MAIS UM ESCÂNDALO: PF já tem a identidade do petista que entregou dólares a chantagista

O PODER E O CRIME - Enivaldo Quadrado (à direita), o chantagista, é pago pelo PT para manter em segredo o golpe que resultou no desvio de 6 milhões de reais da Petrobras, em outro caso de chantagem que envolve o ministro Gilberto Carvalho, o mensaleiro José Dirceu e o ex-presidente Lula

VEJA

A Polícia Federal já sabe quem é o homem que, em nome do PT, fazia as entregas de dinheiro a um grupo de chantagistas que ameaçava envolver o partido no escândalo de corrupção da Petrobras. Em sua última edição, VEJA mostrou que Enivaldo Quadrado, condenado no processo do mensalão, prometeu revelar detalhes sobre o envolvimento de petistas com o desvio de 6 milhões de reais do cofre da estatal. Para comprar seu silêncio, o partido cedeu à chantagem.

Cumprindo pena alternativa, Enivaldo Quadrado, o chantagista, recebe pagamentos regulares em dólares americanos. O dinheiro é entregue por um homem identificado apenas como sendo um conhecido militante do PT, influente, com estreitas  ligações com os chefes mensaleiros – e que faz o serviço  cumprindo ordens do tesoureiro do partido, João Vaccari Neto.

O valioso trunfo de Enivaldo Quadrado são as informações que ele possui sobre a triangulação de uma outra chantagem. Em 2012, o publicitário Marcos Valério, outro condenado no mensalão, revelou ao Ministério Público que o empresário Ronan Maria Pinto estava ameaçando envolver o então presidente Lula e seus auxiliares, o então chefe da Casa Civil, José Dirceu, e o chefe de gabinete da Presidência, Gilberto Carvalho, no assassinato do prefeito de Santo André Celso Daniel. Para evitar que isso acontecesse, o PT deu a ele 6 milhões de reais, dinheiro que saiu dos cofres da Petrobras, segundo Marcos Valério.

Enivaldo Quadrado conhece todos os detalhes da operação e guardou consigo a cópia de um contrato que formalizou o repasse milionário a Ronan Maria Pinto, o primeiro chantagista. Por isso, seu silêncio agora vale tanto.

 

    1 Comentário

    1. charles disse:

      Pqp pense num partido pra ter bandidos. E ainda tem alienados que defendem essa laia.

    AGORA PEGOU. Eike Batista vira réu e tem bens bloqueados pela Justiça Federal

    Eike Batista já é tecnicamente réu de ação penal decorrente da denúncia oferecida semana passada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro contra o empresário, afirmou o juiz Flávio Roberto da Costa, titular da 3ª Vara Criminal da Justiça Federal. Ele expediu ainda medida cautelar para cumprir parcialmente o pedido de arresto dos bens de Eike e familiares requerida pela procuradoria no valor de até R$ 1,5 bilhão. Pela decisão, serão bloqueadas apenas as contas em nome do criador do grupo X.

    Advogados do empresário estiveram esta tarde na Justiça Federal. E estão formalmente informados sobre o encaminhamento da denúncia e da medida cautelar. Eike Batista tem prazo de dez dias para apresentar sua defesa.

    — Após o recebimento da denúncia pela Justiça Federal, há apenas dois caminhos. O primeiro seria a absolvição sumária do empresário, depois da apresentação de sua defesa. O outro é dar prosseguimento à ação, designando as audiências para ouvir, além do acusado, as testemunhas de defesa e de acusação — explicou o juiz. — A denúncia já foi recebida, pois tem os pressupostos mínimos para tal. Outros serão coletados posteriormente.

    Se a decisão do magistrado for por prosseguir com o processo, a primeira audiência deve ser marcada para um prazo de 15 a 20 dias depois da apresentação da defesa de Eike Batista. De acordo com o número de testemunhas envolvidas — na denúncia do MPF do Rio consta uma lista de 13 nomes — e do volume de informações apresentadas, pode ser preciso realizar mais de uma audiência, com intervalos de cerca de duas semanas entre elas.

    A medida cautelar que determina o arresto de bens em nome do empresário é cumprida automaticamente pelo Banco Central, explica o juiz Flávio Roberto de Souza.

    — Em 24 horas, o Banco Central informa o total bloqueado. Se nas mais de 14 contas correntes em nome do empresário no país houver mais de R$ 1,5 bilhão, o excedente será liberado. Caso não chegue a esse valor, vou avaliar a necessidade de solicitar o bloqueio de bens móveis e imóveis, podendo incluir aqueles em nome de familiares. É um processo legal.

