FOTOS: Aeronave se choca contra prédio em aeroporto de Wichita (EUA)

30out2014---uma-aeronave-se-chocou-contra-um-dos-predios-do-aeroporto-mid-continent-em-wichita-no-estado-norte-americano-de-kansas-informaram-o-jornal-new-york-daily-news-e-tvs-locais-o-acidente-1414683819493_615x30010404292_10152187164088239_8220271852664628613_nUma aeronave de pequeno porte se chocou contra um dos prédios do aeroporto Mid-Continent, em Wichita, no Estado norte-americano de Kansas, informaram o jornal “New York Daily News” e TVs locais. Ao menos duas pessoas morreram, quatro ficaram feridas e cinco estão desaparecidas.

O acidente com o avião Beechcraft King Air aconteceu por volta das 10h da manhã (horário local).

Ao menos 100 pessoas estavam dentro do prédio no momento do acidente, segundo o jornal.

De acordo com nota da Administração da Aviação Federal (FAA) dos EUA, o piloto avisou que estava perdendo força no motor logo após a decolagem e tentou retornar à pista.

UOL

MAIS UM ACIDENTE: Motorista morre e 38 alunos ficam feridos na rodovia Washington Luís

O motorista de um ônibus de excursão escolar morreu e 38 alunos e um professor ficaram feridos em um acidente na rodovia Washington Luís na madrugada desta quinta-feira (30), próximo a Santa Gertrudes (a 167 km de São Paulo).

É o segundo caso de acidente envolvendo ônibus de excursão escolar desde a noite de segunda-feira (27) na região de Ribeirão Preto (a 313 km de São Paulo). O último, ocorrido em Ibitinga (a 347 km de São Paulo), deixou 13 pessoas mortas.

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, o ônibus de turismo seguia de José Bonifácio (a 481 km de São Paulo) para São Paulo quando o motorista do ônibus colidiu na traseira de um caminhão no quilômetro 163.

O acidente ocorreu por volta das 5h05.

O motorista ficou preso nas ferragens do ônibus. Ele foi socorrido à Santa Casa de Rio Claro (a 173 km de São Paulo), mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda segundo a polícia, os ferimentos dos alunos e professor foram leves. Todos foram encaminhados para unidades de saúde de Rio Claro.

O resgate foi feito pela concessionária Centrovias, Corpo de Bombeiros e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

O motorista do caminhão, que transportava farelo de soja de Jataí (GO) para Jambeiro (a 120 km de São Paulo), não teve nenhum ferimento, segundo a polícia.

A pista ficou totalmente interditadas das 5h10 às 6h50 para a remoção dos veículos e socorro das vítimas. Às 13h o fluxo no local já havia sido normalizado, segundo a assessoria da concessionária.

Folha Press

Confirmadas mais duas mortes do acidente de ônibus com estudantes em SP; agora, vítimas fatais chegam a 13

Mais duas mortes em razão do acidente envolvendo um ônibus de estudantes e uma carreta foram confirmadas, hoje (30), pelo Instituto Médico Legal (IML) de Bauru. Leonardo Lucas dos Santos, 17 anos, e Larissa Souza Bottacini, 24 anos, estavam na UTI do Hospital de Base de Bauru. Agora, chega a 13 o número de vítimas. A colisão ocorreu na segunda-feira (27), por volta das 23h30, na Rodovia Deputado Leônidas Pacheco Ferreira (SP-304), altura do quilômetro 368, em Ibitinga.

Parte dos feridos foi levada para a Santa Casa de Ibitinga. De acordo com o hospital, das oito pessoas encaminhadas para lá, apenas uma continua na UTI. Os demais foram liberados. Não foram divulgadas informações sobre o estado de saúde do paciente.

O ônibus levava adolescentes da Escola Estadual Dom Gastão Liberal Pinto, da cidade de Borborema. De acordo com a polícia, os alunos voltavam de São Paulo, onde visitaram uma exposição da Bienal. Três ônibus voltavam em comboio do passeio e, segundo as autoridades, dois veículos voltaram por um caminho diferente do ônibus que se acidentou, passando por Itápolis.

O acidente causou grande comoção no município, de cerca de 15 mil habitantes. O velório coletivo foi na terça-feira (28), no Ginásio de Esportes da cidade. Entre os mortos, segundo a prefeitura, estava a diretora de Cultura do município, Márcia Martins Carvalho Biasotto, a diretora da Escola Municipal Professora Ana Rosa, Marisa Aparecida Mansano dos Santos, e as professoras Roseneide Aparecida Casetta Montera e Margarete Aparecida Lucas dos Santos.

