Publicidade

STF quebra sigilo bancário e fiscal de Aécio Neves

Marco Aurélio Mello determinou a quebra dos sigilos bancário e fiscal de Aécio Neves de janeiro de 2014 a maio deste ano, mês em que a PF deflagrou a Operação Patmos.

A decisão do ministro do STF se estende à irmã de Aécio, Andrea, ao primo do senador, Frederico Pacheco, e a Mendherson Souza Lima –os três últimos foram soltos hoje, em outra decisão de Marco Aurélio.

O Antagonista

Comentário (1) enviar comentário
  1. Oliveira disse:

    Alguém acredita que vai dar alguma coisa?
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Publicidade

Ministro do STF Marco Aurélio Mello derruba afastamento de Aécio Neves; tucano volta ao Senado

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), derrubou nesta sexta-feira (30) o afastamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) das funções parlamentares. Com isso, Aécio poderá retomar as ativades no Senado.

Aécio havia sido afastado em maio por determinação do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, após a Operação Patmos, fase da Lava Jato baseada nas delação da JBS. A Procuradoria Geral da República apontou risco de o senador usar seu poder para atrapalhar as investigações e havia pedido a prisão de Aécio. No entanto, Fachin entendeu que a Constituição proibia a prisão do parlamentar e determinou o afastamento.

O caso de Aécio ficou com o ministro Marco Aurélio após Fachin fatiar as investigações da delação da JBS. A defesa de Aécio havia entrado com um recurso no tribunal e desde então ele aguardava uma decisão para saber se poderia retomar as atividades de senador.

Marco Aurélio também negou um recurso da PGR que insistia na prisão de Aécio.

G1

Comentários (23) enviar comentário
  1. Welingtom Pinheiro disse:

    Nesses dias quem volta é Dilma é oBrasil

  2. Roberto disse:

    Essa ruma de merda chamado ministro, faz um elogio desse a um corrupto e sacaneando o povo Brasileiro. isso agora tá entre eles lá rindo da cara do povo Brasileiro, Militares fechem esse STF antes que seja tarde.

  3. José disse:

    A briga é satanica: Quem manda mais Gilmar Mendes ou Marco Aurélio?

  4. juarez disse:

    HUUMMMM….. PIZZA

  5. Romualdo disse:

    O ex Senador Delcídio do Amaral deve está muito arrependido de ter mudado de partido, saindo do PSDB para o PT. Pois por muito menos do que isso, perdeu o mandato e foi preso, continuando até hoje preso.
    O STF perdeu a vergonha por completo.
    Depois do TSE e do TCU, Gilmar Mendes é que manda nesse Mar de Lama.

  6. Abel disse:

    Solta o Cunhão também, a lei vale pra um e outros não ? Então libera geral, essa m… Não tem jeito mesmo.

  7. Aparecida disse:

    Enquanto os poderes estão unidos, nós brigamos para saber quem é mais ou menos corrupto. Neste país, no momento, só existe um crime: pedalada fiscal. Quando houver mudança do grupo mandante, será eleito outro tipo de crime.

  8. Bruna disse:

    A culpa disso tudo é nossa!! Temos o poder de tirar esses sebosos e não fazemos nada. Queria ver a população toda indo as ruas com revolta pra vê se isso não mudava. Mas fica todo mundo reclamando pelas redes sociais e ninguém faz nada! Esse País tá uma vergonha! É um absurdo atrás do outro, os caras fazem tudo na maior cara de pau!!

  9. Botelho Pinto disse:

    Como diria o Galvão: 'Eu já sabia'
    E nem precisa de bola de cristal para saber que ele será inocentado pelo Congresso, mesmo com provas "cabais".
    Afinal, a maioria dos Deputados e Senadores trabalham para os mesmos patrões. Os mesmos patrões que mandam também na mídia (até certo ponto. Até a mídia já abandonou Aécio para não perder toda a credibilidade)
    Roubar é o 'normal' na política brasileira. Quem for honesto ou 'menos ladrão' será perseguido e até condenado por corrupção, mesmo sem provas, basta convicção de algum delegado coxinha.
    Acorda Brasil!

  10. Ivan Paulo disse:

    A nossa sorte é bolsonaro

  11. EMILSON disse:

    A culpa é dos manifestantes pelegos, assim Temer Fica!!!

  12. José Dantas disse:

    Dos 11 ministros do STF, apenas 2 ( Luís e Rosa) são juízes de carreira com experiência em ouvir denúncia e defensa, julgando de acordo com a legislação e os autos… Os outros 9 são advogados e promotores que só conhecem um lado …a politicagem e o julgamento político sempre vai prevalecer !

