Publicidade

PM apreende mais de 200 armas de fogo e recupera 86 veículos no 1º trimestre na Região Metropolitana

PM devolve motocicletas roubadas (1)A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), por meio da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte (PMRN), contabilizou durante o primeiro trimestre de 2016, a apreensão de 204 armas de fogo, 12 simulacros, 1.253 munições de diversos calibres, aproximadamente 27 kg de drogas e 17 balanças de precisão destinadas ao tráfico de drogas, somente em Natal e Região Metropolitana.

Além das apreensões, a PM ainda capturou cerca de 60 foragidos do Sistema Penitenciário do Estado, os quais foram reconduzidos aos estabelecimentos prisionais para o cumprimento de suas respectivas penas restritivas de liberdade.

A Polícia Militar ainda recuperou, somente na Região Metropolitana, quase 90 veículos que continham registro de roubo ou furto, que foram devolvidos aos proprietários. Foram atendidas mais de 42 mil ocorrências registradas pelo Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), pelo número 190.

Comentários (4) enviar comentário
  1. Capitão-mor disse:

    Parece foto do poupa-ganha 🙂

  2. Lutemberg disse:

    Ao invés de tão somente criticar, deveria reconhecer o trabalho feito pelos policiais, com um efetivo muito abaixo do ideal, e mesmo assim, eles vêm se esforçando para prestar um serviço digno à população. Vale lembrar que os proprietários também poderiam ajudar instalando bloqueadores e/ou rastreadores em seus veículos, dificultando assim a ação dos criminosos e facilitando o trabalho da polícia, e cobrar de quem de direito leis que realmente punam os ladrões, ao invés de só beneficiá-los.

  3. caio fabio disse:

    Não informam a quantidade de veículos roubados no período para não mostrar o quanto tão insignificante foi o percentual de recuperação

Publicidade

Mais de 50 homicídios cometidos em Natal foram elucidados pela Polícia Civil este ano

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em apenas três meses deste ano, elucidou 58 casos de assassinatos que aconteceram em Natal e atribuiu a autoria de tais crimes a 66 pessoas, as quais foram indiciadas.

De acordo com o diretor da DHPP, delegado Ben-Hur de Medeiros, a elucidação de tantos homicídios tem relação direta com o trabalho de investigação do local de crime: “Nossas equipes vão até os locais onde os homicídios foram praticados e conseguem colher informações valiosas que nos ajudam a descobrir a autoria dos crimes”.  A população também tem papel fundamental para a elucidação dos assassinatos quando repassa informações para o Dique-Denúncia 181.

“Temos plena consciência de que a elucidação dos homicídios é efeito de toda uma reformulação. A partir do momento, em que deixamos de ser uma Delegacia Especializada e nos tornamos uma Divisão, isto nos trouxe a possibilidade de termos um aumento de efetivo, que nos conduz a mais profissionais trabalhando para descobrir quem são os autores de tantos assassinatos”, revelou o diretor da DHPP.

A efetividade do trabalho se revela na elucidação de crimes, em curto espaço de tempo, como por exemplo no latrocínio da turismóloga Gizela Mousinho, morta no dia 02 de janeiro. Dois suspeitos pelo crime foram presos em apenas seis dias após o fato. No caso do latrocínio da estudante Maria Karolyne Álvares, morta em 20 de janeiro, os dois suspeitos pelo assassinato foram detidos um dia após do crime.

Atualmente, a DHPP, antiga Delegacia de Homicídios (Dehom) conta com o trabalho de 11 delegados, sendo quatro deles em regime de plantão, nove escrivães, e 50 agentes de Polícia Civil.

Comentários (2) enviar comentário
  1. Q bom q eles tão exercendo seu dever.. 50 num universo de quantos???

  2. Fatima Adoeira disse:

    E mais de 149 presos fugiram!!!!! Estamos perdendo feio.

Publicidade

Petrobras tem prejuízo de R$ 34,83 bilhões em 2015

petrobrasA Petrobras registrou prejuízo de R$ 34,836 bilhões em 2015. Em 2014, as perdas somaram R$ 21,587 bilhões. Os resultados financeiros foram anunciados, há pouco, pelo presidente da estatal, Aldemir Bendine.

