Publicidade

Rogério Marinho defende medidas do governo do RN sobre ajuste fiscal e critica oportunismo de sindicalistas

 

O deputado federal Rogério Marinho utilizou seu Twitter para criticar os movimentos que tentam iniviabizar a aprovação do pacote fiscal no Rio Grane o Norte.

“Assistindo reportagem da votação do pacote fiscal apresentado pelo Gov do RN, deprimente e ultrajante a atitude de pseudos sindicalistas em frente à assembleia , agressões físicas,atos de vandalismos típicos de facistas que se agarram a privilégios e atentam contra democracia”, postou o deputado.

Ele ainda relacionou a atitude dos sindicalitas às necessidades da população do Estado.

“Os que hoje atacaram deputados e assessores na assembleia esquecem q estado tem 3.5 milhões de habitantes que precisam de saúde, educação , segurança,infra estrutura e obras sociais o RN precisa ser do seu povo e não refém de sindicatos e corporações que precisam transigir”, escreveu.

Ele ainda elogiou o governo pela coragem em enfrentar a situação

“RN tem 450 milhões de Folha dos quais 230 milhões para inativos e proporção de funcionários está próximo de 1 ativo para 1 inativo, não há calculo atuarial q sustente esta equação. Gov despertou na minha opinião tarde,agora é ter coragem e enfrentar corporativismo atrasado”.

Comentários (9) enviar comentário
  1. Tarcísio Eimar disse:

    Interessante é q ninguém levantou a bandeira pra acabar com os altos salários e benefícios q os políticos tem. Esses sim é que eram pra terem os salários atrasados e se fizessem greve não afetaria os serviços públicos.

  2. Elina Araújo Medeiros de Morais disse:

    Como se o problema orçamentário fosse provocado pelo funcionalismo público. Esse ilustre economista feito nas coxas precisa entender muito mais de contabilidade pública e orçamento. Necessita saber que o Estado é um organismo vivo porque existe para servir aos seus habitantes e não apenas a uma corja que o suga, da qual faz parte e defende. Para servir bem aos seus é imprescindível ampliar serviços básicos e cortar privilégios de politicos, o que realmente onera e desequilibra o orçamento.
    Quando for banida da vida pública, essa criatura nem sentirá, pois deve ter uns três apartamentos lotados de dh de propinas dos empresários que ele defende, além da riqueza acumulada com as empresas terceirizadas que exploram demasiadamente os trabalhadores.

  3. Ricardo disse:

    Pense num rapaz que está preocupado com o trabalhador.

  4. Maria da Conceição de oliveira Lima disse:

    Lembre-se que este ano tem eleição o povo está atento em relação a sua votação no congresso da reforma trabalhista

  5. Maria da Conceição de oliveira Lima disse:

    Senhor Rogério Marinho lembre-se que este ano tem eleições o senhor não recebe salario mínimo por esta do lado do governo sem contar com suas regalias parlamentares ,digo ao senhor o povo está mais atento as atitudes de vcs perante as votações absurdas que o presidente Michel temer esta fazendo e todos vcs concordando. Em 2018 tem eleição .

  6. Keyla disse:

    Deputado, então ajude a população do Rio Grande do Norte, encabece uma campanha, com o mesmo afinco que teve para a reforma trabalhista, para a diminuição da quantidade de representantes na Câmara Municipal e no Congresso Nacional, será uma ótima economia! E pra fechar com chave de ouro, termine entregando seu cargo!

  7. canindé disse:

    Toda a cúpula dos poderes LEGISLATIVO, EXECUTIVO E JUDICIÁRIO tem que partir na frente abrindo mão de parte dos valores a que fazem jús pelos cargos que ocupam.

  8. Brasil disse:

    Esse tem mais voto nenhum!

  9. jose alves da silva disse:

    fora os sindicatos que so fazem atrapalhar o governador está certo o rn precisa urgentes das medidas doa a quem doer. como fica os funcionarios sem as medidas os sindicatos vão pagar a folha?

Publicidade

Moro critica reforma política que está se desenhando no Congresso

A proposta de reforma política que tramita hoje no Congresso Nacional, não deve melhorar o enfrentamento da corrupção no sistema político brasileiro. A afirmação foi feita nesta terça-feira, 15, pelo juiz condutor da Operação Lava Jato na 1ª instância, Sergio Moro, em evento em São Paulo. “Essa reforma política, como está sendo pensada, não é uma verdadeira reforma política”, disse o magistrado.

Em seu entendimento, foi um grande avanço o Supremo Tribunal Federal (STF) ter proibido a forma como se dava o financiamento privado às campanhas eleitorais, que permitia “relações espúrias” entre grandes doadores e políticos. No entanto, Moro avaliou que a democracia de massa tem um custo e, dado o momento atual da economia do Brasil, um sistema de financiamento eleitoral exclusivamente público poderia não ser o melhor caminho.

“Até tenho simpatia pelo financiamento público, mas não exclusivo”, declarou. “Não apenas pelo custo fiscal, mas da forma como esse dinheiro seria distribuído e se isso não dificultaria a renovação dos mandatos. Há uma tendência de quem está dentro querer ficar dentro”, acrescentou, dizendo que é preciso “regras rígidas” aos recursos privados em campanhas.

Em sua apresentação, o juiz da Lava Jato afirmou que o País nunca teve grande tradição de punir a corrupção, que é sistêmica, e que a impunidade era a regra geral, o que afetava não apenas a economia, mas a própria qualidade da democracia praticada no Brasil. Segundo ele, Esse quadro começou a mudar nos últimos anos, com as investigações do mensalão, mas é algo que é e continua sendo capitaneado pelo Judiciário e pela polícia.

“Tinha expectativa de que essa atuação gerasse ações no Legislativo e Executivo mas, sinceramente, muito pouca coisa tem sido feita nessa área”, criticou, lembrando que o Ministério Público tentou se aproveitar do momento apresentando as chamadas dez medidas contra a corrupção.

Moro elogiou também a atuação do STF nesse sentido, em especial ao possibilitar a execução provisória da pena a partir da segunda instância, uma inovação que creditou ao ministro Teori Zavascki, falecido no início do ano em um acidente aéreo. “Poderosos usam brechas da lei para perpetrar impunidade”, comentou.

