O que os astros reservam para as eleições? Místicos dão suas previsões

A cada divulgação das pesquisas de Ibope e Datafolha, um novo resultado pela liderança na acirradíssima corrida pelo posto de presidente da República, disputado pela candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB). Paralelamente aos dados oficiais, há pessoas que usam diferentes poderes místicos para tentar prever quem vai chegar ao mais alto cargo político do país. Consultamos especialistas em tarô, astrologia, búzios e numerologia para conhecer suas apostas para o resultado nas urnas no segundo turno, que acontece neste domingo, além de análises sobre como anda o pensamento do eleitor e a situação política do Brasil nos próximos anos.

Taróloga Adriana Kastrup:

Aécio ou Dilma: “Fiz um estudo grande das eleições desde o início. Aécio sempre apareceu como o vencedor. Fiquei até confusa, porque, mesmo depois do acidente de Eduardo Campos e da subida de Marina, ele ainda aparecia como favorito. O jogo dele é o melhor, com cartas do sol, a força, a estrela e o enamorado, que é uma carta de concórdia, tanto que no segundo turno ele recebeu apoios de partidos e candidatos de vários segmentos. Ele vai se cercar de pessoas populares, conhecidas. Dilma tem um jogo com elementos de mais desafios. Talvez por isso alguns interpretem que ela vai ganhar. Os desafios, para mim, já são a campanha. Ela tem muitas qualidades, mas não é uma oradora. O maior desafio dela é falar em público. Ela tem um jogo pesado, com cartas como o eremita, o diabo, a torre, a roda da fortuna. É um jogo de pausa”.

Contexto astral: “Independentemente de quem seja eleito, 2015 será um ano de recessão, desemprego, escassez material, com muitos desafios. Mas vai ser o último ano ruim do bloco de seis anos, cuja conjuntura astral é semelhante a que tínhamos na época da Segunda Guerra Mundial. Essa conjuntura influencia também na campanha, por isso estamos tendo debates tão agressivos, porque é uma época de ataques e perseguições”.

Eleitores: “Os eleitores também estão afetados por essa energia de rejeição. A eleição está pautada mais pelo não do que pelo sim: quem não vai ganhar. Não será a vitória de Aécio, mas a derrota do PT”.

Eduardo Campos: “No jogo dele não aparecia nada. As cartas eram inconsistentes, mas sempre aparecia o ceifador. Interpretei como se ele fosse passar despercebido, mas depois veio o acidente e entendi”.

Marina Silva: “Ela nunca teve um perfil astral de presidente, sempre aparece bem-sucedida como senadora, ministra. Ela vai ser contemplada no governo de Aécio com alguma função de meio ambiente”.

Astróloga Márcia Mattos:

O país nas eleições: “Analisando o mapa astral do Brasil, baseado na data da Independência de 7 de setembro de 1822, percebi dois fenômenos. O primeiro é Mercúrio retrógrado de 4 a 26 de outubro, que influencia as pessoas a mudarem de ideia. Por isso, as pesquisas têm variado tanto, com revezamento de Aécio e Dilma em primeiro lugar. Até o domingo ainda haverá oscilação entre os indecisos, especialmente daqueles que votaram em Marina no primeiro turno, ora tendendo para Aécio ora para Dilma. O segundo fenômeno é que o segundo turno acontece entre dois eclipses, que costuma inverter tendências, não favorece a clareza e vai provocar uma onda obscura sobre o candidato que perder, saindo de evidência. A pessoa não só perde a eleição, como cai no esquecimento.

Coincidência astral de 28 anos atrás: “Ainda há a presença de Saturno no meio do céu do Brasil. Essa, aliás, era a mesma posição do céu no mapa do Brasil há 28 anos, quando houve o fim da ditadura e Tancredo Neves foi eleito. Acho que essa conjuntura astral, que significa fechamento de ciclos, pode beneficiar Aécio, que, por coincidência, é neto de Tancredo. Agora também indicaria um fechamento do ciclo de um governo que está há 12 anos na Presidência. Mas se Aécio vencer, não é exatamente uma vitória dele. É a saturação do governo atual”.

