Após suposta brincadeira com arma, estudante de 15 anos morre com tiro no peito em escola de Natal; colega é procurado

Um estudante de 15 anos foi assassinado com um tiro no peito na tarde dessa quarta-feira (23), dentro da escola estadual Raimundo Soares, em Cidade da Esperança, bairro da zona Oeste de Natal. De acordo com informações de testemunhas a Polícia, dois alunos brincavam com um revólver no estacionamento da escola quando houve o disparo. Infelizmente, o disparo atingiu Erick Bruno Pontes, de 15 anos, que ainda chegou a ser levado para o pronto-socorro Clóvis Sarinho, mas morreu antes do atendimento médico.

Segundo Bruno Lima, diretor da escola, o caso foi uma fatalidade. Ele disse que alunos que presenciaram a cena disseram que a vítima desafiou o colega, também de 15 anos, dizendo que a arma era de brinquedo e pedindo para que ele atirasse. O resultado, infelizmente, foi trágico. Ainda segundo o diretor, foi decidido que a escola irá procurar a Secretaria Estadual de Educação (Seec) para cobrar medidas de segurança, como um vigilante fixo para a unidade e, se possível, até um detector de metais.

O aluno responsável pelo disparo segue foragido após a suposta brincadeira mortal.

FOTOS: Menina de 1 ano ressuscita após ser dada como morta por médicos

9spegcuij5_8myuiehvsq_fileA pequena Alexia Rose, de um ano, foi declarada clinicamente morta após sofrer um ataque cardíaco. Mas para a surpresa dos pais e dos médicos, a menina voltou a vida após sete minutos. As informações são do site Daily Mail.

Alexia nasceu com cardiomiopatia dilatada, uma condição que faz com que o coração não seja capaz de bombear o sangue ao redor do corpo de forma eficaz. Por causa da doença, a menina apresentava falta de ar, inchaço nos tornozelos e abdômen e se cansava muito fácil.

Durante seu tempo de internação, a menina recebeu várias transfusões de sangue, diálises renais e ressonâncias magnéticas. Após apresentar significativa melhora, Alexia foi liberada para voltar para casa, mas alguns dias depois passou muito mal e teve que ser levada às pressas para o hospital.

Após sofrer uma parada cardíaca, os médicos afirmaram que a menina estava muito mal e aconselharam os pais, Melissa e José de Gruas, a se despedirem, pois ela não aguentaria por muito tempo.

Melissa afirmou que viveu os momentos mais aterrorizantes de sua vida quando teve que ver sua filha ligada a vários tubos.

― Eu nunca estive tão assustada em toda a minha vida. Eu só ficava me perguntando por que era Alexia e não eu.

4h9q2bm7ol_823oiapw8y_fileDepois de ser dada como clinicamente morta, Alexia surpreendentemente começou a melhorar. De acordo com Melissa, a menina acordou alguns minutos depois tremendo muito e os médicos disseram que ela havia começado a responder ao tratamento.

― Me senti como se alguém lá de cima tivesse olhando para nós. Depois de tudo o que passamos, finalmente a vida sorriu pra gente Três meses depois da experiência angustiante,

Alexia continua a ser tratada para a doença. Ela recebe três injeções por dia e tem que realizar check-ups hospitalares regularmente.

R7.

Centro de apoio à imprensa na Copa será lançado na terça-feira (29) na UFRN‏

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) promove na terça-feira (29), às 18h45, no auditório do Departamento de Educação Física, solenidade de lançamento do centro de apoio à imprensa, instituído em parceria com o Governo do Estado, Prefeitura de Natal, FIERN e SEBRAE.

Confirmaram presença no evento a reitora da UFRN, Ângela Paiva Cruz, a governadora do RN, Rosalba Ciarlini e o Prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves. Também estarão presentes seis representantes da Associação dos Correspondentes da Imprensa Estrangeira no Brasil (ACIE).

Conhecido internacionalmente como Presspoint UFRN, o centro de apoio à imprensa é uma ação extensionista voluntária e foi estruturado para funcionar como um espaço alternativo de apoio à imprensa brasileira e estrangeira que se interesse em vir ao RN por ocasião dos jogos da Copa do Mundo de Futebol.

A estrutura física do Presspoint UFRN está localizada no complexo de comunicação da universidade federal abrangendo o Laboratório de Comunicação (Labcom) vinculado ao Departamento de Comunicação (DECOM) e a Superintendência de Comunicação (COMUNICA) formada pela Televisão Universitária (TVU), Universitária FM (UFM) e Agência de Comunicação (AGECOM).