Apenas no quarto trimestre de 2015, o prejuízo da empresa foi de R$ 36,938 bilhões. No terceiro trimestre, as perdas somaram R$ 3,8 bilhões. No primeiro e no segundo trimestres, houve lucro, respectivamente, de R$ 5,3 bilhões e de R$ 500 milhões, o que levou a um saldo de R$ 2 bilhões no ano. O prejuízo do último trimestre, no entanto, anulou o resultado positivo que vinha sendo registrado ao longo do ano.

Entre as causas do prejuízo, a empresa cita “o impairment (ajuste) de ativos e de investimentos, principalmente em função do declínio dos preços do petróleo e incremento nas taxas de desconto, reflexo do aumento do risco Brasil pela perda do grau de investimento (R$ 49,748 bilhões) e despesas de juros e perda cambial (R$ 32,908 bilhões)”.

O prejuízo operacional ficou em R$ 12,4 bilhões, o que significa queda de 42%, se comparado com o ano anterior.

Os investimentos somaram R$ 76,3 bilhões, representando redução de 12% em relação a 2014.

De acordo com a Petrobras, a queda do barril de petróleo tipo Brent provocou impacto negativo no resultado da empresa, que apontou ainda a desvalorização cambial como influência negativa.

O presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, disse que, apesar de um resultado contábil negativo, a empresa teve um resultado gerencial positivo. Segundo Bendine, depois de oito anos, a companhia apresentou geração de fluxo de caixa positivo e as despesas administrativas recuaram significativamente. “Mesmo em ano tão difícil, como foi 2015, com a valorização do dólar frente ao real, tivemos um recuo forte na nossa dívida líquida e uma disciplina muito forte, não só de capital, mas em uma busca de eficiência muito grande.”

Comentários (3) enviar comentário
  1. Rosaldo disse:

    Mesmo com este prejuízo, ainda vai ser pago a PL (participação nos lucros) aos funcionários ??? Que lucros????

  2. Viulreulme disse:

    Isso já era esperado, com uma politica sebosa e degradante como a exercida no Brasil. Simplesmente sinônimo de incompetência.

  3. Carlos disse:

    Obrigado a todos os políticos que de alguma maneira contribuíram com a situação não só da Petobras mas do Brasil também com a sua conivência sabendo do que ocorria se calaram.
    À política hoje é sinônimo de desonestidade.
    Muita paz

Publicidade

UPA Pajuçara realiza mais de 90 mil atendimentos em 2015

Foto: Paulo Cândido
Foto: Paulo Cândido

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Pajuçara, localizada na Avenida Moema Tinoco da Cunha Lima, zona Norte de Natal, é referência no atendimento de urgência e emergência, sendo a primeira unidade a entrar em funcionamento em Natal, em 2010. Em 2015, a UPA Pajuçara atendeu 91.402 pessoas em casos de saúde que exijam atenção médica intermediária como problemas de pressão arterial alterada, febre alta, fraturas, cortes, infartos, dores no peito, dor de dente, além de atender aos pacientes socorridos pelo SAMU. Ao todo, foram realizados 330.140 procedimentos na UPA Pajuçara. De porte II na classificação do Ministério da Saúde, a unidade oferta serviços de atendimento em Clínica Médica, Pediatria e Odontologia, além de exames laboratoriais, eletrocardiogramas e Raio-X.

Entre os atendimentos realizados na Unidade, a maioria é de clínica médica que totaliza 53.866, seguido de pediatria (33.679), odontologia (3.072) e serviço social (785). Já entre os procedimentos estão prescrição médica (176.589), curativos (138), sutura de ferimento da pele e boca (248), drenagem de abcesso da boca (114), HGT (5.074), nebulização (12.566), transferência de hemácias/plaquetas (329), eletrocardiograma (3.700), exames laboratoriais (123.742) e raios-X (7.640).

Em 2015, a UPA Pajuçara investiu na melhoria da estrutura física e dos equipamentos para atender melhor os usuários, como a aquisição de camas elétricas com controle remoto para o paciente, alimentação adequada com acompanhamento de nutricionistas, além da realização de exame de raio X digital.

De acordo com o diretor da UPA, Kleiber Rodrigues, o ano de 2015 foi um ano muito proveitoso, onde todos os objetivos traçados foram alcançados. “O ano de 2015 foi de várias mudanças, mas conseguimos realizar tudo o que planejamos. Foi um ano muito proveitoso e positivo. Tivemos um cuidado maior voltado para um atendimento mais humanizado, fazendo com que os nossos colaboradores se sintam integrado a UPA para fazer um trabalho diferenciado para o público”.