  13. Ze Leitão disse:

    Pode soltar uma bomba atômica aqui no Brasil porque não existe mais jeito pra esse país não, o Culpado de tudo isso e o #LULA2018NACADEIA

  14. Luciano disse:

    Não faço parte de partido nenhum mais todos o político que for pego na corrupto tem questa na cadeia

  15. marcia disse:

    E isso aí acorda Brasil

  16. Daniel disse:

    CONFIRMA-SE QUE NO BRASIL CRIME COMPENSA!
    Que vergonha desse povo que toma decisões !

  17. LUCY disse:

    OS TROUXINHAS SÃO CONTRA A CORRUPÇÃO APENAS DO PT. HIPÓCRITAS.

  18. Rafael disse:

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. O choro é livre bando de petebas.

    • Acorda Brasil disse:

      Não faça isso meu nobre amigo, o fato de ter inclinação com a ideologia de direita não isenta um bandido que foi pego negociando R$2 milhões de propina.
      Dessa forma você iguala a setores da esquerda que fecham os olhos para o que PT e aliados fizeram com o Brasil.
      Bandido é bandido, essa condição não pode ser isentada por ideologia, senão estamos perdidos.

    • Carlinho disse:

      Kkkkkkkkkk, o PIOR do Brasil é o brasileiro. Há povinho prá gostar de torcer por bandido de estimação ! por isso essa terra não sai dessa lama.

    • Everton disse:

      Ele estava no lucro afastado, mas como nesta pocilga o crime compensa, o ministro fez um favor para a família Neves.

    • Rafael disse:

      Quero que Aécio se lasque. Da mesma forma que espero que a justiça seja feita para toda a corja Política. Mas experimentem entrar em um blog desses que o PT patrocinava. São um bando de anencéfalos. Esses sim torcem contra o Brasil. Estão preocupados com a ideologia do soma zero, da política time-futebol. Defendem Lula, algo que aparentemente, nem para familiares fariam. São os demagogos do politicamente correto. Da distorção da realidade. Acreditam realmente que tudo é um grande complô, criado inicialmente pela Rede Globo, em seguida pelos empresários que só pensam em suas taças de vinhos e carros importados. É o que vivemos, a repetição exaustiva da pura demagogia. Greve contra reforma previdenciária, trabalhista etc. Em nenhum momento vão para o debate de ideias, ou pelo menos param para escutar. São contra todas as reformas, mas não apresentam um alternativa/opções. Bando de chupetas/ mamadores. E o pior que uma grande parte, nem chupam. Mas morrem defendendo os verdadeiros vampiros, sangue sugas. Se isso não é burrice, devemos criar um novo adjetivo para tamanha imbecilidade. Meu sarcasmo sobre Aécio, representa toda a indignação sobre o apoio de uma classe totalmente perdida. Só uma revolução para mudar a podridão instalada.

Publicidade

Senado corta salário e recolhe carro oficial de Aécio Neves

Aécio: essa é a primeira vez que o Senado torna públicas as medidas que tomou em razão do afastamento de Aécio (Ueslei Marcelino/Reuters)

O Senado comunicou o Supremo Tribunal Federal (STF) que suspendeu o salário e a verba indenizatória de Aécio Neves (PSDB-MG), devido ao afastamento do senador.

O carro oficial também foi recolhido. As informações foram enviadas por ofício pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), ao ministro Marco Aurélio Mello, relator do recurso de afastamento de Aécio no Supremo.

Eunício alega que as medidas foram tomadas em 18 de maio, mesma data de afastamento de Aécio por decisão liminar do ministro Edson Fachin.

Nesta quarta-feira, o Senado também apagou o nome do tucano do painel de votações do plenário e passou a identificar o senador como “afastado por decisão judicial” no site oficial do órgão.

É a primeira vez que o Senado torna públicas as medidas que tomou em razão do afastamento de Aécio. Até a terça-feira, 12, o presidente do Senado, assim como a Mesa Diretora da Casa, não haviam sido claros sobre quais seriam as limitações do afastamento de Aécio. Não havia qualquer indicação de corte salarial ou benefícios.

Na segunda-feira, 12, o Senado publicou uma nota em que dizia que cabia ao STF esclarecer o que caracteriza o afastamento do senador. A posição foi vista como uma forma de enfrentamento à decisão judicial e criticada pelo ministro Marco Aurélio.

Estadão

 

Comentários (3) enviar comentário
  1. Faro Fino disse:

    Tão poucos comentários…
    Ah, esqueci: BANDIDO DE ESTIMAÇÃO!
    Não vão pedir a prisão, a condução coercitiva, a expulsão do partido?
    E as panelas contra a corrupção?
    Perto dos roubos e demais crimes do Aécio, o Triplex do Guarujá e o Sitiozinho de Atibaia parecem coisa de criança.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Só o Helicóptero carregado com 400 kilos de pasta base de Cocaína, hein?
    Agora entendi porque o aviãozinho de Teori caiu no mar e as investigações estão em "SEGREDO DE JUSTIÇA", sem VAZAAJATO.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Paulo Roberto disse:

    Tem que fazer mais, Não só com esse mas com todos que se apossam do dinheiro do povo brasileiro como se fosse exclusivo deles, Cadeia neles.