O Presspoint UFRN tem capacidade para receber até 200 jornalistas, oferecendo condições de conectividade à internet, tecnologia para edição de imagem e áudio, salas de redação e espaços para entrevistas, além do apoio de uma equipe de voluntários com fluência em vários idiomas. O credenciamento começou no dia 5 de março e se estende até 10 de maio, diretamente no site www.presspoint.ufrn.br.

O site do Press Point da UFRN também disponibiliza uma “central de pautas” com sugestões de matérias nas áreas social, econômica, esportiva, cultural, tecnológica e científica, com enfoque local e regional.

Os correspondentes estrangeiros da ACIE são: Fabiola Ortiz dos Santos, frelance da Agência Lusa-Portugal e IPS-Italia; Roubaud Kakie, correspondente da imprensa francesa; Algaé de Chalus, correspondente do diário nacional francês La Croix, para o diário nacional Le Telegramme e o caderno especializado em inovação do jornal Liberacion e algumas outras revistas; Phylis Lilian Ciurariu Dit Huber, frelance dinamarquesa; Wang Zhengry e Liu Long, da agência de notícia Xinhua, da China.

Além da presença no ato de lançamento do PresspointUFRN, esses correspondentes cumprirão uma agenda de palestras, na segunda-feira, com estudantes de Comunicação e na terça-feira, das 9 às 17, farão visitas a projetos da UFRN e dos parceiros.

Graça Foster estava em reunião que aprovou compra de 50% de Pasadena

2014-706613533-2014-706528229-2014041446822.jpg_20140414.jpg_20140415A presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster — que em depoimento na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado considerou que a compra da refinaria de Pasadena não foi um bom negócio —, participou de reunião da diretoria executiva da empresa em que foi discutida e aprovada por todos os membros a compra dos 50% restantes da companhia sediada no Texas.

Graça Foster aprovou a compra quando participou da reunião da diretoria executiva de 21 de fevereiro de 2008. Na época, ela era diretora de Gás.

No dia 15 deste mês, ao responder a um questionamento do senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), que a confrontava com uma declaração do ex-presidente da Petrobras José Sergio Gabrielli, para quem a aquisição de Pasadena tinha sido um bom negócio, Graças Foster foi taxativa:

— O que o Gabrielli reporta é que, à época, foi considerado um bom negócio. Eu, senador, sou uma engenheira, e, quando todas as cartas estão na mesa, a nossa decisão, de engenharia, fica mais fácil. Então, eu repito aqui o que disse: hoje, olhando aqueles dados, não foi um bom negócio. Não pode ser um bom negócio, quando você tem que tirar do seu resultado, você não passa, você faz um teste de impairment, você tira valor desse resultado, não há como reconhecer, na presente data, que você tenha feito um bom negócio, então não foi um bom negócio.

De acordo com a ata 4.685, à qual O GLOBO teve acesso, a diretoria estava reunida parra discutir a “aquisição dos remanescentes 50% de participação na Refinaria Pasadena”. Na ocasião, Nestor Cerveró, que era o diretor da área internacional da Petrobras, informou que, pela transação, a petroleira brasileira deveria desembolsar US$ 787,6 milhões.

Estavam presentes na ocasião, além de Gabrielli, Graça Foster e Cerveró, os diretores Almir Barbassa, Guilherme Estrella, Renato de Souza Duque e Paulo Roberto Costa.

Ao final da reunião, os diretores aprovaram as proposições formuladas e decidiram submeter a matéria ao Conselho de Administração, presidido na época por Dilma Rousseff. Não há registro de que Graça Foster se absteve ou se manifestou contrária à compra de Pasadena.

Em 3 de março de 2008, o Conselho de Administração se reuniu e foi informado da intenção da Petrobras de adquirir os 50% restantes da refinaria, mas não deliberou sobre o assunto e resolveu pedir mais informações sobre a negociação.

Já a diretoria executiva voltou a debater o tema em 8 de maio daquele ano e novamente decidiu enviar o assunto para o conselho. Graça Foster não participou desse encontro. Em 12 de maio de 2008, em outra reunião, o conselho voltou a ser informado sobre o andamento da transação, mas, segundo ata, “resolveu transferir a decisão para outra reunião”.

