Taxa de homicídios cai no RN, destaca Secretaria de Segurança

Dados estatísticos oficiais da Secretaria Estadual da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED/RN) revelam que nos últimos 45 dias houve redução no número de homicídios registrados oficialmente no Rio Grande do Norte. No comparativo entre os meses de agosto e julho deste ano, houve redução de 26,4% entre eles (163 em julho contra 125 em agosto). E quando comparados os primeiros 15 dias de setembro com o mês anterior, percebe-se uma queda ainda mais acentuada: 41 registros até o momento. Ou seja, mesmo que esse número venha a dobrar, ainda assim tudo indica que teremos um mês menos violento neste aspecto.

E a redução no número de mortes está diretamente ao número de armas de fogo retiradas de circulação. De junho a agosto foram apreendidas 159 destas armas (36/jun, 56/jul e 67/ago), somente pela Polícia Militar. E em apenas três dias, a Operação Brasil Integrado, realizada em todo o Estado, conseguiu apreender mais 50 armas.

NOVAS ESTRATÉGIAS

Estas reduções nos homicídios são frutos das novas estratégias traçadas pela SESED/RN junto aos seus órgãos de segurança. Iniciativas que vão desde a convocação de novos policiais, como ocorreu na Polícia Civil, até mudança nos horários e intensificação no patrulhamento.

A PM reforçou as ruas com policiais do BPChoque e da ROCAM. Estas tropas de elite têm trabalhado de forma intensa, com resultados merecedores de destaque.

A Polícia Civil também merece destaque com a reestruturação das atribuições da DEHOM, bem como dobrou o efetivo de policiais nesta especializada. Destaque-se ainda o apoio de 12 policiais civis oriundos da Força Nacional de Segurança Pública, que chegaram ao Estado em julho. Estes profissionais estão trabalhando na elucidação de homicídios.

No caso de municípios que ainda apresentam altos índices, o Secretário de Segurança Pública determinou a criação de forças-tarefa para intensificar as investigações.

PRISÕES TAMBÉM REFLETEM NA REDUÇÃO DOS HOMICÍDIOS

As prisões que são feitas diariamente pelos órgãos de segurança pública também tem um peso importante nesta queda. Durante os três dias em que ocorreu a Operação Brasil Integrado, no começo de setembro, foram presos 143 suspeitos, em flagrante ou por mandado de prisão, além da apreensão das armas de fogo.

“Nossos estudos apontam que quase 86% dos homicídios cometidos no RN são por armas de fogo. No momento em que intensificamos os trabalhos de patrulhamento, aumentando o número de abordagens a pedestres e veículos, conseguimos apreender e retirar este instrumento, que tem sido tão nocivo à nossa sociedade”, afirma o titular da SESED/RN, General Eliéser Monteiro.

“Apesar da redução dos números, a Secretaria Estadual de Segurança Pública sabe que precisa fazer mais. E estamos fazendo. Aguardamos a conclusão da entrada de 122 novos policiais civis, que foram convocados recentemente e encerraram, assim, a lista dos que aguardavam nomeação do último concurso. Até outubro, receberemos ainda mais viaturas que foram compradas desde maio e estão sendo entregues por lote, por questões de produção da fábrica”, reforçou o titular da SESED/RN.

PENSE EM UM LOCAL “SOSSEGADO”: Presos cavam túnel e fogem do complexo de Pedrinhas-MA

Presos de uma das unidades do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, fugiram por um túnel na madrugada desta quarta-feira (17). Ainda não se sabe o número de fugitivos, segundo a Sejap (Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária do Maranhão), que realiza neste momento recontagem dos detentos.

Na manhã desta quarta-feira (17), o clima no presídio é de tensão. Policiais e um helicóptero foram enviados para reforçar a segurança do complexo.

Pedrinhas vem registrando uma série de problemas desde o ano passado e, especialmente, nos últimos dias.