Marina: “Saturno, que está no meio do céu do mapa do Brasil, não gosta de novatos ou aventureiros, por isso Marina não foi para o segundo turno. Essa conjuntura classifica quem tem mais bagagem e ela traria um governo mais experimental”.

Jogador de búzios e vidente Mago

Aécio ou Dilma: “Desde o fim da Copa do Mundo, prevejo que tudo irá se manter como está. É a filha de Iansã com Ogum, dona Dilma Rousseff, quem irá se eleger. Ela tem força, tem coragem, é uma guerreira. O povo sente essa força e está com ela. Aécio terá a sua oportunidade, mas não será agora. Mais para frente, depois do Lula substituir a Dilma, é que ele terá a sua chance”.

Contexto astral: “Esse ano é um ano difícil, mas ano que vem os caminhos serão reabertos. Esse período de provações irá se estender para o início do ano que vem, mas depois melhora e ela colherá os louros. A disputa está acirrada porque o povo quer melhora, o que irá acontecer”.

Eleitores: “Eles estão mais afetados por essa energia de mudança, de melhora, que conseguiram e querem mais”.

Eduardo Campos: “Em momento algum do jogo acusou ele”.

Marina Silva: “O jogo mostrava que ela não estava preparada, que se corrompe com grande facilidade, muda de ideia e de partido com muita facilidade. Não deu Marina porque acusa no jogo que ela não está pronta para ser presidente”.

Numeróloga Cecília Garotti

Aécio ou Dilma: “O cenário está todo propício para a vitória de Aécio porque, para Dilma, 2015 é o momento de reclusão, que requer uma maior introspecção, atenção com a família, que será um ano muito complicado para ela. Já Aécio estará no ano 3, que mostra uma força para coalizão, para formar alianças. Mais que isso, o mapa dele evidencia ser um cara iluminado, que acredita no que diz, que pode fazer o melhor e realizar as mudanças e que está aberto a conversas”.

Contexto astral: “O momento do Brasil em 2015 é o número 6, ou seja, um número familiar, de comunidades, grupos. Será necessário fazer alianças, sobretudo com os vizinhos mais próximos. É um momento antagônico ao que o mundo vive, representado pelo número 8, muito apegado ao dinheiro, ao material, pouco atento às questões sociais”.

Eleitores: “Sente-se uma efusão de sentimentos, de ansiedades, fruto de um desejo de mudança. Por isso esse embate acirrado. Eles querem mais melhorias, melhor qualidade de vida, maior atenção. Estão na luta pelos seus direitos e a conjuntura aponta que podem ir novamente às ruas fazer exigências. Quem governar, tem de ter capacidade de manobra, de diálogo”.

Marina Silva: “Não era o ano dela. O jogo estava tão inclinado para o Aécio que não havia como”.

O Globo

Semsur informa cancelamento das feiras livres durante as eleições

Feira-LivreNatal, 24 de Outubro de 2014 – A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, SEMSUR informa que neste domingo (26) as Feiras de Cidade da Esperança, Felipe Camarão, Gramoré, Lagoa Seca, Mãe Luiza, Nova Natal, Nova República, Pirangi e Quintas serão suspensas devido ao pleito eleitoral. As atividades das referidas feiras serão retomadas normalmente no próximo domingo dia, 02.

A suspensão das atividades da Feira livre foi acordada com os feirantes e donos de bancas, publicada no Diário Oficial.

Brasileiro troca futebol por musculação, aponta estudo

O brasileiro está trocando o futebol por musculação, mostra pesquisa encomendada pelo Ministério da Saúde e divulgada nesta sexta-feira. O trabalho indica que, embora o esporte continue sendo a atividade física preferida entre o grupo masculino, a prática está em queda. Há oito anos, 35% dos entrevistados diziam jogar bola regularmente. Em 2013, esse índice caiu para 26,75%.