Em 20 de junho de 2008, o Conselho de Administração fez um outro encontro, no qual foi informado pela diretoria executiva de que a Petrobras havia instruído seus advogados a dar entrada num processo arbitral contra a Astra Oil, detentora dos outros 50% de Pasadena, para que a empresa belga assumisse suas obrigações de investir no empreendimento. Em dezembro de 2007, Cerveró havia assinado com a Astra um documento no qual concordava com o pagamento dos US$ 787,6 milhões. Mas depois, por causa de algumas pendências, essa proposta não foi adiante, e a estatal brasileira pediu um laudo arbitral.

Em 10 de abril de 2009, o laudo reconheceu o direito da Astra Oil de acionar a cláusula “put option”, que obrigava a Petrobras a adquirir a outra metade do negócio, e fixou um valor total de US$ 639 milhões para a aquisição dos 50% restantes de Pasadena. A Astra Oil não aceitou o resultado, e entrou na Justiça americana contra a Petrobras.

Estatal aguarda auditoria

Numa outra ata do Conselho de Administração à qual O GLOBO teve acesso, de 30 de julho de 2009, os conselheiros informam que resolveram dar continuidade ao processo, uma vez que a Astra não estaria aceitando dar quitação total à Petrobras e abrir mão das reclamações judiciais.

O conselho foi unânime em acatar uma orientação da diretoria executiva, que recomendava manter o processo e só pagar o valor à Astra se a empresa belga abrisse mão das reclamações na Justiça e desse plena quitação do negócio. A assessoria de imprensa da Presidência informou que o conselho nunca consentiu com a aquisição voluntária dos 50% remanescentes de Pasadena.

A assessoria de imprensa da Petrobras informou que a empresa não se manifestaria, porque a transação envolvendo Pasadena passa por uma auditoria interna, e a estatal só vai se manifestar depois de concluído o trabalho.

O Globo

TelexFree: Promessas de lucro fácil e rápido levantou mais de 1 bilhão de dólares no mundo enganando milhões de pessoas

Promessa de ganhos fáceis e rápidos é o componente essencial da oratória de esquemas fraudulentos — sobretudo aqueles desenhados para enganar pessoas ingênuas e de boa fé. Foi justamente lançando mão desse discurso que a TelexFree conseguiu seduzir milhões de pessoas em todo o mundo, como mostra relatório da Securities and Exchange Commission (SEC), órgão que regula o mercado financeiro dos Estados Unidos, e que recentemente abriu um processo contra a empresa, alegando tratar-se de um esquema de pirâmide financeira. A companhia, que alega trabalhar sob o modelo de marketing multinível, levantou mais de 1 bilhão de dólares mundialmente apenas com a promessa de enriquecer seus ‘divulgadores’, sem que eles precisassem vender qualquer produto. Segundo a SEC, os principais participantes do negócio nos Estados Unidos são imigrantes das comunidades brasileira e dominicana.

Para angariar novos divulgadores, a TelexFree criou uma série de slogans a serem veiculados pela Internet. Todos eles propagandeavam o lucro fácil, e não a eficácia do produto teoricamente vendido pela empresa: o Voip, serviço de telefonia por meio de dados. Segundo o relatório da SEC, os anúncios indicavam retornos astronômicos que ultrapassavam 200% ao ano. O site de VEJA teve acesso ao documento do órgão americano e listou alguns dos slogans do negócio suspeito de ser uma fraude bilionária – confira no quadro A propaganda ‘elaborada’ da TelexFree nos EUA.

Histórico - No início da semana passada, autoridades americanas acusaram a TelexFree dos Estados Unidos de formação de pirâmide e fraude. Durante uma busca feita na sede da TelexFree em Marlborough, no estado americano de Massachusetts, policiais surpreenderam o diretor financeiro da empresa, Joseph Craft, numa tentativa de fugir com inúmeros chequesdestinados aos donos da empresa, James Merrill e Carlos Wanzeler. O valor total da apreensão chegou a 38 milhões de dólares. A SEC foi a autora do pedido de busca e apreensão. Segundo o órgão, todos os bens da empresa foram congelados, mas os valores são mantidos em sigilo pelo governo americano.

O processo conduzido pela SEC acusa de fraude o americano James Merrill, presidente da empresa, e os brasileiros Carlos Wanzeler e Sanderley Rodrigues de Vasconcelos. Os quatro maiores divulgadores também não saíram ilesos no processo: Steven M. Labriola, Santiago de la Rosa, Randy N. Crosby e Faith R. Sloan. Craft, o diretor capturado em fuga, também é acusado de fraude.