Na segunda-feira (15), o diretor da Cadet (Casa de Detenção), um dos oito presídios de Pedrinhas, foi preso sob suspeita de ter facilitado a fuga de sete detentos.

Dois dias antes, mais um preso foi morto no presídio. Foi a 16ª morte registrada em Pedrinhas neste ano. No ano passado, foram 60 -alguns deles decapitados e esquartejados pelos detentos. Por causa da violência, o complexo chamou a atenção de órgãos internacionais. O local foi classificado pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) como “extremamente violento” e “sem condições de manter a integridade física dos presos”.

No último dia 10, bandidos armados fizeram um caminhoneiro refém e o obrigaram a atingir, com o veículo, o muro do complexo penitenciário na quarta-feira (10). Houve troca de tiros e 36 presos escaparam do CDP (Centro de Detenção Provisória) pelo buraco aberto no local. O CDP tem capacidade para 402 detentos, mas abriga hoje 500.

Folha Press

Academia Pulse Health & Fitness investe em segurança

Preocupada com a segurança dos alunos, a Pulse Health & Fitness investe em um forte sistema de segurança. Uma equipe de dez seguranças fica exclusivamente na área externa para vigilância dos carros dos clientes, bem como, garantir a segurança ao cliente no trajeto. Além disso, dois funcionários circulam em motos nos arredores da academia com equipamentos de sinalização e rádio de última geração para a comunicação entre eles.

Mesmo com uma localização privilegiada, ao lado de um dos maiores supermercados da Capital em uma região movimentada do bairro de Lagoa Nova, a direção da academia afirma que a segurança é um cuidado necessário para as empresas que pensam no seu cliente. “A Pulse está investindo muito em segurança por conta do cenário local de horror que estamos vivenciando. Nosso intuito é fazer com que o cliente fique seguro desde a rua até a academia e seu retorno também”, afirma o diretor da academia, Horácio Oliveira.

A equipe de segurança é treinada também para ajudar aos clientes oferecendo orientação durante a manobra dos carros, apoio com guarda-chuva quando chove para o cliente não se molhar e outras comodidades.

Corpo de Bombeiros inicia cursos de nivelamento da Lei de Promoção de Praças

O Corpo de Bombeiros Militar do RN (CBMRN), por meio do Centro Superior de Formação e Aperfeiçoamento (CSFA), iniciou na manhã desta segunda-feira (15), a 1ª turma do curso de nivelamento da corporação. A capacitação, que prevê a formação de 11 turmas, sendo cada uma composta por 40 militares, contempla a exigência legal compreendida na Lei de Promoção de Praças (Lei Complementar nº 515 de 09/07/2014) para garantir a ascensão profissional da categoria.

De acordo com o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Elizeu Lisboa Dantas, a instituição estará formando duas turmas de nivelamento em 2014, sendo a primeira a partir desta segunda-feira e a segunda turma a partir do dia 20 de outubro. Segundo o Coronel Elizeu Dantas, após a conclusão deste primeiro ciclo, os militares já estariam aptos à promoção de cabo que está prevista para ocorrer em abril de 2015.

“O CBMRN tem como previsão ofertar o nivelamento a cerca de 450 soldados, sendo uma média de 40 por turma, num total de 11 turmas. O processo seguirá em ritmo acelerado para que todos possam se capacitados e fiquem aptos à promoção”, disse.

O Plano Quadrienal de formação a ser desenvolvido pela instituição no período de 2014 a 2017 inclui ainda 2 turmas de formação de sargentos, 1 de aperfeiçoamento de sargentos e 1 de formação de praças.

“Já que a categoria conquistou este justo direito, com a aprovação da Lei na ALRN e sanção da governadora Rosalba Ciarlini, cabe a este comando executar com celeridade este processo, que por sua vez, garantirá a ascensão profissional dos militares. Estamos empenhados na efetivação de um cronograma que permita a execução por parte da instituição e possa beneficiar o maior número possível de militares”, disse o Coronel Elizeu Dantas.