Em contrapartida, a musculação ganha espaço. Em 2013, 18,46% do grupo masculino entrevistado dizia praticar musculação. Em 2006, eram 13,43%. “Há algumas hipóteses para a mudança”, disse a diretora de Vigilância e Promoção da Saúde do Ministério da Saúde, Deborah Malta. A preferência pode ser reflexo do maior interesse da população brasileira em praticar atividades físicas. “Academias tornaram-se mais acessíveis, estão em toda parte, têm horários flexíveis, o que pode facilitar a prática, porque se encaixa na rotina de vida”, completou. “O futebol está mais relacionado a um evento social. Exige maior preparação: reunir o grupo, encontrar espaço para prática.”

A pesquisa mostra que, de forma geral, o brasileiro tem se exercitado mais. “É uma ótima notícia. Não é fácil você tirar pessoas da inatividade”, disse. De acordo com o trabalho, 33,8% da população pratica regulamente algum tipo de atividade, o que representa 12,6% a mais do que o identificado há cinco anos. O aumento, completou Deborah, foi identificado em ambos os sexos, entre todos os níveis de escolaridade no grupo de 18 a 65 anos. “Entre pessoas acima deixa faixa etária, os números não aumentaram”, conta.

A pesquisa confirmou a grande diferença ainda existente na prevalência da atividade física entre homens e mulheres. No grupo masculino, 41% disseram praticar regularmente algum tipo de atividade. Já entre as mulheres ouvidas, o porcentual foi de 27,4%. “Há uma questão cultural. Meninos ganham como primeiro presente uma bola. Meninas, uma boneca. É preciso estimular a prática de atividades e nada melhor do que a escola para isso”, completou.

Entre mulheres, a musculação também ganhou espaço. Saiu de 11 88% em 2006 para 19,56% para 2013. Apesar da crescente participação da musculação, a pesquisa mostrou que a caminhada continua sendo o exercício mais frequente entre brasileiros: 33 79% dos entrevistados dizem fazer caminhadas. Em 2006, o indicador era 10% maior. “A caminhada é geralmente a primeira atividade física que a população escolhe. Mas há alguns fatores, como temperaturas muito altas ou baixas, aclives que acabam dificultando a prática regular”, disse Deborah.

Batizado de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), o estudo foi feito por meio de entrevistas telefônicas com 53 mil pessoas maiores de 18 anos, nas 26 capitais e no Distrito Federal.

fonte: Estadão Conteúdo

EITA: Facebook lança aplicativo com chat anônimo

imagem.phpO Facebook anunciou nesta quinta-feira, 23, um novo aplicativo chamado Rooms, que permitirá que seus usuários conversem entre si de forma anônima. O app é diretamente inspirado nas clássicas salas de bate-papo, tão populares no final dos anos 1990 e início dos anos 2000.

O aplicativo não utilizará um login no Facebook, nem qualquer outro tipo de conta que permita sua identificação. O serviço permitirá que sejam encontradas salas com temas específicos para troca de ideias, relembrando os saudosos tempos de Bate-Papo do UOL.

O gerente de produto Josh Miller confirma que a inspiração veio diretamente desta época mais clássica da internet, que, segundo ele, é uma experiência que ainda não foi recriada na era dos smartphones.

Diferente do Secret, aplicativo que causou polêmica no Brasil, o serviço não tem o objetivo de fazer com que seus usuários conversem com amigos. O objetivo é reunir pessoas que tenham um interesse em comum para que eles discutam de forma anônima.

As salas podem ser criadas pelos próprios usuários, com qualquer tema. No entanto, elas requerem um convite para participação. Para entrar em uma nova, a pessoa precisa receber um QR code que pode ser publicado em qualquer lugar da internet ou, quem sabe, impresso e colado em algum lugar fora da internet. Tirando uma foto do código, o aplicativo reconhece a sala, e o usuário passa a ter acesso a ela.

O app chegou nesta quinta-feira à App Store, e é uma exclusividade do iOS, pelo menos até o momento. Outra limitação imposta pelo Facebook é que ele será disponibilizado apenas nos EUA, Reino Unido e outros países de língua inglesa.

