Avião da Air Algérie que estava desaparecido caiu no Mali

O avião da Air Algérie que estava desaparecido desde a madrugada de hoje (24) caiu no Mali, onde o último contato havia sido registrado, anunciaram autoridades argelinas. A aeronave transportava 116 pessoas, das quais 50 eram da França, 26 de Burkina Faso, de onde o avião partiu, e sete da Argélia, onde deveria ter pousado.

A companhia aérea Air Algérie anunciou pela manhã que perdeu contato com um de seus aviões 50 minutos depois de ter decolado de Ouagadougou, capital de Burkina Faso, rumo a Argel, capital da Argélia. “Os serviços de navegação aérea perderam contato com o avião que assegurava a ligação entre Ouagadougou e Argel, 50 minutos depois da descolagem”.

De acordo a página da companhia na internet, a Air Algérie oferece quatro voos semanais para a capital de Burkina Faso. A aeronave, um McDonnell Douglas MD-83, decolou à 1h17 do horário local (22h17 horário de Brasília) e deveria ter chegado à Argélia às 5h10 (1h10 em Brasília).

A aviação mundial enfrenta um ano de grandes tragédias. Na semana passada, um avião da Malaysia Airlines com 298 passageiros foi atingido por um míssil no Leste da Ucrânia. Os primeiros corpos recuperados chegaram ontem (23) à Holanda, país com o maior número de vítimas. Ontem (23), um avião da TransAsia teve de fazer um pouso forçado em Taiwan e deixou mais de 40 mortos. Além disso, um outro avião da Malaysia Airlines, que levava 239 passageiros a bordo continua desaparecido desde março.

Agência Brasil

Williams é possibilidade para Fernando Alonso em 2015; Massa ameçado

Alonso3O mais novo rumor que circula pelo paddock da F1 sugere que o espanhol Fernando Alonso, atualmente primeiro piloto da escuderia Ferrari, poderia fazer uma surpreendente transferência para a equipe Williams na temporada de 2015. A insatisfação de Alonso com o time de Maranello e suas prováveis negociações para uma eventual saída já não são novidade. Porém, as especulações mais fortes indicam que o bicampeão estaria conversando mesmo com a McLaren.

Nessa semana, também, através da revista italiana Autosprint, surgiu a notícia de que Fernando Alonso teria em seu atual contrato uma cláusula que o liberaria do compromisso caso a Ferrari não consiga terminar o campeonato de 2014 entre os três primeiros colocados no Mundial de Construtores. Atualmente, a Ferrari ocupa a 4ª posição geral na tabela de classificação logo atrás – justamente – da Williams.

O time britânico mostrou uma evolução notável nas últimas provas do ano e já se destaca com o segundo melhor carro da F1 – depois da germânica Mercedes. E a perspectiva para o próximo ano é muito boa. Os engenheiros da Williams acreditam que o modelo FW37 (bólido de 2015) poderá ser muito mais eficiente – com um novo sistema de escape e uma melhor distribuição de peso no modelo.

Massa fica? – A pergunta no caso de uma transferência do espanhol para a equipe inglesa é: quem sai para a chegada de Alonso? As primeiras avaliações, em termos esportivos, indicam que o brasileiro Felipe Massa poderia perder sua vaga – já que Valtteri Bottas mostrou um crescimento e uma performance acima da média nesse ano. A equipe está investindo há alguns anos na carreira do finlandês.

Por outro lado, o custo para contar com Alonso é muito alto. O bicampeão do mundo não abriria mão de seu salário milionário e isso pode ser um entrave numa possível negociação. Alonso conta com a simpatia (e investimento) do banco espanhol Santander desde os tempos de McLaren. Mas resta saber como a instituição financeira iria rever seu atual compromisso com a escuderia Ferrari.

Já Massa conta com apoio de duas empresas estatais brasileiras – o Banco do Brasil e a Petrobras – que já investem bastante na Williams e têm planejamento para a próxima temporada.

Amigos da Velocidade – UOL

ONU usa dados desatualizados sobre Brasil, diz governo

O governo brasileiro afirmou nesta quinta-feira (24) que as Nações Unidas utilizaram dados desatualizados sobre saúde e educação para a composição do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do país.

A crítica é recorrente: no ano passado, ministros também apontaram falhas na composição do indicador brasileiro.

Em coletiva de imprensa na manhã desta quinta, Tereza Campello (Desenvolvimento Social), Henrique Paim (Educação) e Arthur Chioro (Saúde) afirmaram que, se considerados dados mais recentes, o Brasil teria um IDH de 0,764, próximo a países como Venezuela e Panamá. No relatório das Nações Unidas, o desempenho é de 0,744, o que coloca o país na posição 79.

“O Brasil vem se esforçando em melhorar essa captação de dados dos organismos internacionais. (…) A maior parte dos dados que vem sendo utilizados ainda são, infelizmente, desatualizados”, disse Campello. Ela ponderou, no entanto, que o Brasil é um dos destaques do relatório, com referências positivas a programas como Bolsa Família e a lei de cotas nas federais.

