Publicidade

Maia diz que Câmara votará pacote para melhorar a segurança pública

A comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados vai apresentar na próxima semana uma lista de projetos para serem debatidos e votados no plenário, disse nesta sexta-feira o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Entre as propostas está o aumento da punição para criminosos que portarem fuzis. Estão em estudo também uma pena maior para receptores de veículos roubados e para pessoas envolvidas em homicídios de policiais.

Maia, que esteve no Rio para fazer uma palestra na Fundação Getúlio Vargas (FVG), disse ainda que o papel de coordenação do governo federal na segurança pública do país é muito reduzido, e indicou que gostaria de uma mudança constitucional para que a União tivesses mais responsabilidade nessa área.

Na próxima semana a comissão de segurança vai apresentar um rol de projetos para que a gente possa discutir o tema de segurança pública no plenário da Casa. Será focado no interesse do cidadão e não nos debates históricos das corporações, porque isso não interessa a ninguém hoje — afirmou Maia.

Comentários (5) enviar comentário
  1. Júnior cortês disse:

    Um país como Brasil , é difícil as leis criadas por legisladores que são acusados de práticas ilícitas , darem certas . Primeiro , não vão criarem leis que no futuro podem incrimina los. Segundo . Depois que o país está vindo um caos por falta de segurança pública . hoje os brasileiros são roubado por políticos bandidos inescrupulosos , e por bandidos comuns, os brasileiros são mortos pela falta de respeito e competênc ia dos governantes, que sucatearam a saúde , depedraram educação e destruíram a segurança . Deixando os brasileiros a mercê da incompetencia das aplicações das leis existem de políticas públicas, que protegem bandidos comuns desumanos, agora vão complementar leis que vão para o papel , mais na verdade vão ser como as já existentes . Nesse país chmado Brasil , nunca vão criar leis, com seriedades, sepre vão continuar com brechas na leis.

  2. Mito disse:

    o melhor projeto para a segurança pública pra o país é: #Bolsonaro2018

  3. JR disse:

    Medida absolutamente inócua. Não adianta aumentar penas se os criminosos não ficam presos. A esmagadora maioria dos bandidos passa a maior parte do tempo solta, cometendo crimes. Os enormes índices de criminalidade são uma prova irrefutável disso.

  4. Flávio disse:

    Nada disso dará resultado se não derem mais segurança jurídica para o policial atuar.

    Ex: o sujeito a paisana é avistado com o fuzil na mão, tem ser considerado perigo iminente, logo deve ser abatido, mesmo que pelas costas (legítima defesa);

    Autorização de mandado de busca coletivo em áreas comprovadamente utilizadas por criminosos; "Ah, mas é o direito fundamental do indivíduo?!". O DIREITO FUNDAMENTAL DA COLETIVIDADE DEVE SE SOBREPOR AO INTERESSE INDIVIDUAL DE CRIMINOSOS.

Publicidade

Câmara de Currais Novos desiste de conceder título de cidadão para Lula

Foto:BETO BARATA/AGÊNCIA ESTADO

 

A Câmara de Vereadores de Currais Novos desistiu de conceder o título de cidadão para o ex-presidente Lula. A casa legislativa retirou da pauta da sessão dessa quarta-feira a propositura da vereadora Tércia Leda (PT).

O recuo se deu após pressão de movimentos contrários ao petista sobres vereadores, que foram indagados por que a Câmara de Vereadores concederia o título a alguém condenado pela Justiça e por que igual concessão não foi dada a pessoas, que não sendo de Currais Novos, empregam seu esforço e trabalho pela cidade.

Como os vereadores simpatizantes do projeto captaram que não iriam conseguir o número mínimo de votos para aprovar a matéria (sete), desistiram do requerimento.

Lula tem agenda em Currais Novos no próximo dia 27 deste mês, dentro de uma programação nacional do PT de sair pelo Brasil com o ex-presidente para fortalecer sua imagem para o ano de 2018, de eleições nacionais.

PORTAL NO AR

Comentários (21) enviar comentário
  1. José Inácio disse:

    Viram a merda que iam fazer!

  2. Francisco Alves Filho disse:

    Interessante, esqueceram do Ladrão Temer que compra outros ladrões com o dinheiro dos Tributos e ninguém fala.