Olhar Digital – UOL

Orquestra Sinfônica do RN realiza concerto com atração internacional nesta segunda

Concerto didático popular de outubro da Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte traz novidades. A orquestra contará com um solista convidado internacional, o maestro, professor e instrumentista Larry Leung (China/EUA), especialista no instrumento Guzheng, jamais tocado em uma orquestra no Brasil. Apresentação acontece nessa segunda-feira (27), às 16h, em evento gratuito e aberto ao público na Cidade da Criança.

Sob o comando do Maestro Linus Lerner, a orquestra apresentará peças populares do repertório erudito, música popular brasileira e ritmos nordestinos. A playlist  inclui a Suíte Carmen de Georges Bizet e passa por canções famosas de Tom Jobim, Luiz Gonzaga, Maestro Duda, entre outros. No momento principal da apresentação, Larry Leung fará o solo da peça para Guzheng e Orquestra “Borboletas Amantes” (Zhanhao, He & Gan, Chen).

O objetivo do projeto de concertos didáticos, além da propagação da música e cultura, é a formação de um novo público no estado, buscando despertar o interesse pela música orquestral a partir da explicação do funcionamento da orquestra e seus instrumentos.

O concerto didático ocorre na Cidade da Criança, mas a vinda do maestro Larry Leung é em especial para participar do concerto mensal da OSRN pelo projeto Quintas Clássicas, marcada para o próximo dia 30/10. O projeto ocorre a cada última quinta-feira do mês, tem apoio do Governo do Estado, através da Secretária de Cultura, e promovido pelo Morada da Paz, por meio da lei de incentivo Djalma Maranhão da Prefeitura de Natal, e pela Cosern, por meio da lei de incentivo Câmara Cascudo.

O Instrumento Guzheng

Esta será a primeira vez que o instrumento é tocado em um concerto oficial de orquestra sinfônica no Brasil. O guzheng ou Gu Zheng é uma espécie de cítara chinesa. Tem em média 26 ou mais cordas e pontes móveis. O guzheng é o ancestral de diversas cítaras asiáticas, como a japonesa koto, o mongol yatga, a gayageum da Coréia, e o vietnamita Djan tranh. No instrumento, pode-se usar técnicas comumente usadas em outros instrumentos de cordas, como o vibratto, friccionando as cordas a esquerda das pontes. O instrumento é tocado com plectros, espécies de palhetas, parecidas com unhas postiças normalmente com a ponta arredondada.

Serviço

Concerto Didático Popular oficial da Orquestra Sinfônica do RN – Dia 27 de outubro, 16h, Cidade da Criança. Entrada franca. Tel.: (84) 3232-2321 / (84) 8137-2047

DENÚNCIA VEJA REPERCUTE – (FOLHA DE SP E O GLOBO): Doleiro diz que Lula e Dilma sabiam de corrupção na Petrobras

DESTAQUE FOLHA DE SÃO PAULO:

O doleiro Alberto Youssef, preso desde março em Curitiba, teria dito em depoimento à Polícia Federal e ao Ministério Público Federal que a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula tinham conhecimento do esquema de desvio de recursos na Petrobras, de acordo com reportagem publicada pela “Veja”.

Segundo a revista, o doleiro -que fez um acordo de delação premiada com as autoridades para tentar reduzir as penas a que está sujeito pela participação no esquema- disse na terça-feira ao delegado que presidia o interrogatório que o Planalto sabia de tudo que acontecia na estatal. “Mas quem no Planalto?”, teria perguntado o delegado, de acordo com o relato da revista. “Lula e Dilma”, teria respondido Youssef.

Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, havia revelado em depoimento ao Judiciário que 3% do valor dos contratos da estatal com empreiteiras eram divididos entre o PT, o PMDB e o PP -partidos responsáveis pelas indicações dos membros da diretoria.