“A gente recebe o relatório de forma bastante confortável diante dos dados e animado, porque na avaliação qualitativa o esforço que o Brasil vem fazendo é muito reconhecido.”

DIFERENÇAS

Entre as discrepâncias apontadas pelo governo está, por exemplo, a expectativa de vida da população. Se no relatório, ela aparece como de 73,9 anos, segundo dados mais recentes do IBGE ela chega a 74,8 anos.

Também foi apontada defasagem nos anos esperados de escolaridade -o dado brasileiro é de 15,2 anos, mas o governo afirma que o dado mais recente é de 16,3 anos. O argumento é de que o indicador usado desconsidera matrículas de crianças de 5 anos que estão na pré-escola e adultos com mais de 40 anos que frequentam o ensino fundamental e médio.

O ministro da Educação argumentou que, em anos recentes, houve melhoras expressivas no setor, como a universalização do Enem e, consequentemente, universalização do ensino. “Há uma mudança do imaginário jovem em torno da perspectiva educacional. Isso tem ocorrido em função de políticas afirmativas que estamos implementando”, disse Henrique Paim.

“O IDH brasileiro, na nossa avaliação, não reflete o que aconteceu nos últimos quatro anos, porque os dados estão desatualizados. Não dá pra gente comparar países que estão usando dados atualizados com outros”, resumiu Campello.

Folha Press

FOTOS: Documentos provam ação como agente que Dunga nega

Dunga manteve por muitos anos um segredo bem guardado: a intermediação de transações em direitos econômicos de jogador de futebol. Quando foi questionado por esta reportagem sobre sua participação na venda do meia Ederson, em 2004, do RS Futebol Clube para o grupo Image Promotion Company (IPC), foi incisivo na negativa. Através da assessoria de imprensa da CBF, afirmou “não ter participação alguma na venda dos direitos sobre o vínculo do referido jogador”.

Três documentos públicos, porém, mostram o contrário: uma nota fiscal da “Dunga Empreendimentos, Promoções e Marketing ltda”, com a comissão no valor de R$ 407.384,08; o recibo assinado pelo próprio Carlos Caetano Bledorn Verri, o Dunga; e o comprovante bancário de transferência do clube para a empresa do treinador, no valor discriminado na nota. Não é o único conflito de interesse com o cargo de comandante da seleção brasileira nessa história: as ligações com os agentes do IPC vão muito além do que um único negócio.

622_bb83b4a3-bb24-33ab-bc88-b629ba4d5b62Em 14 de janeiro de 2004, o RS Futebol Clube negociou 75% dos direitos sobre o vínculo desportivo do meia Ederson, (Internacional, Juventude, Nice, Lyon e atualmente Lazio) com o grupo IPC, pela quantia de U$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil dólares). O IPC foi representado na negociação pelo empresário italiano Antônio Caliendo. A comissão do intermediário Dunga foi paga pelo clube gaúcho. Na nota emitida pela empresa “Dunga Empreendimentos, Promoções e Marketing ltda” está especificado o “faturamento de honorários profissionais pelos serviços prestados de assessoramento, acompanhamento e indicação de investidor na aquisição de direitos federativos e econômicos de atleta”. A pedido do IPC, os direitos federativos foram repassados para o francês Nice, onde Ederson atuou por três temporadas.

No dia 8 de maio de 2006, os investidores do IPC fecharam a compra dos 25% restantes dos direitos que o RS Futebol Clube ainda tinha de Ederson pela quantia de U$ 575.000,00 (quinhentos e setenta e cinco mil dólares). Diferentemente da compra dos 75% anteriores negociados por Antonio Caliendo, Dunga já não consta mais como intermediário da transação e sim como o autor do depósito dos U$ 575.000,00, oriundo de uma agência do Credit Suisse em Mônaco, sede também do IPC e creditado para os responsáveis pelo RS Futebol Clube. Em processo judicial que corre na justiça gaúcha, Dunga nega que tenha sociedade na IPC, alegando que o depósito feito por ele foi um empréstimo para o IPC.

2b0a61b3-7046-39ca-9c21-e7419e7e01a8Por trás do endereço do IPC, em Mônaco, estão mais revelações sobre as teias de relacionamento de Dunga. O investidor, para quem o treinador da seleção intermediou o atleta do RS Futebol Clube, encontra-se no mesmo endereço da World Champions Club (WCC), na Avenue Princesse Alice. A WWC é uma conhecida empresa de agenciamento no futebol. E entre os gestores está Antônio Caliendo, que representou o IPC na compra dos 75% de Ederson, onde Dunga ganhou comissão por intermediação. O meia não foi convocado pelo treinador em sua passagem anterior pelo comando da seleção, vindo a ser chamado em 26 de julho de 2010, primeira convocação de Mano Menezes, para o amistoso no dia 8 de agosto contra os Estados Unidos – quando ficou três minutos em campo e se lesionou.

