Publicidade

Copa do Mundo: Fifa adia sorteio dos torcedores que solicitaram entradas

Sede-Fifa-Foto-DivulgacaoFifa_292A Fifa adia o sorteio e a venda de ingressos para a Copa do Mundo depois que o governo brasileiro exigiu auditar o sistema usado pela entidade máxima do futebol para distribuir as entradas. A decisão pela fiscalização e a necessidade de adiar o processo causaram constrangimentos dentro da Fifa e abriram uma nova crise entre a entidade e o governo brasileiro. Mais de 6,2 milhões de entradas foram solicitadas na primeira fase dos pedidos para a Copa. Mas a Fifa só pôde começar nesta segunda o sorteio daqueles que poderão ter o direito de comprar novas entradas. “Para garantir que as autoridades brasileiras estejam envolvidas na supervisão do procedimento para alocação dos ingressos, a Fifa teve de adiar o sorteio, que apenas começará nesta terça”, indicou a entidade num comunicado.

A “acomodação das autoridades brasileiras” foi a forma diplomática que a Fifa encontrou para descrever a exigência feita pelo governo brasileiro que, há dois dias, criou uma nova polêmica com a entidade ao exigir uma fiscalização. Um acordo entre a Caixa Econômica Federal e o governo foi fechado na segunda-feira, exigindo a auditoria. O entendimento foi anunciado dois dias antes de o Procon-RJ entrar com ação coletiva contra a Fifa, pedindo esclarecimentos sobre como seria o sistema de sorteio dos ingressos.

O órgão alegava que os torcedores não foram informados de forma adequada sobre como se dará o processo. Por causa desse atraso nos esclarecimentos, a Fifa não poderá informar aos torcedores que pediram entradas se suas solicitações foram atendidas dentro da data estabelecida. O prazo para dar uma resposta era dia 4 de novembro. Agora, o torcedor que fez seu pedido terá de esperar até o dia 10 para saber se foi premiado. A Fifa também anunciou que a próxima fase da venda de entradas planejada para começar dia 5 de novembro foi adiado para 11 do mesmo mês.

O sorteio dos ingressos está sendo feito na cidade de Manchester, na presença do Ministério dos Esportes, de um tabelião e da Caixa Econômica Federal. A primeira parte dessa fase envolve o sorteio daqueles que fazem parte do grupo de torcedores beneficiados pela Lei Geral da Copa: idosos, estudantes e pessoas inscritas no Bolsa Família. “Na parte inicial do sorteio, todos os pedidos feitos por solicitantes com direito a acesso prioritário de acordo com a Lei Geral da Copa do Mundo da FIFA 2014 – ou seja, pessoas idosas, estudantes e beneficiários do Bolsa Família – serão sorteados com vistas aos mais de 300 mil ingressos da categoria 4 reservados a essas pessoas”, indicou a Fifa.

Só depois do sorteio das entradas para essa classe é que os demais ingressos serão vendidos. Cerca de mil sorteios ocorrerão, num processo que poderá levar mais de 24 horas. No total, um milhão de entradas serão distribuídas nessa primeira fase e os beneficiados receberão um email ou SMS para informar que foram sorteados. A segunda fase termina no dia 28 de novembro.

COMUNICADO DA FIFA

A fim de assegurar o envolvimento das autoridades brasileiras na supervisão dos procedimentos de atribuição de ingressos após o primeiro período de vendas, de acordo com a Lei Geral da Copa do Mundo da FIFA 2014, a FIFA teve de adiar o sorteio, que só começará hoje (terça-feira, 29 de outubro de 2013). Devido a esse atraso, será impossível informar todos os solicitantes de mais de 6,2 milhões de ingressos quanto ao resultado do sorteio dentro do prazo previamente comunicado, de 4 de novembro de 2013. Assim, a FIFA decidiu postergar o início do próximo período de venda da data original de 5 de novembro para a data de 11 de novembro de 2013, a partir das 12h CET (9h no horário de Brasília).

“Como no próximo período as vendas ocorrerão por ordem de pedido, é essencial para nós que todos os solicitantes de ingressos da primeira fase tenham sido informados do andamento da sua solicitação antes do reinício das vendas”, explica Thierry Weil.  “Não podemos correr o risco de que um torcedor não saiba do resultado da sua solicitação antes da colocação das entradas restantes à venda. Obviamente, a nossa prioridade é garantir que cada solicitante tenha a mesma chance de sucesso.” O segundo período da primeira fase de venda acabará no dia 28 de novembro às 12h CET (9h no horário de Brasília).

O sorteio eletrônico está ocorrendo em Manchester, na presença de representantes da Caixa Econômica Federal e do Ministério do Esporte, além de um tabelião. Na parte inicial do sorteio, todos os pedidos feitos por solicitantes com direito a acesso prioritário de acordo com a Lei Geral da Copa do Mundo da FIFA 2014 — ou seja, pessoas idosas, estudantes e beneficiários do Bolsa Família — serão sorteados com vistas aos mais de 300 mil ingressos da categoria 4 reservados a essas pessoas.