    Além disso, 90% ainda o detesta. O sujo falando do mal lavado

  3. Val Lima disse:

    Muito oportuna atual decisão…. Porém, revejam a quem darão futuramente tal título.Tem cada "figura"recebendo esse tipo de honraria nas câmaras municipais…

  4. Ceará-Mundão disse:

    Seria realmente um absurdo. Ainda bem que voltaram atrás. Esse canalha já foi condenado em 1ª Instância e outras condenações virão por ai. É incompreensível que ainda tenha tantos fanáticos seguidores. Mas a coisa está mudando. Ocorreu caso semelhante na Universidade Federal da Paraíba. Esse sujeito ia ser homenageado mas houve reação enérgica de alguns professores ilustres daquela instituição e os petistas de lá acabaram desistindo do que seria uma grande desmoralização para a instituição. Algo precisa ser feito a respeito dessas universidades públicas, caríssimas e antros de fanáticos da esquerda purulenta. Elas que já foram sinônimo de excelência e vanguarda da defesa da democracia, hoje são palcos de cenas deprimentes de intolerância, defesa de bandidos e de exaltação de ditadores corruptos.

  5. Waldemir disse:

    Parabéns aos vereadores desta cidade lugar de ladrão e na cadeia e não como cidadão de Currais Novos

  6. Paulo Roberto disse:

    A falta do que fazer desses edis os leva a propostas sem o menor cabimento.Putz!

  7. bate ferro disse:

    É gópi

  8. Ana disse:

    Pessoal já sabem, faltam pouco mais de 15 dias, enterrem uns ovos p recepcionar o Ladrão Mor dos P Tralhas.

  9. IB disse:

    Quem precisa de titulos de câmaras municipais/estaduais para se promover políticamente é o Dorian que ta desesperado caindo nas pesquisas e preso a um partido fadado ao fracasso em 2018!!!! KKKKKKKK!

  10. Lula 2018 disse:

    Um povo que mais de 80 porcento são desonestos, ja praticaram algum tipo de desonestidade agora querem da lição de moral. Papagaios de piratas, vivem achando que são juízes e a todo tempo vivem reproduzindo o que a honesta mídia brasileira fala.
    Hipocrisia e tapioca vende nas esquinas pra acefalia brasileira.

    • Netto disse:

      Eu devo ser criminoso também porque rodei de dia com os faróis apagados e porque atrasei
      o pagamento de um imposto.

      Logo, sou igual a Lula. Relativismo picareta. A gente vê por aqui.

    • Afonso disse:

      É que vão dar ao Prefake Doria. Kkkk

    • Afonso disse:

      Vão perder a oportunidade única de sair na foto ao lado do maior e melhor presidente do Brasil.

  11. LOL disse:

    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    Cai o mito que lula é deus no nordeste. Acabou a farsa!

  12. sergio dias disse:

    O maior diploma desse cabra é de condenado, Então titulo de cidadão não vale.
    Currais Novos não merece ter esse desonesto, mentiroso, etc……. como curraisnovense.

  13. Ana disse:

    Bom senso e canja de galinha não faz mal a ninguém.

  14. Trautmann disse:

    Deixe Sua Risada nos comentários abaixo.

  15. LULADRÃO disse:

    Parabéns aos vereadores que não concordaram com esse absurdo que é conceder título de cidadão a um ladrão.

  16. Andre Bezerra Carreiro Neto disse:

    Poderia conceder a este senhor, a Delcídio, a Vaccari, a Fernandinho Beira Mar, a José Dirceu, ao ex goleiro Bruno, investigado por investigado, processado por processado e condenado por condenado estão todos no mesmo patamar jurídico, sem diferenciação. Isso é um desrespeito ao povo brasileiro e a comunidade universitária, chega de corrupção e impunidade.

  17. Natal disse:

    Esses Vereadores não tem o que fazer mesmo, conceder título de cidadão para um LADRÃO desse, vão trabalhar pela cidade que elegeu vocês seus sangue-sugas!!!!

Publicidade

Comissão especial da Câmara aprova texto-base da reforma política

A comissão especial que analisa a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 77/03, que trata da reforma política, aprovou no final da noite ontem (9), por 25 votos a 8, o parecer apresentado nessa quarta-feira pelo deputado Vicente Candido (PT-SP). Ainda falta analisar 23 destaques de bancada. A discussão já dura mais de oito horas. A reforma política também está sendo discutida por outras duas comissões da Câmara.