    Nenhum Comentário

    Gustavo Fernandes articula retomada de construção da barragem no Alto Oeste

    O deputado estadual Gustavo Fernandes encampa projeto importante em Brasília, a retomada do projeto de construção da barragem Poço de Varas, em Coronel João Pessoa. O parlamentar participou, na tarde desta terça-feira (23), de reunião com o ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, o ministro Garibaldi Filho (PMDB) e o prefeito de São Miguel, Dario de Almeida, para discutir o recomeço da obra.

    Durante a reunião, o deputado, os ministros e o prefeito fizeram uma videoconferência com o Departamento Nacional de Obras contra a Seca (DNOCS) do Ceará, para debater os entraves que interromperam o projeto e as soluções em busca da retomada da obra da barragem, que vai beneficiar diversos municípios do Alto Oeste.

     

    O DNOCS informou que é preciso atualizar alguns projetos estruturantes para a execução da obra, além de atualizar os valores para a construção e as desapropriações. Gustavo se propôs a verificar junto ao Instituto de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente (IDEMA) os requisitos pendentes para a liberação das licenças ambientais necessárias para a retomada do projeto.

     

    Como resultado da audiência, o ministro Francisco Teixeira se comprometeu a dar celeridade ao processo de construção barragem. Ele articulará, junto à presidente Dilma Rousseff, a liberação os recursos, no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) 3, para construção e as desapropriações, que giram em torno de R$ 50 milhões.

      Nenhum Comentário

      ABC contrata XUXA

      A diretoria do ABC confirmou nesta quarta-feira a contratação do experiente meia Xuxa.

      Jogador “rosado”, Xuxa já jogou no rival América e também passou Flamengo de Guarulhos, Marília, Portuguesa, Vila Nova, Mirassol, Juventude, São Caetano, Botafogo de São Paulo, Santo André, Vitória e ano passado disputou Série B com Guaratinguetá.

      Esse ano Xuxa jogou o Paulista pelo Mirassol.

        1 Comentário

        1. paulo kasinsk disse:

          Sei não!… Nessa pisada… Pense num povo saudosista! Até a Xuxa original já saiu de cena; deu creca nos dedos, de tão antiga.Por isso o frasqueiróide vive das alegrias do passado, coitado. As glórias que eles falam aqui ou são do tempo do avô ou do bisavô. Putz! Só restou o “kkkkkkk”, coisa de hiena sem noção. Tá explicado.

        América continua com tudo, avança na Copa do Brasil e vai enfrentar o Náutico

        O América continua com tudo e segue seu caminho de vitórias, na noite desta quarta-feira o alvirrubro potiguar derrotou o Boavista/RJ, por 2×0 na Arena das Dunas, na partida de volta da primeira fase da Copa do Brasil.

        Os gols americanos foram marcados no 2º tempo do jogo pelo lateral esquerdo Thiago Cristian e pelo  atacante Isac. O próximo adversário americano na competição será o  Náutico/PE ainda sem data definida.

          1 Comentário

          1. paulo kasinsk disse:

            Além de ser o gostosão da Arena, nunca é demais lembrar que também é o gostosão do Estado. Ui!!!

            “Quem é o gostosão daqui?
            Sou eu,
            Sou,
            Sou eu!…”

          PANCADA: STF determina que CPI da Petrobras seja exclusiva e Dilma fica em situação difícil

          Por Josias de Souza

          Ao ordenar a Renan Calheiros que instale uma CPI exclusiva da Petrobras, a ministra Rosa Weber, do STF, escreveu o penúltimo ato de uma derrota que Dilma Rousseff pediu para sofrer. Nesse episódio, o governo evoca um rei shakespeariano: Ricardo 3º. Não que Dilma seja tirana e sanguinária como ele. Absolutamente. É que foi Ricardo 3º quem, ao cair da montaria numa batalha, vendo-se cercado de inimigos, pronunciou a frase que fez dele uma espécie de precursor da barganha política: “Um cavalo, um cavalo! Meu reino por um cavalo!”.

          Na crise da Petrobras, Dilma declarou guerra a si mesma. Começou a cair do cavalo ao informar em nota oficial que, se não tivesse sido induzida a erro pelo parecer “falho” de Nestor Cerveró, aquele ex-diretor indicado por PT e PMDB, ela não teria avalizado a ruinosa compra da refinaria de Pasadena, no Texas. Aproveitando-se dosincericídio da presidente, a oposição decidiu, para surpresa geral, se opor.