A reportagem quis saber de Dunga se ele ainda tinha algum vínculo com a empresa. O treinador disse “não ter vínculo com a empresa em questão e que esta empresa o representou quando ele era jogador”. Provavelmente não viu o site da WWC, onde é uma das estrelas e identificado como “um dos nossos últimos clientes”, ao lado de Ederson e Maicon, convocado por Dunga para a Copa do Mundo de 2010. Não apenas isso: onde consta a relação e fotos dos futebolistas pelos quais respondem pela gestão, Dunga aparece em foto recente e não de quando era jogador.

22d96e83-4326-3057-a7a7-274129a007b0O inglês Queens Park Rangers também estrela o site. A WWC assumiu a gestão do QPR em 2004. Mesmo sem “ter vínculo com a empresa em questão”, Dunga assumiu cargo no conselho de gestão do clube, formado por cinco membros. Por ser agente Fifa, Antonio Caliendo não podia figurar oficialmente entre tais conselheiros, e o técnico da seleção era seu rosto.

O segredo que Dunga trouxe bem guardado até esta quinta-feira atravessou incólume uma passagem de quatro anos à frente de uma seleção nacional. Tendo como base um discurso de comprometimento e amor pela camisa verde e amarela. Ao voltar esta semana, ressaltou a base moral que sustentava esse retorno: “Dificilmente uma pessoa muda em seus princípios, os meus são a ética, comprometimento, lealdade, transparência, trabalho”. Ao lado do treinador, a comissão técnica tem Gilmar Rinaldi, que deixou de ser empresário de jogadores no dia em que assumiu o cargo de coordenador na seleção brasileira.

ESPN

ABC viaja para sequência de três jogos fora de casa

Os jogadores abecedistas não terão muito tempo para descansar depois do jogo dessa quarta-feira (23), contra o Novo Hamburgo/RS, pela Copa do Brasil. O elenco tem viagem programada para o começo da tarde desta quinta-feira(24), quando fará três partidas longe de Natal (RN).

O alvinegro enfrenta o Paraná Clube/PR no sábado (26), às 21h, no estádio Durival Britto, em Curitiba (PR), pela 13ª rodada da Série B, depois joga o confronto de volta pela 3ª fase da Copa do Brasil com o Novo Hamburgo/RS na quarta-feira (30), às 19h30, em Novo Hamburgo/RS, e encara o América/MG, no sábado (02/08), às 16h20, no estádio Independência, em Belo Horizonte (MG), jogo válido pela 14ª rodada da Série B. O retorno está programado para o dia 3 de agosto.

Com acréscimo de informações do site do ABC

    Nenhum Comentário

    FOTO: Sávio discute situação da agricultura com produtores rurais de Santo Antônio‏

    Foto-(1)O candidato a deputado federal Sávio (PDT), participou nessa quarta-feira (23) do evento promovido pelo sistema FAERN/SENAR, na Associação Comunitária da comunidade de Gravatá em Santo Antônio, região agreste. Estavam presentes no evento diversos moradores da comunidade, o Presidente da Federação da Agricultura, José Vieira, e o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Santo Antônio, Cição.

    Na ocasião, Sávio discutiu com as lideranças presentes, e com o Padre Adelson, sobre a situação da agricultura na região e ouviu as necessidades do município.

    Corte Arbitral do Esporte aceita recurso de Suárez e analisará punição ao uruguaio

    2014-729552721-2014-729365562-20140630151504808rts.jpg_20140630.jpg_20140701Foto:TONY GENTILE/REUTERS

    A Corte Arbitral do Esporte (CAS) aceitou a apelação de Luis Suárez e e analisará a punição dada pela Fifa ao jogador. O resultado do processo deve sair em 20 dias, quando o tribunal decidirá se reduz ou não a pena ao atacante.

    De acordo com a imprensa espanhola, existe a possibilidade de que o TAS adote alguma medida cautelar enquanto analisa o caso. O Barcelona, novo clube de Suárez, alega no recurso que a punição seria “totalitária e fascista”. Segundo o site Goal.com, é provável que a pena seja reduzida e, com isso, o jogador poderia iniciar a temporada com clube espanhol.

    Craque da seleção uruguaia na Copa do Mundo, Suárez foi punido com nove partidas de suspensão e quatro meses de afastamento dos gramados por ter mordido o italiano Chiellini em partida do Mundial.

    O Globo

    IMPRESSIONANTE: Preso leva quase duas horas para morrer no Arizona após aplicação de injeção letal

    2014-736041634-20140723133006050rts.jpg_20140723A polêmica envolvendo a pena de morte nos Estados Unidos aumentou nesta quarta-feira, quando um prisioneiro levou quase duas horas para morrer no estado do Arizona, após o uso de uma mistura experimental de drogas, cuja procedência foi mantida em segredo. De acordo com testemunhas, Joseph Wood foi visto ofegando e bufando por mais de uma hora.

    Wood levou uma hora e 58 minutos para morrer depois que foi injetado no corpo dele uma combinação pouco testada do midazolam sedativo e analgésico hidromorfona. O procedimento demorou tanto que seus advogados tiveram tempo de apresentar uma ação de emergência no tribunal, na tentativa de parar com a pena capital.

