Publicidade

Assembleia recebe do governador relatório dos seis primeiros meses de gestão

fa101949-cb9f-4a6e-af0a-fd302d8943ebFoto: João Gilberto

Na volta aos trabalhos legislativos, os deputados receberam esta manhã (4) o governador Robinson Faria (PSD), que foi à Casa entregar o relatório “O RN no caminho do Desenvolvimento”, referente aos seis primeiros meses de sua gestão. Robinson estava acompanhado do seu vice, Fábio Dantas (PC do B), do secretário de Planejamento, Gustavo Nogueira e da secretária chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PMDB), afirmou que apesar da autonomia entre os poderes, há uma boa relação entre o Executivo e o Legislativo e a presença do governador para falar dos desafios e avanços foi uma demonstração dessa harmonia. “Existe uma relação de amizade e sobretudo de respeito”, afirmou o presidente, acrescentando que o trabalho dos parlamentares será voltado para os temas mais importantes para a sociedade, como a seca.

O relatório do Governo está dividido em três capítulos: Prioridade, Gestão e Participação Social. Um dos índices destacados pela publicação é a redução de 14% da violência, a promoção de 1.353 policiais militares e 809 civis, a convocação de 428 professores, as obras em curso, distribuição de sementes e a retomada das obras da Barragem de Oiticica.

O governador afirmou que as medidas para reduzir despesas contribuíram com a economia de quase R$ 200 milhões em custeio. E que apesar das adversidades, o Estado está conseguindo “atravessar 2015” com tranquilidade. “Estamos trabalhando para deixar nosso Estado atraente para investidores e oferecer segurança jurídica. Temos certa tranquilidade, visto que alguns estados com arrecadação até maior do que a nossa estão com dificuldade de pagar os servidores. Mas estamos com a folha em dia, honrando nossos compromissos. Queremos continuar avançando”, disse o governador.

A entrega aconteceu na sala da presidência da Assembleia Legislativa e reuniu 21 deputados estaduais.

ALRN

enviar comentário
Publicidade

Cantor Zezo receberá título de cidadão natalense nesta quarta-feira

O cantor Zezo, que é natural de São Gonçalo do Amarante, receberá, no próximo nesta quarta-feira (5), o título de cidadão natalense, em sessão solene realizada na Câmara Municipal de Natal, às 18 horas. O título, proposto pelo vereador Ubaldo Fernandes (PMDB), foi aprovado pela Casa no dia 23 de abril deste ano. O peemedebista destacou a contribuição do artista à cultura popular em Natal.

“Zezo é uma pessoa que nasceu para cantar. É diferente de ser simplesmente um cantor, como tantos que há em nosso país. O ofício de cantar, de ser músico, artista, é, em minha opinião, uma missão, uma dádiva, simplesmente porque não escolheu ter esse dom e sim foi escolhido por Deus. Sua voz é um instrumento acústico e afinado, que canta as coisas que emocionam, e encanta as pessoas simples e de bom gosto”, justificou Ubaldo.

Histórico de Zezo

Nascido em Guanduba – comunidade que pertence ao município de São Gonçalo do Amarante no Rio Grande do Norte – em 28 de Março de 1973, José Maria Teixeira do Nascimento, que mais tarde veio a se tornar Zezo dos Teclados, era mais um jovem em busca de oportunidades quando mudou-se para a capital junto com a sua família, procurando melhores condições financeiras.

Depois de conseguir se firmar no mercado musical, Zezo hoje roda o país inteiro, levando emoção, o melhor da música romântica brasileira e o nome de nossa cidade Natal para todos. O teclado ocupa agora apenas um canto especial na sua história e foi substituído pela equipe composta por banda, técnicos especializados e dançarinos.

enviar comentário
Publicidade

Para Gilmar Mendes, petrolão mostra corrupção como ‘sistema de governo’

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes afirmou nesta terça-feira (4) que o escândalo de corrupção da Petrobras e o mensalão têm a mesma raiz e mostram a corrupção como “sistema de governo, como forma de organizar a administração pública”.