          Nas últimas semanas, à medida que o enrosco crescia, a frase da peça de Shakespeare foi sofrendo ajustes e adaptações. Até que, acuada por um pedido de CPI, Dilma gritou “qualquer coisa por um reino!”, atraindo o auxílio do pseudoaliado Renan Calheiros, padrinho de patrióticas nomeações na Petrobras.

          Em estratégia endossada pelos ministros palacianos Aloizio Mercadante e Ricardo Berzoini, Renan torturou a Constituição e o regimento do Senado para ajudar o PT a enfiar dentro do caldeirão da CPI o cartel do metrô de São Paulo e o porto pernambucano de Suape. Dirigindo-se a Renan, o senador Pedro Taques reagiu à desfaçatez armado de ironia: “Vossa Excelência está misturando avestruz com lobisomem.”

          Depois, em conversa com o repórter, Taques refinaria o chiste: “Só existe uma possibilidade de juntar o cartel de São Paulo e a Petrobras numa mesma CPI: é preciso demonstrar que a estatal enviou petróleo para a refinaria de Pasadena, no Texas, utilizando as linhas do metrô de São Paulo. Se isso tiver acontecido, os fatos são conexos.”

          Conforme noticiado aqui há 21 dias, a tática do governo era um fiasco esperando para acontecer. Julgamento realizado pelo STF em 25 de abril de 2007 desautorizava a esperteza urdida por Renan. Em decisão unânime, os ministros do Supremo haviam deliberado que os pedidos de CPI, quando formulados corretamente, devem ser acatados sem questionamentos. Escorou-se o veredicto no parágrafo 3º do artigo 58 da Constituição. Diz o seguinte:

          “As comissões parlamentares de inquérito, que terão poderes de investigação próprios das autoridades judiciais, além de outros previstos nos regimentos das respectivas Casas, serão criadas pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal, em conjunto ou separadamente, mediante requerimento de um terço de seus membros [27 senadores e/ou 171 deputados], para a apuração de fato determinado e por prazo certo…”

          Atendidas as três exigências constitucionais (apoio de um terço, fato determinado e prazo definido), “a maioria legislativa não pode frustrar o exercício, pelos grupos minoritários que atuam no Congresso Nacional, do direito público subjetivo, que lhes confere a prerrogativa de ver efetivamente instaurada a investigação parlamentar”, anotou o ministro Celso de Mello, redator do acórdão que resumiu a decisão de 2007.

          No despacho da noite passada, divulgado às 22h, Rosa Weber ecoou a sentença de sete anos atrás. Mandou “suspender” o ato que submeteu “à deliberação da maioria do Senado o requerimento da CPI da minoria”. Determinou que seja instalada a CPI “com o objeto restrito” à Petrobras, sem os penduricalhos. Se quiser investigar encrencas que constrangem os antagonistas de Dilma, o Planalto terá colocar em pé outras CPIs.

          Conduzida por Renan e Cia. ao mato sem cavalo em que se encontra, Dilma foi aconselhada a adotar providências que podem aproximá-la um pouco mais de Ricardo 3º. Contando com uma improvável revisão da liminar de Rosa Weber no plenário do STF, o governo cogita orientar os partidos aliados a não indicar representantes para a CPI, retardando a instalação. É tudo o que deseja a oposição.

          Com o discreto apoio do PMDB, a oposição aprovou novas oitivas de quatro petro-personagens: Graças Foster, José Sérgio Gabrielli, Nestor Cerveró e até Guido Mantega. A intenção é a de esticar o espetáculo dos protagonistas da crise se interdevorando em público. Dilma ainda não se deu conta. Mas o custo político de sua inabilidade pode não compensar o teatro.

          Se continuar errando assim, Dilma não precisará da ajuda da oposição para despertar na plateia aquele instinto selvagem que faz com que o pequeno grupo palaceano que manda em tudo seja trocado periodicamente —exceto o PMDB de Renan, que continua.

            2 Comentários

            1. Dorival disse:

              Assim como os outros partidos que estiveram no poder, imitando e fazendo o mesmo, o PT deve recorrer da decisão.
              Talvez vá recorrer ao pleno do STF, onde tem 06 Ministros a sua disposição, ou seja, causa ganha.
              Logo o PT que tanto condenou as manobras dos outros partidos quando ele solicitava uma CPI. É o velho ditado: “Quem não deve não teme”, caso contrário…

            2. Carvalho disse:

              Quando era oposição, o PT cobrava insistentemente a apuração de fatos ocorridos nos governos de situação.
              Desde que conquistou o governo, o PT se esmera em dificultar a apuração de fatos tidos como, no mínimo, irregulares.
              Quando consegue êxito, algum integrante do PT faz a “dança da pizza” no Congresso Nacional.
              Agora, junto com o seu grande aliado Renan Calheiros, que por sua vez já fez inúmeras indicações para ocupar cargos na PTbrás, vai tentar fazer manobras para inviabilizar a apuração de fatos estarrecedores ocorridos na maior empresa estatal brasileira.
              No passado o PT atirou muitas pedras nos telhados dos outros.. Mas na atualidade percebemos que o telhado do PT é muito maior e muito mais frágil.