O texto aprovado mantém o sistema eleitoral atual para 2018 e 2020 e estabelece que o sistema de voto distrital misto, que combina voto majoritário e em lista preordenada, deverá ser regulamentado pelo Congresso em 2019 e, se regulamentado, passaria a valer para as eleições de 2022. De acordo com o parecer do relator, o voto distrital misto será adotado para a eleição dos cargos de deputados federal, estadual e distrital e vereador nos municípios com mais de 200 mil eleitores. O sistema de lista preordenada seria adotado nas cidades com menos de 200 mil eleitores.

Pelo sistema misto, o eleitor vota duas vezes: uma na lista preordenada pelo partido de interesse e outra no candidato de seu distrito. Os votos recebidos pelo partido são contabilizados de forma proporcional e indicam o número de cadeiras a que tem direito. Os votos nos candidatos dos distritos é contabilizado de forma majoritária, considerando metade das cadeiras.

Comentários (3) enviar comentário
  1. Justo Veríssimo disse:

    Os bandidos se mostram ao público e ninguém os prende ou pune… essas reformas só fazem favorecer e perpetuar os que já estão eleitos e que permanecerão no poder, livres como o vento, assegurados pela imunidade parlamentar…. e o povo, tome peia… ô povo burro que não sabe votar em pessoas dignas….

  2. Thales Rocha de Carvalho disse:

    Está mais para REFORMA DE SALVAÇÃO POLÍTICA que uma reforma política.
    Não tem uma linha com situação que diga respeito ao povo, tudo em prol e para a classe política.
    Deveriam ter tratado do FIM do VOTO OBRIGATÓRIO;
    Tinham que tratar do FIM da IMUNIDADE PARLAMENTAR;
    Não falam no FIM dessa distribuição imoral de passagens aéreas não utilizadas;
    Não tem nada contra a criação dos partidos indefinidamente, por questão de vontade;
    REDUZIR em 50% as VERBAS PARTIDÁRIAS;
    Proibir o aumento de salário dos Deputados e Senadores com índice acima da inflação oficial;
    Entre tantas coisas importantes, ficam apenas brigando numa questão menos importante sobre o voto distrital. Tem que ser eleito os mais votados sim, o que tem que acabar é a forma aberta de financiamento de campanha.

  3. MB disse:

    Esses bandidos somente fazem reformas boas pra eles; para o trabalhador só desvantagens.

Publicidade

Lula: ‘quadrilha legislativa implantou a agenda do caos no Brasil’

lula bananaEm sua primeira fala pública depois da aprovação do impeachment pela Câmara, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta segunda-feira que a Casa é comandada por uma “quadrilha legislativa”. O petista ainda reconheceu falhas do governo e afirmou que o Brasil viverá um “período de muita luta”. Com problemas na voz, Lula preparou um discurso que foi lido pelo diretor de seu instituto e ex-ministro Luiz Dulci durante seminário realizado, em São Paulo, pela Aliança Progressista, uma rede de partidos de vários países. A organização informou que o ato reuniu representantes de 20 legendas de 17 países.

– É fato que, além dos impactos da crise internacional sobre a nossa economia, a população do Brasil sofre com falhas do governo, que precisam ser corrigidas – disse.

Apesar do mea culpa, o ex-presidente acusou a oposição de ter trabalhado para aprofundar a crise por não aceitar o resultado da eleição de 2014 e novamente fez críticas à imprensa.

– Uma aliança oportunista, entre as grande imprensa, os partidos de oposição e uma verdadeira quadrilha legislativa, implantou a agenda do caos no país. O petista atacou o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que, segundo ele, deflagrou o impeachment, porque o PT não aceitou ajudá-lo no conselho de ética da Casa.

– Foi um gesto claro de vingança.

Para Lula, a votação do processo de impeachment na Câmara foi um “espetáculo deprimente”.

– Corruptos notórios clamando contra a corrupção, oportunistas exercitando o cinismo e a hipocrisia e alguns até defendendo a tortura e e a ditadura.

O ex-presidente se queixou que Dilma não teve direito de se defender e destacou que poucos parlamentares citaram o crime de responsabilidade, do qual a presidente é acusada.