    — Ele ficou ofegando e bufando por mais de uma hora — afirmou um de seus advogados.

    Quando os funcionários encarregados da execução verificaram o prisioneiro, uma hora e 10 minutos após o início do procedimento, foi confirmado que ele ainda estava vivo. Uma testemunha, o repórter Troy Hayden, disse a um jornal local que tinha sido uma cena perturbadora de assistir, “como um peixe em terra engolindo o ar.”

    Wood, de 55 anos, foi condenado à morte pelos assassinatos, em 1989, de sua ex-namorada Debra Dietz e do pai dela, Eugene Dietz, em Tucson.

    As horas que antecederam a execução foram marcadas por uma batalha legal sobre o sigilo imposto por autoridades estaduais sobre a origem das drogas. A aplicação da pena foi adiada várias vezes, mas, na terça-feira, a Suprema Corte dos Estados Unidos permitiu que a execução fosse realizada, sem dar qualquer explicação.

    Algumas depois de o prisioneiro ser declarado morto, oficiais do Arizona começaram um exercício de limitação de danos e tentaram tranquilizar o público de que a execução foi indolor. O governador, Jan Brewer, ordenou uma investigação, mas disse que a morte tinha sido legal, acrescentando que “ de acordo com testemunhas e médicos, ele não sofreu”.

    A morte do Wood se insere em um contexto de polêmica sobre as penas de morte nos Estados Unidos. Em abril desse ano, o prisioneiro Clayton Lockett levou 45 minutos para morrer no estado de Oklahoma. Durante esse período, ele se contorceu e gemeu em uma maca. A morte do preso provocou um clamor nacional e internacional. O presidente Obama foi pressionado a lançar uma revisão da prática da pena capital no país, que ainda está em curso.

    O Globo

    Brasil sobe no novo ranking do Índice de Desenvolvimento Humano: com 187 nações, país está em 79ª,junto com (Geórgia e Granada)

    2013-675232442-2013-675137894-2013122476266.jpg_20131224.jpg_20131225Foto: Carlos Ivan / Agência O Globo

     O Brasil subiu um degrau no novo ranking do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), divulgado nesta quinta-feira pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). O país ocupa agora a 79ª posição (junto com Geórgia e Granada) numa lista que inclui 187 nações. O IDH está em 0,744, o que mantém o Brasil na categoria de alto desenvolvimento humano, onde também estão outros emergentes como Rússia, China, Turquia e Uruguai. Pelos critérios da ONU, quanto mais próximo o indicador estiver de 1, maior é o desenvolvimento humano.

    De acordo com o Relatório de Desenvolvimento Humano (RDH) 2014, o Brasil avançou graças, principalmente, ao aumento da renda e da expectativa de vida da população. O documento aponta que a Renda Nacional Bruta (RNB) per capita do país subiu de US$ 14.081 em 2012 para US$ 14.275 em 2013, enquanto a expectativa de vida aumentou de 73,7 anos para 73,9 anos no mesmo período. O ranking do IDH divulgado em 2014 é relativo ao ano de 2013.

    Já os indicadores de educação, que provocaram polêmica com o governo no ano passado, ficaram estáveis. A expectativa de anos de estudo (que significa quanto tempo se espera que uma criança ficará na escola) se manteve em 15,2 anos e a média de anos de estudo, em 7,2 anos. No entanto, o Pnud fez questão de destacar que isso não significa que o Brasil não fez avanços nesse campo.

    — O Brasil avançou nas três áreas que compõe o IDH (saúde, educação e renda), mas isso não apareceu na educação porque as bases de dados ainda não captaram essas mudanças — explicou a coordenadora do Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil, Andréa Bolzon.

    Segundo o cientista político Simon Schwartzman, presidente do Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade (Iets), apesar de o Brasil conseguir avançar nas três dimensões medidas, ainda encontra dificuldade de dar saltos qualitativos.

    — Estamos numa armadilha da renda média. Temos uma renda relativamente alta em relação a países africanos, nossa mortalidade infantil melhorou, as crianças estão na escola, mas o problema é como passar a ter educação de qualidade, como dar o salto — avalia.

    No ano passado, o governo brasileiro fez duras críticas ao relatório e à colocação do Brasil no ranking do IDH, porque os dados de educação que haviam sido usados para calcular o índice eram de 2005. A reação do Palácio do Planalto chegou a fazer com que, pela primeira vez, o Pnud recalculasse o IDH do Brasil informalmente para acalmar os ânimos. Este ano, os dados de educação vieram da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2012.

    Em 2013, o IDH do Brasil deixava o país em 85º lugar no ranking de desenvolvimento humano. Recalculado pelo Pnud, o indicador passou o Brasil para a 69º posição, mas como a conta era informal, não alterou o relatório.

    CRESCIMENTO SUSTENTADO: EVITAR PERDAS

    Este ano, o índice passou por novas mudanças metodológicas. Essas alterações, segundo o Pnud, são feitas para aprimorar o IDH e recalculam os números de todos os países desde 1980. Assim, a colocação do Brasil do ano passado ficou na 80ª posição e agora subiu para o 79º lugar.