            Promoção e aumento para Policias e Bombeiros vai “custar” R$ 20 milhões

            Está na Tribuna do Norte

            Se aprovada, a Lei de Promoção de Praças da Polícia Militar e Bombeiros do Rio Grande do Norte vai gerar um impacto de R$ 20 milhões na folha de pagamento do Estado ao longo de três anos. O projeto – um dos principais pontos de reivindicação da categoria que cruzou os braços por 12 horas na última terça-feira – está na Controladoria Geral do Estado (Control) e deve ser enviado à Assembleia Legislativa (AL) até a próxima quarta-feira, dia 30. Nos últimos quatro anos, o salário de soldados de ambas instituições foi reajustado em 25%. Além da lei de promoção, a categoria quer reajuste de 56,7%.

            Ontem, representantes das associações dos soldados, cabos e suboficiais da Polícia Militar e Bombeiros estiveram na AL para questionar aos parlamentares sobre o andamento da lei tão logo a minuta chegue à sede do Legislativo. O encontro com os deputados ocorreu minutos antes do titular da secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), Eliéser Girão, prestar esclarecimentos sobre a pasta no Plenário da Casa.

            No encontro entre policiais e deputados, o líder do Governo na AL, Getúlio Rego (DEM), disse que a ordem é ter agilidade na análise do processo. “Temos total interesse em analisar esse lei. Assim como analisamos os casos da saúde e educação, vamos priorizar a lei do pessoal da segurança”, disse.

            No intervalo de quatro anos, essa será a terceira lei enviada pelos soldados da PM e Bombeiros que será analisada pelos deputados. Em 2010, a AL aprovou um reajuste salarial da categoria que garantiu o aumento de R$ 180,00 no salário dos soldados.

            Em janeiro de 2012, uma nova lei estabeleceu o subsídio como padrão remuneratório dos praças. A mudança só foi efetivada em julho daquele ano e representou um ganho de R$ 400,00 no salário dos soldados.  As demais patentes também tiveram reajuste. Com os ajustes ao longo desse tempo, o salário do soldado passou de R$ 1.750,00 para R$ 2.200,00.

            O presidente da Associação dos Bombeiros, Rodrigo Maribondo, explicou que a Lei de Promoções, além de garantir um novo reajuste salarial, vai possibilitar a mudança de nível dos soldados. “Hoje, as poucas promoções que ocorrem, só é possível se o soldado ou oficial judicializar a questão. Sem a intervenção da Justiça, não há promoção”, disse.

            Junto à Lei de Promoções, está a solicitação de reajuste de 56,7%.  Se aprovado – e essa é a promessa do Governo do Estado – o impacto da Lei será de R$ 20 milhões na folha de pagamento do Estado. “Esse montante será diluído em três anos. Não é uma proposta absurda para o Governo”, colocou Maribondo.

              2 Comentários

              1. Virginia Leite disse:

                Olha aí uma prova incontestável que esse discurso do “limite prudencial” é conversa mole, pura enrolação, obra de ficção contábil e discurso político sem credibilidade.
                De repente, sem qualquer medida, sem redução das despesas, sem dispensa dos cargos comissionados, estão sendo prestigiados a saúde, os defensores públicos, os policiais e os bombeiros.
                Isso é mágica? Se não é a prova que o MP precisava para questionar os atrasos no pagamento dos salários e as demais categorias buscarem na justiça a implantação dos outros planos de cargos e salários.

              2. Carvalho disse:

                A população irá assimilar bem esse aumento de custo da folha de pagamento do estado, para que a Polícia Militar e os Bombeiros tenham as suas justas reivindicações atendidas.
                O pior é a enorme quantidade de dinheiro que se perde na corrupção e na má gestão governamental e também no pagamento de elevados salários, ajudas de custo e verbas de gabinete a deputados.

              GRANDE SACADA. FOTO – Personagens de campanha educativa do Detran chamam atenção

              Detran

              Temos que aplaudir campanhas com esse intuito e tirar o chapéu para a galera da Executiva Propaganda que marcou um golaço com essa campanha do Detran de conscientização

              Nesta quarta-feira estreou em Mossoró o Teatro do Detran na rua Coronel Gurgel.