Agência Brasil

Mais de 85% dos acidentes registrados pelo HMWG nos últimos seis meses envolveram moto

No período de 1º de maio a 20 de outubro o setor de arquivo do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG) registrou 5.348 acidentes de trânsito. Deste total, 4.629 (86%) envolveram moto. Entre as causas mais comuns estiveram as colisões de moto com moto, com carro e as quedas. O levantamento ainda mostra que a média saiu das 17 ocorrências/dia (em maio) e atingiu um pico de 29 registros/dia em junho, caindo para 21 entradas/dia em outubro.

A diretora técnica do HMWG, Hélida Maria Bezerra, diz que mesmo com a redução da média de atendimentos, o número ainda é expressivo. “Apesar de este mês estarmos com a média abaixo da registrada há quatro meses, ainda é um número por demais elevado, pois, estamos atendendo uma média de mais de 20 novos acidentes todos os dias”.

Francinaldo Melo de Souza está internado no quarto pavimento do HMWG há 26 dias e faz parte das vítimas que integram a última estatística de acidentes de trânsito do hospital. Segundo conta, ele sofreu um acidente de moto na cidade de Baraúna, quando pilotava em uma estrada de barro. Um carro que passava pelo mesmo local, levantou muita poeira, diminuiu a visibilidade e outra moto que vinha em sentido contrário se chocou de frente com a sua. Com o prejuízo e o susto do acidente ainda recentes (a moto havia sido adquirida há apenas dois meses) ele afirma que, após sair do hospital, não pilotará mais. “Conversei com minha esposa e vou me desfazer da moto. Nunca causei um acidente. Sempre caí por culpa dos outros. E isso prova como a moto é perigosa”, atestou.

Natural de pendências e há sete dias internado na enfermaria do quarto andar, o paciente, Leonardo Nóia da Silva, também é parte integrante do levantamento realizado pelo setor de arquivo. Vítima de uma colisão violenta de sua moto com um carro, a força da pancada o fez fraturar o fêmur. Ele diz que, apesar da situação em que se encontra atualmente, com a perna esquerda imobilizada por um fixador, deitado em um leito hospitalar, assim que sair de alta, vai voltar a pilotar. “Vou fazer o quê? Andar a pé?”, justificou.

O cirurgião geral, Rafael Rosas, atribui parte do alto número de casos atendidos no HMWG ao consumo de bebidas alcoólicas. Ele afirma que, mesmo após o endurecimento das punições impostas pelas atuais regras da Lei Seca, não é raro identificar motoqueiros que dão entrada no setor de atendimento do trauma do Pronto Socorro Clóvis Sarinho (PSCS) com sinais de embriaguez. “A Lei ajudou a diminuir um pouco o número de ocorrência na capital. Mas, principalmente aos finais de semana, o motoqueiro do interior geralmente chega aqui apresentando algum sinal de que havia bebido”.

Hélida ainda chama a atenção para as possíveis consequências e sequelas pós- acidente. “Muitos pacientes, saem daqui totalmente dependentes, totalmente impossibilitados de retornar a sua rotina de trabalho. Associado a isso, ainda há o custo social, o fator previdenciário. Uma pessoa impossibilitada de ter uma vida ativa terá de se aposentar e isso tem um custo para o estado e para a união”, afirma.

Já a diretora geral do HMWG, Maria de Fátima Pereira Pinheiro, observa que a falta de campanhas educativas e de fiscalização pode ser parte do problema. “A educação no trânsito e as blitz nas estradas têm de ser constantes e não pontuais. As punições deveriam ser mais severas também. Todo dia constatamos a gravidade dos pacientes que chegam até nós e que, muitas vezes, não poderão nem sequer voltar a andar. É um problema crônico e que requer medidas urgentes”, alerta.

Acidente com ônibus de estudantes deixa onze mortos no interior de SP

Mais um corpo foi encontrado carbonizado no acidente com um ônibus de estudantes de Borborema, no interior de São Paulo. Segundo a prefeitura, o corpo é do estudante José Vinicius Francisco Anzolin, que morreu preso às ferragens. Com isso, sobe para 11 o número de mortos na batida, que ocorreu na noite de ontem (27), entre o ônibus e um caminhão de óleo vegetal.

Segundo a prefeitura, entre os mortos está a diretora de Cultura do município, Márcia Martins Carvalho Biasotto, a diretora da Escola Municipal Professora Ana Rosa, Marisa Aparecida Mansano dos Santos, e os professores Roseneide Aparecida Casetta Montera e Margarete Aparecida Lucas dos Santos.

