Publicidade

O Futebol vai afundando e Mano Menezes fazendo a alegria de empresário na seleção

Essa reportagem está no está no Globo.com. Realmente são muitas “coincidências” nas negociações de jogadores convocados e que tem o empresário do técnico como responsável pelas carreiras deles. O Fato é que enquanto o business vai de vento em popa envolvendo a Amarelinha e seu dirigentes, o nosso futebol vai virando vergonha nacional. Segue reportagem:

A seleção brasileira está longe de agradar dentro de campo; porém, no mercado da bola, é campeã de vendas e de lucros para clubes e empresários. Nos dois anos da gestão de Mano Menezes à frente da equipe, 27 jogadores foram vendidos após serem convocados — sem contar as negociações de atletas como Lúcio e Júlio César, que mudaram de clube sem o pagamento de cifras milionárias. Transações que, somadas, movimentaram R$ 1 bilhão (em valores atuais).

No mercado verde e amarelo, que balançou na última semana com a venda de Hulk para o russo Zenit por R$ 140 milhões, o grande destaque é Carlos Leite. O empresário cuida da carreira de Mano e de cinco jogadores negociados desde agosto de 2010: Elias, Jucilei, Renan, André Santos e Romulo — o único presente no atual elenco do Brasil. As vendas e revendas dos cinco saíram por R$ 100 milhões (dados do portal Transfermarkt); e parte dessa fortuna direto para Carlos, que detém percentuais dos direitos dos jogadores.

— Desculpe, mas não vou falar sobre o assunto — respondeu Leite.

Sempre que questionado sobre a relação com Carlos Leite, Mano garante que não pensa em empresários ao convocar os atletas. Além dos cinco vendidos, Carlos Leite já emplacou, na seleção, Anderson, do Manchester United, Renato Augusto, do Bayer Leverkusen, Lucas, do Liverpool, e Cássio, do Corinthians, chamado agora para os amistosos contra África do Sul e China. Para a alegria da língua afiada de Romário, crítico ferrenho do comandante da seleção:

— Agora, o goleiro do Corinthians (Cássio), que tem seus direitos econômicos ligados a pessoas da CBF, após a convocação e alguns jogos pela seleção, se já não foi, será vendido para o Roma (Itália). Quem leva? — disparou o Baixinho.

— Isso não é um problema que me compete, não tenho nada com isso — rebate Carlos Leite sobre Romário.

Carlos Leite não é o único, contudo, que encheu os cofres com atletas da seleção. A empresa Think Ball, de um grupo de investidores, negociou com sucesso Douglas, Mariano e Jadson por, somados, R$ 26 milhões. Outros atletas, como Carlos Eduardo, que já havia sido lembrado por Dunga, fizeram lucro na gestão de Mano. Duas semanas depois de aparecer na lista para o amistoso contra os Estados Unidos, em agosto de 2010, o Rubin Kazan pagou R$ 50 milhões ao Hoffenheim pelo apoiador.

Em dois anos de seleção, Mano chamou 85 jogadores — 32% deles acabaram envolvidos em vendas.

enviar comentário
Publicidade

Presidente da CBF banca Mano e diz que é hora de calma. "Não quero mudanças"

O presidente da CBF, José Maria Marin, bancou Mano Menezes como técnico da seleção brasileira. “Não quero mudanças, é hora de serenidade”, disse o cartola neste domingo, em Estocolmo.

A seleção brasileira está na capital sueca para disputar um amistoso na quarta-feira, contra a Suécia. O jogo não vai ter o clima de festa que a CBF planejava ao marcar o amistoso.

No último sábado, a seleção brasileira perdeu a disputa da medalha de ouro na Olimpíada de Londres, ao ser derrotada pelo México por 2 a 1.

Marin também confirmou a permanência de Andres Sanchez no cargo de diretor de seleções.

“Temos que pensar na Copa das Confederações [em 2013] e na Copa do Mundo [2014]”, disse o presidente da CBF.