              Os  Personagens Senhora Lombada ( remete ao controle de velocidade ), Senhor Gentileza ( sempre  prudente e educado no trânsito ele ensina todas as regras corretas do CTB ), e o Atropelo (esse faz tudo errado no trânsito sempre sendo corrigido pelos colegas ), chamaram atenção.

              Mais simples, pratico e educativo, impossível.

                2 Comentários

                1. sergio disse:

                  Parabéns aos idealizadores e respectivos gestores por essa atitude consciente.

                2. Odemar disse:

                  Registrar o empenho de Dra. Ligia do departamento de educação no trânsito , responsável pelas blitz educativas com o grupo teatral por todo estado , além de iniciar um trabalho nas escolas com os personagens criados.

                Geraldo Azevedo de volta a Natal relembrando eternos sucessos

                Fot---Marucia-Todorov-(6)Geraldo Azevedo volta a tocar em Natal. Desta vez, o artista traz mais uma vez ao palco potiguar o show “Geraldo Azevedo voz e violão”, no dia 26 de abril, a partir das 21h, no Teatro Riachuelo. O show faz parte da programação do projeto Palco Brasil, e terá abertura da cantora Nara Costa.

                Na apresentação, serão apresentados os maiores sucessos do cantor, como “Táxi lunar” (Geraldo Azevedo, Alceu Valença e Zé Ramalho), “Bicho de sete cabeças” (Geraldo Azevedo, Zé Ramalho e Renato Rocha), “Dia Branco” (Geraldo Azevedo e Renato Rocha), “Chorando e Cantando” (Geraldo Azevedo e Fausto Nilo), “Caravana” (Geraldo Azevedo e Alceu Valença), “Dona da Minha Cabeça” (Geraldo Azevedo e Fausto Nilo), “Sabor colorido” (Geraldo Azevedo) e “Moça bonita” (Geraldo Azevedo e Capinan). Além de, algumas canções inéditas, que serão inseridas em seu próximo trabalho previsto para gravação este ano.

                O show é mais uma realização da Idearte Produções, com patrocínio exclusivo da NET.

                Serviço: Show de Geraldo Azevedo

                Quando: 26 de abril, sábado, 21h

                Onde: Teatro Riachuelo

                Ingressos: R$ 140,00 (Plateia A/B e camarote) e R$ 120,00 (Frisa e balcão nobre)

                FOTOS: Orquestra Sinfônica do RN realiza concerto com o maestro Ricardo Averbach

                RICARDO-AVERBACHNo II concerto oficial da temporada 2014, a OSRN se apresenta no TAM sob o comando do maestro Ricardo Averbach, da Orquestra Sinfônica da Universidade de Miami. O concerto terá algumas peças de ópera, com participação do solista Adriano Pinheiro.

                O maestro brasileiro Ricardo Averbach, que se divide entre Brasil e Estados Unidos, e o tenor Adriano Pinheiro, residente em Recife-PE, são convidados especiais para o segundo concerto oficial de 2014 da Orquestra Sinfônica do RN, que será realizado nesta quinta-feira, 24, a partir das 20h, no Teatro Alberto Maranhão. A entrada é franca.

                Adriano-PinheiroA OSRN, que é liderada pelo maestro Linus Lerner, inicia o concerto com a peça L’Italiana in Algeri, de  Gioacchino Rossini, seguida de Una Furtiva Lacrima Elisir D’amore, de Gaetano Donizzet. Ainda no primeiro momento, o repertório segue com o Intermezzo Cavalaria Rusticana, de Pietro Mascagni, encerrando com Torna Surriento, de Ernesto de Curtis.

                A segunda parte do concerto traz nomes mais conhecidos do público em geral, iniciando com a Abertura Nabucco, de Giusepp Verdi e Porquoi me reveiller Werther, de Jules Massenet. O ponto alto será a Suíte número 1 da ópera Carmen, de Georges Bizet, encerrando com Nessun Dorma Turandot, de Giochino Puccini.

                O maestro Ricardo Averbach está no comando da Orquestra Sinfônica de Miami University desde 2002, e também é diretor musical da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo. Sua discografia inclui várias gravações, como as principais obras de Heitor Villa-Lobos. Ele já vendeu mais de meio milhão de cópias em todo o mundo e seus shows foram transmitidos na rádio e na televisão em mais de 50 países.

