Publicidade
Publicidade

Vala com vários corpos carbonizados é encontrada em Alcaçuz, diz jornalista

 

A jornalista Eliana Cantanhêde, comentarista do canal Globo News, acabou de divulgar que foi encontrada neste momento uma grande vala no Presídio de Alcaçuz, com uma grande quantidade de corpos carbonizados.

Há pouco tempo atrás, chegaram Caçambas e um Trator na Unidade. Essa informação já teria chegado ao Palácio do Planalto e já estariam checando a sua veracidade. O Blog do BG está tentando entrar em contato com as autoridades locais para confirmação.

enviar comentário
Publicidade

As belas companhias de Zavascki e Filgueiras

Teori Zavascki,O ministro Teori Zavascki e o empresário Carlos Alberto Filgueiras eram vistos com frequência crescente tanto no hotel Emiliano de São Paulo quanto no do Rio. Nesses jantares, chamava a atenção a amizade com belas mulheres. Eles jamais estavam sozinhos.

maira-panas

Maíra Panas, massoterapeuta que estava no voo e também morreu

Os dois se aproximaram em 2012, quando Zavascki passou a ir a São Paulo frequentemente. Na época, sua mulher, Maria Helena, fazia tratamento contra o câncer na capital.

 

VEJA

enviar comentário
Publicidade

‘Não vamos admitir descontrole’, diz ministro da Defesa no RN

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou nesta sexta-feira (20) que o governo federal não vai “admitir descontrole”. O ministro está em Natal para acompanhar os desdobramentos da Operação Potiguar II, deflagrada após uma semana de rebeliões que deixaram 26 mortos na Penitenciária de Alcaçuz, a maior do estado.

“Não vamos admitir descontrole, não vamos admitir que venha a imperar o medo e a desordem como da vez anterior. Essa é a determinação do presidente Temer. E para nós, missão dada, missão cumprida”, afirmou o ministro.

A ação das Forças Armadas pelas ruas de Natal e região metropolitana foi autorizada pelo governo federal após a série de ataques a veículos, unidades policiais e outras instituições que começaram na terça-feira (17). As tropas começaram a chegar nesta sexta.Segundo ele, as Forças Armadas só farão a vistoria, varredura e limpeza das unidades prisionais e não atuarão dentro dos presídios.

Serão 650 homens nas ruas no primeiro dia, realizando o policiamento ostensivo. No sábado, 1,4 mil estarão na Região Metropolitana. E no domingo, 1.846 integrarão a operação. “Não vamos substituir nenhuma ação das polícias”, afirmou. “É também responsabilidade dos governos estaduais garantir que essas unidades assim continuem”, disse.

De acordo com o Ministério da Defesa, são militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica que vão atuar para garantir a ordem na Grande Natal. A Operação Potiguar II será realizada até o dia 30 de janeiro, conforme decreto do presidente Michel Temer publicado em edição extra do Diário Oficial da União.

É o 7º dia de rebeliões na penitenciária, a maior do estado. Na manhã desta sexta, os presos voltaram a ocupar o telhado da unidade. Eles continuam soltos pelos pavilhões e pelos pátios do presídio, mesmo após a entrada do Batalhão de Choque e do Bope.

G1

enviar comentário
Publicidade

Túnel é fechado no Presídio Raimundo Nonato; no mesmo dia, presos abrem outro

Um dia após a descoberta de um túnel, agentes penitenciários do Presídio Provisório Raimundo Nonato Fernandes, na Zona Norte de Natal, encontraram mais uma escavação na unidade. Aconteceu na tarde desta sexta-feira (20).

O túnel encontrado nesta sexta na Cadeia Pública de Natal estava sendo escavado sob uma cela no pavilhão B. Os agentes informaram que na quinta (19) já haviam achado outra escavação, só que no pavilhão A.

Para tapar o túnel descoberto na quinta, os presos do A foram colocados no B. Com isso, 405 detentos tiveram que ficar juntos e iniciaram a nova escavação.

 

Com informações do G1/RN

enviar comentário
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Robinson garante segurança, FNF revê decisão e mantêm América x ABC neste domingo

O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), entrou em contato com José Vanildo e garantiu o efetivo policial para a partida deste fim de semana. Com essa iniciativa, o duelo, antes suspenso, volta a ficar agendado para este domingo (22), às 16h, na Arena das Dunas. As vendas de ingressos continuam normalmente através da internet e dos pontos de vendas físicos.

 

Comentários (2) enviar comentário
  1. Neto disse:

    Infelizmente não vou comparecer. Assistirei ao jogo em casa.

  2. Sergio Nogueira disse:

    O nome disso é irresponsabilidade.
    Como quem vai trabalhar, mesmo esgotados, não é o Sr. Só Fala, então vão abusar dos PMs.
    Uma situação como essa e fica fazendo média com clubes… que compromisso uma pessoa dessa tem com a segurança?
    Ridículo!