Moro disse ainda que, quando a Lava Jato começou, era impossível saber onde poderia chegar e comemorou a condenação de grandes nomes do mundo político e empresarial. E lembrou do avanço da Geórgia no índice de percepção de corrupção organizado pela ONG Anistia internacional (49ª hoje). “Em 2016, o Brasil está na 79ª posição, mesma colocação da Geórgia em 2006. Quem sabe daqui dez anos, tenhamos avançados as mesmas 30 posições.”

Comentário (1) enviar comentário
  1. Braga disse:

    A Constituição vem sendo estuprada diariamente:

    "A cada dia perpetra-se um estupro contra a Constituição, contra a civilização, contra os direitos sociais e individuais e até contra aspectos mais prosaicos de manifestação, o pudor público".
    Perdeu-se não apenas o respeito às leis como o próprio pudor e, com ele, o respeito mínimo pelo país", diz o jornalista Luis Nassif; segundo ele, o momento mais infame foi a divulgação dos grampos ilegais da presidente Dilma Rousseff pelo juiz Sergio Moro.

Publicidade

Maia critica criação de fundo de financiamento eleitoral de forma permanente

A aprovação na comissão especial de reforma política do fundo público de aproximadamente R$ 3,6 bilhões para financiamento das eleições de forma permanente foi um mal sinal para a sociedade, disse nesta sexta-feira o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Segundo ele, seria mais compreensível para a sociedade se o fundo fosse reduzido gradativamente ao longo dos anos e tivesse “começo, meio e fim”.

— Havia uma previsão no texto inicial do relator para que fosse reduzido ao longo do tempo. Mas infelizmente se optou pela aprovação do fundo permanente num valor alto, que na atual conjuntura política a sociedade não aceita. Ele (ser) permanente gera na sociedade uma visão muito equivocada — criticou Maia em palestra na FGV, no Rio.

Apesar de criticar a mudança, Maia admitiu que os parlamentares ficaram sem opções para financiar as eleições depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou inconstitucional o financiamento empresarial dos candidatos. Ele disse que o fim abrupto aprovado pelo Judiciário não foi a melhor solução. E defendeu a volta do financiamento empresarial para as campanhas no futuro, dentro de novos limites.

Comentário (1) enviar comentário
  1. Alldo disse:

    No Brasil financiamos a campanha dos ladrões que vão nos roubar. Ora porra, quem quiser se candidatar que banque sua própria eleição. Para isso não esse dinheiro não estoura o orçamento.

Publicidade

Fátima Bezerra: “Globo está incentivando sentimento de ódio e intolerância”

Senadora-Fátima-BezerraA senadora Fátima Bezerra (PT-RN) defendeu, na terça-feira (8), criticou fortemente os ataques golpistas de que estão sendo vítimas o ex-presidente Lula e a presidenta Dilma Rousseff e das arbitrariedades que estão sendo cometidas pela grande mídia e de parte do Judiciário. “Nós continuaremos firmemente empenhados, nesta tribuna, nas ruas, nas escolas, onde for, na defesa do mandato da Presidenta Dilma, na defesa da soberania popular, assim como na defesa da biografia e da história do Presidente Lula e de todo o legado que ele deixou para o povo brasileiro. Eles não conseguirão nem o impeachment da presidenta Dilma nem o impeachment preventivo do Presidente Lula, com toda essa operação judicialesca em curso”, afirmou.

Segundo a senadora, a tese de tirar a presidenta Dilma Rousseff do poder a qualquer custo não vai passar de um sonho da oposição. “Não vai passar de um sonho de verão, de inverno, seja lá do que for, não vai passar de um sonho. Eles querem tirar Dilma e inviabilizar a candidatura de Lula, prejudicando, portanto, a continuação de um projeto que vem transformando a realidade social brasileira (…) Essas iniciativas golpistas por parte da oposição felizmente não prosperaram e não prosperarão”, salientou.

Fátima declarou ainda que, o espetáculo grotesco a que o Brasil assistiu na última sexta-feira, é mais uma demonstração da arbitrariedade do juiz Sérgio Moro. “Em uma atitude sem base legal, o juiz, que tem agido quase que como militante do PSDB, decidiu pela condução coercitiva de uma pessoa que nunca se negou a colaborar com a Justiça deste País. Não pode haver dois pesos e duas medidas, não pode haver, de maneira nenhuma, uma investigação de caráter dirigido, de caráter partidarizado. Nós queremos investigação, sim, mas que seja ampla, geral e irrestrita, que investigue todos e todas. Pois, infelizmente, para a Operação Lava Jato, a turma da oposição, o PSDB, é intocável”, criticou.

Mídia

Fátima atacou a manipulação e propagação do ódio que vem sendo feito no país a fora por parte da grande mídia, especialmente da Rede Globo. “Infelizmente, o noticiário é feito a mando de seus donos, da forma mais reprovável que pode haver no mundo, um noticiário extremamente manipulador, que não respeita qualquer manual de comunicação social, que não observa o mínimo de isenção, de profissionalismo e de seriedade. Infelizmente! E é a própria Rede Globo que está incentivando o sentimento de ódio e de intolerância, mas o nosso povo não vai cair nessa provocação, de maneira nenhuma”, defendeu.

Manifestações

A senadora Fátima também ponderou a importância das manifestações como instrumento popular. “O que se espera é que as manifestações ocorram sob o signo do respeito, tanto de um lado como de outro. Não temos medo de mobilização popular, de mobilização social. Foi nas ruas que nós, do PT, do campo democrático popular, da esquerda, dos movimentos sociais, dos movimentos populares, nascemos, e de lá nós nunca nos ausentamos. Estamos aqui imbuídos do sentimento de fazer justiça à biografia, à história, à trajetória de Lula, não somente pelo legado que ele construiu como Presidente da República, mas por sua biografia de militante político e sindical, de Parlamentar e de Presidente. Ele entrou para a história do Brasil como o melhor e maior Presidente deste País”, concluiu.

