do cantor Gabriel Diniz, em cima do navio de Aviso de Instrução Guarda-Marinha Brito, no Rio de Janeiro.

Sobre o caso, a Marinha divulgou uma nota em que afirma que o comportamento dos Militares é incompatível com as tradições da corporação e que foi instaurado um procedimento administrativo sobre o caso.

Confira o comunicado na íntegra.

“A Marinha do Brasil, por meio do Centro de Comunicação Social da Marinha, participa que o navio do vídeo é o Aviso de Instrução Guarda-Marinha Brito, sediado no Rio de Janeiro.

Durante estágio de mar de militares, foi constatado comportamento completamente incompatível com as tradições da Marinha.

Assim, para ampliar a apuração do ocorrido, foi instaurado um procedimento administrativo; cuja conclusão, certamente, conterá as propostas pertinentes as necessárias correções no inaceitável comportamento.”.

O GLOBO

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. zero disse:

    Meninas veste branco, também.

  2. Chico disse:

    Voltou o mimimi e a roubalheira, só pode.

MARINHA: Comando do 3º Distrito Naval abre processo seletivo para 118 vagas de níveis fundamental e médio/técnico

Saiu o processo seletivo para o Serviço Militar Voluntário (SMV) para Praças temporárias da Marinha do Brasil (MB), com oferta de 118 vagas na área do Comando do 3º Distrito Naval, que abrange os estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Ceará e Alagoas.

As oportunidades estão distribuídas pelos níveis fundamental (mais cursos correspondentes à educação profissional de Formação Inicial e Continuada de trabalhadores) e médio/técnico, com remuneração em torno de R$ 2.320 e R$ 3.388,83, respectivamente, já contando com adicionais. As inscrições começaram em 27 de novembro e irão até o dia 11 de dezembro de 2018. A taxa de inscrição é de R$ 75,00.

Praças que ingressam na Marinha do Brasil pelo Serviço Militar Voluntário fazem parte da 2° Classe de Reserva da Marinha (RM2) e recebem remuneração atinente à sua graduação, seja Marinheiro Especializado (ensino fundamental) ou Cabo (médio/técnico), além terem acesso a diversos benefícios, como alimentação, ajuda para aquisição de uniformes, assistência médico-hospitalar, religiosa, psicológica, entre outros.

O SMV é de âmbito regional, por isso é realizado em cada Distrito Naval (DN), sendo que cada um abrange diversas cidades. Depois de concluir com êxito todas as etapas do processo seletivo e ter sido aprovado no curso de formação, ocorrerá um vínculo entre o novo militar e a Marinha, renovado de ano em ano podendo chegar a oito anos. Esta situação não permite que este militar consiga adquirir a estabilidade prevista aos militares na legislação brasileira.

Processo seletivo

Os candidatos realizarão prova objetiva de Português e de Formação Militar Naval, sendo 25 questões para cada. A bibliografia estará indicada no Aviso de Convocação. Após isso, haverá os seguintes Eventos Complementares: Verificação de Dados Biográficos (VDB); Verificação Documental (VD); Inspeção de Saúde (IS); Prova de Títulos e Teste de Aptidão Física (TAF). Este último é composto por duas provas: uma de natação para a distância de 25 metros no tempo máximo de 50 segundos para os homens e de um minuto para as mulheres. A outra prova será uma corrida, com percurso de 2.400 metros a ser efetuado em 16 minutos pelos homens e 17 minutos para as mulheres.

Das vagas

As vagas oferecidas na área do Comando do 3º Distrito Naval estão distribuídas nas seguintes cidades e áreas:

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ênio Medeiros disse:

    Como faço pra me inscrever?

  2. Daniel Flavio disse:

    Como faço para fazer a inscrição?

Marinha com 504 vagas abertas para prestação do Serviço Militar Voluntário, níveis fundamental e médio; oportunidades no RN

A Marinha do Brasil está com 504 vagas para a prestação do Serviço Militar Voluntário (SMV), para ambos os sexos, como praças da Reserva de 2ª Classe da Marinha (RM2). Podem concorrer candidatos com nível fundamental e médio para as áreas industrial, saúde e apoio.

As inscrições estarão abertas de 27 de novembro a 11 de dezembro, nos respectivos sites de cada distrito naval. O valor da taxa de inscrição é de R$ 75 e o candidato terá até 21 de dezembro, para efetuar o pagamento.

O processo seletivo será constituído por prova objetiva de língua portuguesa e conhecimentos militar-naval, prova de títulos, verificação de dados biográficos, verificação documental, inspeção de saúde e teste de aptidão física. As provas estão marcadas para 17 de março, com duração de até três horas.

As remunerações variam de acordo com os cargos, mas em média, para os cargos de nível fundamental os aprovados recebem R$ 1.758 e para aprovados de nível médio, o valor chega a R$ 2.449.