No dia 17 deste mês, a Folha de S.Paulo informou que Costa, no seu acordo de delação premiada (esse já homologado, ao contrário do de Youssef), informou que o então presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra, recebeu R$ 10 milhões para esvaziar uma CPI que investigava a estatal, em 2009.

DESTAQUE O GLOBO

Em depoimento à Polícia Federal e ao Ministério Público em Curitiba, segundo a revista “Veja”, o doleiro Alberto Youssef teria dito que a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva “sabiam de tudo” sobre o esquema de corrupção na Petrobras. Ainda conforme a revista, que antecipou, nesta quinta-feira à noite, trecho da reportagem a ser divulgada nesta sexta-feira na íntegra, a revelação teria sido feita por Youssef na última terça-feira.

Perguntado sobre o nível de comprometimento de autoridades no esquema de corrupção na Petrobras, o doleiro teria afirmado:

— O Planalto sabia de tudo!

Perguntado pelo delegado que colhia o depoimento a quem ele se referia, Youssef teria respondido:

— Lula e Dilma.

O advogado de Youssef, Antonio Figueiredo Basto, confirmou que o doleiro prestou depoimento à Polícia Federal de Curitiba na última terça-feira, mas disse não ter conhecimento da informação citada pela revista.

— Eu nunca ouvi nada que confirmasse isso (que Lula e Dilma sabiam do esquema de corrupção na Petrobras). Não conheço esse depoimento, não conheço o teor dele. Estou surpreso — afirmou Basto.

ADVOGADO ALERTA PARA “ESPECULAÇÃO”

Ele disse que Youssef prestou muitos depoimentos no mesmo dia e que o doleiro estava acompanhado de advogados de sua equipe.

— Conversei com todos da minha equipe e nenhum fala isso. Estamos perplexos e desconhecemos o que está acontecendo. É preciso ter cuidado porque está havendo muita especulação.

Basto também disse que a defesa não possui cópia do que foi falado por Youssef à Polícia Federal.

— Nós não temos como pegar em mãos e não ficamos com cópia de nada. Então, não nego nem confirmo se esse depoimento é verdadeiro, se essa informação foi dada ou não e se sim, em quais circunstâncias.

O depoimento citado pela revista não tem relação com os que foram prestados à 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba, cujo teor já foi divulgado anteriormente.

O doleiro está preso em Curitiba desde março e é acusado de ser um dos chefes do esquema que teria desviado cerca de R$ 10 bilhões desde 2006. Seria a primeira menção de Youssef ao nome de Dilma nas investigações. Ele já havia citado Lula em depoimento prestado à Justiça Federal no dia 8 deste mês. Na ocasião, Youssef disse que Lula teve que ceder aos políticos de partidos acusados de participar das fraudes na Petrobras e empossou Paulo Roberto Costa na diretoria de Abastecimento. Ele afirmou que “agentes políticos” ameaçaram trancar a pauta do Congresso.

— Tenho conhecimento que, para que o Paulo Roberto Costa assumisse o posto, esses agentes trancaram a pauta no Congresso por 90 dias. Na época, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ficou louco e teve de ceder e empossar Paulo Costa na diretoria de Abastecimento — afirmou, de acordo com vídeo do depoimento disponibilizado pela Justiça Federal.

O doleiro ainda disse que o PT, PMDB e PP estavam envolvidos num esquema de corrupção na Petrobras que consistia na cobrança de propinas de empreiteiras pelo tesoureiro petista João Vaccari e pelo peemedebista Fernando Soares. As obras da estatal eram escolhidas por um cartel de dez empresas, que superfaturavam os preços em algo em torno de 20%, dinheiro que era dividido para políticos e diretores da estatal.

No trecho da reportagem divulgado ontem à noite, “Veja” faz um relato da chegada de Youssef na sala para o interrogatório. “A temporada na cadeia produziu mudanças profundas em Youssef. Encarcerado desde março, o doleiro está bem mais magro, tem o rosto pálido, o cabelo raspado e não cultiva mais a barba. O estado de espírito também é outro. Antes afeito às sombras e ao silêncio, Youssef mostra desassombro para denunciar, apontar e distribuir responsabilidades na camarilha que assaltou durante quase uma década os cofres da Petrobras”, descreve a reportagem.

