Operação Lei Seca tem continuidade nesta quinta na zona sul e em abordagens diferentes em pontos da capital

A Operação da Lei Seca, desenvolvida pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) em parceria com o Comando da Polícia Rodoviária Estadual (CPRE), terá continuidade na noite desta quinta-feira (20). As blitzen vão acontecer na Zona Sul de Natal envolvendo as avenidas Roberto Freire, Ayrton Senna, Via Costeira, Rota do Sol e outras áreas e terá um caráter móvel, com abordagens em diferentes pontos da capital.

Segundo o chefe de gabinete do Detran, Manuel Ferreira, o objetivo é evitar a ocorrência de acidentes de trânsito envolvendo condutores alcoolizados. “Esperamos alcançar o que ocorreu em momentos anteriores, quando não aconteceram ocorrências no momento em que a operação estava sendo realizada. Se você for beber eleja o motorista da rodada ou volte de táxi. Você resguarda a sua vida, a dos amigos e a dos pedestres de uma forma geral”, alertou.

De janeiro a setembro deste ano a Coordenadoria de Educação e Fiscalização de Trânsito do Detran/RN autuou 2.541 motorista nas barreiras da Lei Seca. Deste total, 12,04% não portavam a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no momento da abordagem ou não possuíam o documento que permite dirigir veículo automotor.

Já 24,67% dos condutores advertidos, além das punições administrativas previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), vão responder a processo criminal por ser averiguado que o índice de álcool por litro de sangue no organismo era igual ou superior 0,34 mg/l, o que configura crime de trânsito.

As equipes do Detran e do CPRE contam também com apoio de uma Delegacia Móvel, que é deslocada para os locais de realização das barreiras. A Polícia Civil vem participando da Operação com um grupo composto por delegado, agentes e escrivães.

Assessoria Detran RN

Software brasileiro ajudará goveno a mapear crimes na internet

O governo formou um grupo de trabalho interministerial para mapear e combater os chamados crimes de ódio na internet.

Participarão técnico dos Ministério da Justiça e das secretaria de Direitos Humanos, de Promoção da Igualdade Racial e de Políticas para as Mulheres.

Um software desenvolvido pela Ufes (Universidade Federal do Espírito Santo) será usado para identificar os autores das práticas ilegais.

O programa consegue mapear, tabular e analisar em tempo real de onde partem atos de ofensa e apologia aos atos de ódio em ambientes virtuais.

A ferramenta filtra determinados termos e palavras, cruza dados públicos dos cidadãos e, em alguns casos, pode revelar a localização exata do internauta que publicou o conteúdo.

Ao receber informações de práticas como racismo e discriminação sexual, por exemplo, os ministérios agirão dentro de suas competências e municiarão forças policiais, Ministério Público, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e Defensoria Pública.

De acordo com a Secretaria de Direitos Humanos, que firmou a parceria com a universidade capixaba, por dia, chegam às redes sociais da pasta de três a cinco denúncias, pedindo providências ao governo.

O grupo de trabalho foi criado nesta quinta-feira em um evento na Secretaria de Direitos Humanos.

Estavam presentes Ideli Salvatti (Direitos Humanos), Heloisa Bairros (Igualdade Racial) e a ministra interina da Secretaria de Política para as Mulheres, Lourdes Maria Bandeira, o secretário executivo do Ministério da Justiça, Marivaldo Pereira, além de representantes da OAB, Ufes e Defensoria Pública.

Folha Press

WhatsApp começa a criptografar mensagens para protegê-las de hackers

whatsapp-app-630O WhatAapp, o aplicativo de troca de mensagens para telefones celulares mais usado do mundo, começou a criptografar as conversas entre os usuários para protegê-las dos hackers, anunciou nesta terça-feira um grupo de desenvolvedores associado à empresa.

Com a criptografia, as mensagens serão protegidas com senha, de modo que só os usuários que participam da conversa poderão vê-las.

Até agora, um hacker podia interceptar as comunicações do WhatsApp e se apropriar de seus conteúdos.

Em comunicado, a empresa Open Whisper Systems, contratada pelo WhatsApp para criptografar as mensagens, anunciou hoje que essa proteção já está disponível para os usuários de dispositivos que contam com o sistema Android e a última versão do WhatsApp. A companhia acrescentou que esse processo será aplicado gradualmente às outras plataformas.

Por enquanto, ainda não foram criptografadas as mensagens com conteúdo multimídia, nem as enviadas em grupo.

O Whatsapp, que conta na atualidade com mais de 600 milhões de usuários, é mais uma das grandes empresas do Vale do Silício, como o Google e a Apple, que anunciaram melhorias em seus sistemas de segurança para evitar o acesso de hackers aos dados dos usuários.

EFE

Chefes das Forças Armadas rechaçam pedidos de volta dos militares ao poder

As manifestações para que os militares voltem ao poder no Brasil são rechaçadas com veemência pelos comandantes das Forças Armadas. “Os militares estão totalmente inseridos na democracia e não vão voltar. Isso eu garanto”, disse à coluna o almirante Julio Soares de Moura Neto, comandante da Marinha.

A QUEM INTERESSA?
“Não sei quem anda inventando isso [manifestações pela volta dos militares ao poder], mas não faz o menor sentido. Os militares só voltam em seu papel institucional, que é o que têm hoje”, completa Moura Neto.

EXTREMISTAS
“São opiniões de extremistas”, diz o tentente-brigadeiro Juniti Saito, comandante da Aeronáutica. “[A volta dos militares] é algo impossível de acontecer. Só quem poderia tentar fazer isso é o pessoal da ativa [das Forças Armadas]. E, como nós não queremos nada nesse sentido, não há a menor chance de essas ideias evoluírem.”