Fonte: Agora RN

Comentários (35) enviar comentário
  1. Eduardo disse:

    Discurso antigo, ridículo, pueril. Fica com estória de "nós contra eles" e depois joga a culpa na imprensa. Mesmo modus operandi de Mineiro, Cipriano e outros PT. Podendo falar de forma sensata e equilíbrada, fica falando asneira. E olhe q é uma "professora"

  2. Não vai ter GOLPE vai ter PAPUDA disse:

    Pela primeira vez a Globo esta se mostrando querer ver o Bem do Brasil mostrando para o povo Brasileiro o que essa quadrilha esta fazendo com o País

  3. Nice disse:

    Triste e revoltante é vc ter q ver essas matérias dessa classe sebosa de políticos, que veem as denúncias aparecendo como rastro de pólvora, e ao invés de incentivar para acabar com esse câncer da corrupção, se fazem de desentendidos para defender suas posições elevadas. É mais revoltante não ter leis rígidas para acabar com tantos atos ílicitos, que matam pessoas todos os dias, ora roubando recursos da saúde, ora matando a educação, com falta de estruturas e professores mau remunerados. E sem falar na fragilidade do sistema de segurança, se prende de manha, liberta a tarde!!!! Deus nos proteja!!!!

  4. Rodrigo disse:

    A Paraibana Fátima deveria entrar com um projeto para trazer de volta o MOBRAL. ela deveria ser a primeira a fazer a matrícula, junto com o Lula, Rui Falcão, Cripiniano etc.etc.

  5. Paulo disse:

    SENADORA, A SENHORA FOI ELEITA PARA DEFENDER O RN E O BRASIL , VÁ TRABALHAR.

  6. Anderson disse:

    Ficando com nojo dessa senhora!!!!

  7. Joao disse:

    Depois desse depoimento, e a falta de uma oposicao forte. O jeito é votar em bolsonaro em 2018. O pessoal do PT é muito jararaca… ate o proprio chefe deles se considera uma jararaca.

  8. Alguém disse:

    Senadora aproveite o púlpito, pois esta será a primeira e última vez que vc vai ocupar este cargo!!!! Faça algo mais produtivo e pare de falar tanta asneira!!

  9. Suely Roriz Pantoja disse:

    O pior é que nos é que pagamos o salario dessa criatura. Nao vejo ela defendendo o RN em nada. So delira.

  10. Val Lima disse:

    Senadora "puramor" de Deus deixe de falar bst!!!!

  11. Osvaldo disse:

    Ouvir isso da maioria dos ignorantes eleitores do PT, até aceito. Não haveria como ser diferente. Mas, de uma Senadora, que se diz professor? Isso é demais!Porque não te cala?

  12. Paulo disse:

    E os fantasmas???? dia 13 é um dia fantasmagórico….kkkkk

  13. Francisco de Assis Xavier disse:

    Fatima fica calada o dinheiro da sua campanha veio de onde? cuidado

  14. marcelo disse:

    Sinceramente o sentimento que tenho pela senadora é de pena. Quem defende bandido, bandido é. Nunca mais será eleita a cargo nenhum. Assim que Dilma cair e Lula for preso, os petistas sofrerão uma rejeição popular sem precedentes nesse país.

  15. Verdade seja dita disse:

    Mudanças a vista cara senadora, já ocorreu na Argentina, na Venezuela, esta ocorrendo na Bolívia e com certeza no Brasil para melhor com certeza.
    Governo Petista deixou a população doente, desarmou os cidadãos, governa com corrupção, a bandidagem esta em cada esquina, rasgaram a Constituição não sabem nem o que é isto, falta com respeito aos outros poderem, desrespeita e tiram direitos de seus trabalhadores, maltratam os velhos e vem essa senhora aqui com seu comentário cego e mentiroso contar uma historinha como s fossemos otários, o que falta é muitos de vocês é atitude, siga o exemplo de Paulo Paim ele ainda está no partido mas não compactua com essas safadezas.

  16. Frajola disse:

    E a cambada do MST que apoia Lula, Fátima e Cia incentiva o quê? Deixa de falar merda, Fátima!

  17. Júnior disse:

    Chegar a dar nojo o que esses ptistas fala. Mas é compreensível. Ela está cumprindo ordens da direção do PT. Adotaram o discurso da desqualificação e estão procurando culpar alguém, não assume a cachorrada que fizeram. Agra tome muito cuidado, estão cutucando Lúcifer com vara curta.

  18. Silva disse:

    O que eu estou achando engraçado é esses ptistas velhos da língua vermelha ressuscitar esse discursos ultrapassados. Foi com ele que a jararaca perdeu 3 vezes. Então continue, os brasileiros agradecer. PT nunca mais.

  19. Neto disse:

    #BOLSONARO2018

  20. Sergio Nogueira disse:

    Começo a achar que a mesma pessoa que escreve os discursos de Dilma faz bico no Senado escrevendo as falas de Fatima.
    Se quiser achar que somos todos imbecis votantes no PT, anencefálicos que aceitam qualquer versão, portadores de microcefalia que engolem essas fantasias, beleza, mas é importante que ela saiba que fora esses seres ela não engana ninguém.
    Seria bom Fatima acompanhar as postagens de Crispiniano Neto no Twitter, postagens que representa a vontade de muitos petistas, mas que poucos tem coragem de externar e nenhum tem de fazer, apenas esperam que outros engulam a ideia.
    Seria bom Fatima ler as declarações do Presidente da CUT. As do próprio Lula.
    Mas petista faz muito bem o Lenin dizia: acuse seu adversário do que você faz.

  21. Barreira do Som disse:

    Quando a Polícia Federal conduziu o Lula Jararaca a depor "sob vara", a Senadora do PT entrou em parafuso. Parabéns juiz Sérgio Moro e todos que compõem a Força Tarefa da Lava Jato, continuem firmes em busca da verdade. Aletheia, também serve para deixar a cobra zonza e sem cabeça.

  22. Jefferson disse:

    É impressionante como o PT gosta de entortar as coisas!
    A globo não é santa, todo mundo sabe disso, mas o Bhrama fez referencias enérgicas de incitação à violência nun discurso cheio de ódio e revanchismo.
    Querem que que os veículos de comunicação parem de nociar atos de corrupção no PT ou do governo, é simples, parem de cometer!! pronto assim eles param de falar mau do PT !!!