PEDIDO PARA ADIAR DEPOIMENTO À CPI

Youssef vai pedir à CPI da Petrobras que remarque seu depoimento, previsto para a próxima quarta-feira, para depois que seu acordo de delação premiada for homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o que não tem data marcada para acontecer. O advogado de Youssef, Antônio Figueiredo Basto, disse que o doleiro permanecerá em silêncio se o depoimento for mesmo confirmado para semana que vem.

— Meu cliente vai permanecer calado na quarta-feira. Por conta do acordo de delação premiada que ele fez com a Justiça, ele tem que permanecer em silêncio. Ele está disposto a falar à CPI, mas só depois da homologação do acordo com o STF. Por isso, é melhor que a CPI redesigne o depoimento para outra data. Até para evitar o deslocamento para Brasília, escolta e todos os gastos decorrentes da viagem — disse Basto.

Basto aguarda que o juiz federal de Curitiba, Sérgio Moro, despache seu pedido de anulação do depoimento do testa de ferro Leonardo Meirelles, diretor presidente da Labogen, no qual ele diz que Youssef tinha negócios com o PSDB.

Segundo o advogado, Youssef nega ter tido negócios com o PSDB e quer uma acareação com Meirelles para desmenti-lo. De acordo com o advogado, o juiz só deve despachar seu pedido na segunda-feira. Em depoimento de Meirelles ao juiz Moro, na última segunda-feira, o diretor do Labogen disse que Youssef fazia negócios com o PSDB e com o ex-presidente do partido Sérgio Guerra.

Ao tomar conhecimento do depoimento de Meirelles, Youssef pediu que seu advogado desmentisse a informação oficialmente.

    1 Comentário

    1. GERALDO disse:

      NEM SEMPRE SE CONSEGUE CALAR A IMPRENSA.
      AINDA TEM MUITO MAIS PODRIDÃO PARA SER REVELADA.
      A MENTIRA É A ARMA QUE O PT USA PARA MANIPULAR O POVO.
      MUDA BRASIL….
      VOLTA A CRESCER BRASIL
      VOLTA A TER DECÊNCIA MORAL E ÉTICA BRASIL
      NÃO QUEREMOS INFLAÇÃO
      NÃO QUEREMOS CORRUPÇÃO
      CHEGA DE MENTIRAS E PROMESSAS SEM REALIZAÇÃO

    VÍDEO: Neymar declara apoio a Aécio Neves após polêmica com foto alterada

     O atacante Neymar usou suas páginas nas redes sociais para declarar seu apoio a Aécio Neves, candidato do PSDB a presidência do Brasil. O vídeo foi postado pelo jogador na noite desta quinta-feira após uma “conversa” dele com sua família.

    “Geralmente, a opinião pública trata o apoio de uma personalidade como oportunismo, ou a falta dele, como alienação. Não podemos ter medo de nos posicionar. É um direto nosso e democrático de escolher um candidato. Dia 26, teremos duas opções, dois candidatos, simples assim. Votos brancos e nulos não irão mudar o país”, disse o jogador.

    “Eu vou apoiar o candidato Aécio Neves, pois me identifico muito com a proposta que ele tem para o Brasil. Mas tenham a certeza que seja qual for o resultado de domingo, continuarei à disposição do meu país e do presidente eleito pelo povo”, completou.

    1111ASSISTA AQUI

    Depois da mensagem postada por Neymar, Aécio Neves, pelo Twitter, deu boas vindas para o jogador. “Seja bem-vindo”, escreveu.

    Nesta semana, Neymar chegou a ser ligada a campanha de Dilma em uma imagem manipulada. A foto em que o jogador mostrava um cartaz para seu filho foi feita uma montagem em que declarava um suposto apoio a presidente.

    Depois da imagem viralizar, a 9ine, empresa que cuida da imagem de Neymar, soltou um comunicado informando que a imagem era falsa.

    UOL