Publicidade

SE LIGA: Direitos trabalhistas que muita gente acha que tem, mas não tem

Os direitos decorrentes da relação de emprego estão presentes em diversos instrumentos: Constituição Federal, Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), Acordos e Convenções Coletivas e até mesmo nos Regimentos Internos das empresas.

Contudo, é comum acontecer dos trabalhadores não se atentarem a isso e acharem que possuem direitos, pois “ouviram dizer” que tinham. Ou, ainda, mencionarem a situação de um colega e quererem que esse direito seja aplicado à sua situação, o que muitas vezes não é possível.

No Direito do Trabalho existe o princípio do que chamamos “Contrato Realidade”, isto é, cada situação é analisada de acordo com a realidade em que se desenvolve. O que acaba por gerar esses “desencontros” de direitos entre colegas de trabalho.

São exemplos comuns disso que estamos falando, por exemplo, achar que possui direito a receber horas extras, quando, na verdade, possui cargo de gerência, ou não há controle de jornada. Ou, ainda, se sentir incomodado com a vigilância dos e-mails corporativos e entender que merece receber indenização por dano moral. Ou, até mesmo, em situações mais específicas, como o recebimento de adicionais de insalubridade e periculosidade, em que o empregado pode entender que possui o direito, quando em alguns casos não há.

Por isso, é importante a orientação de um advogado que vai analisar cada situação e suas peculiaridades, antes de ingressar com uma ação na Justiça, a qual pode acabar tendo um retorno diferente do pretendido, com uma condenação por má-fé ao empregado que solicitou ação.

É interessante notar que, em alguns casos, o reclamante chega ao sindicato ou junto ao advogado que pretende contratar, com a conta nas mãos do que deseja receber já pronta e acaba frustrado ao ser informado que muitos daqueles direitos que ele está pedindo dependem de prova – que talvez ele não possua, ou até mesmo, não são cabíveis, como os exemplos que citamos.

Em todos os casos, a melhor orientação é: procure se informar. Quando ingressar em um emprego novo, busque saber sobre as normas internas da empresa, se existem acordos e convenções coletivas ou não e, sempre que houver necessidade, converse com o Departamento de Pessoas. Isso evita que o empregado tome decisões precipitadas ao achar que possui direitos, os quais, na verdade, não fazem parte da sua realidade contratual.

*Escrito por Marcelo Mascaro Nascimento é sócio do escritório Mascaro Nascimento Advocacia Trabalhista e diretor do Núcleo Mascaro

Exame

enviar comentário
Publicidade

NATAL: Seis linhas de transporte desviam de itinerário a partir de segunda-feira para obras da CAERN

Foto: Josenilson Rodrigues

Ruas da Zona Norte de Natal sofrerão intervenção e seis linhas de ônibus terão itinerários desviado a partir da próxima segunda-feira (23). As alterações são por causa das obras de saneamento básico da Companhia de Águas e Esgotos (CAERN), que chegam as avenidas Barragem Armando Ribeiro e Comunidade em Ação – no conjunto Brasil Novo – e a Rua Castelo Branco – no loteamento Nova República – ambas comunidades da Zona Norte da capital. A informação é da Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU).

Segundo o inspetor Carlos Eugênio Barbosa, chefe do Setor de Intervenção Viária do órgão, as obras devem durar 60 dias. “Nós vamos fechar a Av. Barragem Armando Ribeiro entre a Rua Açude Marechal Rondon e a Av. Mar do Leste. Já a Av. Comunidade em Ação será totalmente fechada e a Rua Castelo Branco será interditada entre a Av. Pompéia e a Rua Padre João Maria”, informa o inspetor.

A execução da obra será por partes, mas o desvio durará todo o período. “Estas duas comunidades são áreas onde nós temos dificuldades de realizar desvios e onde a interdição de uma rua afeta a outra, por isso conversamos com as construtoras e vamos executar tudo de uma vez só” ressalta Barbosa.

Com estas interdições, seis linhas de transporte público desviarão de itinerários. “Esta interdição foi planejada para termos que fechar esse acesso do transporte apenas uma vez”, ressalta Carlos Eugênio.

As linhas 75 (Parque das Dunas/Ribeira), 76 (Felipe Camarão/Parque das Dunas) e 79 (Parque das Dunas/Mirassol) vão mudar de itinerário no sentido Brasil Novo a partir da Av. Mar Mediterrâneo, onde acessam a Av. Moema Tinoco da Cunha Lima e seguem até a Av. Açude Santa Rita de Cássia, entrando no Brasil Novo e fazendo o retorno na Quadra de Esportes da comunidade para voltar à Av. Moema Tinoco da Cunha Lima – de onde seguem normalmente. Na volta para o Parque das Dunas, as linhas farão o trajeto inverso. “O morador do Brasil Novo deve ter atenção na hora de pegar o ônibus porque o transporte vai passar pelo mesmo caminho nos dois sentidos”, informa o inspetor.