  3. Tarcísio disse:

    Aí tá certo. É o mínimo q se deve fazer

Publicidade

Aécio Neves publica carta aberta: “Não cometi nenhum crime. A verdade prevalecerá”

O CRIME DA CALÚNIA

Nos últimos dias, minha vida foi virada pelo avesso. Tornei-me alvo de um turbilhão de acusações, fui afastado do cargo para o qual fui eleito por mais de 7 milhões de mineiros e vi minha irmã ser detida pela polícia sem absolutamente nada que justificasse tamanha arbitrariedade.

Tenho sentimentos, sou de carne e osso, e esses acontecimentos -o que é pior, originados de delações de criminosos confessos, a partir de falsos flagrantes meticulosamente forjados- me trouxeram enorme tristeza. Também, por certo, alimentaram decepção naqueles que confiaram em mim ao longo de minha vida pública. É principalmente a estes que ora me dirijo.

Tenho me dedicado a tentar construir um país melhor. Neste último ano empenhei-me em ajudar o presidente Michel Temer no árduo trabalho de reerguer o país, o que, avalio, vem sendo bem-sucedido. Há, porém, muitos insatisfeitos e contrariados com as mudanças em marcha.

Tudo isso sofreu um abalo sísmico, na semana passada, com a divulgação de gravações covardemente feitas pelo réu confesso Joesley Batista de conversas com o presidente da República e de outras que manteve comigo. Nestas, ele tenta conduzir o diálogo para criar-me todo tipo de constrangimento.

Lamento sinceramente minha ingenuidade -a que ponto chegamos, ter de lamentar a boa-fé! Não sabia que na minha frente estava um criminoso sem escrúpulos, sem interesse na verdade, querendo apenas forjar citações que o ajudassem nos benefícios de sua delação.

Além do mais, usei um vocabulário que não costumo usar, e me penitencio por isso, ao me referir a autoridades públicas com as quais já me desculpei pessoalmente.

Mas reafirmo: não cometi nenhum crime!

Setores da imprensa vêm destacando uma acusação do delator de que, em 2014, eu teria recebido R$ 60 milhões em “propina”. Mas muito poucos tiveram a curiosidade de pesquisar e constatar que isso se refere exatamente aos R$ 60 milhões que a JBS doou legalmente a campanhas do PSDB naquele ano.

E foram raros também os que se interessaram em registrar afirmações dos próprios delatores sobre mim -“nunca nos ajudou em nada” e “nunca fez nada por nós”, disseram a meu respeito. Então pergunto: onde está o crime? Aliás, de qual crime acusam a mim e a meus familiares?

Em março deste ano, solicitei a minha irmã e minha amiga, Andrea, que procurasse o senhor Joesley, a quem ela não conhecia, e oferecesse o que já havíamos feito sem sucesso com outros empresários brasileiros: a compra do apartamento em que minha mãe mora, herança do seu falecido marido, e que já estava à venda. Parte desse valor nos ajudaria a arcar com os custos de minha defesa.

Foi do delator a sugestão de fazer um empréstimo com recursos lícitos, que ele chamava “das suas lojinhas”, e que seria naturalmente regularizado por meio de contrato de mútuo, até para que os advogados pudessem ser pagos.

O contrato apenas não foi celebrado porque a intenção do delator não era esta, mas sim criar artificialmente um fato que gerasse suspeição e contribuísse para sua delação.

Daí por diante, fomos vítimas de uma criminosa armação feita por elementos que não se constrangeram em criar falsas situações para receber em troca os extraordinários benefícios de sua delação, inclusive ganhando dinheiro especulando contra o Brasil e contra os brasileiros, em razão da crise provocada pela divulgação das gravações. Para eles, o crime e a calúnia certamente compensam.

São, portanto, evidentes o comprometimento de meus acusadores e a inconsistência do teor das acusações dirigidas contra mim e minha família. Fui vítima de criminosa armação. Mas isso não significa que não tenha errado.

Errei ao procurar quem não deveria. Errei mais ainda, e isso me corrói as vísceras, em pedir que minha irmã se encontrasse com esse cidadão, que em processo de delação arquitetou um macabro e criminoso plano para obter certamente ainda mais vantagens em seu acordo.

Vale aqui registro em relação aos motivos usados para a suspensão de meu mandato parlamentar, iniciativa para a qual não há precedentes.