Segundo o ministro, “é chocante” que enquanto o STF investigou e condenou integrantes da cúpula do PT, políticos aliados e banqueiros por desvio de recursos públicos para compra de apoio político no Congresso durante o início do governo Lula -o caso do mensalão-, o mesmo modelo era desenvolvido na Petrobras.

A Polícia Federal prendeu nesta segunda (3) o ex-ministro José Dirceu (Casa Civil), que foi condenado no mensalão, por suposta participação nas irregularidades na estatal. De acordo com as investigações, o petista continuou a receber propina do esquema mesmo após ser condenado e preso no mensalão.

“Me parece que há uma mesma raiz para tanto o fenômeno do mensalão quanto este do chamado petrolão, e agora eletrolão, e quantos aõs venham ainda. Me parece que há uma mesma matriz, é uma forma de governar, é um modelo de governança. E isso que é problemático nessa história toda”, afirmou o ministro.

“Acho algo realmente de proporções inimagináveis. A corrupção como sistema de governo, como forma de organizar a administração, realmente é algo impensável”, completou.

Na segunda, o procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima, que integra a força-tarefa da Operação Lava Jato, já tinha afirmado que o esquema de corrupção na Petrobras utilizou o mesmo procedimento do mensalão: a compra de parlamentares para formação de apoio ao governo.

O ministro Mendes afirmou que o Ministério Público Federal “por alguma razão” não levou a frente a recomendação da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) dos Correios, que investigou o mensalão, para apurar fraudes nos fundos de pensão.

Em depoimento à Polícia Federal na Operação Lava Jato, um advogado revelou o funcionamento de um esquema de notas fiscais fajutas que permitiu, segundo ele, o pagamento de “propina na Petros”, fundo de pensão dos funcionários da Petrobras.

“A CPI recomendou, só que por alguma razão na Procuradoria isso não teve desfecho, não teve seguimento, se concentrou nesse processo, em suma, felizmente esse tema andou. Então, quando a gente fala que o mensalão ficou limitado a isso é claro que a gente sabe que se tivesse havido uma investigação talvez já se tivesse detectado essas conexões”, afirmou.

CASSAÇÃO

Vice-presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Gilmar Mendes disse que é preciso aguardar o avanço das investigações da Justiça Eleitoral sobre eventual ligação da campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff com as irregularidades da Petrobras.

“Tem depoimentos nesse sentido, mas isso vai ter que ser devidamente investigado”, disse.

O ministro, que foi relator das contas de campanha de Dilma, defendeu maior controle e fiscalização dos gastos de campanha. Ele afirmou que talvez com mais tempo para análise da prestação de contas, “talvez tivesse outros vetores nessa matéria”.

“Talvez, nós não tenhamos mais de dez servidores com maior graduação para esta área. É claro que desta feita nós buscamos ajuda, TCU, Receita Federal, Banco Central, e conseguimos ter um aporte, mas tópicos. Tivemos algum tipo de resposta. Mas é muito difícil fazer esse acompanhamento, tendo em vista os prazos de análise que temos que fazer até a data da diplomação. Se nós soubéssemos o que sabemos hoje, para ficar no pagode do Lupicínio Rodrigues, a gente talvez tivesse outros vetores nessa matéria”, disse.

Folha Press

enviar comentário
Publicidade

Em jantar anti-Dilma, Cunha acerta exclusão do PT do comando de CPIs

Apesar de ter declarado que sua boa educação o impediria de fazer um jantar “rival” na mesma noite em que a presidente Dilma Rousseff reunia seus aliados no Palácio da Alvorada, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), promoveu um encontro com a oposição e governistas na noite desta segunda-feira (3).

E, como previsto, foi uma reunião totalmente anti-Planalto. Isso apesar de contar com a presença de vários líderes de bancadas governistas, que chegaram à casa de Cunha -a cerca de 12 quilômetros do Alvorada- após deixar o jantar de Dilma.

“Tinha mais gente no jantar do Eduardo do que no da Dilma”, brincou o oposicionista Paulo Pereira da Silva (SD-SP). O encontro de segunda levou Cunha a cancelar o almoço que faria nesta terça (4) com seus aliados.