Os militares temporários são os integrantes da reserva de 2ª classe da Marinha incorporados para prestar Serviço Militar (SM), em caráter transitório e regional. A natureza do vínculo com a força é, portanto, precária e transitória, com duração máxima de até oito anos, não gerando qualquer expectativa quanto à permanência e à estabilidade. Podem concorrer candidatos com mais de 18 anos.

1º Distrito: RJ e MG

Inscrições aqui 

193 vagas 

Cabo área industrial: edificações, estruturas navais, eletrônica, eletrotécnica, mecânica, metalurgia, motores, química.
Marinheiro: marcenaria e motorista.
Cabo área de saúde: enfermagem, higiene dental, patologia clínica, prótese dentária, radiologia médica, técnico em farmácia.
Cabo apoio: administração, processamento de dados, processamento de dados (sistemas).

Lotação: Belo Horizonte/MG, Rio de Janeiro/RJ, São Pedro da Aldeia/RJ e Mangaratiba/RJ.

2º Distrito: BA, SE e MG

Inscrições aqui 

60 vagas

Cabo área industrial: edificações, eletrônica, gráfica, mecânica, manutenção automotiva, máquinas navais, telecomunicações e eletrotécnica.
Cabo área de saúde: enfermagem, nutrição e dietética, patologia clínica, farmácia.
Marinheiro especializado: marceneiro e soldador.

Lotação: Salvador/BA, Pirapora/MG e Aracaju/SE.

3º Distrito: RN, CE, AL, PB e PE

Inscrições aqui 

118 vagas

Cabo área industrial: 
estruturas navais, eletrotécnica, mecânica e metalurgia.
Marinheiro especializado: marcenaria e motores
Cabo área de saúde: enfermagem, nutrição e dietética, higiene dental, patologia clínica, prótese dentária e radiologia médica.

Lotação: Natal/RN, Fortaleza/CE, Maceió/AL, João Pessoa/PB e Recife/PE

4º Distrito: PA

Inscrições aqui 

24 vagas

Cabo área industrial:
 técnico em eletrônica
Cabo área da saúde: enfermagem, higiene bucal, patologia clínica e prótese dentária
Cabo apoio: processamento de dados e contabilidade
Cabo administrativo: motorista de viatura administrativa

Lotação: Belém/PA

5º Distrito: RS, SC

Inscrições aqui 

33 vagas

Cabo área industrial: metalurgia, motores (com ênfase em refrigeração) e marcenaria
Cabo área de saúde: administração hospitalar, enfermagem, higiene dental, patologia clínica, radiologia médica, enfermagem, administração hospitalar, nutrição de dietética e radiologia médica.

Lotação: Rio Grande/RS, Porto Alegre/RS, Florianópolis/SC, Itajaí/SC, Laguna/SC e São Francisco do Sul/SC

6º Distrito: MS e MT

Inscrições aqui 

8 vagas

Cabo área de saúde:
 cirurgião dentista
Cabo apoio: fisioterapia
Cabo técnico: administração, informática, psicologia e serviço social
Cabo técnico magistério: pedagogia
Cabo área de engenharia: engenharia mecânica

Lotação: Ladário/MS e Cuiabá/MT

7º Distrito: DF

Inscrições aqui 

24 vagas

Cabo área industrial: mecânica, motores, telecomunicações e eletrotécnica
Cabo área de saúde: enfermagem, higiene dental, nutrição e dietética, patologia clínica e radiologia médica

Lotação: Brasília/DF

8º Distrito: SP e PR

Inscrições aqui 

19 vagas

Cabo técnico: administração, comunicação social e direito
Cabo técnico magistério: pedagogia
Cabo área de engenharia: engenharia civil, elétrica, eletrônica, mecânica, naval e química
Cabo área de saúde: odontologia com especialização em bucomaxilofacil, odontologia com especialização em endodontia, farmacêutico e veterinário
Cabo apoio: enfermagem e fisioterapia

Lotação: São Paulo/SP, Foz do Iguaçu/PR, Iperó/SP, Barra Bonita/SP e São Sebastião/SP

9º Distrito: AM

Inscrições aqui 

25 vagas

Cabo área de saúde: enfermagem, higiene dental, radiologia médica e técnico em farmácia
Cabo área industrial: eletrônica e mecânica
Marinheiro especializado: metalurgia, motores e marcenaria
Cabo apoio: ciências contábeis e processamento de dados

Lotação: Manaus/AM

Correio Web

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Juca disse:

    Kkkk o cara se submeter a ganhar 2 mil e ir morar no Hell de Janeiro(favela)e ainda por cima depois de algum tempo levar um chute no traseiro. Vai ser idiota assim no inferno.