Em seguida, serão distribuídos os demais ingressos da categoria 4 e os outros ingressos de todas as outras categorias, jogo a jogo. O sorteio dos carnês de seleções específicas ocorrerá a seguir. A loteria promete ser uma verdadeira maratona, com até 1.000 procedimentos individuais, podendo levar mais de 24 horas. Até 10 de novembro de 2013, todos os solicitantes saberão por e-mail ou mensagem de texto se tiveram ou não a sua solicitação efetivada. Cerca de um milhão de ingressos estão disponíveis nos dois períodos da primeira fase de venda.  Assim que o sorteio for concluído, a FIFA anunciará quantos ingressos ainda estarão disponíveis para venda entre 11 e 28 de novembro.

“Sabemos que vamos ser obrigados a decepcionar uma multidão de torcedores fervorosos, mas mesmo se tivéssemos três vezes mais ingressos ainda ficaríamos muito aquém de satisfazer os desejos de todos”, acrescenta Thierry Weil. “Gostaríamos apenas de incentivar os torcedores a tentarem novamente nos outros períodos de venda.”

A FIFA gostaria de aproveitar esta oportunidade para reiterar que o FIFA.com é a única plataforma de venda de ingressos para a Copa do Mundo da FIFA 2014. Qualquer ingresso de qualquer tipo que esteja sendo oferecido por outras empresas, ou em outras plataformas, não faz parte nem tem relação com o programa oficial de venda de ingressos. A FIFA não nomeou empresa alguma para representá-la na venda de ingressos para os jogos. Recomenda-se fortemente que os torcedores não comprem ingressos por meio de outros canais.

Estadão

enviar comentário
Publicidade

Divulgação de Pesquisa na CMN é adiada por questões de segurança

A divulgação da pesquisa realizada pela Comissão de Educação da Câmara Municipal de Educação, que seria nesta segunda-feira (21), às 14h, foi adiada para data ainda não estabelecida.

O adiamento se deve a uma determinação da Presidência da Câmara Municipal de Natal de suspender as atividades parlamentares na instituição, devido protestos de estudantes desde a semana passada no local.

enviar comentário
Publicidade

Dor de barriga coletiva força adiamento de jogo nesta segunda pela Série B

11_12_53_943_fileO jogo entre Oeste e Chapecoense, pela 21ª rodada da Série B, foi adiado desta segunda-feira (9) para a terça feira por um motivo insólito.  A equipe de Itápolis teve 18 jogadores contaminados com uma intoxicação alimentar e não teria atletas suficientes para a realização da partida.

Compreensiva, a CBF aceitou adiar o jogo e não escondeu a justificativa em sua quase sempre laudatória tabela oficial da competição.

— 18 jogadores do Oeste FC/SP foram contaminados por uma infecção alimentar e encontram-se sob cuidados médicos no dia de hoje (domingo), o que inviabiliza estarem apto para atuarem na partida de amanhã.

Procurado pelo R7, o diretor de futebol do Oeste, Mauro Guerra, disse que um jantar em Florianópolis foi a provável causa do mal-estar coletivo.

— Na sexta-feira (6), nós empatamos com o Avaí e voltamos para o hotel para comer por volta das 23h. Quase todo mundo passou mal. Eu, que só comi salada e macarrão sem molho, fui um dos poucos que me livrei.

É a terceira vez que a Chapecoense tem uma partida adiada nesta edição da Série B. No primeiro turno, as partidas contra  América-MG e Guaratinguetá tiveram as datas alteradas porque as equipes rivais não conseguiram chegar a Chapecó a tempo. O aeroporto da cidade do interior catarinense estava fechado nos dois casos por causa do mau tempo.

Com 43 pontos, a Chapecoense é vice-lider da Série B e luta pelo acesso. O Oeste , com 23, ocupa o 13º lugar e luta para se afastar da zoina de rebaixamento.

R7

enviar comentário
Publicidade

Nota: Feijoada do Rei é adiada

Informamos que, por motivos técnicos, o evento Feijoada do Rei, que aconteceria dia 18 de maio, no Espaço Cenarium do hotel Imirá, foi adiado.

A nova data será divulgada em breve pela organização, mediante possibilidade da agenda do artista.

Os clientes que optarem pelo ressarcimento do valor da compra do ingresso poderão resgatá-lo na loja Oculare (Midway), nos dias 18, 19 e 20 de maio.

enviar comentário
Publicidade

Contran concede mais seis meses para motoboys se adequarem às novas regras

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) concedeu mais seis meses para que mototaxistas e motofretistas se adéquem às novas regras da lei que regulamenta as atividades profissionais de transporte de passageiro e entrega de mercadorias, encomendas e serviços comunitários de rua. A lei, que prevê a fiscalização das duas atividades, passaria a vigorar a partir de hoje.