De acordo com relatos, o presidente da Câmara acertou com a oposição e com parte da base de Dilma a exclusão do PT dos postos de comando das duas CPIs que têm grande potencial de desgaste para o governo: as que vão investigar supostas irregularidades no BNDES e nos fundos de pensão.

A dos fundos será presidida pelo oposicionista DEM -Efraim Filho (PB)- e relatada por um peemedebista aliado de Cunha, Sérgio Souza (PR). A do BNDES será presidida pelo peemedebista Marcos Rotta (AM) e relatada pelo PR -Márcio Alvino (SP). O oposicionista PSDB ficará com a presidência da uma outra CPI, a de crimes cibernéticos.

Cunha é hoje adversário declarado do governo. Ele afirma haver uma dobradinha sigilosa entre o Planalto e o Ministério Público Federal para incriminá-lo na Operação Lava Jato. Adversários afirmam, entretanto, que ele usa o embate político como cortina de fumaça contra as investigações.

Cunha é apontado por dois delatores da Lava Jato como destinatário de propina do esquema de corrupção na Petrobras. Seu nome aparece também em requerimentos que, segundo esses delatores, foram usados na Câmara para achacar fornecedores da estatal.

O líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), se reuniu na manhã desta terça com Cunha para tentar contornar o estrago.

“Não tem essa de excluir o PT, é a segunda maior bancada da Casa. Quem decide é a base [governista]”, afirmou.

IMPEACHMENT

Ainda segundo participantes do encontro, o impeachment foi um tema bastante discutido. A avaliação mais consensual é a de que é preciso aguardar a recomendação do Tribunal de Contas da União sobre as contas de Dilma relativas a 2014.

Caso haja o parecer pela rejeição -o Congresso é quem dá a palavra final-, alguns defendem que Cunha autorize a tramitação do pedido de impeachment.

O peemedebista tem dado sinais de que pretende fazer isso, mas segundo participantes do encontro de segunda, ele teria anunciado um outro caminho. Ele rejeitaria o pedido de impeachment, mas a oposição recorreria ao plenário. Com isso, bastaria os votos da maioria dos presentes à sessão para reverter a decisão.

Cunha afirmou que no jantar só ouviu os comentários da oposição sobre impeachment e que não se manifestou.

Folha Press

enviar comentário
Publicidade

Governo anuncia criação de 3 mil vagas de residência para o Mais Médicos

O governo anunciou hoje (4) a criação de 3 mil vagas de residência médica, sendo a maioria oferecida a estudantes das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Desse total, 75% das bolsas serão destinadas à formação de especialistas em medicina geral de família e de comunidade. O anúncio foi feito durante cerimônia de comemoração de dois anos do Programa Mais Médicos, no Palácio do Planalto.

As bolsas serão financiadas pelos ministérios da Saúde e da Educação. A meta do governo é criar, até 2018, 11,5 mil novas vagas de graduação em medicina e 12,4 mil vagas de residência para formação de médicos em áreas prioritárias para o Sistema Único de Saúde (SUS). Com o anúncio, o programa chega a 62% da meta de novas vagas de residência.

Também foi anunciada nesta terça-feira a contratação de 880 professores para lecionar nas universidades federais que abriram novas vagas nos cursos de medicina ou criaram faculdades na área, após a criação do programa.

Presente na cerimônia, o ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, falou sobre os rigorosos critérios para abertura dos cursos de medicina no país e lembrou que os estudantes deverão cursar pelo menos 30% da parte prática do curso, na área de atenção básica e serviços de urgência e emergência do SUS.

Ele disse que foram lançadas diretrizes para orientar as relações entre escolas de medicina e gestões locais e estaduais para garantir a qualidade das atividades práticas de ensino executadas nos serviços de saúde.

Um decreto assinado pela presidenta Dilma Rousseff durante a cerimônia vai regulamentar o Cadastro Nacional de Especialistas, com informações de médicos de todo o país. O objetivo, segundo o Ministério da Saúde, é melhorar o planejamento para distribuição de especialistas pelo país.