– Houve um pelotão de fuzilamento comandando pelo que há de mais repugnante no universo da política.

Fonte: Blog do Noblat / O Globo

Comentários (13) enviar comentário
  1. Felicio Honório disse:

    Vox/CUT: Lula lidera com 31% sobre Marina e Aécio!
    Talvez seja por isso que tantos vociferam aqui nesse espaço no mesmo instante em que silenciam sobre o afastamento e cassação de Cunha…
    A luta é mesmo contra a Corrupção?

    • Ceará Mundão disse:

      A cadeia espera esse canalha. A Lava Jato vai continuar e muito bandido vai ter o que merece.

  2. Falando Sério disse:

    Lula, Jean, Dilma, Zé Ruela de Abrir, fezes, faustão lama, bosta PT, PC DO B, Psoç, MST. Cut, corrupção tudo em comum entre eles;

  3. Ocsavo disse:

    De quadrilha Lula deve entender, né?

  4. Capitão Planeta disse:

    Arruma a mala aew Lula Proxima parada Repulblica de Curitiba

  5. Fernando Henrique disse:

    "Alianças oportunistas, corrupto notório, o que há de mais repugnante".. Lula devia tá falando de frente pra um espelho.

  6. Paulo Roberto. disse:

    Mesmo sem voz não perde a verborragia que o consagrou.Um fenômeno!

  7. Ôlôco, Óxente disse:

    LULA-LÁ 2018, O POVÃO LHE AGUARDA, QUEIRAM OU NÃO A BUGUESIA E A GLOBO!!!

    • Val Lima disse:

      Na Papuda/DF….

    • Ceará Mundão disse:

      Pobre inocente útil (ou mal intencionado). Um safado que enriqueceu a si e a seus familiares meteoricamente, que só viaja em jatinhos executivos de empresários corruptores, que se utiliza de laranjas para esconder seu patrimônio, que lidera o maior esquema de corrupção já visto neste país, que vive nababescamente desde os tempos de sindicalista sem nunca ter trabalhado de fato (sempre foi um embuste), que se beneficia de relações espúrias com a elite da elite do empresariado nacional, e vem você falar em burguesia. Francamente…

  8. EMILSON disse:

    Quanto custa uma palestra do Lula depois da condução coercitiva?

  9. Expedito Junior disse:

    Cale a boca Lula, pelo amor de Deus! Cale a boca Lula!!!!!!!

  10. Nelson Tavares disse:

    kkkkkkkkkkkk já era para esse bosta !!

Publicidade

[FOTO] Manifestantes projetam “Tchau Querida” na fachada do Congresso Nacional

tchau querida

Manifestantes a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff projetaram na noite desta quarta-feira (13), através de projetores de lazer, a frase “Tchau Querida” na fachada do Congresso Nacional.

A mensagem é uma alusão à despedida da presidente, caso seja aprovado o relatório que pede o impedimento do mandato da presidente na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.

Comentários (7) enviar comentário
  1. antonio pereira disse:

    eu quero ver o choro depois que a direita reassumir esse país. Servidores públicos que hoje apoiam o golpe vão se arrepender drasticamente. Igualmente os funcionários privados quando a terceirização bater à sua porta e precarizar ainda mais sua mão de obra.

    • Marco Bueno disse:

      É extremamente necessário após o "impeachment" entrar com um processo contra o PT por violação da lei dos partidos políticos ao se relacionar com o Fóro comunista de São Paulo, desde 1990. Este relacionamento com organização internacional, inclusive de narcotraficantes e terroristas como FARC (Colombia) e Movimento da Esquerda revolucionária (Chile)é proibido por essa lei. Deve haver também um processo para impedir tal Fóro do Brasil pois ele atenta contra a soberania de todos os países da América.

  2. Brasil, Meu país NÃO será dos fascistas! disse:

    Quero ver gente chorando depois de perderem o pouco q conquistaram nesses últimos 13 anos.

    • Xandi disse:

      Chora não Bebê, Chora não Bebê….???????

    • Nosdliw disse:

      Ainda bem que essas lágrimas não derramarei. Afinal, são mais de 09 anos sem recomposição salarial.

  3. Val Lima disse:

    O povo brasileiro é muito espirituoso…..rs

  4. Xandi disse:

    Chora não Bebê, Chora não Bebê….???