  23. Fonseca disse:

    A Excelentíssima Senhora Senadora calada, é uma poetisa, mas falando é um desastre! D. Fátima quem anda incentivando os sentimentos de ódio e intolerância, são os militantes petistas, que não aceitam as investigações da operação lava jato, que diariamente descobre atos de corrupção praticados por vários políticos petistas, bem como os a eles comunados, vários deles já condenados e presos. As investigações avançam em direção ao ex presidente Lula, o qual foi denunciado hoje pela justiça paulista e muito provavelmente o será pela justiça federal. As manifestações já realizadas contra o desgoverno da Presidenta Dilma ocorreram de forma ordeira , diferente das manifestações realizadas das pró Dilma. Temos visto, várias vezes, que quem gosta de praticar desordens, são os militantes petist as. A mídia em geral, dentre elas a Rede Globo e revista Veja, publicam fatos que ocorreram, como o mensalão, o petrolão e tantos outros escândalos de corrupção praticados pelas gestões petistas. A senhora aponta esses veículos por serem os de maior alcance, mas em geral, todos divulgam os mesmos fatos, com exceção dos canais ligados ao governo federal.

    • Jailson Freire de Medeiros disse:

      De todos os poderes, o menos vulnerável ao erro, é o judiciário, pois são os únicos com total conhecimento do que, e o que fazer, devemos nos unirmos como sociedade e cobrarmos dos poderes suas responsabilidades, se verdadeiramente estivermos unidos produziremos uma sociedade melhor e mais justa

  24. OSWALDO disse:

    KKKKKKKKKKKK, SÓ ESSA FIGURA PARA NOS FAZER RIR!!! KKKKK

  25. Arimateia disse:

    A hora da senadora também vai chegar!! Cadeia a todos os Petralhas!!

  26. Sérgio dias disse:

    Cuidado senão o Petrolão chega em vc. Como pode falar isso, quando um petista igual a ela, que mama na tetas do RN, deu uma declaração grotesca e imoral. Senadora, o que o povo brasileiro quer é a verdade, pode ser Lula, Dilma, Renan, Aécio e muitos outros, se receberam grana do Petrolão, tem que pagar na justiça. Se a justiça provar, só tem uma saída, CADEIA.

  27. Bismarck P. Sátiro disse:

    Quando esta sem futuro vivia fazendo badernas nas Ruas, junto com os corajosos do PT, era tudo normal, agora se fazendo de boazinha. Vai trabalhar… Manda o chefão abrir o jogo e detonar todos do PT. Tá com mêdo?

  28. Pedro Henrique disse:

    É, foi a Globo que roubou a Petrobras, que pagou pelo sitio de Lula, que superfaturou obras com dinheiro público…é tudo culpa da Globo. Esse povo acha que esse discurso ainda cola? Pelo amor de Deus.

  29. marcos disse:

    Temos que concordar com os roubos ja comprovados? Ela devia, procirar uma defesa consistente e nao ficar chamando tudo de golpe, nobre senadora seiu mamdato tem fim!!!!!

  30. GUILHERME disse:

    TA NAO TA SO FALANDO A VERDADE SENADORA FRIBOI VA TRABALHAR E DEIXE DE DEFENDER BANDIDOS DO PT

  31. Jackson disse:

    Essa estória de dizer que a Globo está incitando o ódio é apenas para desviar o foco: Que a corrupção desse governo do PT. Quem está na verdade incitando o ódio é o primeiro. Já tem mais dez anos que eu não voto em nenhum candidato do pt. A farsa acabou!

  32. FRASQUEIRINO disse:

    E a senhora defendendo os PETRALHAS os quais ajudou a se eleger.

Publicidade

Mineiro critica gastos com publicidade enquanto falta verba para sementes

804613013c1da15cc0221e6b73480dd4 O deputado Fernando Mineiro fez um pronunciamento criticando o governo por não ter pago dívidas da distribuição de sementes, quando, em paralelo, anuncia gastos dar ordem de R$ 4 milhões com propaganda e publicidade para campanhas educativas do Detran RN.

A dívida de 2013, em torno de R$ 3 milhões, com a empresa que ganhou a licitação para a venda de sementes ainda não foi paga, e como a mesma empresa será a distribuidora de sementes este ano, condicionou a entrega do produto ao pagamento.

“O governo ainda não começou a distribuição aos agricultores. Já houve nova licitação, para esse ano, mas a empresa só entregará o produto ao governo, se for paga a dívida do ano passado. Olhe que situação, a dos agricultores que já estão preparando as suas terras e dependem do governo para plantar”.

Mineiro questionou os gastos com propaganda e publicidade num momento em que além da falta de pagamento para o fornecimento de sementes, há precariedade em serviços como a educação, a saúde e o funcionamento de setores como um todo.

ALRN

enviar comentário
Publicidade

Nelter acusa governo de discriminar Jucurutu

6be38362a0b1985e27176d3298c6d1f7O deputado Nelter Queiroz (PMDB) criticou o governo por não tomar providências ágeis para minimizar os graves problemas no abastecimento d`água de Jucurutu.

O parlamentar disse que a água do Rio Piranhas já não chega mais ao povoado de Barra de Santana há bastante tempo e a situação só se agrava em Jucurutu e na região.

“O governo trata Jucurutu como um município que não existe no mapa”, disse o parlamentar. Nelter disse que a prefeitura está realizando um projeto em parceria com o Dnocs para que seja transportada água de Itajá pela adutora.

Nelter informou que para minimizar a falta d`água, a prípria prefeitura está contratando carros pipa. “Procuramos a Caern mas eles se negaram”, disse o deputado.

ALRN

enviar comentário
Publicidade

Sindicato dos servidores critica Procurador-Geral de Justiça Rinaldo Reis

Confira na íntegra:

O Sindicato dos Servidores do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (SINDSEMP/RN), vem, por intermédio do presente, REPUDIAR as declarações do Excelentíssimo Senhor Procurador-Geral de Justiça, Rinaldo Reis Lima, quando da abertura da 6ª Jornada de Capacitação dos Servidores do MP, realizado em comemoração ao Dia do Servidor, na última sexta-feira, 25/10, no auditório da Escola de Governo, no Centro Administrativo.

