Publicidade

De olho no marketing, time da Série B do AM confirma interesse por goleiro Bruno

O goleiro Bruno nem mal saiu da Apac de Santa Luzia, em Minas Gerais, onde cumpria pena desde 2015, e já vê seu nome circulando no mercado da bola. Um dos clubes que confirmou interesse pelo atleta, atualmente vinculado ao Montes Claros-MG, foi o Penarol-AM, equipe que disputa a Série B do Campeonato Amazonense, mas que já garantiu acesso à elite estadual.

O diretor de futebol do Leão da Velha Serpa, Sérgio Rodrigues, disse que o entusiasmo existe, mas até agora não há nada de oficial. De acordo com o dirigente, o objetivo é elevar o marketing do clube e, para isso, ”não serão medidos esforços”.
– Há cinco equipes interessadas. Aproveitamos que ele está no mercado e não vamos medir esforços para contratá-lo. Flamengo e Vasco comandam o Amazonas, e o nosso objetivo é elevar o marketing do clube. Vamos tentar contar com ele agora, que ainda não está muito valorizado – disse.

Na noite de quinta-feira, o ministro Marco Aurélio concedeu habeas corpus impetrado pela defesa do jogador, e Bruno saiu do presídio ainda nesta sexta-feira. O problema é que o habeas corpus ainda vai ser julgado pelo STF. Se for negado, Bruno terá que voltar para a prisão. Rodrigues, no entanto, não dá importância ao imbróglio.
– Ele está solto com alvará de soltura. Se arranjar um emprego, tanto no Brasil quanto no exterior, pode aceitar, desde que comunique o estado – acrescentou.

O dirigente ainda relevou as acusações de sequestro, homicídio e ocultação de cadáver contra o goleiro e disse que, assim que ele entrar em campo, a torcida voltará a amá-lo.

– O torcedor é apaixonado. Quando vê o cara dentro de campo, ele esquece. Podemos colocar 6 mil pessoas em jogos oficiais. Podemos lucrar de outras formas – finalizou.

Bruno não atua profissionalmente desde o dia 15 de junho de 2010, quando defendeu o Flamengo contra o Goiás pela Série A do Brasileiro. O goleiro foi condenado pelos crimes de assassinato e ocultação de cadáver de Eliza Samúdio e pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho. Eliza, mãe do filho do goleiro, desapareceu em 2010, aos 25 anos. Seu corpo nunca foi encontrado. Bruno foi transferido em 2015 da penitenciária de Nelson Hungria, em Contagem, para o Centro de Reintegração Social da Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (APAC), em Santa Luzia.

 

Globo Esporte

enviar comentário
Publicidade

PM emite Nota de Pesar pelo falecimento do policial alvejado durante esta sexta em um bar em Neópolis

Veja Nota abaixo:

A Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte vem a público externar a consternação pelo falecimento ocorrido na tarde deste sábado (25) do Cabo da Polícia Militar Edmilson Nascimento de Oliveira Júnior que teve sua vida ceifada durante uma ação de criminosos na zona sul de Natal.

Segundo populares meliantes chegaram no bar do Xéxeu em um táxi e quatro anunciaram o assalto de armas nas mãos, nesse momento o policial que estava no local e presenciou a cena tentou avisar a outro colega que estava próximo para tentar abortar a ação, mas acabou atingido por um dos criminosos. Ferido nas costas e na perna o PM foi socorrido para o pronto socorro Clóvis Sarinho, onde durante uma cirurgia na tarde deste sábado não resistiu a uma parada cardíaca.

A Polícia Militar do RN lamenta a perda deste nobre Policial que dedicou mais de 15 anos de sua vida a esta Instituição. O Cabo Júnior prestava seus serviços a 9º batalhão na zona oeste e há anos desempenhava bons serviços zelando pelo nome da Corporação.

Desde já a PMRN coloca a inteira disposição todos os meios administrativos e operacionais para o auxilio à família do Policial nesta hora de profunda comoção e de intensa dor familiar. Do mesmo modo se encontra intensamente na busca dos assassinos para entregá-los à justiça para que sejam processados e julgados pelo crime infame que cometeram.

 

enviar comentário
Publicidade

Pelo menos 26 presos fogem da Penitenciária Irmão Guido em Teresina

A Penitenciária Irmão Guido registrou uma fuga em massa na manhã deste sábado (25). Por volta de 9h, pelo menos 26 detentos fugiram por um túnel, cavado na cela 16, pavilhão com C. De acordo com o Sindicato dos Agentes penitenciários (Sinpoljuspi), a fuga aconteceu durante banho de sol e contou com um suporte externo, já que o muro foi quebrado pelo lado de fora.