Marinha alerta para RESSACA com ondas de até 4 metros no litoral potiguar entre esta segunda e quarta

(Foto: Janaína Carvalho/G1) – Ilustrativa

A Marinha do Brasil alerta aos navegantes, sobre a previsão de Ressaca, com ondas de N/NW de 3,0 A 4,0 metros, no litoral compreendido entre os estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, e Pernambuco, emitido no dia 18/11/2018. Alerta válido entre a noite de 19/11/2018 até a noite do dia 21/11/2018.

A Capitania dos Portos recomenda que as embarcações de pequeno porte evitem a navegação e que as demais embarcações redobrem a atenção quanto ao material de salvatagem, estado geral dos motores, casco, bomba de esgoto do porão, equipamentos de rádio e mais itens de segurança.

Marinha alerta para risco de ressaca no litoral norte potiguar

A Marinha do Brasil alerta aos navegantes, sobre as previsão de Ressaca, com ondas de N/NW de 2.5 metros, entre Touros (RN) e a cidade de São Luis (MA), emitido às 09h do dia 19/11/2018, no Aviso Rádio 991/2018. Alerta válido até as 19h do dia 22/11/2018.

A Capitania dos Portos recomenda que as embarcações de pequeno porte evitem a navegação e que as demais embarcações redobrem a atenção quanto ao material de salvatagem, estado geral dos motores, casco, bomba de esgoto do porão, equipamentos de rádio e mais itens de segurança.

Maiores informações sobre as previsões meteorológicas poderão ser obtidas no site do Centro de Hidrografia da Marinha – CHM – no endereço www.mar.mil.br/dhn/chm/meteo/index.htm

Perda do Ministério da Defesa desaponta a cúpula da Marinha

Ao indicar o general Fernando Azevedo e Silva para o Ministério da Defesa, Jair Bolsonaro decepcionou a cúpula da Marinha, que esperava ver acomodado no posto o comandante da força, almirante Eduardo Bacellar Leal. Ironicamente, a expectativa da Marinha nascera de uma movimentação do próprio gabinete de transição. Em conversas com seu vice, o general Hamilton Mourão, Bolsonaro cogitara usar a pasta da Defesa para equilibrar a representação das três armas na Esplanada.

Afora Bolsonaro e Mourão, ambos egressos do Exército, serão alçados ao primeiro escalão do novo governo três generais: Azevedo e Silva (Defesa) Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Oswaldo Ferreira (a ser designado para uma pasta na área da infraestrutura). A Aeronáutica está simbolicamente representada pelo astronauta Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia), tenente-coronel da Força Aérea Brasileira.

Bolsonaro poderia surpreender a plateia nomeando um civil para a Defesa, como vinha acontecendo desde a criação da pasta, sob Fernando Henrique Cardoso. Mas a presença de um militar nesse ministério era um compromisso de campanha. E Michel Temer já havia quebrado a tradição ao confiar o comando da Defesa ao general Silva e Luna.

Nesse contexto, o erro do gabinete de transição foi o atiçar a Marinha. O episódio desce à crônica das composições de governo como um caso raro de autossuficiência. Bolsonaro descartou a opção civil, ele mesmo alimentou o sonho da Marinha, ele mesmo submeteu-se à pressão do Exército, ele mesmo frustrou os marinheiros ao optar por um general. Para sorte do capitão, a disciplina dos marinheiros mantém as queixas represadas.

JOSIAS DE SOUZA

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jeses de carvalho disse:

    Não me surpreendeu! De certa forma eu já esperava mesmo sendo nossa força á mais antiga, mas…. Política é e será sempre política.

  2. Andy disse:

    Pra não ficar nesse jogo de vaidades, deveria se entrar em um acordo e os 4 anos de governo bolsonaro ser dividido entre as 3 forças (1 ano e 4 meses para o exército, 1 ano e 4 meses para a marinha e 1 ano e 4 meses para a aeronáutica.

  3. Jacil disse:

    PORQUE nao transforma a defesa com a institucional….diminui outros e esse alarga…é muita moita nessa MATA……ESSE DESEQUILIBRADO VAI FAZER DO BRASIL ..FORNALHA…..VAI JOGAR GENTE NA FOGUEIRA..PENSANDO QUE É PAU..É DOIDO MESMO…SAI DE RETRO…….BOLSOSATANA

    • Chico disse:

      Chorar não mata, pode chorar.
      Melhor Bolsonara, doido como você disse, do que qualquer ladrão do PT.
      Vá de Retro vocês.

  4. Chico disse:

    Um ministério a menos, menos corruptos pra moro tomar conta

VÍDEO: Marinha tailandesa posta imagens impressionantes de resgate de meninos em caverna

Assista aqui em texto na íntegra

A Marinha tailandesa divulgou, na manhã desta quarta-feira, imagens que mostram momentos marcantes da operação para retirar os 12 meninos do time de futebol Javalis Selvagens e seu treinador de uma caverna do país.

O vídeo de aproximadamente seis minutos acompanha o trabalho da equipe formada por mergulhadores e profissionais de saúde durante o resgate que comoveu o mundo. O grupo ficou preso na escuridão ao longo das duas semanas.