Nenhum de meus atos legislativos e políticos demonstram qualquer intenção de obstruir a Lava Jato ou qualquer outra investigação, tampouco interferir em instituições encarregadas de apurar os fatos. Ao contrário, minhas posições sempre foram claras e legitimadas pelo exercício de meu mandato.

A partir de agora, dedicarei cada instante de minha vida a provar minha inocência e a de meus familiares, a mostrar que honrei os mandatos e a confiança que os eleitores de Minas e de todo o país me delegaram em mais de 30 anos de vida pública.

Usarei como armas a lei e a verdade para que esta injustificável violência contra Andrea e contra Frederico seja rapidamente revertida.

Acredito na força da nossa democracia, confio na Justiça e na integridade das nossas instituições. Estou convicto de que, ao cabo do devido processo legal e do desenrolar das investigações, a verdade prevalecerá e a correção de meus atos e de meus familiares restará provada.

Diante da necessidade de dedicar-me integralmente à minha defesa, deixo de ocupar nesta Folha o espaço que, durante quase seis anos, ocupei semanalmente, buscando contribuir para aprofundar a discussão sobre os problemas do país.

Aos leitores da Folha que me acompanham nesta jornada, de alegrias e tristezas, deixo meu sincero agradecimento. Aos brasileiros, reafirmo a minha determinação de enfrentar este momento de incompreensões, com a coragem e a altivez que jamais me faltaram ao longo de toda a minha caminhada. A verdade prevalecerá!

AÉCIO NEVES é senador (PSDB-MG). Foi candidato à Presidência em 2014 e governador de Minas Gerais entre 2003 e 2010

Folha de São Paulo

 

Comentários (11) enviar comentário
  1. Marcus Paulo disse:

    Todos os que comentaram aqui votaram em Aécio….

  2. Francisco Júnior disse:

    Este vagabundo ainda tem coragem de escrever uma carta de desculpando.,ou país de políticos ladrões

  3. Roberto disse:

    Você pode enganar a você mesmo, mais o povo Brasileiro não.

  4. Charles disse:

    Ah ladrão descarado. Aprendeu com Luladrao foi?

    • Jonas Vilaça disse:

      Aposto uma cocada que o "Charles" votou no Aecio. E agora está "apartidario". Brincadeira. ..

  5. SÉRGIO MOURÃO disse:

    NÃO VEM COM ESSA NÃO AÉCIO, ACABOU PRA VOCÊ!
    PENA QUE AINDA NÃO TENHA ACABADO PARA LULA QUE NA SUA FRENTE TORNA VOCÊ UM APRENDIZ DE PATIFARIAS

    • M. D. R. disse:

      Se esse cara tivesse vergonha, devolver as propinas e renunciar o mandato e trinta anos sem participar de políticas públicas.

  6. Eli disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Chora mais..ainda não estou ouvindo..
    Coxinhas…comprem lenços pra ele…kkkkkkkkkkkkkkk

    • Valter Câmara Figueiredo disse:

      No lado bom e do bem não se perde tempo com corrupto. Que ele pague se cometeu criem. Diferente dos adoradores de bandidos que fizeram cota para pagar a multa de José Dirceu enquanto ele continuava a receber propinas, mesmo preso. Não? é só buscar as matérias da lava jato

  7. silva disse:

    Ahhhhhh bandido!!!
    Ainda tentando enganar???? kkkkk…

  8. osvaldo disse:

    O cara tá muito doido.kkkkkaguarde cartas.

Publicidade

OAS delata Aécio Neves por obras da Cidade Administrativa de MG

A OAS está delatando todo mundo. Inclusive, Aécio Neves.

Léo Pinheiro, como antecipou O Antagonista, já entregou o pagamento de propina a Lula por meio de suas propriedades e de suas palestras.

A empreiteira entregou também as campanhas de 2010 e 2014 de Dilma Rousseff.

Aécio Neves, por sua vez, está sendo delatado pelas obras da Cidade Administrativa de Minas Gerais.

Lula e Dilma Rousseff estão mortos. E Aécio Neves, a se julgar pelos depoimentos da OAS, será enterrado junto com eles.

O Antagonista

Comentários (9) enviar comentário
  1. Sérgio Franco disse:

    RESPONDA QUEM PUDER!
    Todas essas informações já eram sabidas desde o tempo das campanhas, mas…
    Perguntar não ofende:
    "PORQUE ESSAS INFORMAÇÕES NÃO FORAM VAZADAS E DIVULGADAS EM JORNAL NACIONAL NA ÉPOCA DA CAMPANHA?"

  2. Neto disse:

    Deve ser preso. Não tenho bandido de estimação

  3. Aluísio Filho disse:

    Se existir provas de corrupção, que ele responda pelos crimes, se é que cometeu.