A Secretaria estadual de Justiça (Sejus) abriu inquérito para investigar a fuga e deve afastar temporariamente os agentes penitenciários que estavam de plantão.Por meio de nota, a gerência do presídio informou que as forças de segurança pública estão em operação de busca dos foragidos. A direção da unidade prisional está realizando vistoria e contagem de presos.

De acordo com a Sejus, até o momento, três fugitivos foram recapturados. A Secretaria de Justiça também requisitou abertura de inquérito policial e abriu procedimento administrativo para apurar o ocorrido.

Os agentes penitenciários que estavam de plantão no momento da fuga serão afastados, até a conclusão das investigações e a Sejus acionou a corregedoria da Polícia Militar para apurar as ações dos militares que estava de plantão durante a fuga.

 

G1

enviar comentário
Publicidade

Papa sugere que água pode causar 3ª Guerra Mundial

A água será a causa de uma terceira guerra mundial? Essa foi a pergunta feita pelo papa Francisco nesta sexta-feira, dia 24, durante evento no Vaticano que discutia o recurso hídrico como algo imprescindível para os homens e como um direito humano, que deve ser bem redistribuído e bem tratado.
“Penso se nesta terceira guerra a pedaços estamos a caminho para a grande guerra mundial pela água”, indagou Jorge Mario Bergoglio na Casina Pio IV no seminário “O Direito Humano à Água: Um Estudo Interdisciplinar sobre o Papel Central das Políticas Públicas na Gestão da Água e dos Serviços Ambientais”, que acontece até este sábado (25) e que é promovido pela Pontifícia Academia de Ciências.

 

Terra

Comentário (1) enviar comentário
  1. EVARISTO disse:

    Logo mais vamos sim .ter a terceira guerra..por ambição. Poder. Em todas as classes

Publicidade

Prefeitura do Natal desconta salários dos grevistas

Corte atingiu servidores da Saúde e da Assistência Social

Parte dos servidores da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e da Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMTAS) não chegaram a comemorar o pagamento em dia neste sábado (25). Muitos tiveram os salários descontados pela participação na greve dos servidores municipais, que durou 80 dias, contra o atraso no pagamento.

Durante a greve, a Prefeitura enviou um documento aos sindicatos, se comprometendo a não implantar o corte de ponto, que seria discutido em uma mesa de negociação. Mesmo assim, os descontos foram implantados na folha deste mês.

Em alguns casos, o desconto atingiu quase todo o salário, praticamente zerando o contracheque. Outros receberam cerca de um terço do salário. “O corte ameaça a sobrevivência, pois é o nosso único sustento. Já passamos o Natal sem salário, e agora também o carnaval? E como vamos comer neste mês?” questiona Kelly Jane, técnica de enfermagem e diretora do Sindsaúde.

Os sindicatos que participaram da greve (Sindsaúde, Sinsenat, Sindguardas, Sindern, Soern) anunciaram um acampamento em frente à sede da Secretaria de Administração (Semad) nesta quinta-feira (02), a partir das 08h, para cobrar a devolução dos valores descontados.

 

Comentários (3) enviar comentário
  1. Carlos disse:

    Parabéns ao Prefeito! Quem não quer trabalhar peça demissão. Esses sindicatos ficam extorquindo os empregadores! Funcionários ficam sem trabalhar e ainda querem receber. Vão ficar acampados sem trabalhar de novo? Aí é capaz do prefeito cortar os salários novamente e depois eles vem chorar que o contra-cheque veio zerado.

  2. Eduardo disse:

    Resta saber, se o prefeito Carlos Eduardo Nunes ALVES também manda cortar o ponto dos cargos comissionados e de alguns terceirizados que são ocupados por "liderancas comunitária" ou por apadrinhamento político.
    Certamente, não. O ódio que Carlos Eduardo tem dos servidores efetivos, já de conhecimento de todos. Por outro lado, muitos dos que tiveram seus pontos cortados, votaram nele e estão lhe aplaudindo nos eventos carnavalesco que ele se apresenta.

  3. Luciana Morais Gama disse:

    Eu não gosto de Carlos Eduardo, agora nesse ponto ele tem total razão. Ora, 80 dias sem trabalhar e ainda querem receber como se tivessem trabalhado. Parabéns Carlos Eduardo!!!