“O mundo precisa lembrar… Essa operação o mundo jamais vai esquecer. Nós não vamos esquecer os 18 dias que o mundo se uniu na caverna para resgatar os 12 meninos do time de futebol e o treinador dos Javalis Selvagens e levá-los de volta para casa. E nós vamos lembrar o sacrifício, a coragem e o incrível ânimo do grupo”, escreveu a Marinha tailandesa em sua página do Facebook.

O grupo ficou preso na escuridão após as fortes chuvas que atingiram a província de Chiang Rai, no Norte do país no último dia 23. Os 13 jovens ficaram separados de suas famílias durante duas semanas, sem luz e sem comida, cercados por uma água turva que os envolveu nos túneis até sua saída, sem sequer saber se conseguiriam sair da caverna.

Alguns dos meninos foram resgatados em macas “adormecidos”, informou nesta quarta-feira à “AFP” um socorrista que participou da operação.

— Alguns deles estavam adormecidos, outros moviam os dedos (como se estivessem) ‘grogues’. Mas respiravam — explicou o comandante Chaiyananta Peeranarong, que foi o último socorrista a deixar a caverna após o término do resgate.

Apesar de tudo, os garotos se encontram em bom estado físico e mental, como relataram as autoridades, baseando-se nos boletins do hospital Chiang Rai, onde estão em recuperação.

Nos próximos meses, porém, é que devem vir à tona pesadelos, sensação de claustrofobia, tristeza, ou ataques de pânico, comuns após uma experiência tão traumática, afirmaram especialistas ouvidos pela “AFP”.

— Depois de semelhante angústia, o traumatismo pode emergir quando se está no escuro, em um quarto fechado, quando se deve passar por um scanner, ou mesmo nadando — explica Jennifer Wild, do Centro de Estudos sobre Ansiedade e Traumatismos, em Oxford, sobre o drama vivido pelos meninos. — É importante que os garotos se concentrem no fato de que foram salvos, em vez de imaginar o que lhes poderia ter acontecido.

O especialista em saúde mental do Ministério da Saúde da Tailândia Yongyud Wongpriromsarn frisou que o estresse traumático é comum aparecer um mês depois da experiência.

— Se, depois de um mês, alguns continuarem abalados, deverão ser observados de perto pelos médicos — analisa.

A presença de seu jovem treinador de 25 anos, que passou temporadas em monastérios budistas, foi um fator tranquilizante, segundo as autoridades.

— Estavam todos juntos, como uma equipe, ajudando-se. Seu treinador ajudou muito a enfrentar a situação — destacou nesta quarta-feira Thongchai Lertwilairatanapong, do Ministério da Saúde, em entrevista coletiva no hospital de Chiang Rai.

Os garotos estão isolados no hospital, ainda sem poderem falar com seus pais, que conseguem vê-los por janelas.

Com informações do Extra – O Globo

Marinha oferece 30 vagas para níveis médio e técnico

A Marinha do Brasil está oferecendo 30 vagas no Concurso do Quadro Técnico de Praças da Armada (QTPA), sendo 14 na área de Eletroeletrônica e 16 na área de Mecânica. As inscrições estão abertas até 3 de agosto, podendo ser realizadas no site www.ingressonamarinha.mar.mil.br ou nos postos de inscrição regionais: em Natal, no Serviço de Recrutamento Distrital do Comando do 3º Distrito Naval; em Olinda, na Escola de Aprendizes-Marinheiros de Pernambuco; e em Fortaleza, na Escola de Aprendizes-Marinheiros do Ceará.

Do concurso

As vagas são destinadas para homens brasileiros natos ou naturalizados, com mais de 18 e menos de 25 anos no dia 1° de janeiro de 2019, e que tenham o ensino médio/técnico na área para a qual concorrem. A taxa de inscrição é de R$ 70,00 e o pagamento pode ser realizado até o dia 17 de agosto.

Os candidatos realizarão prova objetiva de conhecimentos profissionais (eliminatória e classificatória) de acordo com a área técnica, contendo 50 questões e redação. Após essa etapa, realizarão os Eventos Complementares compostos por Verificação de Dados Biográficos, Inspeção de Saúde, Teste de Aptidão Física, Verificação de Documentos e Avaliação Psicológica.

Os aprovados realizarão o Curso de Formação de Sargentos no Centro de Instrução Almirante Alexandrino (CIAA), no Rio de Janeiro, durante cerca de 30 semanas e ao final serão nomeados na graduação de Terceiro-Sargento, com remuneração inicial de R$ 4.445,00.

Após, esses Sargentos realizarão o Curso de Subespecialização de Submarinos para Praças com duração de 24 semanas no Centro de Instrução e Adestramento Almirante Áttila Monteiro Aché (CIAMA), no Rio de Janeiro, e irão servir a bordos de submarinos com remuneração de R$ 5.334,00.