    • LUTA disse:

      Claro que não cometeu crime nenhum!
      No máximo ele dá umas cheiradinhas…

    • LULA NÃO SEI DE NADA, NÃO VI, TÔ POR FORA disse:

      E Lula uma bicada na caninha e no dinheiro público!

    • LUTA disse:

      Mas Aécio não. Nunca!!
      Esse é honesto.

    • Firmino disse:

      Conforme sede e ódio dos petistas, se Aécio fosse santo, eles iriam abrir processo no Vaticano para anular a santidade. FHC, Aécio e o PSDB são desqualificados pela campanha contínua do PT em demonizar os nomes e o partido. Mas quem deu a rasteira no Partido da Traição ao povo brasileiro, foram os aliados.
      Quem se alia a bandido, não pode deixar as costas descobertas, um dia a casa cai.
      Cobra sabe seguir rastro de cobra.
      Hora de pagar, sem dó, muto menos piedade.
      Cadeia na petralhada

    • LUTA disse:

      Aécio NÃO É BANDIDO.
      Ta difícil de entender né…???

    • LULA NÃO SEI DE NADA, NÃO VI, TÔ POR FORA disse:

      Seeeeeeee Aécio for bandido, tem que ser preso, foda é todo mundo saber que Lula é bandido e ele não ser preso, isso sim é que é estranho!

Publicidade

Rogério Marinho mostra força no PSDB em reunião com Cássio Cunha Lima e Aécio Neves

Comitiva do RN com comando nacional do PSDB (5)
Foto: Alexssandro Loyola

O deputado federal Rogério marinho, presidente de honra do PSDB, tratou de acabar com as especulações de que estaria perdendo o comando do partido no Rio Grande do Norte em uma reunião com os senadores Aécio Neves e Cássio Cunha Lima e os pré-candidatos a prefeito do Estado em Brasília.

O próprio Aécio tratou de reforçar a importância de Rogério para a legenda. “Queremos um partido que tenha musculatura em todos os Estados e vamos fazer esforço especial em relação ao Nordeste e, claro, ao RN”, disse Aécio Neves, pouco antes de elogiar o comando de Rogério no Estado: “Liderança importante aqui no Congresso, no partido, na Câmara e também no RN”. Rogério também foi lembrado por Cássio. O líder tucano disse que “o partido no Rio Grande do Norte estava em boas mãos”.

Ontem, circularam informações de que o deputado poderia estar perdendo o comando do PSDB para outras lideranças potiguares, mas a reunião das lideranças nacionais com os pré-candidatos a prefeito do RN serviu para demonstrar a força que o parlamentar ainda tem o comando da legenda e que o poder de articulação dentro dos tucanos continua.

Rogério Marinho, no comando da legenda, continua se articulando para viabilizar a pré-candidatura a prefeito de Natal. Ele tem mantido diálogos com lideranças de outros partidos no sentido de montar uma base forte para disputar as eleições desse ano com alguma chance real de se eleger.

Comentários (7) enviar comentário
  1. eli disse:

    kkkkkkkkkkk……Que força?…Já era Aécio…kkkkkkkkkkkk
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk….gozei demais os trouxinhas…kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. José Mané disse:

    Deixe no PSDB.
    Com sua competência vai fazer o mesmo que fez no ABC

  3. Rafael Vale disse:

    Resumindo a reunião: Um processado (Rogério Marinho), um condenado (Cássio Cunha LIma) e um delatado (Aécio Neves).

  4. eder disse:

    SER FOTOGRAFADO JUNTO DA ALGUÉM NÃO LHES ACRESCENTA COMPETÊNCIA. SÃO SIMPLES PAPAGAIOS DE PIRATA

  5. Antônio Silva disse:

    Esse é aquele deputado que quer prender professor é?

  6. Jakson disse:

    Boa noite amigo. Lendo suas matérias, pude ver que no titulo da matéria sobre Rogério Marinho mostra força no PSBD em reunião com Cássio Cunha Lima e Aécio Neves, só a sigla ficou errada e apenas no titulo, se puder corrigir.

Publicidade

Aécio Neves chega dia 13 de agosto em Natal

O candidato à Presidência Aécio Neves desembarga em Natal no próximo dia 13 de agosto. A programação do tucano ainda não foi definida, mas na quarta-feira (13), ele chega para dormir e só no dia seguinte deve definir seus compromissos eleitorais nas terras potiguares.

O senador José Agripino (DEM) é o coordenador da campanha do presidenciável e deve reunir os candidatos da coligação “União pela Mudança” para o palanque do tucano.

enviar comentário
Publicidade

Aécio Neves propõe reduzir pela metade número de ministérios

aecio_cniFoto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, disse hoje (30), em entrevista coletiva, que, se for eleito, reduzirá pela metade o número de ministérios em seu governo e extinguirá pelo menos um terço dos cargos comissionados existentes hoje. Segundo ele, isso não significa que todas as áreas atendidas pelos 39 ministérios atuais não sejam importantes, mas sim que precisam ser “desburocratizadas”.