O SINDSEMP/RN considera no mínimo desrespeitosa a maneira com que o representante maior do Ministério Público Estadual tratou o Presidente Sindical, ao abrir referido evento e tentar explicar aos servidores e demais integrantes da Instituição os motivos pelos quais quebrou sua palavra, voltou atrás e não mais iria enviar para a Assembleia Legislativa projetos de lei que dispõem sobre a reposição na data-base e altera o Plano de Carreira, Cargos e Remuneração (PCCR), discutido e tratado em todos os seus termos com a Administração Superior.

Toda a negociação e tratativas referentes a melhorias e correções de disparidades para com os servidores foi apresentada ao atual Procurador-Geral de Justiça do MPRN antes mesmo de sua eleição, quando ainda candidato. O SINDSEMP/RN apresentou antecipadamente aos possíveis PGJs, ofícios com toda a pauta de reivindicações da categoria, entre elas a data-base e as alterações no plano de cargos.

Com o resultado do pleito ministerial, do qual ainda encontram-se excluídos de eleger seu chefe, o SINDSEMP-RN iniciou a campanha de negociação referente a Data Base 2013, prevista na Constituição Federal, em Lei Complementar Estadual e em Resolução do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

Na oportunidade, mais uma vez a pauta de reivindicações foi trazida à tona. Os mesmos termos apresentados ao então candidato à PGJ foi rememorado. E o compromisso foi o de tratar os servidores com zelo e respeito.

Durante os meses de junho a setembro, o SINDSEMP/RN discutiu por diversas vezes os pontos possíveis de serem implementados, tendo o Procurador-Geral de Justiça, inclusive, abertos as portas da Instituição para o Sindicato, disponibilizando setores e servidores para que todos os dados orçamentários e financeiros fossem levados em consideração. Junto à Diretoria de Orçamento, Finanças e Contabilidade (DOFC), da PGJ, foram feitos todos os impactos relativos a implementação da data base (já prevista no orçamento de 2013) e das alterações do PCCR, este negociado para implementação a partir de maio de 2014, como bem mostram as planilhas de impacto exaradas pelo pessoal técnico do MP e apresentadas ao Procurador-Geral de Justiça no dia 13/08/2013 através de ofício nº 121/2013-SINDSEMP/RN.

Toda negociação, com o SINDSEMP/RN, compreendendo a situação de dificuldade orçamentária do Estado, estava tão bem solidificada que para o orçamento de 2014, o próprio Colégio de Procuradores de Justiça (CPJ) foi informado das propostas sindicais, e aprovou, inclusive com voto favorável do próprio Procurador-Geral de Justiça, o Promotor de Justiça Rinaldo Reis Lima, previsão para implementação das melhorias no PCCR. Tal informação pode ser confirmada na ata da Sessão do CPJ realizada em 14/08/2013.

Diferente do que o Excelentíssimo Senhor Procurador-Geral de Justiça quis insinuar em evento alusivo ao próprio servidor, toda negociação a então se deu com total transparência em várias instâncias institucionais. Como anexo a esta nota, o SINDSEMP/RN junta documentos que comprovam ser de conhecimento do PGJ, as alterações no PCCR, o que veementemente foi negado pelo Gestor Maior do MPRN perante centenas de servidores, de maneira deselegante, distante da racionalidade e da verdade.

Por todas essas considerações é que o SINDSEMP/RN se viu jungido a traçar algumas linhas de repúdio, aí sim, para a infeliz e lamentável declaração do Procurador-Geral de Justiça, Promotor de Justiça Rinaldo Reis de Lima. E mais uma vez, aproveita, o ensejo para parabenizar o servidor pelo seu dia.

Comentários (14) enviar comentário
  1. Marconi Freitas disse:

    20% de um ano de 360 dias é o quanto um membro fica afastado de suas atividades e de sua Comarca. Isso porque, se ele não gozar nenhuma licença durante todo o ano, ainda assim, terá 60 dias de férias e cerca de mais 15 dias de recesso judiciário. Quem resolve os problemas de uma Comarca durante esse período de afastamento? É justo que a sociedade não tenha ao menos um servidor efetivo prestando esse serviço? As pessoas sabem disso?

  2. PINHEIRO disse:

    Por que valorizar mais os braços do que as pernas? Se, por um lado, eles chegam a ser "os verdadeiros responsáveis pelas Promotorias de Justiça", por outro, o Ministério Público jamais se sustentaria sem elas. Pior: não sairia do lugar! Se acharam mais conveniente olhar para os lados e lembrar dos braços, faço o alerta: olhem para baixo e deem o devido valor às suas pernas, pois os braços, mesmo 80% mais fortes, jamais terão condições, sequer, de amparar a queda, muito menos atualmente, que ainda são postiços.

  3. Luiz disse:

    O SINDSEMP disponibilizou todos os documentos da proposta de reestruturação do plano de carreira que em sua essência tinha dois pontos, a mudança nos percentuais nas progressões na carreira E a diminuição do tempo para alcançar o fim de carreira de 32 para 20 anos, entregues ao PGJ, que os detinha desde junho e depois de aguardarmos várias reuniões de negociação, fechou acordo com o nosso sindicato, que também pedia reajuste para o cargo de analista (nível superior) equivalente ao que o PGJ quer pagar aos cargos em comissão de Assistentes, no final cortou-se o reajuste proposto e aprovando então apenas o plano de carreira, então ele esperou até o dia da jornada dos Servidores do MPRN e disse na frente de todos os servidores que NÃO SABIA DE TODO O TEOR, justamente o que traria algum ganho remuneratório do decorrer da carreira, e mandaria um outro projeto sem os ganhos remuneratórios na carreira, quando todos esperávamos apenas um comunicado de celebração do envio do plano. A verdade é que nós servidores do MPRN fomos traídos e ainda por cima temos que ouvir Assistentes Ministeriais (CARGOS COMISSIONADOS) tripudiar de nós servidores concursados e estes ainda vão ganhar 85% de reajuste concedidos por esse mesmo PGJ, Dr. Rinaldo Reis. ISSO É UMA VERGONHA PARA O MPRN.
    PROFUNDAMENTE DECEPCIONADO COM O MPRN…

  4. J. Pedro disse:

    Como servidor público da saúde, acostumado a ser tratado como bicho, e acostumado a ter que fazer greve e outras ações para ser ouvido e brigar por migalhas de melhorias, sou solidário aos colegas servidores concursados do MP. Finalmente a ficha tá caindo e vocês estão percebendo que tem que agir como qualquer outro servidor e mostrar a cara, fazer paralisações, greves, e outras ações para lutar por suas causas. Aprendam com os recentes movimentos populares. Usem as mídias sociais,a imprensa, a rua, façam barulho, panelaço, operação padrão, tudo pra chamar a atenção da sociedade. Aproveitem todos os espaços possíveis pra fazer barulho e lutar por suas causas. O MP com certeza não é a ilha de perfeição que adora passar, metam o dedo na ferida, jogem m… no ventilador. Toda casa tem teto de vidro. Uma coisa que os poderosos detestam, sejam eles quem forem, é serem expostos. VÃO À LUTA COMPANHEIROS!