Kleiber Rodrigues ressalta ainda entre as ações da unidade, o trabalho educativo que acontece nos bairros vizinhos, com objetivo de divulgar os serviços e interagir com a população. Palestras também são realizadas pelo Serviço Social da UPA para os usuários em espera de atendimento. Além disso, a unidade dispõe de um núcleo de epidemiologia e implantou recentemente o Núcleo de Educação Permanente (NEP).

Para 2016, o diretor Kleiber Rodrigues espera consolidar o atendimento humanizado, que é referência da UPA, proporcionando mais qualidade no atendimento ao usuário que procurar a unidade.

enviar comentário
Publicidade

Presidente do TJRN analisa os primeiros sete meses de gestão em entrevista no Meio-Dia Cidade

Ao longo de sete meses à frente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, o desembargador fez uma análise de sua gestão. Algumas das medidas tomadas por Cláudio Santos foram o corte de gratificações dos gabinetes de desembargadores, exoneração de 73 pessoas do Tribunal de Justiça e diminuição de despesas com terceirizados, veículos, diárias e gratificações. O desembargador disse ainda que vai fazer muito mais no sentido de economizar recursos públicos: “Quem está pensando que eu parei, está enganado. Estou começando agora e vou fazer muito mais”.

Alguns advogados reclamaram desse corte de gratificações e disseram que o rendimento em algumas varas caiu. Sobre isso, Cláudio Santos afirmou que cada juiz é o gestor de sua vara, e tem que colocar os funcionários para trabalhar.

“Os juízes são responsáveis. Não é o presidente do tribunal que tem que botar os funcionários para trabalhar. Eu boto no meu gabinete.” Disse o desembargador.

Mas o tribunal não só demitiu. Cláudio Santos afirmou no Meio-Dia Cidade quero TJRN está contratando agora em agosto 500 estagiários, não só de direito. Uma mão de obra muito importante, segundo o desembargador.

A grande polêmica da RESENHA desta segunda-feira girou em torno do debate sobre o sistema prisional do Rio Grande do Norte. “Eu sou altamente favorável à penitenciária privada”, disse o desembargador, afirmando inclusive que já sugeriu essa alternativa ao governo do Estado. Ouvintes participaram do debate através das redes sociais do programa.

Comentários (3) enviar comentário
  1. Fatima disse:

    E devia acabar o vergonhoso AUXÍLIO-MORADIA, ou melhor AUXILIO-REGALIA.
    Nenhum cara desse tem moral pra cobrar nada de politico, porque fazem de tudo para conseguir as mesmas regalias, por isso o Brasil não vai pra frente.
    O poder é aliado para conseguir REGALIAS!
    Sem falar que recebem só de AUXÍLIO-ALIMENTAÇÃO 1.300reais, ou seja, o maior beneficio pago no Brasil, paga-se mais até que a Justiça Federal que recebe 750reais.
    Parece até que é o Rio Grande do Norte que sustenta o Brasil!
    "Não basta ser honesto, é preciso PARECER HONESTO E JUSTO!"
    FIM AS REGALIAS!

  2. marilia disse:

    se um auxiliar do tj anda de corolla, qual o problema de uma presidente andar em uma pajero??

  3. Jeremias disse:

    Um boa medida de economia seria trocar o carro que serve ao presidente do TJRN. Qual a necessidade de se ter uma Pajero Full, que custa no site da montadora R$ 211.990,00? Por acaso o desembargador vai fazer algum rally? Um veículo como Corolla ou Civic custam em suas versões top de linha menos da metade desse valor e são capazes de transportar muito bem o nobre magistrado.

Publicidade

Balanço(FOTO): 181 produtos são apreendidos na Operação Papai Noel do Ipem-RN

IMG000000000048870Tirar de circulação brinquedos e luminárias natalinas fora dos padrões determinados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), tendo em vista o aumento da demanda por esses itens com a proximidade das festas de fim de ano. Esse foi o objetivo da Operação Especial Papai Noel, realizada em todo o País na última semana. De 8 a 12 de dezembro, fiscais do Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte (Ipem-RN) percorreram 50 estabelecimentos dos comércios de Natal e Mossoró e apreenderam 181 produtos irregulares.