Sobre as vagas

As 14 vagas para Eletroeletrônica abrange as áreas técnicas de Técnico em Automação Industrial, Técnico em Eletroeletrônica, Técnico em Eletromecânica, Técnico em Eletrônica, Técnico em Eletrotécnica e Técnico em Mecatrônica, enquanto que as 16 vagas para Mecânica aceitarão as titulações de Técnico em Manutenção Automotiva, Técnico em Mecânica, Técnico em Mecatrônica e Técnico em Refrigeração e Climatização.

Informações ao candidato

Natal/RN – Serviço de Recrutamento Distrital do Comando do 3º Distrito Naval – Rua Coronel Flamínio, nº 100 – Santos Reis – Natal/RN – CEP: 59010-500

Tel.: (84) 3216-3117.

Olinda/PE – Escola de Aprendizes-Marinheiros de Pernambuco (EAMPE) – Avenida Olinda, s/nº – Complexo de Salgadinho – Olinda/PE – CEP: 53010-000

Tel.: (81) 3412-7615.

Fortaleza/CE – Escola de Aprendizes-Marinheiros do Ceará (EAMCE) – Avenida Coronel Filomeno Gomes, nº 30 – Jacarecanga – Fortaleza/CE – CEP 60010-280

Tel.: (85) 3288-4726.

Marinha alerta para ondas de até 4 metros no litoral potiguar

A Marinha do Brasil emitiu uma nota informando a todos da previsão do chamado “Mar Grosso” com ondas de 3 a 4 metros de altura no litoral potiguar, entre os dias 6 e 7 de julho. Com a recomendação, a Marinha recomenda embarcações a redobrar a atenção para os cuidados. Confira o comunicado na íntegra.

Aviso de Mar Grosso

1. A Marinha do Brasil também alerta aos navegantes da área do litoral do Rio Grande do Norte, sobre a previsão de Mar Grosso com ondas de S/SE de 3,0 a 4,0 metros, na área Foxtrot (de Salvador/BA até Natal/RN), a partir de 06JUL18 das 9h até 07JUL18 às 21h.

2. A Capitania dos Portos recomenda que as embarcações de pequeno porte evitem navegar no mar nestes dias e que as demais embarcações redobrem a atenção quanto ao material de salvatagem, estado geral dos motores e casco, bomba de esgoto do porão, equipamentos de rádio e demais itens de segurança.

3. Maiores informações sobre previsões meteorológicas poderão ser obtidas no site do Centro de Hidrografia da Marinha – CHM – no endereço https://www.chm.mb/dados-do-smm-avisos-de-mau-tempo/avisos-de-mau-tempo

Mesmo após serem localizados, meninos podem ficar meses presos em caverna na Tailândia, diz Marinha

Vídeo da Marinha da Tailândia mostra jovens isolados em caverna durante o resgate (Foto: Marinha da Tailândia/Reprodução/Facebook)

POR G1

Os 12 meninos e seu treinador de futebol isolados pela água há nove dias em uma caverna inundada na Tailândia receberão alimentos para quatro meses e aulas de mergulho, anunciou a Marinha nesta terça-feira (3).

“Vamos nos preparar para enviar mais alimentos para ao menos quatro meses e ensinar os 13 (membros do grupo) a mergulhar, enquanto seguimos retirando a água”, informou o comandante Anand Surawan, da Marinha tailandesa.

Os meninos, com entre 11 e 16 anos, e seu treinador, 25, foram localizados na noite de segunda (2) – sãos e salvos – no interior da caverna, cuja saída foi bloqueada por inundações há nove dias. Mas segue chovendo muito na região, o que dificulta qualquer operação de retirada da água do complexo de cavernas.

O grupo está debilitado. Um vídeo gravado pelos socorristas e publicado no Facebook mostra um grupo de meninos magros, vestidos com camisas de futebol sujas de lama, refugiados em uma saliência da caverna cercada pela água.

Os 12 meninos e seu treinador de futebol que estão presos em uma rede de cavernas na Tailândia podem precisar aprender a mergulhar ou ter que esperar meses até que as cheias retrocedam, segundo o Exército do país, envolvido na operação de resgate.

O grupo foi encontrado por mergulhadores. Eles estavam refugiados em uma área elevada dentro do complexo de cavernas, que não foi inundada. Mas não é possível retirá-los do local, já que os acessos estão cheios de água.

Neste momento, o objetivo das operações de resgate é levar, além de comida, suprimentos médicos para dentro das cavernas.

O complexo de cavernas, localizado na província de Chiang Rai, no norte da Tailândia, costuma ficar inundado durante o período de chuvas, de setembro a outubro.

Caso seja preciso retirar os 13 rapazes da caverna antes do fim da temporada de chuvas, eles podem precisar a aprender técnicas básicas de mergulho, para conseguirem passar por segurança pelos perigosos corredores subterrâneos, cheios de águas lamacentas, com visibilidade zero.