Balanço

Criado em 2013 para levar médicos a regiões distantes e periferias, o programa foi alvo de polêmica e resistência dos profissionais de saúde, principalmente pela possibilidade de contratação de médicos estrangeiros. Em dois anos, de acordo com o Ministério da Saúde, 18.240 médicos foram contratados para trabalhar em 4.058 municípios e cerca de 30 distritos indígenas, beneficiando um total de 63 milhões de pessoas. “É a primeira vez que temos todos os distritos indígenas com acesso a equipes de saúde.

Na avaliação do ministro da Saúde, Arthur Chioro, o programa reverteu um déficit histórico de atenção à saúde em algumas áreas do país. “Ao longo de 27 anos do SUS, o atendimento estava comprometido pois não tínhamos médicos para o atendimento básico. Hoje temos o direito à atenção básica garantido a todos os brasileiros e brasileiras”, disse. “É um programa que veio para mudar a qualidade [do atendimento] e o acesso da população brasileira à saúde”, acrescentou.

Pesquisa encomendada pelo ministério ao Grupo de Opinião Pública da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) mostra que a nota média dos usuários para o programa é 9. De acordo com o levantamento, a maioria dos pacientes beneficiados pelo programa são mulheres (80%), com filhos e renda de até dois salários mínimos. Cerca de 40% recebem o Bolsa Família.

Em um relatório de avaliação dos dois anos do Mais Médicos, o Tribunal de Contas da União (TCU) reconheceu avanços, mas apontou falhas na execução do programa. Para o TCU, foram detectadas falhas na distribuição dos médicos e 26% dos municípios carentes ainda não foram atendidos pelo Mais Médicos.

Os profissionais inscritos no programa recebem R$ 10,5 mil por mês, pagos pelo governo federal.

Agência Brasil

enviar comentário
Publicidade

FOTOS: Sethas e Casa do Estudante assinam TAC

DSC_0104 DSC_0095Fotos: Anderson Santos

O Governo do Estado, através da Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas), começará a fornecer alimentação para as duas casas dos estudantes de Natal, masculina e feminina. Na tarde desta terça-feira (4) foi assinado o Termo de Ajustamento de Conduta, elaborado pelo Ministério Público, que oficializa também, dentre outros itens, a manutenção dos prédios.

Assinaram o TAC a secretária da Sethas, Julianne Faria, o promotor de Justiça, Jann Polacek Melo Cardoso, e os presidentes das casas masculina e feminina, Jorge Danilo da Silva e Rafaela Carla Rocha, respectivamente. “A partir de agora vamos dar um impulso à instituição porque é necessário. Isso estava como uma bola de neve. Há muito tempo sem receber fornecimento de alimentação, a última vez tem cerca de um ano, e a situação só piorando”, explicou Jorge Danilo.

Ele explicou que a instituição se negou a assinar o TAC nas duas datas marcadas anteriormente porque o documento não contemplava o jantar e nem vigilância. “Mas conseguimos que o promotor incluísse um guarda, então resolvemos assinar”, disse o presidente da Casa do Estudante masculina.

Segundo Julianne Faria, a instituição é privada, portanto, precisava legalizar documentação e personalidade jurídica para poder conveniar com a Sethas. “Agora com a assinatura do TAC, podemos fazer o fornecimento da alimentação, de material de limpeza e tudo o que foi estipulado pelo Ministério Público, sem incorrermos em improbidade administrativa. Porque não é possível um órgão público utilizar recursos para fornecer a uma instituição privada sem a documentação necessária”, enfatizou a titular da Sethas.

De acordo com o TAC, a secretaria será responsável pela manutenção das sedes, promovendo as reformas necessárias, fornecerá café da manhã e almoço, material de limpeza, além de um auxiliar de serviços gerais e porteiro para exercer o controle de entrada e saída de pessoas.

 

enviar comentário
Publicidade

No ‘Roda Viva’, Ronaldo Caiado chama esquerda de corrupta e defende novas eleições

O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) disse no programa “Roda Viva”, da TV Cultura, nesta segunda-feira (3), que a esquerda que chegou ao poder no Brasil antes “evocava a ética, a moralidade e a dignidade” e agora traz significados como “corrupção e assalto à máquina pública”, em alusão às suspeitas de responsabilidade do governo petista nas denúncias da CPI da Petrobras e da Operação Lava Jato. ASSISTA AQUI

Em suas respostas, Caiado reafirmou diversas vezes que a atual estrutura do Executivo tem a corrupção em seu cerne e, por isso, defende a renúncia da presidente Dilma Rousseff e a convocação imediata de novas eleições. “Não adianta o governo querer fazer acordo [com os parlamentares] porque não tem sustentação”, disse. Para Caiado, o país sairia da crise em 10 meses se o PT deixasse o governo.