Na operação, foram apreendidas quatro luminárias do tipo mangueiras natalinas e 177 luminárias decorativas natalinas, conhecidas como pisca-piscas. Os itens só podem ser comercializados com o selo do Inmetro, que certifica que o produto passou por testes em laboratórios especializados e atende aos requisitos mínimos de segurança, estabelecidos em uma norma ou regulamento técnico.

Nenhum brinquedo foi apreendido, o que, na avaliação da chefe de Verificação da Conformidade do Ipem-RN, Fabiana Macedo, reflete o trabalho intensivo de fiscalização realizado pelos órgãos delegados do Inmetro em todo o País. “Brinquedos são itens fiscalizados durante todo o ano, então tanto fabricantes quanto comerciantes já sabem das consequências no caso da venda desse tipo de produto sem o selo. Por isso podemos ver que a cada operação é menor o número de apreensões”, explica.

Ainda assim, é importante lembrar que, ao adquirir um brinquedo, pais e responsáveis devem verificar a presença do selo do Inmetro e fazer uma leitura atenta das informações contidas na embalagem, observando a faixa etária à qual o brinquedo se destina, origem, garantia, entre outros dados, que devem estar presentes na embalagem de forma clara e legível. Mesmo no caso de produtos importados, essas informações devem estar em língua portuguesa.

No caso das luminárias, o maior risco são os acidentes que podem ser causados por curto-circuitos. “Os plugues que estão fora do novo padrão são irregulares e, além disso, não há garantias quanto aos materiais que os compõem quando o objeto não possui o selo do Inmetro. Eles podem ocasionar choques elétricos e até mesmo incêndios”, frisa.

AUTUAÇÕES

As lojas autuadas pela venda dos produtos irregulares respondem a processo administrativo, ao fim do qual é determinada a penalidade que pode variar de advertência à multa, dependendo do porte da loja, da infração e da reincidência. O consumidor que encontrar brinquedos ou luminárias à venda sem o selo do Inmetro pode denunciar através do telefone 0800-281-4054 ou ainda pelo e-mail [email protected]

enviar comentário
Publicidade

Veja balanço da PRF-RN neste fim semana, com destaque para detidos por embriaguez

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu duas motocicletas nesse final de semana após constatar crimes relacionadas a elas. A motocicleta Honda CG125 de placa HUD6350/CE, fruto de roubo, foi recuperada em Mossoró no sábado, por volta das 16h30, no km 47 da BR 110. Havia indícios de adulteração dos sinais de identificação do veículo. Um homem de 20 anos foi detido com esse veículo.

Outra motocicleta foi apreendida em Parnamirim, no km 102 da BR 101, às 13 h. Um homem de 46 anos foi preso quando dirigia uma Honda CG125 utilizando placa falsa. Ele foi detido e encaminhada à delegacia de Polícia Civil local.

Detidos por embriaguez

Três homens foram detidos pela PRF após serem flagrados embriagados e conduzindo veículo automotor. Um deles dirigia uma motocicleta e outros dois carros de passeio. Além de serem proibidos de continuar a dirigir naquelas condições, oferecendo risco de acidente, foram autuados e conduzidos às delegacias de Polícia Civil locais.

Outros 19 motoristas foram flagrados mas em índice considerado menor a 0,3 miligramas de álcool por litro de ar alveolar. As penalidades, a todos eles, são a multa de R$ 1.915,40, a perda de 7 pontos no prontuário da CNH e suspensão do direito de dirigir por 12 meses. Àqueles acima desse índice, também há penalidade de detenção, de seis meses a três anos.

Com informações da PRF

enviar comentário
Publicidade

Em abril, PM no RN apreendeu 83 armas, capturou 24 foragidos e recuperou mais de 40 veículos; veja balanço

De 01 a 30 de abril de 2014, a Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte apreendeu 83 armas de fogo e 446 munições de diversos calibres em todo o Estado.

Além disso, a PMRN capturou 24 foragidos da Justiça, recuperou 41 veículos com queixas de roubo ou furto e apreendeu aproximadamente 24 quilos de drogas.

Das 83 armas de fogo, 56 foram apreendidas na Região Metropolitana e 27 no interior do Estado.

enviar comentário
Publicidade

PRF no RN registra 70 acidentes, 4 mortes e 61 condutores flagrados dirigindo alcoolizados nas rodovias durante o carnaval

Setenta acidentes, trinta e dois feridos e quatro mortes foram registrados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) de sexta-feira (28) a quarta-feira (5), período correspondente ao carnaval no Rio Grande do Norte. Durante o trabalho de fiscalização nas rodovias que cortam o estado, foram autuados 1.741 condutores entre os 6.330 veículos.