Folha.com

enviar comentário
  1. Renato Souza disse:

    Minha opinião é bem contrária a de muitos. Essa mania feia de trocar de técnico após uma decepção é coisa de brasileiro. Seria como desmerecer o México que trabalhou melhor no jogo da final, principalmente após um erro. Talvez o único erro de Mano Menezes foi segurar por todo o jogo a permanência de Rafael em campo. Depois do erro nos 30 segundos, o lateral direito ficou visivelmente abalado durante todo o jogo. Manter o técnico e a filosofia de jogo que tem sido trabalhada é o melhor caminho. Antes de encerrar deixo minha crítica a Rede Record, que logo após o jogo já estava querendo assinar a carteira de trabalho de Felipão como novo técnico da seleção brasileira. Seria muito injusto para Mano desenvolver todo um trabalho para outros assumir faltando apenas um ano para a Copa das Confederações.

    • Paulo Benevides disse:

      O time do Brasil nao convenceu em nenhum jogo. Vai aguardar perder mais o que pra tirar esse técnico por demais limitado.

Publicidade

Ainda não viu os convocados de Mano pros próximos amistosos? Confira!

O técnico Mano Menezes convocou nesta sexta-feira a seleção brasileira para os amistosos contra a Dinamarca (26/5), Estados Unidos (30/05), México (03/06) e Argentina (09/06). As grandes novidades da lista são as presenças do atacante Wellington Nem, do Fluminense, e do meia Giuliano, ex-Internacional e atualmente no Dnipro Dnipropetrovsk, da Ucrânia. O atacante Oscar, do Internacional, também retorna à seleção depois de voltar a jogar pelo clube gaúcho, com o fim da disputa na Justiça do Trabalho com o São Paulo.

Dezessete dos 23 jogadores convocados têm idade olímpica (os outros seis são David Luiz, Thiago Silva, Jefferson, Daniel Alves. Hulk e Marcelo). Antes de divulgar a convocação, Mano disse que a prioridade para estes amistosos seria a formação do time que tentará o ouro olímpico em Londres em julho. Para os Jogos o treinador só poderá levar 18 jogadores. Até três deles poderão ter mais do que 23 anos.

– Ao longo de um ano e quase nove meses venho convocando sempre jogadores jovens para que isso acontecesse num momento de reta final, como vai acontecer agora e, mais objetivamente, no início de julho para convocar os jogadores das Olimpíadas – dise Mano.

Confira a lista:

Goleiros:

Neto (Fiorentina)

Rafael (Santos)

Jefferson (Botafogo)

Laterais:

Alexsandro (Porto)

Daniel Alves (Barcelona)

Danilo (Porto)

Marcelo (Real Madrid)

Zagueiros:

Bruno Uvini (Tottenham)

David Luiz (Chelsea)

Juan (Inter de Milão)

Thiago Silva (Milan)

Volantes:

Casemiro (São Paulo)

Rômulo (Vasco)

Sandro (Tottenham)

Meias:

Ganso (Santos)

Giuliano (Dnipro)

Lucas (São Paulo)

Oscar (Internacional)

Atacantes:

Alexandre Pato (Milan)

Hulk (Porto)

Leandro Damião (Internacional)

Neymar (Santos)

Wellington Nem (Fluminense)

enviar comentário
Publicidade

Mano não fala em embriaguez e dá sua versão sobre abordagem policial

O técnico da seleção brasileira Mano Menezes publicou em seu site oficial uma nota esclarecendo alguns pontos da abordagem policial que supostamente lhe flagrou embriagado. Na nota, porém, o treinador não cita o item álcool.

Confira

“Na noite desta terça-feira, fui abordado numa blitz no bairro da Gávea (Rio de Janeiro), enquanto retornava de um encontro com amigos, na companhia de minha esposa. Por estar sem a Carteira Nacional de Habilitação, sofri sanções administrativas na forma de multa e perda de pontos na carteira. O documento original estava em outro automóvel. Após apresentar a cópia do documento e um condutor habilitado, meu carro foi liberado. Acima de tudo, quero ressaltar que apoio a conduta dos policiais e agentes que me abordaram na noite de ontem e concordo com as sanções estabelecidas pela lei.”

enviar comentário
Publicidade

[POLÊMICA] Mano Menezes diz que Neymar precisa jogar fora do Brasil para ganhar respeito

Em entrevista publicada pelo jornal ‘O Globo’ deste domingo, o técnico Mano Menezes afirmou que seria melhor para o Brasil e para Neymar se o jogador do Santos ficasse pelo menos um ano jogando no futebol europeu antes da Copa de 2014.