    O RDH 2014 se intitula “Sustentar o Progresso Humano: Reduzir as Vulnerabilidades e Reforçar a Resiliência”. Segundo o representante do Pnud no Brasil, Jorge Chediek, o documento alerta para os riscos de os países perderem os avanços que já conseguiram em desenvolvimento humano em função de problemas como desastres naturais, crises econômicas e conflitos. Por isso, defende que as nações adotem políticas de proteção social.

    — A crise (financeira) internacional (iniciada em 2008) cortou pela metade o desenvolvimento social — alertou Jorge Chediek, lembrando que o desenvolvimento humano continuou avançando no mundo, mas perdeu fôlego após 2008.

    Segundo o RDH 2014, 18 países ganharam posições no ranking do IDH, que é liderado pela Noruega, cujo índice é de 0,944. A expectativa de vida de um cidadão norueguês é de 81,5 anos. Já a RNB per capita é de US$ 63.909. Em média, a população tem 12,6 anos de estudo e uma expectativa de 17,6 anos de estudo.

    Outros 114 países se mantiveram na mesma posição do ranking e 35 caíram, entre eles, Síria e Venezuela. Na lanterna do IDH está o Níger, cujo índice é de 0,335, com uma expectativa de vida de apenas 58,4 anos e uma RNB per capita de US$ 873.

    De acordo com o relatório, apenas cinco países da América Latina e Caribe ganharam posições no ranking do IDH. Além do Brasil, subiram na lista Chile (que está entre as nações com desenvolvimento humano muito alto – 0,822), Panamá, Suriname e Uruguai. Mas o Brasil tem um índice acima da média da região, que é de 0,740. Já entre as nações que integram o Brics, o Brasil fica na segunda colocação, perdendo apenas para a Rússia, que está em 57º lugar e tem um IDH de 0,778.

    O Globo

      1 Comentário

      1. Carvalho disse:

        É só muita conversa mole, muitas manipulações de metodologia e muito dinheiro gasto, mas os resultados são sempre medíocres.
        E agora deve piorar um pouco mais com os péssimos resultados da economia brasileira.
        O povo brasileiro não merece um governo tão incompetente como esse do PT.

      Aula inaugural(FOTO): UFRN instala a partir desta sexta-feira novo Curso de Medicina Multicampi em Caicó

      Untitled-1A região do Seridó recebe no próximo dia 25 de julho, a instalação oficial do Curso de Medicina Multicampi da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). A solenidade da Aula Inaugural do Curso de Medicina Multicamp da UFRN será às 9h, no auditório do Centro de Ensino Superior do Seridó – CERES Caicó.

      Na cerimônia estarão presentes a reitora Ângela Maria Paiva Cruz, da vice-reitora e presidente da Comissão de Implantação do Curso de Medicina no interior do estado, professora Maria de Fátima Freire de Melo Ximenes, do Diretor da Escola Multicampi de Ciências Médicas do Rio Grande do Norte e coordenador do curso, professor George Dantas e do prefeito de Caicó, Roberto Medeiros Germano, entre outras autoridades.

      A nova graduação inicia seu primeiro semestre letivo no dia 28 de julho, com 40 alunos matriculados, e funcionará em três campi da UFRN no interior do estado: Caicó, Santa Cruz e Currais Novos.

      Levar as ações da Universidade para o interior do estado está dentro do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) 2010-2019. Para a reitora Ângela Paiva, a interiorização do ensino superior se mostra como possibilidade de melhorar as condições de vida da população local e de evitar o êxodo de pessoas que buscam uma formação melhor para contribuir com o desenvolvimento de sua região.

      Com informações da UFRN

      VÍDEO(SEGURA): Lançado o trailer de ’50 tons de cinza’

      50-tonsASSISTA AQUI

       A Universal Pictures publicou nesta quinta-feira o primeiro trailer de “50 tons de cinza” em seu canal oficial no Youtube.

      O filme, baseado no livro homônimo de E. L. James, conta a história do envolvimento entre Anastasia Steele (Dakota Johnson, de “Need for speed” e “A rede social”), uma jovem estudante de literatura, e Christian Grey (Jamie Dornan, de “Maria Antonieta” e “Once upon a time”), um reservado e enigmático empresário.

      “50 tons de cinza”, dirigido por Sam Taylor-Johnson, de “O garoto de Liverpool”, tem previsão de estreia para fevereiro de 2015.

      O Globo

        Nenhum Comentário

        Em jogaço, Atlético-MG vence Lanús da Argentina na prorrogação e fatura a Recopa; mais de 50 mil presentes e renda milionária

        Neste 24 de julho, o Atlético Mineiro comemora um ano do título da Libertadores. O torcedor, porém, não imaginava que o dia fosse começar de forma tão sofrida. Já madrugada a dentro desta quinta-feira, no Mineirão, a equipe perdeu do Lanús no tempo normal, com um gol aos 48 minutos do segundo tempo, mas fez 2 a 0 na prorrogação, com dois gols contra (um deles anotado para Luan), e faturou pela primeira vez o título da Recopa Sul-Americana.