                O tenor Adriano Pinheiro estudou sob a orientação do professor Neil Rosenshein, tendo concluído em 2012 o Professional Studies in Voice na Manhattan Schoolof Music, em New York, onde também trabalhou como professor de canto no programa MSM Sunday. Apresentou-se em Roma e Napoli como solista do grupo Brasilessentia. Em Paris, apresentou-se no Petit Palais como solista do Ensemble Vox Brasiliensis. Atuou como solista nas obras “Magnificat” (Monteverdi), “O Messias” (Handel), “A Criação” (Haydn), “Requiem” (Mozart), “Madalena” (Villa-Lobos), “A Flauta Mágica” (Mozart), “La Traviata” (Verdi), “Le Domino Noir” (Daniel Auber), entre outras. Atualmente é professor de canto da Universidade Federal de Pernambuco.

                Serviço: II Concerto Oficial OSRN. Dia 24, às 20h, no Teatro Alberto Maranhão. Maestro convidado: Ricardo Averbach (BRA/USA). Solista: Adriano Pinheiro (BRA). Entrada franca.

                Passando dos R$ 2 milhões, PMN informa que obras de recuperação no Viaduto do Baldo começam 05 de maio

                As obras de recuperação do Viaduto do Baldo serão retomadas no próximo dia 05 de maio. A definição para o reinicio dos serviços no local aconteceu na tarde desta terça-feira (23), após reunião entre o secretário municipal de Obras Públicas e Infraestrutura, Tomaz Pereira Neto e representantes da empresa BMB Construções Ltda., que foi a vencedora do processo licitatório inicial para a execução dos trabalhos. A obra que tem prazo de execução de seis meses sofrerá um acréscimo de 24% em relação ao preço original, alcançando um valor final de R$ 2.220.273, 53 (Dois milhões, duzentos e vinte mil, duzentos e setenta e três reais e cinquenta e três centavos).

                  1 Comentário

                  1. Inocente disse:

                    Sabem de nada inocentes!!!!!!!!!

                  EXCELENTE – Sindipostos adere a campanha Dia sem Imposto da CDL

                  O Sindicato do Comércio Varejista dos Derivados de Petróleo do Rio Grande do Norte (Sindipostos) confirmou que participará da campanha “Dia sem Imposto”, promovido em todo país e, no Rio Grande do Norte, organizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas.  A mobilização ocorrerá no dia 24 de maio.

                  A direção do Sindipostos está reunindo os associados para identificar quais são os empresários que irão aderir a ação. “Como a carga tributária é alta nem todos os comerciantes têm um lastro financeiro para conseguir absorver o custo de comercializar o produto, durante um dia, sem qualquer imposto”. O Sindipostos já aderiu a campanha e estamos agora identificando quais os postos que irão participar vendendo, no dia 24 de maio, “Dia sem imposto”, explicou o presidente do Sindipostos, Antonio Sales.

                    Nenhum Comentário

                    SERÁ? Real Madrid pode dar maior golpe da história e contratar Messi

                    31co2l35uu_99okg6peu2_fileMontagem: R7

                    Lionel Messi com a camisa do Real Madrid? A foto acima é, na verdade, uma montagem com o craque do Barcelona, mas, o que hoje não passa de boato, pode muito bem virar realidade em pouco tempo.

                    O mexicano Hugo Sanchéz, ex-ídolo do Real Madrid e que também passou como dirigente pelo clube merengue, alertou para o fato de Messi estar se sentindo desvalorizado no Barcelona, e que tal fato pode fazer o argentino imitar o que o português Luis Figo fez nos anos 90 — e também trair o time catalão.

                    O antigo goleador do Real Madrid, em declarações ao portal Bein Sport, defendeu a renovação do contrato de Messi, nem que, para isso, o Barça “pague o que tiver de pagar”.

                    Sanchéz afirmou que Messi não está rendendo o que dele se espera justamente por não se sentir valorizado pelos dirigentes.

                    Segundo Hugo Sanchéz, se o Barça não aceitar pagar o que Messi quer, “o Real Madrid tem tudo para contratá-lo”.

                    Não é apenas o Real Madrid quem está de olho em Messi. Mais dois gigantes da Europa já manifestaram interesse em oferecer rios de dinheiro para tirar o jogador do Barça.

                    O Paris Saint-Germain, da França, clube de Thiago Silva, Ibrahimovic e Lucas, é um deles. O outro é o Manchester City, da Inglaterra.

                    R7

                    Carregar Mais Posts