Dilma Rousseff não está sendo investigada pela operação Lava Jato, mas delatores do esquema indicam que parte das doações legalmente feitas por empreiteiras ao PT teria origem no superfaturamento de contratos dessas empresas com a Petrobras. Uma eventual rejeição das contas de Dilma poderia abrir o caminho para a sua cassação.

Caiado também acredita que haja crime de responsabilidade contra o governo em função do TCU (Tribunal de Contas da União) ter apontado, em abril, crime nas manobras fiscais realizadas pelo Tesouro com dinheiro de bancos públicos federais. As “pedaladas fiscais” surgiram como forma de reduzir o deficit do governo e são outra motivação para a oposição pedir o impeachment da presidente.

Elogio a Aécio, crítica a Lula

No “Roda Viva”, Caiado ainda classificou o senador e ex-candidato a presidente Aécio Neves (PSDB-MG) como um nome “altamente competitivo” para assumir a presidência e confirmou presença nas manifestações contra o governo marcadas para o dia 16 de agosto.

O senador também reforçou seus ataques ao ex-presidente Lula, a quem chamou recentemente de “bandido frouxo”. Em resposta, o petista entrou no STF (Supremo Tribunal Federal) com um pedido de queixa-crime contra Caiado.

Questionado se com essa postura Caiado não contribui com a elevação da “cultura de ódio” que vem polarizando a discussão política no país, o democrata disse que “foi o PT quem começou isso [essa polarização], de pobres contra ricos, de nordestinos contra sulistas”.

Quando perguntado se os presidentes do Senado e da Câmara, respectivamente Renan Calheiros (PMDB-AL) e Eduardo Cunha (PMDB-RJ), também não deveriam renunciar aos cargos por ambos estarem citados nas investigações da Lava Jato, Caiado disse que “a legislação não prevê isso. Se foram citados, cada um terá a responsabilidade de responder juridicamente. Com o PT, a corrupção é um projeto de poder. Não vamos perder o foco”, afirmou.

UOL

enviar comentário
Publicidade

Justiça defere liminar em ação da OAB/RN contra captação de clientes

Em Ação Ordinária ajuizada pela OAB do Rio Grande do Norte, a juíza federal da 4ª Vara, Gisele Maria da Silva Araújo Leite, deferiu nesta segunda (03) pedido de antecipação dos efeitos da tutela de mérito contra a empresa M. M. FILHOS – ADVOGADOS ASSOCIADOS, por seus representantes Manoel Matias Filho e Carolina de Souza Matias, para que a mesma abstenha-se de realizar publicidade de seus serviços advocatícios em desconformidade com a Lei n.º 8.906/94 e com o Código de Ética e Disciplina da OAB, e retire do ar todo o material de publicidade que faça referência a seus serviços advocatícios, seja em rádio ou na internet, adequando o conteúdo divulgado no portal www.coisapublica.org.br, relativo à advocacia e “locais de atendimento”, e adequando os endereços eletrônicos www.advocacialogica.adv.br e www.chronos.adv.br aos ditames da referida legislação.

A OAB/RN ajuizou ação postulando a suspensão da publicidade dos serviços que vise à prática de captação de clientes, considerada irregular. A Seccional recebeu diversos pedidos de providências contra a sociedade de advogados que é acusada de captação agressiva e ilegal de clientela, com publicidade fora dos padrões estabelecidos. A sociedade tem se utilizado do site www.coisapublica.org, supostamente de utilidade pública, tendo em vista as abas denominadas de “Portal do Governo”, “Biblioteca da Presidência”, “Imprensa Nacional”, entre outras, para, na verdade, fazer publicidade de seus serviços profissionais, pois, naquela página na internet, indica seu escritório de advocacia e de seu parceiro, Logos Advocacia Lógica e Chronos Advocacia Lógica, para consulta acerca da matéria jurídica versada.