        Diego Tardelli marcou para o Atlético logo no início da partida e saiu aos 42 minutos do segundo tempo para ser ovacionado, quando o placar apontava 2 a 2. Acosta, porém, faria 3 a 2 para os argentinos, levando o jogo para a prorrogação, uma vez que o Atlético havia vencido por 1 a 0 na Argentina, quarta-feira passada. Diante de um Mineirão assustado, sem Tardelli quem decidiu para os mineiros foi Luan, num cruzamento que desviou na zaga. Mesmo assim o gol foi marcado para ele. No segundo tempo, Ayala encobriu o próprio goleiro e, com um gol contra, definiu o jogo.

        A Recopa é o quarto título internacional do Atlético, que também venceu duas vezes a Copa Conmebol em 1992 e 1997. Agora, se quiser jogar novamente uma competição continental, precisa vencer a Copa do Brasil ou ficar entre os quatro primeiros do Brasileiro. No domingo pega o Sport, no Recife.

        Em má fase, Ronaldinho foi substituído aos 19 minutos do segundo tempo, apagado, e foi direto para o vestiário, sem assistir ao restante da partida no banco. Ele é esperado sexta em Portugal para um jogo festivo de Deco e, de acordo com a imprensa argentina, é desejado pelo Boca Juniors.

        O JOGO - A partida ainda era morna quando, aos 5 minutos, Leonardo Silva cabeceou na área e a bola bateu na mão de Carlos Araujo. Diego Tardelli conversou com Ronaldinho e pegou a bola para bater o pênalti. Ao deslocar Marchesín, fez 1 a 0 para o Atlético e fez seu 100.º gol com a camisa do clube.

        Parecia, porém, que era o gol do título – ou que, por outro lado o jogo era amistoso. Tardelli pegou uma camiseta promocional deixada na beirada do gramado, a vestiu mesmo sabendo que levaria o amarelo faltando pelo menos 84 minutos de uma final, e festejou com a torcida.

        O Lanús estragou a festa em seguida. Aos 8 minutos, Ayala recebeu livre na área, dominou e bateu sem chances para Victor. Era o aviso dos argentinos de que o jogo ainda não havia acabado. Pelo contrário: só estava começando.

        Aos 25, Veláquez bateu falta na área, Victor se esticou todo para salvar depois de resvalo na bola no meio do caminho, mas Santiago Silva fez no rebote, marcando 2 a 1 para o Lanús. O resultado levaria o jogo para a prorrogação, mas o Atlético tratou de empatar. Doze minutos depois, Marcos Rocha cruzou com perfeição e Maicosuel apareceu no primeiro pau para completar para o gol.

        Na segunda etapa, o Atlético tentou manter o ritmo do primeiro tempo e matar o jogo. Com Ronaldinho apagado, Tardelli chamou a responsabilidade de armar o time e deixou o meia na cara do gol aos 6. Ronaldinho tirou de Marchesín, mas Braghieri salvou antes de bola chegar no gol.

        Aos poucos, o Lanús passou a dominar o jogo e ameaçar principalmente com Santiago Silva. Aos 17, ele foi desarmado por Marcos Rocha na hora do chute. Dois minutos depois, longo bate-rebate na área deixou o Atlético em perigo três vezes, mas Victor salvou.

        O desafogo veio com Tardelli, o melhor em campo na final. O atacante quase fez o 101.º dele numa pancada de fora da área, mas Marchesín não deixou a bola entrar no ângulo. No finalzinho, saiu ovacionado, para dar lugar a Dátolo. Levir, porém, não imaginava que o Lanús faria o terceiro. Já com 48 minutos passados, Rever deixou Santiago Silva cabecear, Victor pegou, e Emerson Conceição marcou bobeira, permitindo a Acosta marcar.

        O gol calou o Mineirão, surpreendido assim como quando viu a Alemanha fazer 7 a 1 no Brasil, na Copa. Logo aos 3 minutos da prorrogação, porém, Réver mandou uma bola no travessão e acordou a torcida, que explodiu com o gol de Luan, aos 12. O atacante recebeu na ponta esquerda e tentou cruzar, sem ângulo para o chute. Mas bola bateu em Gómez e foi direto para o gol.

        O Lanús lutou como deu, mas sucumbiu a si mesmo. Aos 6 minutos do segundo tempo, Ayala foi ajeitar de cabeça uma bola para o goleiro e não viu que Marchesín estava ao seu lado. Acabou encobrindo o companheiro e mandando direto para o gol.

        Só para não deixar sem emoção o final do jogo, Victor fez duas grandes defesas aos 14 minutos. Pouco antes, Acosta recebeu o vermelho e pegou o árbitro pelo colarinho. Mas nada que estragasse a enorme festa atleticana.