  5. SERVIDOR disse:

    A atitude do MPRN é muito controversa, primeiro faz chover ações ACP contra os municípios do RN, acerca da contratação de comissionados, enquanto que dentro do próprio MPRN, há mais cargos em comissão do que servidores efetivos (fonte: Portal da Transparência), cadê aplicação do princípio da legalidade e obrigatoriedade do concurso público como forma de provimento para determinados cargos públicos (Lei 8.429/92). ????
    Por que não abre concurso público para analista área – Direito? Assim como vocês cobram de todos os outros órgãos?

    Aguardamos respostas do MPRN!

    • Servidor indignado disse:

      Muito triste o que realmente ocorre nos bastidores do MPRN. É lamentável mesmo ver uma instituição que se diz tão séria e "fiscalizadora" da lei e o que realmente pratica entre suas paredes é o contrário. É como diz o ditado: "Faças o que digo, não faças o que faço." Um enorme contingente de cargos comissionados, além de muita gente cedida de outros órgãos etc. O PGJ tomar uma atitude arbitrária de enviar projeto de lei que trata dos servidores sem realmente atender aos anseios destes. Mas sabe por que o chefe da Instituição não tem real interesse pelos seus servidores? Porque estes não possuem o direito de votar para Procurador Geral de Justiça, mesmo este sendo o chefe também de seus servidores? E mil e uma coisas que acontecem de errado no MPRN. A maioria dos membros que residem na capital do estado e atuam no interior, só aparecem em suas comarcas nas segundas-feiras e vão embora na quinta à tarde. E esse negócio de residir na comarca é balela pra boi dormir. Um membro ganhar mais de R$ 30.000,00 por mês enquanto a grande maioria dos servidores do Estado ganhando miséria. Esse é um dos motivos pelos quais não se implantam planos de cargos e salários mais dignos pro restante dos servidores estaduais.

  6. Anônimo disse:

    Prezados leitores, os servidores efetivos do Ministério Público Estadual estão extremamente constrangidos e impressionados com as declarações do Procurador-Geral de Justiça. Não esperava que o chefe maior da instituição fosse capaz de fazer declarações tão levianas, irresponsáveis. Ele chamou o sindicado e, consequentemente, todos os servidores do MPRN, de mentirosos e de desonestos.
    É muita contradição dentro de uma só instituição!
    Vejam:
    Servidores efetivos (concursados) terão apenas 6,7% de reposição salarial (prevista em lei), enquanto que os cargos comissionados terão um aumento de R$ 2.000,00, ou seja, quase 80%, conforme Projeto de Lei já enviado para a Assembleia Legislativa. Esse aumento absurdo foi promessa de campanha do PGJ, moeda para a aquisição de votos, uma vez que seus pares exigiam tal aumento para, assim, poderem exigir mais e mais dos seus assistentes, que são os verdadeiros responsáveis pelas Promotorias de Justiça.
    O Ministério Público exige a realização de concurso público em todos os municípios, em consonância com o previsto na Constituição Federal. Todavia, inexiste na instituição cargo efetivo de nível superior, na área de Direito, sendo todos cargos COMISSIONADOS!
    Atualmente, a quantidade de cargos efetivos e comissionados é praticamente a mesma. Como pode uma instituição que deve zelar pela constituição ter quase a metade de seus quadros compostos por servidores COMISSIONADOS?
    Vale registrar que está em trâmite na Assembleia Legislativa um projeto que prevê a criação de mais cargos comissionados de assistente, com uma nova nomenclatura.
    E não é só isso…
    Por trás da imagem de guardião da Constituição, são os próprios membros da instituição que maltratam os seus servidores, exigem o extrapolamento de suas atribuições, com inúmeros casos abafados e velados de assédio moral.
    Ah, não poderia deixar de falar das irregularidades nas remoções, a pedido, dos servidores. Ausência total de legalidade e de transparência!
    Quem investiga o próprio MP?! E quando um membro da instituição comete um ato de improbidade, quem investiga? E o cumprimento da jornada laboral dos membros, quem fiscaliza?
    Um membro do MP ganha um auxílio moradia de R$ 2.500,00, sem sequer residir na comarca onde atua, enquanto o servidor que trabalha com ele, na mesma comarca, com um salário infinitamente inferior, arca com todos os custos.
    Que democracia é essa que o Procurador-Geral de Justiça tanto apregoa?
    E a PAE???!!!
    O Procurador-Geral estragou a nossa comemoração sexta-feira, mesmo sem termos tantos motivos para comemorar como servidores da instituição. Esperávamos, no mínimo, RESPEITO!

    • Pedro disse:

      Esse "anônimo" deve ser um baba-ovo de ALDO, o Presidente do Sindicato.
      Quem teve a "honestidade" questionada foi o Sr. ALDO, e não os demais servidores.
      Aí agora vêm alguns "sindicalizados" descer a lenha sem sequer saber o que estão falando. Gostaria que o tal "anônimo" esclarecesse quem é que vem ganhando auxílio-moradia, já que isso sequer foi implementado. Mentira tem perna curta, rapaz…

    • Larissa disse:

      Eu estou louca para a verdade ser revelada Pedro.
      Como anônimo falou, os ofendidos foram todos os servidores efetivos que votamos e aprovamos a proposta encaminhada pelo sindsemp ao pgj, nos moldes agora discutidos, havendo todo o registro da assembleia. Além disso, Aldo é o presidente do sindicato e nos representa.
      Vcs, assistentes, q são os maiores beneficiados da atual gestão do MP, ficam nesse papel feio de querer denegrir Aldo. Muito triste. Sou servidora efetiva, sem cargo comissionado e sem gratificação. Tenho dignidade, e esta foi ferida pelas palavras do pgj na jornada.