Conforme a assessoria jurídica da OAB/RN, a propaganda irregular estava orientando os professores aposentados a buscarem o dito endereço eletrônico da ‘Coisa pública’, direcionando-os em seguida para os endereços eletrônicos dos escritórios ‘Logos Advocacia Lógica’ e ‘Chronos Advocacia Lógica’, mencionando inclusive o telefone do suposto portal de informações, que é o mesmo cadastrado na Seccional como pertencente da sociedade advocatícia. Também estava realizando publicidade em rádio, veiculada na CBN Natal (AM 1.190), mediante anúncio no qual indicava o referido endereço eletrônico (www.coisapublica.org) como site de utilidade pública, induzindo a erro os interessados e ampliando a captação irregular de clientes, bem como fornecia o telefone do próprio escritório para contato, denotando a prática irregular que se quer coibir.

De acordo com o presidente da OAB/RN, Sérgio Freire, a entidade tem combatido a propaganda irregular. “A decisão judicial demonstra que estamos atentos a todo e qualquer método ilegal de captação indevida de serviços inerentes à advocacia”, afirma.

enviar comentário
Publicidade

PLANO DE CARREIRA: Sesed se reúne com associações de policiais e bombeiros militares

IMG_8299No começo da tarde desta terça-feira, 04, a secretária de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social, Kalina Leite, e os Comandantes Gerais da Polícia Militar, Coronel Ângelo Dantas, e do Corpo de Bombeiros Militar, Coronel Otto Ricardo, estiveram reunidos com as associações de policiais e bombeiros militares para tratar sobre plano de carreira dos Militares Estaduais.

Recentemente as entidades representativas da PM e BM protocolaram na governadoria uma pauta de reivindicações que incluiu o ajuste dos níveis do subsídio, a remuneração de acordo com a graduação e promoção ex-ofício.

Durante a reunião, a secretária Kalina Leite e os Comandantes das Corporações demonstraram solidariedade à causa das categorias e disposição para buscar alternativas visando o cumprimento dos pleitos, mesmo estando o RN no limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal.

A secretária Kalina Leite lembrou as dificuldades em que encontrou a pasta e destacou o empenho da gestão em priorizar a Segurança Pública.

“Neste período que estamos à frente da Sesed revisamos todos os convênios e contratos da Secretaria para reaplicar investimentos nas corporações, ampliamos recursos para o pagamento das diárias operacionais e já promovemos mais de 1.350 militares estaduais, no que já é considerada a maior promoção da história do RN. Isso demonstra o inequívoco compromisso da atual gestão em tratar a segurança pública como prioridade. Acreditamos que por meio da união de todos e da coalizão de esforços será possível a construção de um cenário mais promissor para a segurança pública do RN num futuro próximo”, disse Kalina Leite.

No encontro ficou estabelecido o prazo de 10 dias para que a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros apresentem as planilhas financeiras que demonstrem os impactos orçamentários para o cumprimento das demandas apresentadas pelas associações. Com essa análise detalhada, a Sesed voltará a se reunir com os militares quando deverá apresentar um cronograma para a efetivação das propostas.

“Defender os interesses dos agentes de segurança pública é também nossa missão. Permaneceremos empreendendo esforços para melhorar as condições de trabalho dos nossos agentes de segurança, pois entendemos que para alcançarmos um bom resultado na segurança pública precisamos, prioritariamente, garantir o reconhecimento dos direitos dos policiais e dos bombeiros”, disse Kalina Leite.

enviar comentário
Publicidade

Empresa testa refletores do Parque Poliesportivo da UFRN

155028a01a267982168f061d672ddEmpresa testa refletores do Parque Poliesportivo da UFRN. ASCOM/Cícero Oliveira

A Superintendência de Infraestrutura (SIN) informa que as lâmpadas dos quatro refletores do Parque Poliesportivo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) permanecem acesas durante o dia e à noite porque estão passando por um período de teste elétrico, realizado pela empresa executora da obra.