Segundo a PRF, o combate à embriaguez ao volante retirou das rodovias 61 condutores que foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool. Ao todo foram aplicados 1.515 testes de bafômetro.

A PRF ainda registrou em Mossoró, Caicó e Macau, através de radares instalados ao longo dos principais corredores de acesso, 2503 imagens de veículos que trafegavam acima da velocidade permitida para a via.

enviar comentário
Publicidade

MP divulga balanço da Operação Coiteiros: organização criminosa atuante no Seridó é desarticulada

Ao longo da manhã de hoje equipes da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar, sob coordenação do Ministério Público Estadual, cumpriram mandados de prisão, de busca e apreensão e de condução coercitiva para desarticulação de organização criminosa atuante na região do Seridó do Rio Grande do Norte. Ao todo 16 mandados de prisão, 65 de busca e apreensão e quatro de condução coercitiva estão sendo cumpridos em seis Municípios da região, incluindo propriedades rurais. Equipes do BOPE e do NOE com especialização em operação na caatinga participam das ações e também equipes com cães farejadores. Participam ainda 14 Promotores de Justiça, no total de 250 profissionais atuando na Operação.

O nome de batismo da Operação, remete a uma expressão popular, de uso tipicamente sertanejo, referente à conduta de “dar coito”, que significa a ação de articular esconderijo, dar apoio logístico (alimentação, dormida, deslocamento), financeiro, lobby, proteger, etc, a foragidos da Justiça, ou a pessoas respondendo a processos e com histórico de valentia, apto a causar temor a populares ou a atividades criminosas em geral. Em troca, o “coiteiro” tem a seu dispor, em suas propriedades rurais, um grupo de homens temidos e dispostos, advindo dessa relação uma espécie de comensalismo, tirando o “coiteiro” grande proveito, por imporem tais “colaboradores” medo, verdadeiro pavor, efetivo ou potencial, a populares em geral e particularmente a devedores de transações privadas, bem como a possíveis autores de furtos em suas propriedades e até mesmo aos próprios trabalhadores de tais Fazendas.

Os crimes investigados são constituição de milícia privada, homicídios, tortura, tráfico de drogas e associação para tal, corrupção ativa e passiva, dentre outros. Os mandados foram cumpridas nos Municípios de Caicó, Jucurutu, Florânia, Tenente Laurentino Cruz, Jardim do Seridó e Jardim de Piranhas.

De acordo com as investigações, os irmãos Henrique José Torres Lopes, conhecido como “Henrique de Barra” e Jorge Eduardo Lopes, o “Jorge de Barra”, seriam as lideranças do grupo, utilizando propriedades rurais para proteger foragidos da Justiça, dando apoio a autores de crimes, prática reiterativa que ia desde esconderijo a contratação de advogados. Ambos são empresários do ramo de combustíveis e agropecuaristas na região.

Foram identificados dentre os foragidos que estiveram nas propriedades as pessoas de Fernando Pereira Soares, preso recentemente e investigado por quatro homicídios. Carlos Wiliano da Silva, conhecido como “Sula”, que tem mandado de prisão por crimes cometidos em Jardim de Piranhas. Messias Alves Dantas, condenado por crimes no Estado da Paraíba e, mais recentemente, o grupo teria dado apoio para fuga de Bartogaleno Alves Saldanha, foragido de Alcaçuz, condenado por vários homicídios na Região Oeste do Estado.

O empresário “Henrique de Barra” já responde por homicídio na Vara Criminal da Comarca de Macaíba/RN, por fato ocorrido no ano de 2005, quando teria assassinado Robson Maurício Oliveira, tendo permanecido período foragido, conseguindo um habeas corpus no Supremo Tribunal Federal para responder em liberdade. Já Jorge Eduardo Lopes é investigado pelo homicídio do caicoense Isaac Torres, fato ocorrido no dia 25 de maio de 2013, em propriedade rural no Município de São Fernando/RN.