A prefeitura informou também os nomes dos outros seis adolescentes que morreram: Angelo Mateus Geraldo, Gabriela Cristina da Silva Rodrigues, Nicanor de Freitas Junior, Tainá Brenda Ferreira, Thayro Matheus da Silva Polimeno e Felipe Gonçalves Rossi.

A Santa Casa de Ibitinga recebeu oito adolescentes, sendo que três estão em estado grave. Não foram divulgados detalhes sobre esses pacientes.

Para o Hospital de Borborema, foram levados oito adolescentes. Seis deles já foram liberados e dois, que tiveram ferimentos leves, estão internados em observação e devem ser liberados ainda hoje.

Segundo a prefeitura, a cidade, de cerca de 15 mil habitantes, vive um clima de comoção. O comércio decidiu fechar as portas em solidariedade às famílias das vítimas e as escolas suspenderam as atividades. Bandeiras foram colocadas a meio-mastro. A prefeitura de Borborema decretou luto oficial de três dias.

O ônibus, que levava adolescentes da Escola Estadual Dom Gastão Liberal Pinto, bateu no caminhão de óleo vegetal às 23h30 de ontem (27), na Rodovia Deputado Leônidas Pacheco Ferreira (SP-304), altura do quilômetro 368, em Ibitinga. Com a colisão, o caminhão pegou fogo.

De acordo com a polícia, os alunos da cidade de Borborema voltavam de São Paulo, onde visitaram uma exposição da Bienal. Três ônibus voltavam em comboio do passeio e, segundo as autoridades, dois veículos voltaram por um caminho diferente do ônibus que se acidentou, passando por Itápolis.

De acordo com a administração municipal, o velório coletivo será no Ginásio de Esportes da cidade, em horário a ser definido.

Agência Brasil

Acidente entre carro e moto deixa vítima ferida no acesso à ponte de Igapó na madrugada de hoje

Acidente entre um carro e uma moto deixou uma vítima ferida no acesso à ponte de Igapó na madrugada de hoje. O resgate do SAMU esteve na avenida Felizardo Moura e socorreu o motociclista em estado delicado de saúde para o hospital da região.

 

FOTO: Gilson Almeida – Via Certa

    Nenhum Comentário

    FOTO: Pai e filha morrem em capotamento de ambulância do SAMU

    Untitled-5Reprodução: CATVE

    Pai e filha morreram em um grave acidente no KM 323 da PR-180 em Cascavel na noite dessa terça-feira (21).

    Eles eram transportados em uma ambulância da SAMU que vinha de Rio do Salto para Cascavel. O veículo capotou e com o impacto da batida acertou uma árvore, parando às margens da rodovia.

    Aparecida Braz Meireles, 55 anos, era acompanhante do pai, José Antônio Braz, 77 anos. O motorista da ambulância, identificado como Carlos Marinho da Silva, ficou preso às ferragens. Nelson Diego, o auxiliar de enfermagem, foi o primeiro a ser socorrido. Os dois foram levados em estado grave ao Hospital São Lucas.

    Socorristas do SAMU, Siate e da concessionária que administra a rodovia prestaram atendimento às vítimas.

    A causa do acidente está sendo investigada. Acredita-se que Aparecida não estava com cinto de segurança.

    Até mesmo as equipes de socorro ficaram perplexas com o que aconteceu.

    Terra

      1 Comentário

      1. Voz do Povo disse:

        Nobre, obrigado por publicar a matéria que te enviei, gostaria de fazer uma sugestão, por que o amigo não usa uma lista de blogs? Gosto de estar por aqui, também sou blogueiro da Voz do povo, vou adicionar seu portal a minha lista. Carlos do blog Voz do povo.

      FOTO: Motociclista tem perna esmagada por caminhão em Macaíba

      O ConnectTV destaca um grave acidente no fim da manhã desta quinta-feira (16), por volta de 12h20, em uma estrada carroçável próximo ao Forro do Candieiro, em Macaíba. De acordo com as informações repassadas pela Policia Militar, uma motocicleta  e um caminhão se envolveram na ocorrência Na ocasião, um dos pneus do caminhão esmagou a perna esquerda do motociclista, que reside na cidade da região metropolitana de Natal.

      r1Segundo o ConnectTV,  a vítima foi socorrida pela ambulância do SAMU para o hospital em Natal. Ainda segundo a notícia, o caminhoneiro fugiu sem presta socorro. Após diligências, o caminhão de placa MYL 4115 foi encontrado abandonado dentro de uma cerâmica no distrito de Guanduba. O motorista é procurado.

      Com informações e foto do ConnectTV

      http://www.connecttv.com.br/2014/10/caminhoneiro-foge-sem-presta-socorro.html