    • SERVIDOR EFETIVO disse:

      MPRN: "FAÇA O QUE EU DIGO E NÃO O QUE EU FAÇO". Essa é a frase que melhor se adequa para essa instituição que cobra das Prefeituras e órgãos a realização de concurso público enquanto que na própria casa levanta a bandeira dos comissionados , das imoralidades institucionais muitas vezes abafadas e pretere o servidor efetivo SEMPRE. Pedro, você deve estar mais por fora do que ninguém para dizer que o Presidente do Sindicato é que deve explicações. Há documentos comprovando os fatos ditos pelo Presidente do Sindicato, provas mais que robustas

    • Anônimo disse:

      Se a falta de respeito foi com Aldo, na condição de Presidente do Sindicato, atinge a todos os servidores, toda uma classe desrespeitada por este PGJ. E os servidores estão aprendendo a ser uma classe unida, portanto exigimos consideração com nosso representante!!
      A mais pura verdade é que enquanto nos Municípios os Promotores todos os dias ajuízam ACP's tentando abolir cargos comissionados, o MPRN, que deveria dar o exemplo, vem a cada dia aumentando mais seu quadro de comissionados, inclusive buscando tercerizar vários serviços em detrimento a realização de concurso publico!
      Ocorre que os comissionados, assim como os servidores efetivos, batem ponto, e cumprem sua jornada, enquanto os membros, muitos deles, so trabalham um (quando vão) e muitas vezes so vao a PJ assinar todo o trabalho ja feito pelo seu Assistente/Assessor (DAI A IMPORTÂNCIA DE SE VALORIZAR TANTO ESSE COMISSIONADO QUE LEVA NAS COSTAS 80% DA RESPONSABILIDADE DO PROMOTOR)
      Mais nao para por ai, todos os dias os Promotores vem exigindo de órgãos públicos e privados instalações com acessibilidade a pessoa com deficiência, mas grande parte de suas sedes sao casas velhas sem o mínimo de acessibilidade! Muito coerente, né? Exigir do pobre cidadão comum algo que nao tem e nem tem quem exija!

    • Juliana Duarte disse:

      Independente de ser baba ovo ou não, a questão é que os fatos existem e são graves.

      E, ainda, independente do que aconteceu na Jornada os problemas que existem aqui são latentes e urgentes de serem solucionados.

      O que está em pauta não são as rusgas pessoais, mas sim, questões institucionais.

  7. marcus disse:

    O PGJ vive de chorar miséria pelo corte da governadora de 10% do orçamento do MP, mas concede aumento de 80% para cargos comissionados, ocupados em sua maioria por pessoas sem vínculo com a instituição!!! Enquanto isso, concede apenas o reajuste da inflação para os servidores efetivos/concursados!!

    E outra: salário dos comissionados, com o aumento, é superior ao inicial de analista (concursado de nível superior)!!

    VERGONHA!!!

    • MARCIA disse:

      É isso aí, anonimo disse exatamente tudo o que está acontecendo no MP. VERGONHA!!!!! COMISSIONADOS NO MP SÃO MAIORIA, ENQUANTO COBRAM EXONERAÇÕES NAS PREFEITURAS DE SERVIDORES SEM CONCURSO! CONTRADIÇÃO. OS PREFEITOS DO INTERIOR PRECISAM DESCOBRIR ISSO!!!!! A DEFENSORIA PÚBLICA PODERIA TAMBÉM AGIR. QUEM PODERÁ PARAR O MP/RN ? VERGONHA!!!! NÃO EXISTE NÍVEL SUPERIOR DIREITO – QUE É A ATIVIDADE FIM – CONCURSADO. SÓ COMISSIONADOS! CADÊ A ISONOMIA TÃO DEFENDIDA PELO PGJ? ISONOMIA SÓ PARA O QUE LHE CONVÉM! FEIO, VERGONHOSO!

Publicidade

Lula critica imprensa por dar destaque a fraudes em programas do governo

Lula-participa-da-cerimoniaAo participar do encerramento da 3ª Conferência Global de Combate ao Trabalho Infantil, o ex-presidente Lula criticou, nesta quinta-feira, a imprensa por dar destaque a fraudes no Bolsa Família, mas disse que está acostumado a tomar “bordoada” e tem “casco de tartaruga”. Em seu discurso, Lula saudou o ministro Manoel Dias (Trabalho), que acaba de enfrentar um escândalo de corrupção em sua pasta, como “companheiro de longa data”.

– Outro dia noticiaram a fraude em 80 carnês do Bolsa Família. Em vez de a manchete do jornal ser sobre quem clonou, foi uma crítica que tinha fraude no Bolsa Família. Se fosse um assalto a banco, a manchete ia ser: “Banco é assaltado”. Estamos acostumados a tomar bordoada, mas nós temos casco de tartaruga. Tereza (Campelo), fique com cara boa, porque essa luta nós já vencemos – disse Lula, dirigindo-se à ministra do Desenvolvimento Social.

Lula também criticou a imprensa por supostamente não dar atenção ao tema da conferência, o combate ao trabalho infantil, e se ater a temas “banais e secundários”, muitas vezes de forma “sensacionalista”:

– Quero confessar que eu tinha a impressão de que esse evento estava proibido para a imprensa porque um assunto dessa magnitude, com os resultados extraordinários conquistados por muitos países do mundo e pelo Brasil, mereceu menos atenção do que qualquer outro assunto banal do noticiário brasileiro. É uma pena que muitas vezes as coisas sérias não são tratadas com seriedade, é uma pena que as coisas banais, as coisas secundárias, sejam tratadas de forma quase sensacionalista.

Para uma plateia composta também por estrangeiros, o ex-presidente disse que, no Brasil, há preconceito em relação a políticas de transferência de renda:

– O que dá para os ricos é investimento, e para os pobres é gasto, a ponto de dizerem na minha cara que nós estávamos criando um exército de vagabundos.

O ex-presidente não quis dar entrevista:

– Minha filha, publica o que eu já falei (no discurso).