Tiveram novas prisões decretadas os já detentos Robson Fabiano Lopes de Araújo e Renato Oliveira dos Santos, os quais colaboram com os ramos do grupo por meio de telefones celulares a que tinham acesso dentro dos presídios. O Juiz de Direito da Vara Criminal de Caicó determinou o recolhimento de todos os presos na Operação no Presídio de Nova Cruz/RN, onde, dada a localização da unidade em área rural, não há cobertura de operadoras de celulares.

Lideranças do tráfico na região são presas

Na base da organização criminosa há intrincada relação entre a pistolagem e o tráfico de drogas, dentre outros crimes, ramificado o tráfico a partir de Caicó para outras cidades do Seridó.

Em Caicó a Operação prendeu Aldson Vieira de Souza, conhecido como “Cascão” e Dárlison Lima Queiroz, conhecido como “Mancuzinho”, que de acordo com as investigações seriam lideranças do tráfico nos bairros Walfredo Gurgel e Paraíba.

Na cidade de Florânia foram presas Klébia Monteiro Anulino e Joedson Silva do Nascimento e, em Jardim do Seridó foi presa Regina Maria das Virgens dos Santos e Fernando Cloves de Macedo.

Diligências resultam em 13 flagrantes

Em dados parciais, no curso da Operação foram realizadas 13 prisões em flagrante, sendo duas por tráfico de drogas e 11 prisões por posse ilegal de armas de fogo.

MPRN

enviar comentário
Publicidade

PM apreende 7,2 quilos de drogas, armas e munições na primeira semana de fevereiro no RN

Durante a semana de 3 a 9 de fevereiro de 2014, a Polícia Militar do RN apreendeu 12 armas de fogo, 122 munições de diversos calibres e aproximadamente 7,2 quilos de drogas em todo o Estado.

A PM também recuperou 12 veículos com queixa de roubo ou furto, e ainda, a captura de dois foragidos da justiça.

enviar comentário
Publicidade

Acidentes nas rodovias do RN crescem 77% no fim de ano

A Polícia Rodoviária Federal no Rio Grande do Norte registrou um aumento de 77% em número de acidentes no feriado de fim de ano, comparado ao ano anterior. De acordo com o órgão, a estatística mostra que 90% dos acidentes estão relacionados a alguma negligência ou imprudência do condutor.

Para se ter ideia dos números alarmantes, entre 31 de dezembro de 2013 e 1º de janeiro de 2014, foram registrados 32 acidentes, números bem superiores aos de 2012-2013, com 18.

Segundo o balanço da PRF, quando aprofundado ao número de mortos e feridos nos períodos comparados, a situação é alarmante: enquanto na virada de ano (2012-2013) apenas cinco ficaram feridos e dois morreram, na virada de (2013-1014), vinte e quatro ficaram feridos e três morreram.

Fiscalização intensa não foi suficiente

Entre os dias 18 a 31 de dezembro do ano passado – com a deflagração da operação Rodovida, no Rio Grande do Norte foram fiscalizados 8.560 veículos e realizados 2.316 testes de bafômetro.

Comentário (1) enviar comentário
  1. verdade disse:

    A verdade é que as lei não são cumpridas…

    Para que se permite que se compre um carro que anda 200,300 km por hora quando o maximo permitido nas estradas é 110 km, se não é para andar acima de 110 km. porque se tem um carro que ande acima de 110 km, acho que 100% dos carros tem um velocimentro maior que 110 km e olhe lá. As estradas são verdadeiras pistas de corrida para pessoas descontroladas e sem nenhum respeito ao proximo que acham que pode fazer o que querem e matam, matam e morrem a cada dia fazendo do seu veículo uma verdadeira arma, e depois aparacem com a maior cara de repariga dizendo que foi uma catastrofe , fatalidade, que deveria ter sido ele… pelo amor de deus..tamanha palhaçada

    Com relação a infração por ingerir bebida alcoolica, acho que não merece comentários, ou melhor acho que só fez impedir que quem bebia no maximo uma cerveja não bebesse mais…

    Porque quem é acostumado, viciado em fazer desgraça.,.. não deixa não meu amigo.. pode botar multa de 20 mil… vai ter bebida do mesmo jeito…o pessoal bebe e dirige com a porra mesmo… quem é que não sabe disso, querem enganar quem pelo amor de deus…é só olhar os bares e festas no fim de semana, cheio de carro que num cabe nem no parque aristofanes fernandes.todo mundo bebendo e dirigindo, o pessoal quer o mau mesmo e pronto.

Publicidade