As linhas 301 (Parque das Dunas/Mirassol), 302 (Parque das Dunas/Centro) e 592 (Soledade II/Santa Cecília) vão desviar no sentido Parque das Dunas a partir da Av. Pompéia, onde acessam a Rua Norte Brasil, Rua Santa Catarina de Sena, Rua San Marino, Rua Salomé, Rua Padre João Maria, Rua Santo Elias, Rua Shalom, Rua Auriverde, Av. Remador Clodoaldo Bakker, Rua Nara Leão, Av. Mar do Norte e segue o itinerário normal. No sentido Av. Pompéia, as linhas farão o itinerário inverso.

Em caso de dúvidas os usuários podem ligar para o Alô STTU – no telefone 156 – ou perguntar pelo Twitter oficial, o @156Natal.

enviar comentário
Publicidade

Em meio as teorias conspiratórias, filho de Teori descarta, até o momento, sabotagem em acidente aéreo

O filho de Teori Zavascki disse que não cogita, até o momento, que uma sabotagem tenha sido a causa do acidente aéreo que matou o ministro do Supremo Tribunal Federal, na tarde desta quinta-feira. No ano passado, Francisco Zavascki chegou a publicar um texto nas redes sociais afirmando temer que algo acontecesse ao pai, que era relator da Operação Lava Jato no STF.

Em conversa com a Agência Brasil, o advogado disse acreditar que o acidente foi uma fatalidade. “Eu realmente temia, mas agora isso não está passando pela cabeça de ninguém. Acho que fatalidades acontecem. Paraty, chuva. O avião arremeteu, e é isso aí. Deu zebra”, afirmou.

Francisco ainda contou que ficou sabendo da tragédia por meio do grupo da família no aplicativo de mensagens WhatsApp. “O meu cunhado perguntou se o pai estava em Paraty, porque havia caído um avião. Ficamos assustados e começamos a correr atrás da informação, até que confirmamos que o pai estava no vôo. Esperamos por um milagre mas ele não aconteceu”, relatou o advogado.

O filho do ministro disse que não está em condições psicológicas de acompanhar a comoção nacional causada pela tragédia, mas ressaltou que o Brasil perdeu um grande juiz. “Uma pessoa que não tem medo, uma pessoa que tem postura de juiz. Infelizmente, abre-se um hiato muito perigoso agora”, completou, referindo-se aos processos da Operação Lava Jato que estavam sob responsabilidade do pai.

Segundo Francisco Zavascki, o desejo da família é que o corpo do ministro seja transportado o mais cedo possível a Porto Alegre, para que velório e enterro sejam realizados na capital gaúcha.

Nas redes sociais, surgem teorias conspiratórias sobre acidente

Um dos mais antigos integrantes da força-tarefa da Polícia Federal na Lava Jato em Curitiba, o delegado Márcio Anselmo chegou ontem a publicar uma mensagem nas redes sociais na qual levantou suspeitas sobre o acidente que matou o ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki. “Agora, na véspera da homologação da colaboração premiada da Odebrecht, esse ‘acidente’ deve ser investigado a fundo. Sinceramente, se essa notícia se confirmar, é o prenúncio do fim de uma era!”

O texto sobre o acidente foi apagado pouco tempo depois, mas alimentou uma corrente de teorias conspiratórias nas redes sociais sobre o episódio. Internautas também resgataram um post de maio do ano passado publicado no Facebook por Francisco Zavascki, filho de Teori, no qual ele fez um “alerta”. “É óbvio que há movimentos dos mais variados tipos para frear a Lava Jato. Penso que é até infantil imaginar que não há, isto é, que criminosos do pior tipo (conforme Ministério Público Federal afirma) resolveram se submeter à lei. Porém, alerto: se algo acontecer com alguém da minha família, vocês já sabem onde procurar. Fica o recado.”

A advogada Janaína Paschoal, uma das autoras do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, também entrou no debate. “Tem de investigar a queda do avião, sim! Queremos investigação transparente, feita por equipe formada por membros de vários órgãos”, tuitou.

IG

Comentário (1) enviar comentário
  1. Paulo Cardoso disse:

    Descarta com base em quê?…

Publicidade

VÍDEO: Lutador nocauteia rival, se recusa a parar de golpear e leva mata-leão de juiz

Uma atitude inusitada marcou o TKO Major League MMA, na última sexta-feira. O lutador Strahinja Gavrilovic executou bem o seu trabalho, mas acabou passando do limite. Após nocautear seu adversário Jo Vallee, o canadense continuou batendo e só parou depois de receber uma gravata do árbitro.

Com cerca de um minuto de luta, Gavrilovic nocauteou Vallee com um soco no queixo. Com o adversário praticamente apagado no chão, o vencedor não quis saber de parar e seguiu dando socos no rosto do oponente obrigando o árbitro reagir.

O juiz agarrou o lutador pelas costas, derrubou-o e aplicou uma gravata em Gavrilovic, que foi desclassificado por conduta antidesportiva. Com isso, Jo Valle emplacou seu quinto triunfo seguido.

O Dia – IG

enviar comentário
Publicidade