Publicidade

Henrique Alves e Sandro Mabel reforçam interlocução de Temer na Câmara

Foto: Beto Oliveira / Agência Câmara
Foto: Beto Oliveira / Agência Câmara

O vice-presidente da República, Michel Temer, tem contado com apoios extras na Câmara dos Deputados na tentativa de aprovar o impeachment da presidente Dilma Rousseff no próximo domingo (17) e assumir a cadeira de presidente. O ex-ministro do Turismo Henrique Alves, juntamente com o ex-deputado federal Sandro Mabel, tem conversado com políticos de vários partidos e pedido para votarem a favor do impedimento da presidente.

Enquanto esteve a frente do Ministério do Turismo, Henrique Alves comeu só do filé. Quando viu o clima favorável ao impeachment, que pode terminar colocando Michel Temer como presidente, Henrique tratou logo de entregar o cargo e largar só o osso. Agora, o peemedebista já ajuda o possível futuro presidente de olho novamente em um Ministério.

Comentários (5) enviar comentário
  1. Edson Silva disse:

    De Henrique aqui pode se Falar sem problemas,mais quando se fala em Robison meus comentarios não são postados,cadê a democracia nesse blog?só existe se falar bem de Robison que Fariaaaaaaa e nada faz?

  2. Elves Alves disse:

    Ninguém cria uma offshore ou faz da política atividade profissional porque esteja preocupado em acabar com a fome no mundo!
    Não agridamos o óbvio, portanto.
    Que Henrique, Sandro Mabel e quantos estiverem articulando a queda de Kirida sejam bem-sucedidos até o desfecho da votação do impeachment, no próximo domingo.

  3. Fina Ironia disse:

    Já está de olho numa "boquinha"… Esse não perde tempo!

  4. Jailza disse:

    Hô povinho despeitado. Bem que Cassiano Arruda dizia em sua coluna que o povo de Natal gastava 200, para alguém não ganhar 20.

  5. EDER disse:

    COMO INTERLOCUÇÃO SEM CARGO NO CONGRESSO ??????????????????

Publicidade

Jaques Wagner aposta em vitória no plenário e defende diálogo pós-impeachment

jaques wagnerO ministro-chefe do Gabinete Pessoal da Presidência da República, Jaques Wagner, disse que o governo terá que fazer uma repactuação de forças políticas a partir de segunda-feira (18), após a votação do pedido de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff no plenário da Câmara dos Deputados. “A partir do dia 18, abre-se a oportunidade de repactuação real”, disse Wagner em entrevista ao programa Brasilianas.org.

Wagner aposta na vitória do governo na votação do parecer sobre a continuidade do impeachment no plenário da Câmara, que deve começar na sexta-feira (15) e se estender pelo fim de semana. “Querem colocar na cadeira de presidente da República alguém que não teve a benção do povo e do voto. Tenho absoluta segurança que a gente vence no domingo no plenário da Câmara dos Deputados, barrando o impeachment. Estamos fazendo conta entre 208 e 212 votos [contra o impeachment]. Temos consciência de que não vamos chegar acima dos 257 [votos], mas temos um número com uma certa folga para barrar esse processo.”

Para que o impeachment seja aprovado no plenário da Câmara, e posteriormente encaminhado ao Senado, são necessários, no mínimo, 342 votos do total de 513 deputados. Ou seja, para barrar o andamento do processo, o governo precisa garantir 172 votos contra o impedimento.

“Aí a grande pergunta é o dia seguinte: o que fazer? Eu acho que o que fazer é: reaglutinar bem essa base que está nos apoiando, conversar com segmentos sociais, com o segmento empresarial também. Conversar ou, pelo menos, já deixar aberta a conversa mesmo com aqueles que escorregaram nesse processo de impeachment, mas que resolvam botar um ponto final nessa luta sem fim que já dura 15 meses e ter a presidenta no lugar que o povo a colocou”, disse o ministro.

Segundo Wagner, o governo está trabalhando nas frentes jurídica e política para barrar o impeachment, mas não descarta ir ao Supremo Tribunal Federal caso o processo avance na Câmara e no Senado.