NADA SÉRIO
“Nós vivemos há muitos anos em um ambiente de absoluta normalidade”, reforça o comandante do Exértico, general Enzo Peri.

*”Vejo essas manifestações com naturalidade, mas elas não devem ter qualquer outra conotação”, diz ele.

É O CASO?
Já quando abordados sobre o relatório da Comissão Nacional da Verdade, que deve responsabilizar inclusive ex-presidentes militares por crimes de tortura e execução de presos políticos, os comandantes mostram desconforto. “Eles estão cumprindo a lei”, limita-se a dizer Saito. Questionado se o Exército se manifestará depois da divulgação do relatório, em dezembro, Enzo Peri disse: “Será o caso?”.

Folha , Mônica Bergamo

    1 Comentário

    1. Julio Rocha disse:

      SEM POVO, GOLPISMO SE ISOLA ENTRE MEIA DÚZIA
      Rascunhos pela exceção produzidos, na mídia, pela trinca Merval Pereira, Ferreira Gullar e Arnaldo Jabor despertam repulsa; chamados à radicalização feitos pelo senador Aloysio Nunes e ex-governador Alberto Goldman os equiparam ao deputado Jair Bolsonaro; povo não corresponde a impulsos golpistas; falta de ressonância política à pregação da quebra da ordem mostra que arautos do caos estão isolados.

    COISA TÁ FEIA: Polícia prende 4 Dragões da Independência por roubo

    dragoesindependenciaFoto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

    Quatro soldados do 1º Regimento de Cavalaria de Guardas do Exército, os Dragões da Independência, foram presos nesta terça-feira no Distrito Federal sob suspeita de participação em ações criminosas que culminaram em roubos a postos de combustíveis. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Segundo a Polícia Civil, o grupo chegava aos locais, abastecia os veículos e dominava os frentistas. Após a rendição, eles roubavam o dinheiro dos caixas.

    Terra

    Avião da TAM é esvaziado depois de explosivo ser encontrado no Recife

    Um avião da TAM que fazia o voo JJ3304, entre Recife e Salvador, teve que ser esvaziado depois de ter sido encontrado um pequeno explosivo no interior da aeronave, na manhã desta terça-feira (18), no aeroporto internacional dos Guararapes, no Recife.

    Parte dos passageiros já estava no avião quando um pequeno rojão foi encontrado na porta da aeronave. A Polícia Federal esvaziou o avião, fez uma varredura para encontrar outros explosivos e inspecionou os passageiros.

    A Polícia Federal ainda não soube informar como o explosivo chegou até a aeronave.

    A TAM informou que todos os procedimentos de segurança foram adotados e que o evento atrasou em cerca de três horas a decolagem do voo. A empresa reacomodou os passageiros que perderam suas conexões em outros voos.

    Folha Press

    Golpe usa “mensagem lida” do WhatsApp para ataque

    imagem.phpUm novo ataque descoberto pela empresa de segurança ESET utiliza a mais recente atualização do WhatsApp, que avisa se a mensagem foi lida, como isca para tirar dinheiro dos usuários. A estratégia é promover falsos links nas redes sociais que prometem desativar a polêmica confirmação de leitura.

    Ao clicar no link, o usuário é redirecionado a uma página que solicita o número do celular para receber um código e fazer o download de um complemento que impossibilite a confirmação. No entanto, letras pequenas na parte inferior da página avisam: a partir da primeira mensagem recebida, o usuário autoriza a cobrança de R$ 4,70 por mensagem recebida e um máximo de 25 mensagens por mês.

    Segundo a empresa de segurança digital, o ataque não deseja obter dados do usuário e sim receber o valor em dinheiro. “Encontramos alguns casos em diferentes países da América Latina. No Brasil ainda não temos nenhum exemplo, mas é importante sempre alertar os usuários para que não caiam nessa tentativa de ataque”, explica o diretor geral da ESET Brasil Camillo Di Jorge.

    Olhar Digital – UOL

    FOTO: Defesa Civil do RN é homenageada pelo Ministério da Integração Nacional

    009O coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil do Rio Grande do Norte, o Tenente Coronel do Corpo de Bombeiros, Josenildo Acioli Bento, foi condecorado pelo Ministério da Integração Nacional, no último dia 4, em Brasília, com a Medalha Defesa Civil Nacional (ANO 2013) pelos serviços prestados ao país em assuntos de Proteção e Defesa Civil.

    Desde 2011, quando foi indicado pelo atual Comandante Geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Elizeu Lisboa Dantas, para atuar junto a Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania (SEJUC), no processo de reestruturação do órgão, o Tenente Coronel Josenildo Acioli Bento, tem alcançado resultados surpreendentes.

    Em pouco menos de quatro anos, Acioli contribuiu efetivamente com o desenvolvimento das Políticas da Defesa Civil no RN, mapeando e implantando, neste período, 127 novas coordenadorias municipais de Defesa Civil (COMDEC), o que resultou ao RN um total de 147 COMDECs, ou seja, um crescimento de 635% se comparado a realidade anterior.

    “Estou imensamente feliz e grato pelo reconhecimento do nosso trabalho a frente da Administração da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil do Rio Grande do Norte, e agradeço a minha família, bem como à todos aqueles que de alguma maneira contribuíram para o fortalecimento das ações de Defesa Civil em nosso Estado, em especial ao militares e civis que fazem parte de nossa coordenadoria”, ressaltou o homenageado.

    A Medalha de Defesa Civil Nacional foi instituída em 6 de maio de 2002, através do Decreto nº 4.217, destinada a distinguir e destacar, anualmente, personalidades civis e militares, nacionais e estrangeiras, que tenham prestados serviços relevantes ao país e a comunidade nacional em assuntos de defesa civil.