Para o comandante, seria uma forma de diminuir a exposição excessiva que o jogador tem no país, por conta dos vários compromissos publicitários que foram necessários para bancar sua permanência.

“Em relação ao ambiente dele, à coisa aconchegante, a permanência é ótima. Mas, para um desenvolvimento final, para ganhar respeito maior, seria importante passar pela Europa. Estando lá, não há a necessidade de se expor tanto”  falou Mano na entrevista.

Diante das declarações polêmicas, como retaliação, o Santos, dono do passe de Neymar, estuda não liberar o atacante para a Seleção se o compromisso coincidir com uma partida importante da Libertadores.

Os conselheiros do “Peixe”, suspeitam que a atitude de Mano tenha haver com a forte ligação do atual comandante da seleção brasileira tem com o Corinthians.

O empresário de Neymar, Wagner Ribeiro, aconselhou o santista a não se manifestar a respeito das declarações.

Nos bastidores, circula a informação de que as palavras do técnico fariam parte de uma estratégia para diminuir a influência do pai de Neymar sobre o garoto, visto que ele acompanha o filho, em regime de exceção, em todos os compromissos oficiais da seleção.

Com informações do Lance Net

enviar comentário
Publicidade

Comentarista fica louco com Mano Menezes porque ele convocou R10

http://www.youtube.com/watch?v=xCZz5PxKcxA

Comentários (3) enviar comentário
  1. Lauro Freitas disse:

    Se todo torcedor pensar como o doente do RMP, o técnico da seleção, seja ele quem for, não pode mais convocar ninguém!!!

  2. Weberton Pessoa disse:

    Poxa BG…o RMP é o MAIOR TORCEDOR QUE EXISTE NA TV BRASILEIRA!!! O cara é flamenguista assumido, dá nojo escutar os comentários desse cara.
    Ele está reclamando por causa única e exclusivamente do Flamengo. Dá raiva quando vejo esse tipo de cidadão ter espaço em uma TV (ou no rádio como acontece por aqui) sinceramente…Abraço e até mais!

Publicidade

Porque Mano Menezes não escalou Jadson?

Mano Menezes, para explicar a escalação de Jadson, no primeiro jogo contra o Paraguai, ainda na fase inicial, disse que pelo estilo de jogo do adversário, era necessário jogar com um homem a mais de armação no meio.

Foi essa a desculpa.

(mais…)

Comentários (2) enviar comentário
  1. abtussem lopes disse:

    Prezados,
    Deixem de defender Mano Menezes. Primeiro: A seleção dele é muito ruim. Sempre convocando jogadores do corinthias e de empresarios amigos dele e de Andres Sanches (presidente do corinthias), então Mano está usando a seleção para ficar ainda mais rico. O povo quer DUNGA novamente, pois, honestou, resgatou o senso de compromisso dos jogadores brasileiros.

  2. bruno disse:

    Paulinho tem sérios problemas com Mano, que realmente tem ligações com empresários de jogadores e convoca de forma estranha a seleção.

    Mas Paulinho entende pouquíssimo de futebol dentro das 4 linhas. Lucas Leiva é primeiro volante e, pelo que saiba, é o melhor nessa posição entre os brasileiros. Difícil citar outro que jogue mais que ele. Elano é um 2º volante, quase um meia. Posições totalmente diferentes.

    André Santos não é bem o lateral esquerdo que muita gente queria na seleção, inclusive eu. Marcelo, do Real Madri, é o melhor brasileiro na posição. Adriano, que Paulinho diz ser muito melhor que André Santos, é rejeitado em seu clube, o Barcelona, onde foi considerado como um péssimo investimento do clube, que, acredite, cogita contratar André Santos para seu lugar.

    Ontem, o Paraguai jogou todo recuado e pela escalação de antes do jogo todos já podiam saber disso. Não fazia sentido colocar um meia no lugar de um atacante.

    Paulinho dá mais uma bola fora.

Publicidade