“Existe um grupo trabalhando no redesenho do Estado brasileiro, comandado por aquele que eu considero o mais eficiente gestor público, o ex-governador de Minas Gerais Antonio Anastasia. Estamos conversando para redesenhar o Estado brasileiro”, disse o candidato, sem antecipar quais ministérios serão cortados.

Segundo Aécio, pelo menos um terço dos ministérios pode ser extinto “imediatamente”, de modo a reduzir “o gigantismo do Estado” e melhorar a gestão pública. Além disso, ele disse que, nas áreas em que for possível, vai estabelecer regime de metas aos funcionários públicos para estimular a melhor prestação de serviços públicos. “O meu governo será o da meritocracia e da eficiência.”

Antes da entrevista coletiva à imprensa, o candidato prometeu a empresários de diversos setores reunidos em Brasília para sabatina promovida pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) que fará um choque de infraestrutura no país se for eleito em outubro. Segundo ele, a medida terá que ser tomada em parceria com o setor privado e a partir da atração de capital interno e investimentos estrangeiros.

“Isso criará o ambiente propício para [o país] retomar a capacidade de investimento e voltar a crescer. Mas 2015 já está precificado pelo atual governo. Pela própria situação da Petrobras, que precisará ser redefinida. Tudo isso deve ser orientado pela manutenção da solidez dos nossos pilares macroeconômicos. O superávit será o possível e será feito de forma absolutamente transparente, diferentemente do que ocorre hoje.”

Na sabatina, o tucano se comprometeu a construir uma agenda comercial “e não ideológica como é hoje”. Pare ele, “o que deve prevalecer não é o interesse de um governo”. Aécio Neves defendeu investimentos no setor energético e garantiu que retomará o programa do etanol. Para ele, a Petrobras é vítima das medidas do atual governo. “Estamos na contramão do mundo ao subsidiar combustível fóssil. Temos que enfrentar de forma clara a questão do gás e criar regras claras” afirmou, acrescentando ainda que é necessário buscar novas fontes de energia alternativa, como a biomassa, “que, só com o que São Paulo produz, poderia nos fornecer energia equivalente à [da Usina] de Belo Monte”.

Entre as prioridades elencadas, o presidenciável defendeu a retomada das negociações com outras regiões do mundo e a criação de mecanismos que estimulem a internacionalização das empresas nacionais com o fim da bitributação. Aécio disse que a atual política tenta incentivar esse movimento do setor privado, ao mesmo tempo em que o “Fisco desestimula”.

Alinhando o discurso a uma das principais demandas dos empresários, o tucano ainda garantiu um combate “diário” ao custo Brasil. “O Brasil ainda é uma economia fechada. Mas isso tem que ser feito com estratégia. Temos que criar as condições de competitividade, com choque de infraestrutura em parceria com setor privado e aumento de produtividade da economia”, defendeu.

Agência Brasil

Comentários (2) enviar comentário
  1. Jorge Guerreiro disse:

    Choque de infraestrutura é o novo nome para ESTADO MÍNIMO?

  2. Erick disse:

    Perguntaram a ele quais ministérios seriam fechados, não soube o que responder.

    Um candidato que em campanha afirma que o Brasil investiu demais na educação técnica e que o salário mínimo tá muito alto já se sabe o que vai fazer quando eleito. Adeus petrobras e universidades… Ainda bem que já me formei.

Publicidade

Aécio Neves diz que pretende elevar investimento para 24% do PIB até 2018

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, disse há pouco a empresários do setor industrial que, caso eleito, pretende elevar, até 2018, a taxa de investimento do país em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), dos atuais 18% para 24%, conforme o candidato. O tucano disse ainda que terá “como obsessão” a recuperação da competitividade da economia e irá propor mudanças na relação com o Mercosul para facilitar a negociação de acordos brasileiros com a União Europeia e outros países.

Durante sabatina promovida pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) com os três presidenciáveis melhores colocados nas pesquisas de intenção de voto, Aécio Neves prometeu reduzir e simplificar a carga tributária, “isonomia “no tratamento dos vários setores da economia, além de medidas para criação de um ambiente de negócio “seguro” e “claro”.

“Quero estabelecer aqui o desafio para o próximo governo para que possamos, ao final do ano de 2018, saltar do patamar que estamos amarrados hoje de 18% do PIB, para alavancar 24% do PIB de investimentos, com o setor privado e a criação de um ambiente favorável de negócios”, disse.

Segundo ele, a meta será fiscalizada por uma comissão formada por representantes do setor industrial, da iniciativa privada e do governo.