Publicidade

Silas Malafaia se revolta com a IstoÉ e xinga repórter de “bandido”

“Povo do Brasil, olha bem aonde chega o jornalismo inescrupuloso para tentar atingir as pessoas. Não escandalize, nem se espante. O jornalista Aguirre Talento, da revista IstoÉ, vagabundo, bandido, inescrupuloso, mal caráter, tenta requentar uma notícia para me atingir”. É dessa forma que o pastor Silas Malafaia, se refere ao repórter responsável pela matéria publicada na quinta-feira, 23, que afirma que o religioso foi indiciado pela Polícia Federal por ter participado de esquema de corrupção ligado a royalties da mineração.

Em vídeo de quatro minutos, Malafaia acusa Telento de utilizar o espaço da revista para tentar desmoralizá-lo frente a opinião pública. No texto, ao informar sobre o indiciamento, o repórter retoma fatos ocorridos em 16 de dezembro, quando o pastor foi alvo de condução coercitiva – quando o investigado é levado a depor e liberado – pela Operação Timóteo, da Polícia Federal.

Comentários (2) enviar comentário
  1. Carlos Santiago disse:

    A reação de Silas é bem diferente do que ele prega em nome de Jesus Cristo.
    Quando me lembro de figuras como Ghandi, Mandela e tantos outros que viviam o que pregavam, fico pensando em como tanta gente pode se enganar e ser enganado por falsos profetas, que em nome de Deus fazem fortunas e se metem em política para ter mais e mais poder.
    Isso é uma vergonha!

  2. João Molevade disse:

    Mas não era a IstoÉ a queridinha dos coxinhas?
    Agora estão vendo o que Lula sofre dia a dia.
    Só que com vocês, seus direitos das de merda, é verdade!!!!

Publicidade
Publicidade

Mega-Sena pode pagar R$ 30 milhões neste sábado

O sorteio 1.907 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 30 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio, o último da série especial de Carnaval, ocorre às 20h (horário de Brasília) deste sábado (25), em São Paulo (SP).

De acordo com a Caixa Econômica Federal, com o valor integral do prêmio, o ganhador poderá adquirir 50 imóveis de R$ 600 mil cada ou uma frota de 150 carros de luxo. Se quiser investir na poupança, o sortudo poderá garantir uma aposentadoria de R$ 200 mil por mês.

enviar comentário
Publicidade

Bruno vai recorrer de sentença de assassinato em liberdade

Condenado a 22 anos e três meses de prisão pelo assassinato da modelo Eliza Samudio, sua ex-amante, o ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes das Dores de Souza conquistou nesta sexta-feira o direito de recorrer da sentença em liberdade. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello acolheu um pedido do advogado do jogador e determinou, por meio de uma liminar, que ele deixasse a cadeia. Cumprindo pena na Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac), em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Bruno, que ficou seis anos e sete meses atrás das grades, recebeu no início da noite seu alvará de soltura. Ele saiu pela porta principal da Apac e não quis dar entrevista. Ao lado da mulher, Ingrid Calheiros, Bruno disse apenas uma frase: “Glória a Deus por tudo”.

Bruno foi julgado em 2013 pelo Tribunal do Júri de Contagem, em Minas Gerais, e sua condenação ainda não foi confirmada em segunda instância. Por isso, Marco Aurélio decidiu colocá-lo em liberdade.

“A esta altura, sem culpa formada, o paciente está preso há seis anos e sete meses. Nada, absolutamente nada, justifica tal fato. A complexidade do processo pode conduzir ao atraso na apreciação da apelação, mas jamais à projeção, no tempo, de custódia que se tem com a natureza de provisória”, afirmou o ministro do STF em sua decisão.

 

O Globo

enviar comentário
Publicidade

Jorge e Bruno Luz, lobistas ligados ao PMDB, desembarcam no Brasil

Com prisão decretada pelo juiz Sérgio Moro, os lobistas ligados ao PMDB Jorge Luz e seu filho, Bruno Luz, chegaram ao Brasil, no aeroporto de Brasília, na manhã deste sábado e foram levados para a Superintendência da Polícia Federal no Distrito Federal. Segundo a PF, eles ficarão em Brasília até quinta-feira, quando serão transferidos para Curitiba.

Eles estavam em Miami, onde foram presos pela polícia de imigração dos Estados Unidos. Pai e filho entraram na lista de procurados pela Interpol, depois que o mandado de prisão foi expedido no Brasil na 38ª fase da Operação Lava-Jato, deflagrada na última quinta-feira.