“Estamos na casa de 208 [votos]. Isso muda a cada dia. Porque são sempre conversas que são feitas, convencimento que é feito, de mostrar para aqueles que estão na dúvida que esse processo está carregado de ilegitimidade. Mas ninguém vai esquecer de uma possibilidade concreta de ir ao Supremo Tribunal Federal porque o texto da Constituição é muito claro: é preciso um crime de responsabilidade no exercício do mandato e já está mais do que provado que não há crime de responsabilidade. O importante para nós é ter a vitória política neste domingo.”

Fonte: Agência Brasil

Comentários (4) enviar comentário
  1. Izaura da cruz disse:

    Esse ministro está cada vez mais parecido com aquele personagem da Escolinha do Prof Raimundo –
    ROLANDO LERO.

  2. Sandro Alves disse:

    Engraçado, Temer recebeu os mesmos votos de Dilma. Como o é que o povo não votou nele? kkkkkk. Todos são PTRALHAS!

  3. Coelho disse:

    Para o bom entendedor: se não tiver impeachment, PT não cumprirá com as promessas de cargos em queima agora. Ora, repactuar é sinônimo de relotear. É um calote atrás do outro. Não aprendem mesmo.

  4. Val Lima disse:

    Diante da realidade só me resta uma coisa…kkkkkkkkkkkkk

Publicidade

Zona Norte ganhará Centro de Educação Tecnológica

A desafetação da área que servirá para construção do Centro Estadual de Educação Tecnológica na Zona Norte foi aprovada em segunda votação, nesta quarta-feira (6), na Câmara Municipal de Natal (CMN). O projeto não recebeu votos contrários e seguirá agora para sanção e publicação no Diário Oficial do Município.

O Governo do Estado pretende edificar o Centro no conjunto Parque dos Coqueiros, bairro de Nossa Senhora da Apresentação, e precisava da legitimidade do repasse da área do município de Natal para início das obras, garantida agora com a aprovação final do Projeto de Lei 079/2015. A área desafetada é referente à parte da Rua Projetada nº 40.

“Com a publicação do Projeto de Lei no Diário Oficial, o Estado já poderá dar início às obras. Esperamos que isso seja feito com celeridade por parte do Executivo estadual, tendo em vista que terá um grande alcance social naquela região da Zona Norte”, comentou o vereador Raniere Barbosa (PDT), líder do prefeito na CMN.

O Centro de Educação Tecnológica contará com 12 salas de aula, auditório para até 800 pessoas, seis laboratórios, biblioteca e ginásio poliesportivo. Ainda não se sabe para quando está prevista a conclusão da obra.

enviar comentário
Publicidade

PEEMEDEBISMO? Câmara diz que STF não pode impor análise de impeachment de Temer

A Câmara dos Deputados enviou nesta segunda-feira (4) parecer ao Supremo Tribunal Federal (STF) alegando que a Corte “nunca, jamais” poderia determinar o início de um processo de impeachment, em substituição ao presidente da Casa.

O documento foi enviado para instruir uma ação apresentada em dezembro por um advogado mineiro que contesta o arquivamento, em dezembro, pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de uma denúncia contra o vice-presidente Michel Temer por suposto crime de responsabilidade.

Na última sexta, o STF divulgou, por equívoco, uma decisão “em elaboração” pelo ministro Marco Aurélio Mello que determinava à Câmara acolher a denúncia contra Temer e formar uma comissão especial para analisar as acusações, nos mesmos moldes do processo iniciado contra a presidente Dilma Rousseff.

“Nunca, jamais, pode se admitir tamanha intervenção em ato próprio de outro Poder da República, a ponto de autorizar a substituição da competência do órgão legislativo por decisão judicial”, diz a peça da Câmara, referindo-se a uma efetiva ordem do Supremo para obrigar a Casa a iniciar um impeachment.

No parecer, a Câmara argumenta que só cabe ao presidente da Casa analisar a denúncias por crime de responsabilidade contra presidentes, vices e ministros e que o Judiciário não pode rever tal exame, a não ser “em situações excepcionais, quando presente induvidosa ilegalidade e abuso do poder, aferível a partir de fatos absolutamente certos e inequívocos”.

Mesmo assim, alega a Câmara, o máximo que o STF poderia fazer em tal situação é determinar que fosse feito nova análise de um pedido de impeachment pelo presidente da Câmara.