    Segundo o juiz, a defesa de Eike Batista alega que o valor é abusivo, estando além do dano a que se refere. Os advogados do empresário terão 15 dias para apresentar provas à Justiça Federal de que o valor de R$ 1,5 bilhão estabelecido no pedido de arresto de bens requerido pela procuradoria do Rio não se aplica.

    — Caso fique provado que a quantia é abusiva, posso decretar o desbloqueio do que seria excessivo ao pedido de arresto — afirmou o magistrado

    O GLOBO

      Nenhum Comentário

      IBOPE: Confiram os números de Minas Gerais e Pernambuco

      Por G1

       

      Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (16) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para o governo de Pernambuco:

      Paulo Câmara (PSB): 38%

      Armando Monteiro (PTB): 32%

      Zé Gomes (PSOL): 1%

      Pantaleão (PCO): 1%

      Miguel Anacleto (PCB): 0%

      Jair Pedro (PSTU): 0%

      Brancos e nulos: 11%

      Não souberam responder: 16%

      No levantamento anterior realizado pelo instituto, em agosto, Armando Monteiro aparecia com 38% e Paulo Câmara, com 29%. Encomendada pela TV Globo, a pesquisa é a terceira do Ibope após o registro das candidaturas.

       

      Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (16) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para o governo de Minas Gerais:

      Fernando Pimentel (PT) – 43% das intenções de voto

      Pimenta da Veiga (PSDB) – 23%

      Tarcísio Delgado (PSB) – 3%

      Fidélis (PSOL) – 2%

      Eduardo Ferreira (PSDC) – 1%

      Professor Túlio Lopes (PCB) – 1%

      Cleide Donária (PCO) – 0%

      Brancos e nulos: 10%

      Não sabe: 17%

      Com o resultado, Pimentel venceria no primeiro turno se as eleições fossem hoje, já que o percentual de votos que ele alcançou é maior que a soma dos demais concorrentes. O candidato do PT subiu seis pontos percentuais em relação ao levantamento anterior. Pimenta se manteve com 23% das intenções de voto

        Nenhum Comentário

        IBOPE: Dilma tem 36%, Marina, 30%, e Aécio, 19%

        Gabriel Garcia

        Nova pesquisa Ibope, divulgada nesta terça-feira (16), para presidente da República dá fôlego ao candidato Aécio Neves (PSDB), ainda em terceiro nas pesquisas. Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, está à frente com 36% das intenções de voto no primeiro turno, seguida por Marina Silva (PSB), com 30%, e Aécio, com 19%.

        A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal Estado de S.Paulo.

        Na semana passada, o Ibope apontava, em sondagem pedida pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), a presidente com 39%, Marina com 31% e Aécio Neves (PSDB) com 15%. Pastor Everaldo (PSC) estava com 1%, enquanto os demais candidatos somados tinham menos de 1%.

        Na simulação de segundo turno, continua o quadro de empate técnico, com ligeira vantagem numérica para Marina, que tem 43% contra 40% de Dilma – era 43% a 42% na semana passada, para a ex-senadora.

        Em eventual disputa entre Dilma e Aécio, a petista ganharia por 44% a 37% – na semana passada o placar era 48% a 35%. Quando a disputa é com Aécio, Marina venceria por 48% a 30% – era 51% a 27% na última sondagem.

        A Taxa de indecisos é de 6% (era 5%). Número de branco e nulo soma 7%, tal índice era de 8% no último levantamento.

        Em relação ao índice de rejeição, 32% disseram que não votariam de jeito nenhum em Dilma. Segundo o levantamento, 19% não votariam em Aécio. O índice de rejeição de Marina é de 14%.

        O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 204 municípios do país entre os dias 13 e 15 de setembro. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais.

         

          1 Comentário

          1. João Brasil disse:

            Jorge Guerreiro disse:
            16 de setembro de 2014 às 11:09
            Será verdade que o dono do “Estado de Minas” subiu no palanque tucano?
            Informações quentes dizem que o empresário Álvaro Teixeira da Costa, principal acionista dos Diários Associados, empresa que controla os jornais Estado de Minas e Correio Braziliense, subiu no palanque de Aécio Neves e Pimenta da Veiga no último sábado em Belo Horizonte, indicando que o grupo já escolheu seus candidatos tanto para os governos federal como de Minas Gerais.
            E ainda há quem não VEJA e entenda a parcialidade da imprensa que na ausência de partidos fortes e organizados assumem o papel de oposição comprometendo a isenção e imparcialidade que o jornalismo precisa para ter credibilidade dentro da diversidade de opiniões e pensamentos do país?