O novo prazo para a lei entrar em vigor é fevereiro de 2013, o mesmo para os profissionais realizarem curso de capacitação,  uma das exigências para que eles exerçam a atividade conforme lei aprovada em 2009. O Contran tomou a decisão de adiar a fiscalização em virtude da maioria dos condutores não ter conseguido se adaptar às novas regras, como a aquisição de equipamentos de proteção pessoal e de segurança.

Outra medida foi a alteração na lista de instituições que poderiam oferecer os cursos especializados, que eram exclusividade dos Detrans e dos Serviços Social do Transporte (Sest) e Nacional de Aprendizagem de Transporte (Senat), e agora estendidos aos Centros de Formação de Condutores.

Também foi definido que o curso pode ser realizado tanto de forma presencial, quanto por ensino à distância (semi-presencial), com o objetivo de facilitar o acesso dos motoristas ao treinamento. “Como a demanda é muito grande, quem deixar para fevereiro corre o risco de não conseguir vaga”, afirmou Dantas, que afirma concordar com a abertura para que outras instituições realizem o curso especializado.

O presidente do Sindicato dos Mototaxistas do Rio Grande do Norte, Marcos Santiago Machado, 34 anos, afirmou que ele mesmo fez dois cursos pela Honda, “mas nenhum era reconhecido”. Marcos Machado diz que o Sindicato apoia a regulamentação profissional, mas também defendia que fosse dado mais tempo para os mototaxistas se adequarem às exigências legais, principalmente porque a oferta de cursos era muito pouca e restrita.

O diretor geral do Sest/Senat em Natal, Jeferson Dantas, informou que já foram abertas as inscrições para quatro turmas de 30 alunos cada, que farão o curso a partir do dia 13 de maio, em sua sede da avenida Omar O’Grady, depois da avenida Prudente de Morais, no caminho para a Cidade Satélite. “Vamos continuar abrindo turmas até formar o público de 1.600 motofretistas, que será o número de concessões que serão oferecidas futuramente em Natal”, disse ele.

Dantas explica que o curso terá a duração de 30 horas, sendo 25 de aulas teóricas e cinco de aulas práticas, ao custo de R$ 200,00, que pode ser parcelado em duas vezes, no cartão de crédito. Segundo ele, em outros estados o valor está acima disso: “Estamos facilitando para atingir ao máximo o número de profissionais, porque eles têm outros custos, como adequar a moto com equipamentos de segurança e proteção individual”.

Para tanto, Dantas afirma que está sendo providenciado um convênio com o Sindicato dos Motofretistas de Natal, já que a legislação do município proíbe a circulação de mototaxis.

Este, inclusive, é um dos problemas que preocupam o sindicalista Marcos Machado, porque embora o sindicato dos motaxistas seja sediado em Parnamirim, onde a profissão é regulamentada, eles são multados quando trazem passageiros para Natal: “Nós estamos legalizados e não podemos levar ninguém daqui pra lá”, disse ele, porque são multados pelos guardas de trânsito da capital.

“A gente quando é pego, paga uma multa de R$ 300,00”, protesta Eudo Francisco de Moura, que é um dos 350 associados do Sindicato em Parnamirim, e para quem isso pesa muito no bolso, pois só para adquirir um colete refletor, o mototaxista tem de gastar mais de R$ 200,00.

Para Eudo Moura, a legislação chega em boa hora, mas acha que as prefeituras e o governo deviam encontrar uma maneira de ajudar os profissionais, com incentivos fiscais do mesmo jeito que existe para os proprietários de taxi, que compram carros com descontos de IPI e ICMS. “A gente compra a moto pelo mesmo valor de um consumidor comum”.

Os mototaxistas dizem que além de não ter um tratamento igualitário para quem presta um serviço à população, ainda terão uma despesa a mais com a compra de coletes, joelheiras, luvas, que são equipamentos pessoais exigidos pela lei, afora os equipamentos de segurança da moto, como o corta-pipa e o mata-cachorro, uma proteção de ferro que protege a perna do piloto contra impactos co motor da motocicleta em caso de queda.

Dentre as exigências para motoboys e mototaxistas terão que preencher os requisitos:

– ter completado 21 (vinte e um) anos;

– possuir habilitação por, pelo menos, 2 (dois) anos, na categoria;

– ser aprovado em curso especializado, nos termos da regulamentação do Contran;

– estar vestido com colete de segurança dotado de dispositivos retrorrefletivos, nos termos da regulamentação do Contran;

– curso específico para o motofrete.

Fonte:Contran

enviar comentário
Publicidade