        FICHA TÉCNICA:

        ATLÉTICO-MG 4 X 3 LANÚS

        ATLÉTICO-MG – Victor; Marcos Rocha, Réver, Leonardo Silva e Emerson Conceição; Pierre, Leandro Donizete e Ronaldinho Gaúcho (Luan); Diego Tardelli (Dátolo), Maicosuel (Guilherme) e Jô. Técnico – Levir Culpi.

        LANÚS – Marchesín; Carlos Araujo (Melano), Braghieri, Gustavo Gómez (Oscar Benítez) e Velázquez; Ayala, Diego Gonzalez, Somoza e Ortiz; Acosta e Santiago Silva. Técnico – Guillermo Schelotto.

        GOLS – Diego Tardelli, de pênalti, aos 6, Ayala, aos 8, Santiago Silva, aos 25, e Maicosuel, aos 37 minutos do primeiro tempo; Acosta, aos 48 minutos do segundo tempo; Luan, aos 13 minutos do primeiro tempo da prorrogação; Ayala, contra, aos 6 minutos do segundo tempo da prorrogação.

        ÁRBITRO – Roberto Silvera (Fifa/Uruguai).

        CARTÕES AMARELOS – Réver, Pierre e Diego Tardelli (Atlético-MG); Diego Braghieri, Gustavo Gómez, Ayala, Diego Gonzalez, Somoza, Acosta e Ortiz (Lanús).

        CARTÃO VERMELHO – Acosta (Lanús).

        RENDA – R$ 5.732.930,00.

        PÚBLICO – 54.786 pagantes.

        LOCAL – Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

        fonte: Estadão Conteúdo

          Nenhum Comentário

          TRT-RN já tem mais de 23 mil processos digitais

          O Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) iniciou, há dois anos, a implantação do Processo Judicial Eletrônico (PJe).

          A Vara do Trabalho de Goianinha foi a primeira a operar com esse novo sistema, em seguida foi a vez das Varas de Mossoró e da capital.

          Em abril deste ano, o PJe chegou às Varas do Trabalho de Assu, Caicó, Ceará-mirim, Currais Novos, Pau dos Ferros e Macau.

          Desde então, todas as novas ações ajuizadas na Justiça do Trabalho do Rio Grande do Norte tramitam digitalmente.

          “Nós ainda temos processos tramitando em papel, mas eles estão com os dias contados. A tendência é de que dentro de algum tempo todos os processos que tramitem pelo PJe”, acredita o desembargador José Rêgo Júnior,  presidente do tribunal.

          Atualmente, existem 23.659 processos digitais tramitando nas Varas e no Tribunal do Trabalho potiguar, sendo 22.261 na primeira Instância e 1.398 na segunda.

          As onze Varas do Trabalho de Natal concentram a maioria desses processos, num total de 10.889, enquanto as quatro varas de Mossoró somam 8.689 processos digitais.

          As Varas do Trabalho de Goianinha, Assu, Caicó, Ceará-Mirim, Currais Novos, Pau dos Ferros e as duas de Macau são responsáveis por mais 2.683 processos.

          Até junho desse ano, 6.665 advogados estavam cadastrados junto ao PJe, dos quais 5.001 nas Varas e 1.664 no tribunal.

          O PJe é um sistema de tramitação eletrônica de processos judiciais, que permite aos magistrados, servidores, advogados e as partes, a prática de todos os atos diretamente no sistema, bem como o acompanhamento do processo durante todas as suas fases, via internet.

          Esse sistema possibilita uma atuação mais célere, acessível, econômica e eficiente da Justiça do Trabalho, além de cumprir a importante função de atuar na preservação do meio ambiente, na medida em que deixa de utilizar o papel.

          AUXÍLIO-MORADIA MP: Órgão calcula gastar R$ 379 mil este mês; veja quem pode receber

          A Tribuna do Norte nesta quinta-feira (24) informa que o Ministério Público do Estado irá pagar mais de R$ 379 mil em auxílio-moradia a procuradores e promotores de Justiça do Estado, neste mês de julho. A previsão orçamentária para o benefício foi informada pela Procuradoria-Geral de Justiça do jornal potiguar. Em junho, todos os membros do MPE que solicitaram o benefício e tiveram o pedido deferido, receberam o pagamento. Para julho, a despesa prevista é de R$ 379.687,67. A lista divulgada (veja link de matéria na íntegra no fim do texto) soma 155 nomes – incluindo ex-procuradores.

          Segundo a matéria, os beneficiados não são obrigados a prestar contas, por meio de apresentação de comprovante sobre o uso do valor recebido uma vez que o benefício, é considerado “verba indenizatória”.  A concessão do auxílio-moradia é questionado pelo Tribunal de Contas do Estado que determinou prazo até amanhã, dia 25, para o  procurador-geral de Justiça (PGJ), Rinaldo Reis apresentar contra-argumentação ante ao pedido cautelar de suspensão do pagamento do benefício, com alegação de inconstitucionalidade do benefício.

          A representação foi protocolada no TCE pelo procurador-geral do Ministério Público Junto ao Tribunal de Contas do Estado do RN (MPjTCE-RN), Luciano Ramos. Cautelarmente, ele pede a invalidade do pagamento do auxílio-moradia, com risco de multa diária pelo não cumprimento e também “a apuração de responsabilidade dos gestores responsáveis pela atual situação de irregularidade”.