Jorge e Bruno embarcaram na noite de ontem num voo comercial direto de Miami que pousou em Brasília por volta das 7h30. Ao chegarem ao setor de imigração do aeroporto, a Polícia Federal os conduziu a uma viatura, na área interna do terminal, que seguiu para a Superintendência Regional do órgão. Eles não passaram pelo desembarque de passageiros.

 

O Globo

Comentário (1) enviar comentário
  1. Paulo Cardoso disse:

    A imparcialidade do sistema judiciário é o que lhe permite a referência, mais o núcleo gerador e permissivo de todo o mal causado pela corrupção é formado por um grupo de políticos enraizado a tempos no poder não chegou se quer foi arranhado. Ainda não é possível afirmar que a justiça será feita!

Publicidade

MPF investiga Lula e Bolsonaro por vídeos na internet

O deputado Jair Bolsonaro no   plenário do Senado, em Brasília (DF), em   11/02/2014

O Ministério Público Federal iniciou uma investigação sobre uma série de vídeos sobre Lula e Jair Bolsonaro que circulam na internet.

O material tem claro tom de campanha, o que é vedado antes do período eleitoral pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O órgão agora quer saber se foram os próprios políticos que produziram este conteúdo.

Num deles, Lula aparece ao som do verso “eu estou voltando”, cantado por Simone. Já Bolsonaro é investigado pelo conteúdo de cinco vídeos.

Se forem condenados a multa é de até R$ 25.000, ou equivalente ao custo da propaganda se o gasto tiver sido maior.

 

VEJA

Comentários (2) enviar comentário
  1. Carlos Santiago disse:

    O desmantelo maior do mundo na quadrilha do planalto, o MPF esquece de concluir os inquéritos de Serra e Aécio, deixa a mulher de Cunha solta e finge que não vê Gedel, Jucá, Padilha, Moreira Franco, Renan e o Próprio Temer, e vai atrás de Lula e Bolsonaro.
    É pra rir ou chorar?

  2. adauto disse:

    DIA 13 DE MARÇO O BRASIL VAI MUDAR A GUARDEM NAS RUAS DE TODO PAIS.

Publicidade

Doria samba, varre, cobra por comida e é vaiado e aplaudido em seu 1º carnaval no Sambódromo

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), foi ao sambódromo do Anhembi pela primeira vez na noite desta sexta-feira (24) acompanhar o desfile das escolas de samba paulistanas. Do camarote da Prefeitura, ele improvisou uma dança durante o desfile da Tom Maior, primeira escola a entrar na avenida.
Após a passagem da Tom Maior pela passarela do samba, Doria saiu do camarote da Prefeitura e foi até a pista, onde sambou ao lado dos garis que faziam a limpeza para a passagem da próxima escola.

Inicialmente o prefeito foi aplaudido, mas, quando pegou a vassoura e começou a varrer, parte do público começou a gritar xingamentos. Rapidamente, ele foi puxado pelos assessores de volta para o camarote. Indagado sobre a reação do público, ele respondeu: “Teve mais aplauso. Ninguém é unanimidade”. Depois, disse que “faz parte”.

O prefeito contou que esta é a primeira vez que vai ao Anhembi para assistir ao desfile das escolas de samba. “No sambódromo, efetivamente, é a primeira vez que eu venho no carnaval. Eu fiz o carnaval de São Paulo em 82, 83, mas na Tiradentes ainda. Aqui é a primeira vez. Tô feliz de ver o bom trabalho das escolas de samba de São Paulo, no mesmo nível das escolas de samba do Rio de Janeiro”, declarou.
Perguntado se ficaria a noite toda no sambódromo, o prefeito respondeu que permanecerá por “uma parte da noite” e disse que na noite de sábado “deve voltar”.

Comida paga no camarote

Em tempos de crise, a gestão do prefeito João Doria acabou com a fartura no camarote e quem quer comer e beber no local tem que pagar. O vice-prefeito de São Paulo, Bruno Covas, informou mais cedo, nesta sexta, que a Prefeitura economizou este ano R$ 2,8 milhões com o sistema de cobrança do camarote.

G1

Comentários (3) enviar comentário
  1. LUCY disse:

    APLAUDIDO PELOS PATOS QUE VESTIRAM A CAMISA DA SELEÇÃO ANO PASSADO.

  2. Fora temer disse:

    esse é um palhaço sem cara pintada, talvez esteja sonhando em 2018 igual a luladrao.

Publicidade