Para Aécio Neves, o Brasil perdeu a capacidade de gerar expectativas positivas para a economia, e o pessimismo em relação ao Brasil tem crescido nos últimos meses. Por isso, o futuro presidente precisa trabalhar na recuperação da confiança dos mercados e dos investidores.

“Isso passa por uma nova forma de governança. Não esperem que o nosso governo tenha um Plano A, plano mais isso ou maior. Mas [esperem] regras mais claras e um ambiente seguro, regulação clara dos mercado e, sobretudo, ação do governo que também aumente a produtividade e a qualidade dos serviços”.

O tucano criticou o atual modelo de negociação imposto pelo Mercosul e prometeu trabalhar para mudar regras do bloco. “O Mercosul vem nos amarando. Não é um desprezo, mas uma transição, uma transformação em região aduaneira para que possamos formatar acordos com outras regiões do mundo”, frisou, um dia após reunião de cúpula do bloco, em Caracas.

Agência Brasil

Comentários (3) enviar comentário
  1. Jorge Guerreiro disse:

    Os grandes proprietários de títulos públicos (empresas, bancos e especuladores) tem interesse em qualquer política que REDUZA AS DESPESAS DO GOVERNO FEDERAL ou que interfira no crescimento e no emprego que tenha ligação com gastos do governo. Para esses proprietários rentistas, o principal inimigo a vencer (e portanto se combatido) são aqueles que disputam as verbas do orçamento público – e não a inflação, embora a inflação também seja uma ameaça usada como falso discurso (demagogia). E a perspectiva dos proprietários de títulos tem sido tão veementemente propagada (por meio de assessorias de imprensa profissional e agências de propagandas contratadas) pelos meios de comunicação de massa e tão bem assimiladas pela maioria das pessoas, que ficou fácil para os dirigentes políticos (mentindo deslavadamente na nossa cara) convencer a sociedade de que o que é bom para o mercado de títulos é bom para a economia, ainda que isso signifique maior desemprego, arrocho, menos investimentos nas áreas sociais e menor crescimento.
    Assim, Aécio, como liderança identificada com a defensoria da preponderância dada ao capital financeiro no Brasil, se sente confortável para propor políticas de desmonte dos gastos sociais, adornados com os nomes de "choque de gestão", "reformas estruturais", "blindagem da política econômica".
    LAMENTÁVEL!!!

  2. jose Cabral disse:

    Aécio Never, podem chorar quer dilmex se reelege.
    Viva ao povo!

  3. Rafael Vale disse:

    Tentando me lembrar de alguma obra de infra-estrutura feita por FHC/PSDB
    E olhe que dinheiro não faltou com as privatizações.
    Até energia faltava, apagões e racionamento de energia.
    Na UFRN um único tijolo não foi colocado na gestão do PSDB.
    Talvez Aecio esteja se referindo a construção de aeroportos nas faZendas de familiares.

Publicidade

Campanha começa com mentiras, diz Aécio Neves

aecio2

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, acusou o PT de promover um ataque à honra dos adversários, em razão da notícia de suposta irregularidade na construção de um aeroporto na cidade de Cláudio (MG) em terras desapropriadas de seu tio-avô. “A campanha começa como nossos adversários gostam, com mentiras, e ataques à honra dos adversários, essa é uma praxe do PT.”

Aécio disse que a informação divulgada pelo jornal Folha de S.Paulo de que houve construção por parte do governo de Minas Gerais numa área privada de seu parente é “mentirosa”. Segundo ele, a desapropriação foi feita por R$ 1 milhão e seu tio-avô apresentou uma proposta de R$ 9 milhões.

 “Se houve alguém favorecido foi o Estado (de MG) e não meu parente.” Aécio informou que buscou o parecer de dois ex-presidentes do Supremo Tribunal Federal (STF) Ayres Brito e Carlos Veloso para atestar a legalidade do ato promovido pelo governo de Minas Gerais. Segundo ele, os dois ex-presidentes “atestaram a legalidade da operação”.

Aécio disse também que o Ministério Público de Minas Gerais investigou essa mesma obra em abril deste ano e arquivou o processo porque não encontrou nenhuma irregularidade. “A obra foi feita dentro da lei.” O presidenciável, que participou na tarde de hoje de um encontro promovido pela deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP), com pessoas com necessidades especiais, lamentou ainda que a campanha presidencial esteja começando “com essa deturpação da verdade”.

fonte: Estadão Conteudo

Comentários (3) enviar comentário
  1. Alberto Cesar disse:

    Tem de explicar a justiça o senhor Aécio Neves. Caso a notícia visasse alguém do PT ou aliados, já seria alvo de abertura de CPI. Já não basta ter o Mensalão do PSDB sido escondido pelo STF durante anos a ponto de preescrever e voltar para a primeira estância, ou seja, julgado pelo TJMG. Dá tuas "carreiras" agora Aécio.