O Globo

Comentários (2) enviar comentário
  1. Rafael Vale disse:

    Achei correto o comentário de Lula, assim como achei sensacionalista o título da reportagem.
    As fraudes verificadas no bolsa família são de responsabilidade das prefeituras – responsáveis pelo cadastramento, ou das pessoas "beneficiadas" que falsificam documentos para obter o benefício, e a imprensa noticia como se a fraude fosse praticada pelo governo.

  2. paulo kasinsk disse:

    Ou seja: imprensa boa é aquela oficial, que destaca só os "feitos" do governo. Imagine você se a imprensa não fosse vigilante com esses "meninos"… ; imagine as estripulias. Cara de pau, esse cidadão. A vida desse senhor é tirar onda, debochar da cara da gente. Passarinho que se mexe muito, um dia cai do poleiro.

Publicidade

Rogério Marinho: “Omissão da Prefeitura é um crime contra Natal”

No seu quarto programa na propaganda eleitoral gratuita na TV, o candidato a prefeito de Natal Rogério Marinho (PSDB) deu foco a violência urbana, destacando o problema das drogas que envolve centenas de crianças e adolescentes em Natal. O vídeo conta com depoimentos de várias mães cobre a realidade de um viciado em drogas e o sofrimento dos familiares.

“Em dez anos, Natal conquistou o indesejável posto de capital brasileira onde mais cresceram os assassinatos de crianças e adolescentes. Um aumento de 837%. Tanta violência tem relação com as drogas, principalmente com o crack, bem como o despreparo do poder público, inclusive da Prefeitura de Natal”, disse.

De acordo com o candidato, a cidade se tornou refém de um grave problema de segurança pública. Durante o programa, Rogério apresenta propostas que serão cumpridas caso seja eleito prefeito de Natal, como o projeto Renascer, criando uma rede para tratar dependentes químicos que terá como foco o apoio família.

“A omissão é um crime contra o futuro de Natal. Vamos acabar com essa postura omissa da Prefeitura, unir esforços, juntar poder público e sociedade civil, fazer parcerias para vencer essa luta e garantir o futuro da juventude”, afirmou.

Além de disponibilizar equipes com médicos e psicólogos, o projeto Renascer terá o apoio dos postos de saúde, de equipes do PSF e dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). Os dependentes serão tratados em clínicas existentes e em centros a serem implantados nas zonas Norte e Oeste.

enviar comentário
Publicidade

Bibi Costa sobre Roberto Germano: "Não passa de um vendedor de ilusão"

O prefeito de Caicó Bibi Costa (PR) anda fazendo o que prometeu. Ele disse que não calaria sua boca com a decisão da Justiça Eleitoral de proibi-lo de falar nas emissoras de rádio da cidade. Bibi disse que vai andar de bairro em bairro mandando o povo comparar sua administração com a do candidato a prefeito Roberto Germano (PMDB).

“Eu quero que o povo dia o que ele (Roberto) fez por Caicó. O nosso adversário não passa de um vendedor de ilusão”, alfinetou Bibi que defende a candidatura a prefeito do sobrinho Hugo Marinho (PP).]

Críticas pesadas para uma campanha cheia de incógnitas. Isso é reflete uma campanha acirrada, que muito se vê no interior, mas que pouco é notada nas ruas de Natal. Há quem defenda que isso é resultado de uma campanha multipolarizada, mas, de fato, é o descrédto do povo natalense na classe política potiguar por causa do grande desgaste provocado pela gestão da prefeita Micarla de Sousa.

Postagem com informações do blog do colega Robson Pires, o “Xerife”.

enviar comentário
  1. Manoelpastor disse:

    Caro Bruno,
    Sabe como estao chamando do candidato de BIBI seu sobrinho a prefeito de Caico? MOFO.  Dizem por la que ele passou quase 10 anos para conseguir concluir o curso universitario!!!
    KKKKKKK!!!!!!!!

Publicidade

Mineiro faz críticas a gastos do Governo com base em relatório do TCE: "O governo maquiou os dados da Educação"

O deputado Fernando Mineiro-PT criticou esta tarde a prestação de contas do governo, referente ao ano passado, com base em relatório do Tribunal de Contas do Estado –TCE, que aprovou o documento com ressalvas.

Mineiro disse que o Executivo gastou mais em diárias e em publicidade do que no setor de Saúde, onde o investimento foi inferior ao exercício de 2010. Para o deputado “não falta recursos no Estado. O que falta é uma definição de prioridades”.

“De acordo com o relatório do TCE, o Estado só investiu 3,70 por cento do orçamento executado. Além do baixo rendimento no setor de Saúde, o governo maquiou os dados da Educação. É preciso que seja dada uma resposta concreta à sociedade sobre a real situação do Estado”, afirmou.

Mineiro disse ainda que foi criada uma cultura de se descumprir os planos de cargos e salários, sob a alegação de falta de recursos, quando o que se constata é a falta de definição de prioridades para os gastos do governo.

enviar comentário
Publicidade

Hermano Morais critica gestões anteriores: "O que observamos é o retrato da incompetência"

Gerir o sistema de limpeza urbana com eficiência depende de profissionalização da gestão. Hermano Morais, tem experiência administrativa e um plano estratégio eficiente para dar um novo rumo ao setor. Em visita à usina Recicla, nesta segunda (06), ele se reuniu com quase 100 colaboradores da empresa e se comprometeu em dar incentivos e regulamentar a atividade.

“O que observamos ao longo dos últimos vinte anos é o retrato da incompetência.  O quadro caótico da cidade é resultado da junção de três fatores: má gestão, pouca transparência na utilização dos recursos e fragilidade técnica. Temos a solução para isso”, ressalta.

O candidato da coligação Natal Merece Respeito, se refere ao equilíbrio entre receitas e despesas e de uma auditoria que revise os contratos firmados pela Companhia de Serviços Urbanos (Urbana) com as prestadoras de serviço. Isso sem falar na coleta seletiva, que na gestão de Hermano será ampliada para todos os bairros da cidade. Hoje, Natal só recicla 1,5% daquilo que recolhe. A usina Recicla, transforma 400 toneladas de alumínio, ferro e cabos elétricos em peças automotivas e utensílios para cozinha. “A gente poderia ajudar muito mais na reciclagem do lixo de Natal se a prefeitura tratasse o assunto com mais responsabilidade”,  frisa o empresário, Etelvino Patrício.

enviar comentário
Publicidade