A fase de testes consta das exigências técnicas presentes no contrato firmado entre a universidade e a contratada. Segundo a superintendente Virgínia Maria Dantas de Araújo, durante essa fase o ônus com a iluminação é de responsabilidade da prestadora de serviço.

A Superintendência de Infraestrutura da UFRN aguarda o recebimento da obra ainda neste mês de agosto.

Com informações da UFRN

enviar comentário
Publicidade

Roteador ‘aranha’ ultrarrápido da D-Link chega ao Brasil por R$ 2,3 mil

20150804104835_660_420A D-link realizou nesta terça-feira, 4, um evento em São Paulo para apresentar seus novos produtos para o Brasil, incluindo um novo conceito de roteadores com visual arrojado (para não dizer esquisito). O destaque vai para o modelo AC3200 Ultra Wi-Fi DIR-890L, que, segundo a empresa, é o mais rápido do país.

O aparelho foi revelado em janeiro deste ano na CES e se destacou pelo visual, mas também por ser extremamente veloz. O roteador consegue atingir a velocidade de 3,2 Gbps na transferência de dados, usando três bandas de Wi-Fi. A banda de 2,4 GHz chega a transmitir 600 Mbps, enquanto as outras duas, de 5 GHz, chegam a 1,3 Gbps cada.

O modelo em questão deve se tornar o top de linha da D-Link no Brasil, mas não é o que a empresa tem de melhor. Em janeiro, ela também revelou outro aparelho da nova linha que chegava à velocidade de transferência de até 5,3 Gbps. Além da velocidade, uma diferença entre os dois aparelhos é que o modelo mais rápido tem oito antenas contra “apenas” seis do 890L.

Essa velocidade tem um preço, no entanto, com o qual a maioria não será capaz de arcar. O produto chega às prateleiras brasileiras com o preço sugerido de R$ 2,3 mil.

A empresa diz que o produto é voltado principalmente para quem tem que conectar muitos dispositivos ao mesmo tempo, sportando até 35 conexões simultâneas. Por isso, ele é recomendado para pequenas empresas e para o máximo desempenho em jogos online, sendo, inclusive, usado pela equipe brasileira de e-Sports Keyd Stars

Desempenho e preço à parte, não é possível deixar de observar seu design. O visual chama a atenção, pelo fato de parecerem com drones, o que a própria empresa reconhece, observando que ele já foi chamado também de “aranha”, “nave espacial” e “extraterrestre”. Infelizmente eles não são capazes de flutuar pela casa para levar o melhor sinal Wi-Fi para onde o usuário necessitar. Já pensou?

Olhar Digital, UOL

enviar comentário
Publicidade

Assembleia Legislativa expõe mostra fotográfica “Caminhos do Sertão”

e8ad8540-b7a3-494a-bbc2-8e91801b0a82Foto: João Gilberto

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte expõe a partir desta terça-feira (4) a mostra fotográfica “Caminhos do Sertão”, de Ney Douglas Marques, repórter fotográfico. A mostra acontece até o dia 14 de agosto, das 8h às 15h, no salão nobre da instituição.

Para o presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira (PMDB), esse é um momento de aplausos para o artista Ney Douglas. “A Casa Legislativa abre suas portas para incentivar os artistas locais. Por aqui já se passaram diversas exposições de artesanato, fotógrafos e pintores e hoje a Casa é presenteada pelos olhos da lente desse profissional, que em uma caminhada de vários quilômetros dá oportunidade para as pessoas conhecerem a realidade do interior do Rio Grande do Norte”, disse Ezequiel.

Durante os onze dias em que trilhou o extenso caminho, o fotográfico registrou a realidade do interior potiguar em mais de 3 mil imagens, buscando a beleza e o sentimento do sertão. A exposição é resultado dos 277 quilômetros percorridos a pé por Ney em uma viajem de Macaíba à Campo Grande, cidade natal dos pais do repórter fotográfico.

“A ideia surgiu em um momento delicado da minha vida e a busca por imagens e respostas tinha um destino certo, a cidade de Campo Grande, onde está enraizada grande parte de minha família. Além de imagens, captei a paz de um andarilho, além de resgatar valores da humanidade”, disse Ney.

enviar comentário
Publicidade