  2. Lino disse:

    Tem muita gente ainda com grande Quantidade de TITICA na cabeça pra defender esse governo IncomPTente.
    E o Lula em sya especialidade de enganar o povao, vem dizer que a inflação do governo FHC era de 12% , escondendo a informação de que na verdade este índice foi pelo medo do mercado do que estaria por vir num eventual governo do provável líder do governo mais corrupto e incompetente que este pais ja viu. E não é que o mercado e Regina Duarte tinham razão ?!?!
    Ele conseguiu mesmo. Acabou com o real e colocar ma estabilidade econômica. E sua sucessora recriou em seu governo jurássico o dinossauro da inflação.
    Agora vem com sua tatica de atacar quem lhe ofende cm a maquina pública. Mantida com nosso suado imposto.
    Fora PT!!!!

  3. TITICO disse:

    SABE QUAL A DIFERENÇA DOS BABÕES DESTE BLOG PARA O AÉCIO? É QUE OS BABÕES DE TANTO BAJULAREM ESTÃO FEDENDO, JÁ O AÉCIO, ESTÁ CHEIRADO, E MUITO. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    EU TENHO CARRO E TENHO TETO, O QUE EU POSTO É QUE EU GOSTO E O QUE EU QUERO. DILMAIS DE CORAÇÃO.

Publicidade

"BEM-VINDO À MUDANÇA": Aécio Neves lança site de campanha à Presidência da República

9lmuvxvihm_1pxx0i5eh6_file O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, lançou nesta terça-feira (15) o site oficial de sua campanha ao Planalto.

A página foi ao ar um dia após o tucano voltar a interagir com os internautas no Twitter. O tema do site é ” Bem-vindo à Mudança”, e ali é possível encontrar o programa de governo do candidato.

A página também tem uma seção dedicada ao vice, o senador Aloysio Nunes.

Com informações do R7

Comentários (5) enviar comentário
  1. Júlio Dalcin disse:

    O Aécio vai se mudar pra Minas.

  2. Luciano disse:

    Mudança com aqueles que quebram o páis há 15 anos? É pra rir?

    • Lino disse:

      Quebraram o pais ? Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkklkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Luciano disse:

      Faz uma pesquisa básica no google e veja qual foi o governo que foi atrás do dinheiro do FMI duas vezes!

  3. Serapião disse:

    Temos outros sites do Aécio disfarçado
    s por aí

Publicidade

FOTO: "Candidata" a primeira dama? Aécio Neves se casa com gaúcha no Rio de Janeiro

namorada-aecioEm cerimônia discreta no Rio de Janeiro, o senador e presidenciável, Aécio Neves (PSDB-MG), 53 anos, casou-se na sexta-feira passada.

Ao lado de parentes e de amigos íntimos, Aécio oficializou o enlace com a ex-modelo gaúcha Letícia Weber, 34 anos, sua namorada há cinco anos. A união foi sacramentada no civil.

Após o casório, os noivos foram Nova York. Lá, o tucano fez palestra para empresários. As informações são da assessoria de imprensa do senador.

Segundo a coluna de Bruno Astuto, na revista Época, Letícia tem as iniciais A. N. tatuadas atrás da orelha direita. O padrinho do casamento foi o melhor amigo do político, o empresário Alexandre Accioly.

Letícia é natural de Panambi, interior do Rio Grande do Sul, e se mudou para Santa Catarina com a família em 2003, quando tinha 25 anos. Lá, atuou como modelo na Ford Models até conhecer Aécio Neves. O primeiro registro em foto deles juntos foi feito em Jurerê Internacional, em outubro de 2009.

Aécio já foi casado com Andréa Galvão, com quem tem uma filha, Gabriela, de 21 anos. O casamento terminou quando o tucano era governador de Minas Gerais.

O Globo

Comentários (4) enviar comentário
  1. Luana disse:

    Que mulher linda! Parabéns senador. Esperamos que esse possa ser o casal presidencial em 2014!

  2. Leonardo Goncalves disse:

    Esta linda moça tem tudo para ser a primeira dama. Afinal é esposa do melhor candidato que temos para governar o Brasil pelos proximos 4 anos !! #AECIOPRESIDENTE

  3. Alice disse:

    Espero que seja a primeira dama sim… alias o senador tem muito bom gosto! Linda mulher, formam um belo casal! Estou apostando minhas fichas em Aécio, é o meu candidato!

  4. Critstina disse:

    Parabéns ao casal. Pra que casar fazendo estardalhaço? Isso é coisa de quem quer chamar atenção. o foco de Aécio é a política!

Publicidade