          A reportagem ainda destaca que dos 240 membros ativos no MPE-RN, 206 estão aptos para requerer o benefício – significando 85,83% dos membros. Resultando num custo de mais de R$ 3.325 milhões neste semestre, e aproximadamente R$ 6 milhões a partir de 2015. Mas para conseguir o auxílio, o membro precisa solicitar o benefício. Não têm direito ao pagamento  os membros que residam fora da comarca da respectiva lotação (salvo com autorização da chefia da Instituição, por questão de segurança), ou quando o membro conviver em mesma residência, em situação de relação familiar, com outro membro do MPRN – nesse caso apenas um faria jus ao auxílio.

          Veja reportagem da Tribuna do Norte na íntegra, com todos os detalhes e números clicando aqui

            Nenhum Comentário

            GRANDE NATAL: Vistorias dos transportes escolares foi remarcada por indisponibilidade do sistema Denatran

            O Ministério Público Estadual, através do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Consumidor e Cidadania (CAOP Cidadania), informa que a vistoria dos transportes escolares marcada para o próximo sábado, 26/07, às 8h, em Parnamirim e Ceará-Mirim, foi cancelada em razão do sistema do Denatran, que estará indisponível nesta data para manutenção.

            O trabalho seria realizado com veículos que fazem o transporte escolar para a rede pública municipal das comarcas de Parnamirim e de São José do Mipibu, na sede do Detran em Parnamirim; e das comarcas de Ceará-Mirim (municípios de Ceará-Mirim e Pureza), de São Bento do Norte (municípios de Galinhos e Pedra Grande) e de Touros (município de São Miguel do Gostoso), na sede do Detran em Ceará-Mirim.

            O MPRN avisa que ficaram desde já remarcadas as vistorias dos transportes escolares para o sábado 02/08, nos mesmos locais e horários.

            Com informações do MPRN

            Israel repudia crítica do Brasil sobre bombardeios na faixa de Gaza

            O governo israelense respondeu, nesta quinta-feira (24), com repúdio ao gesto diplomático realizado pelo Brasil no dia anterior -quando convocara seu embaixador em Tel Aviv, Henrique Pinto, para consultas sobre a morte de civis na faixa de Gaza.

            À reportagem a chancelaria de Israel afirmou oficialmente que “o Brasil está escolhendo ser parte do problema, em vez de integrar a solução”. “Seu comportamento nesta questão ilustra a razão por que esse gigante econômico e cultural permanece politicamente irrelevante.”

            O gesto foi recebido, porém, com loas na faixa de Gaza. Palestinos se aproximavam da reportagem para agradecer-lhe.

            “Obrigado por convocar seu embaixador”, diz Tawfiq Abu Jamaa, em Khan Yunis. “O Brasil é melhor do que os países árabes, como o Egito, que não fazem nada”, diz.

            Para Sabri Abu Jamaa, “a população civil, em Gaza, não precisamos de recursos. Precisamos de palavras de apoio, como as brasileiras”.

            O governo brasileiro havia afirmado, na quarta-feira (23), considerar “inaceitável” o “uso desproporcional da força”. Israel tem bombardeado a faixa de Gaza em uma operação militar há mais de duas semanas, com mais de 700 mortos, a maioria deles considerados civis.

            A nota brasileira não cita, porém, os ataques da facção palestina Hamas, que já lançou mais de 2.000 foguetes contra o território israelense. Três civis e 32 soldados já foram mortos.

            O Itamaraty, além de convocar de volta a Brasília o embaixador Pinto, chamou o embaixador de Israel no Brasil, Rafael Eldad, para protestar. Os gestos são vistos pela comunidade diplomática como sinais de repressão.

            O descontentamento expresso pela chancelaria brasileira veio na sequência de uma reunião de emergência do Conselho de Direitos Humanos da ONU em Genebra, onde foi aprovada uma investigação da ação israelense, com o apoio do Brasil.

            Folha Press

              4 Comentários

              1. joao paulo disse:

                Triste hipocrita e infeliz a politica externa do brasil do pt. Apoiando terroristas que utilizam criancas como escudos.

              2. paulo disse:

                Triste hipocrita e infeliz a politica externa do brasil do pt.

              3. Carvalho disse:

                O governo do PT também deveria ter repudiado a violenta repressão do presidente Maduro que resultou em mortes, mas, em vez disso, divulgou uma nota apoiando o regime bolivariano e criticando os manifestantes daquele país.
                As pessoas de bem precisam por fim nesses governos esquerdistas retrógrados, fracassados e incompetentes de Dilma e Maduro.

              4. Potiguar disse:

                O GOVERNO DO BRASIL DEVIA REPUDIAR O REGIME DE FIDEL EM CUBA QUE A 60 ANOS APRISIONA AS PESSOAS E IMPEDEM DE TER LIVRE ÁRBITRIO NUM REGIME SANGUINÁRIO !

              Carregar Mais Posts