Já a tentativa de bombear a água para fora das cavernas, permitindo a passagem do grupo, não foi bem sucedida até agora.

As crianças e o jovem técnico de futebol sumiram após um treino no dia 23 de junho. Eles entraram na caverna Tham Luang, no distrito de Mae Sai, perto da fronteira com Mianmar, para se abrigar do tempo ruim. O treinador, Ekkapol Janthawong, e os menores – de 11 a 16 anos – conheciam bem o lugar, segundo as autoridades tailandesas.

Bicicletas, calçados e outros pertences dos desaparecidos foram encontrados na entrada da gruta por um grupo de oficiais do Parque Natural Tham Luang-Khun Nam Nang, na província de Chiang Rai.

As equipes de resgate procuravam pelo grupo apoiadas por militares, policiais, mergulhadores e analistas internacionais. As buscas foram dificultadas por chuvas e inundações, que bloquearam a entrada principal da caverna de aproximadamente 10 km de comprimento. As galerias “inundadas” teriam impedido que as pessoas presas deixassem o local.

As equipes buscavam entradas alternativas e usaram 20 bombas para extrair a água nas partes inundadas. Durante as buscas, a polícia lançou kits de sobrevivência com água, comida e remédios através de um duto escavado na encosta da montanha, sem saber se haveria alguém para recebê-los.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Antônio Freire disse:

    Que sejam fortes e tenham muita fé para sobreviver. Situação muito difícil . Que situação horrível sobreviver nessa caverna. Muita imprudência meu Deus desse treinandor

Marinha do Brasil oferece 146 vagas, inclusive no RN, para profissionais da saúde

A Marinha do Brasil está oferecendo 146 vagas para profissionais de nível superior da área de saúde, das quais 123 são para médicos; 12 para cirurgiões-dentistas; e 11 para enfermeiros, farmacêuticos, fonaudiólogos e nutricionistas. As inscrições estão abertas até o dia 27 de junho, podendo ser realizadas no site www.ingressonamarinha.mar.mil.br ou nos postos de inscrição regionais: em Natal, no Serviço de Recrutamento Distrital do Comando do 3º Distrito Naval; em Olinda, na Escola de Aprendizes-Marinheiros de Pernambuco; e em Fortaleza, na Escola de Aprendizes-Marinheiros do Ceará.

Requisitos

As vagas são destinadas a ambos os sexos. Para concorrer, o candidato tem de ser brasileiro, ter menos de 36 anos (no dia 1º de janeiro de 2019) e possuir curso superior relativo à profissão para a qual concorre, entre outros requisitos previstos em edital. A taxa de inscrição é de R$ 120,00 e o pagamento poderá ser realizado até o dia 3 de julho.

Os aprovados e classificados farão o Curso de Formação de Oficias (CFO), no Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW), no Rio de Janeiro. Depois da aprovação no CFO, no final de 2019, os militares serão nomeados Oficiais da Marinha do Brasil no posto de Primeiro-Tenente e passarão a receber remuneração de cerca de R$ 11 mil.

Das vagas

Os médicos interessados em fazer o concurso devem ficar atentos, pois existem vagas no âmbito nacional e regional. No segundo caso, deverão obrigatoriamente possuir o Certificado de Residência Médica ou Certificado de Título de Especialista na especialidade para a qual concorrem.

O concurso para médicos, no âmbito nacional, traz 100 vagas em diversas especialidades: Alergologia (2), Cancerologia (1), Cardiologia (8), Clínica Médica (5), Dermatologia (2), Endocrinologia/ Metabologia (4), Gastroenterologia (3), Geriatria (4), Hematologia (2), Infectologia (1), Medicina Intensiva (3), Neurologia (4), Anatomia Patológica (2), Pneumologia (4), Proctologia (1), Reumatologia (2), Cirurgia Cardíaca (1), Cirurgia Geral (4), Cirurgia Torácica (2), Cirurgia Vascular (3), Oftalmologia (3), Otorrinolaringologia (2), Neurocirurgia (3), Anestesiologia (5), Ginecologia e Obstetrícia (8), Pediatria (8), Psiquiatria (4), Radiologia (5), Radioterapia (1), Medicina Nuclear (1), Ortopedia e Traumatologia (2). Já para o concurso regionalizado, são 23 vagas.

As vagas para cirurgião-dentista compreendem as especialidades de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-facial (2), Dentística (2), Ortodontia (2), Patologia Bucal e Estomatologia (2), Prótese Dentária (2) e Radiologia (2). Já as vagas para Apoio à Saúde contemplam as profissões de Enfermagem (3), Farmácia (4), Fonoaudiologia (2) e Nutrição (2).

Informações ao candidato

Natal/RN – Serviço de Recrutamento Distrital do Comando do 3º Distrito Naval – Rua Coronel Flamínio, nº 100 – Santos Reis – Natal/RN – CEP: 59010-500

Tel.: (84) 3216-3117.