Fonte: G1

enviar comentário
Publicidade

Comissão aprova projeto da papelaria popular

Comissão de Educação CMN - Foto ELPÍDIO JÚNIOR (1)A Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Câmara Municipal de Natal (CMN) aprovou, na tarde desta segunda-feira (04), o Projeto de Lei Nº 18/2014, de autoria do vereador Aroldo Alves (PSDB), que autoriza a criação de uma Papelaria Popular para fornecer material escolar, a preço de custo, para a população de baixa renda. A matéria segue agora para votação em plenário.

Participaram da reunião da Comissão os vereadores Aquino Neto (PEN) e Amanda Gurgel (PSTU), favoráveis ao projeto, e Eleika Bezerra (PSL), que deu voto contrário. “Acredito que essa não seja uma atribuição da Prefeitura. Gostaria que a população tivesse a possibilidade de comprar o material que precisa, mas não a Prefeitura ter uma papelaria para fornecer isso”, destacou Eleika, presidente da Comissão de Educação.

Para Amanda Gurgel, todas as iniciativas que tratem de facilitar o acesso da população de baixa renda à produtos ou serviços devem ser aprovados. “Acho muito importante que o Estado, nas suas esferas federal, estadual e municipal, se responsabilize por esse tipo de oferta”, declarou.

Os membros da Comissão ainda apreciaram o Projeto de Lei 168/2015, de Bertone Marinho (PMDB), que institui horário de reunião escolar, no âmbito do Município de Natal, após o horário comercial. A matéria foi encaminhada à Procuradoria da CMN, por solicitação de Aquino Neto, para parecer sobre a legitimidade da proposição.

Comentário (1) enviar comentário
  1. Paulo Sergio Martins disse:

    A vereadora Eleika redime-se, portanto, da ridicularia que foi sua propositura que criava cotas nas prateleiras de livrarias natalenses para autores nascidos em solo potiguar.
    Educadora dinâmica e aplicada, sabe ela que o bom senso deve prevalecer em tudo, inclusive na liberdade de escolha do cidadão esclarecido, que não é outro senão o consumidor de literatura.

Publicidade

Vereador cobra transparência dos recursos ao presidente da Câmara de Mossoró

O vereador Ricardo de Dodoca, do PROS, usou a tribuna da Câmara Municipal para cobrar transparência dos recursos da Casa ao presidente, vereador Jório Nogueira (PSD). Mas não parou por aí, ainda acusou o presidente de trocar cargos por apoios políticos.

Ricardo de Dodoca foi enfático ao cobrar que Jório mostrasse o repasse da Prefeitura de Mossoró à Câmara e que apresentasse uma planilha de gastos que detalhasse o que tinha sido feito com o repasse do Executivo.

O estopim das discussões envolvendo os dosi parlamentares, teria sido a filiação de um empresário conhecido em Mossoró ao PROS. Esse mesmo empresário vinha sendo tratado como um forte pré-candidato para o PSD. Depois desse episódio, Ricardo relatou que tem sido alvo de perseguições políticas por parte do presidente da Casa. Clima tenso.

enviar comentário
Publicidade

Jarbas quer paralisação da Câmara enquanto Cunha estiver na presidência

jarbas vasconcelos

Apesar da pressa da oposição com o processo de impeachment de Dilma Rousseff, o deputado Jarbas Vasconcelos diz que a Casa deveria paralisar todos os seus trabalhos e só retomá-los – impedimento inclusive – após a saída de Eduardo Cunha da presidência.

Jarbas Vasconcelos é do mesmo partido de Cunha. Vale lembrar que ele já disse que “Eduardo Cunha é um psicopata, um doente”.

Comentários (4) enviar comentário
  1. Marcos disse:

    Alguém íntegro, ganhou respaldo comigo

  2. É. Costa disse:

    Taí um cara q tem bom senso.
    Cadê a população q não pede a saída de cunha como fazem com a presidenta. Seria o mais coerente, já q com um imaginaria saída dela, cunha seria nosso maravilhoso vice presidente.
    Imaginem!

  3. Verdade seja dita disse:

    Aproveite e peça também a saída de todos envolvidos na corrupção, como Cunha, Renan, Lula e tantos outros que estão afundando o país.
    Não seja seletivo, seja justo.

  4. Ôlôco, Óxente disse:

    MEU DEUS, ali tem alguem coerente!

Publicidade