Olinda/PE – Escola de Aprendizes-Marinheiros de Pernambuco (EAMPE) – Avenida Olinda, s/nº – Complexo de Salgadinho – Olinda/PE – CEP: 53010-000

Tel.: (81) 3412-7615.

Fortaleza/CE – Escola de Aprendizes-Marinheiros do Ceará (EAMCE) – Avenida Coronel Filomeno Gomes, nº 30 – Jacarecanga – Fortaleza/CE – CEP 60010-280

Tel.: (85) 3288-4726.

 

Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) nega reforma compulsória de militar transexual pela Marinha

A Marinha alegou incapacidade da militar em razão de diagnóstico de transexualismo, ainda considerado doença. Imagem: iStock

O desembargador federal Marcelo Pereira da Silva, da 8ª Turma Especializada do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), negou recurso da União, que pretendia cassar liminar favorável a uma mulher transexual. Ela é segundo sargento da Marinha e ajuizou ação para não ser reformada compulsoriamente.

A liminar suspende o processo administrativo de reforma e determina a retificação de seu prenome e gênero nos assentamentos e no tratamento interpessoal.

De acordo com o documento, a Marinha teria alegado, no processo de reforma, a incapacidade da militar, em razão de diagnóstico de transexualismo, afirmando ainda que “o transtorno de identidade de gênero é ainda classificado como doença pela medicina e catalogado como Código Internacional da Doença (CID).

O mérito da ação principal ainda será julgado pela 27ª Vara Federal do Rio de Janeiro.

No entendimento do desembargador federal Marcelo Pereira da Silva, não há o chamado periculum in mora (perigo da demora), para justificar a cassação da liminar, já que a questão não trata da transferência de cargos entre os quadros masculino e feminino do corpo da Marinha.

O desembargador escreveu na decisão “que, nessa hipótese, seria necessário observar os princípios da legalidade e do acesso através de concurso público”. O magistrado Marcelo Pereira da Silva destacou que a alteração do prenome e gênero nos registros “encontra amparo legal”.

UOL – Universa

Marinha do Brasil promove campanha de doação de sangue em Natal

Por interino

O Hemocentro do RN em parceria com a Base Naval de Natal realizam nesta quarta-feira (6), campanha de doação de sangue com o corpo militar da Marinha.A ação de doação de sangue integra as atividades alusivas ao aniversário da Batalha Naval do Riachuelo, a mais importante batalha naval da América do Sul, travada na Guerra da Tríplice Aliança, que completa 153 anos em 11 de junho.

Em 2018, o Comando do 3º Distrito Naval organizou uma programação especial para comemorar a Data Magna da Marinha do Brasil, com a realização de eventos nos cinco estados que compõem sua área de jurisdição – Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Ceará.

O Diretor Geral do Hemonorte, Rodrigo Villar, ressalta a importância da longa e produtiva parceria entre a Marinha e o Hemocentro. “Essa parceria nos enche de orgulho. A campanha chega para somar e reforçar os estoques de bolsas de sangue”.

O Encarregado da Escola de Formação de Reservistas Navais, Primeiro-Tenente Fernando Ângelo da Silva Filho, explica que as doações costumam ser realizadas com as turmas de recrutas, no entanto, por ocasião da comemoração do aniversário da Batalha Naval do Riachuelo e da campanha Junho Vermelho, a ação foi ampliada a todos a tripulação da Base Naval de Natal e das demais Organizações Militares subordinadas ao Comando do 3º Distrito Naval. “Tem o lado social, da Marinha do Brasil contribuindo com os estoques dos bancos de sangue e para salvar vidas, e o lado do despertar da consciência cidadã nos nossos militares, que muitas vezes têm a vontade de doar, mas lhes falta oportunidade. Foi com ações como essa que muitos militares viraram doadores de sangue. Estamos sempre prontos para ajudar”.

Para doar sangue, basta estar em boas condições de saúde, comparecer alimentado ao posto de coleta, ter entre 16 e 69 anos (menores só com autorização do responsável legal), pesar mais de 50 kg e levar documento de identidade original com foto recente, que permita a identificação do candidato.

Marinha do Brasil realiza plantio de árvores e inaugura bosque no Dia do Meio Ambiente


As crianças e adolescentes do Programa Segundo Tempo – Forças no Esporte (Profesp) viveram um dia de aprendizado sobre meio ambiente, nesta terça-feira (5), na Estação Radiogoniométrica da Marinha em Natal (ERMN). Foi pelas mãos dos membros do Profesp que foram plantadas as primeiras mudas do Bosque Riachuelo, inaugurado pelo Comando do 3º Distrito Naval na data em que o mundo comemora o Dia do Meio Ambiente e no mês de aniversário da Batalha Naval do Riachuelo, Data Magna da Marinha do Brasil.

No total, 30 mudas foram plantadas pelas crianças e adolescentes, que tiveram a oportunidade de aprender sobre a importância da preservação do meio ambiente com a fundadora da Organização Não-Governamental Nature Viva Mangue (Navima), a bióloga Rosimeire Dantas. Doadas pelo Parque das Dunas, as plantas são das espécies Ipê Roxo, Guabiraba, Cumichá, Quiri, Maçaranduba, Ubaia Doce e Pau-Brasil. O objetivo é que o novo espaço, junto com a extensa área verde já mantida pela ERMN, de aproximadamente 550 hectares, proporcione a oportunidade de interação de estudantes com a natureza.

Durante a inauguração, as mudas receberam placas que especificavam suas espécies, além de ganharem nomes escolhidos pelas crianças. Uma das participantes da atividade foi Nidia Cristina de Oliveira Freitas, de 10 anos, que se disse feliz em contribuir com a preservação do meio ambiente. “Com essa mudinha estou ajudando o planeta e estou muito feliz com isso”, afirma a menina.

Para a fundadora da ONG Navima, a experiência foi enriquecedora, sobretudo por acontecer em uma data como o Dia Mundial do Meio Ambiente. “A ligação dos humanos com a natureza precisa existir desde sempre. Nada melhor então do que promover essa conexão desde já, pois são essas crianças que serão os cidadãos adultos que teremos no futuro”, disse a bióloga.

O Dia Mundial do Meio Ambiente foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) e acontece todos os anos no dia 5 de junho, tornando-se uma das maiores plataformas globais de divulgação pública das ações e conscientização em relação ao meio ambiente.

A inauguração do Bosque Riachuelo também integra as comemorações alusivas ao aniversário da Batalha Naval do Riachuelo, a mais importante batalha naval da América do Sul, travada na Guerra da Tríplice Aliança, que completa 153 anos em 11 de junho de 2018.

Com oportunidades no RN, Marinha do Brasil abre três concursos públicos para ensino superior

Por interino

A Marinha do Brasil abriu 22 vagas em concursos públicos do Quadro Complementar de Intendentes (10), Quadro Complementar de Fuzileiros Navais (9) e Capelães Navais (3). As inscrições estão abertas desde 23 de maio e serão aceitas até 5 de junho no site www.ingressonamarinha.mar.mil.br ou em uma das Organizações Responsáveis pela Execução Local (OREL). A taxa é de R$ 120.

Na área de jurisdição do 3º Distrito Naval, que compreende os estados de Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte, são disponibilizadas três OREL: em Natal, no Serviço de Recrutamento Distrital do Comando do 3º Distrito Naval; em Olinda, na Escola de Aprendizes-Marinheiros de Pernambuco; e em Fortaleza, na Escola de Aprendizes-Marinheiros do Ceará.

Para concorrer, é preciso ter menos de 29 anos no dia 1º de Janeiro de 2019 para o concurso dos Quadros Complementares; e menos de 41 anos para o concurso de Capelão Naval. Os processos seletivos incluem prova objetiva e redação, análise de títulos, inspeção de saúde, teste de aptidão física e Curso de Formação de Oficiais (CFO).

Após o CFO, os formados ocuparão o posto de Primeiro-Tenente (Capelães Navais) e Segundo-Tenente (Quadros Complementares), com rendimentos iniciais de R$11 mil e R$10.111, respectivamente.

Das vagas

No Quadro Complementar de Fuzileiros Navais, as oportunidades são para diversas engenharias, como Computação, Controle e Automação, Elétrica, Eletrônica, Telecomunicações, Engenharia Aeronáutica, Ambiental e Sanitária, Engenharia de Bioprocessos, Cartográfica e de Agrimensura, Civil, Petróleo, entre outras. O concurso é exclusivo para homens.

Para o Quadro Complementar de Intendentes, poderão se inscrever homens e mulheres com graduação em Administração, Ciências Contábeis e Economia.

Já para Capelães Navais foram abertas duas vagas para Sacerdote da Igreja Católica Apostólica Romana e uma para Pastor da Igreja Assembleia de Deus.

Informações ao candidato

Natal/RN – Serviço de Recrutamento Distrital do Comando do 3º Distrito Naval – Rua Coronel Flamínio, nº 100 – Santos Reis – Natal/RN – CEP: 59010-500

Tel.: (84) 3216-3117.

Olinda/PE – Escola de Aprendizes-Marinheiros de Pernambuco (EAMPE) – Avenida Olinda, s/nº – Complexo de Salgadinho – Olinda/PE – CEP: 53010-000

Tel.: (81) 3412-7615.

Fortaleza/CE – Escola de Aprendizes-Marinheiros do Ceará (EAMCE) – Avenida Coronel Filomeno Gomes, nº 30 – Jacarecanga – Fortaleza/CE – CEP 60010-280

Tel.: (85) 3288-4726.