Associação dos Oficiais Militares deseja Natal dizendo que não concorda com a continuidade do comando da PM

UM PRESENTE DE NATAL

O período de festas que se avizinha nos remete a reflexões sobre o que temos e o que pretendemos para a área da segurança pública e da defesa social. Lembremos todos que a cidade do Natal, dentro de poucos anos, passou da condição de uma das cidades mais seguras do Brasil à capital com os piores indicadores de homicídio juvenil.

Em 2015 vivenciaremos um novo ciclo político, um novo governo, novas esperanças, novas soluções. Robinson Faria – o Governador da Segurança – recordista de votos da história do Rio Grande do Norte enfrentará, talvez, o maior desafio de sua carreia política: cumprir o programa de governo apresentado ao povo potiguar.

Em tempos de mudança, percebe-se o lamento de setores que se sentem bem atendidos pelos atuais gestores das instituições encarregadas de ofertar os serviços de segurança pública e defesa social, não obstante os números, brutalmente negativos, publicados na mídia local e nacional. Esta reação é natural e esperada.

Acreditamos que o novo governo reunirá as condições necessárias para que se possa iniciar uma nova gestão pública, onde os serviços sejam avaliados pela eficiência, eficácia e satisfação do cidadão-cliente. Estes critérios objetivos permitirão quantificar o desempenho dos novos gestores, a partir do estabelecimento de objetivos, metas e prazos. A meritocracia poderá ser realidade num futuro próximo.

Segundo o publicitário Duda Mendonça, “a embalagem faz parte do conteúdo”. As manifestações de resistência às mudanças, pode se dever à falta de percepção do quadro de violência que se instalou em nosso Estado, ou pior, à indiferença quanto à este problema, já que tem sido particularmente atendidos em suas demandas.

Percebe-se atualmente, a tentativa de construção de uma imagem positiva dos atuais gestores (a EMBALAGEM), mas, que vai de encontro à ineficácia dos resultados e à insatisfação dos cidadãos-clientes dos serviços, como nos mostram os dados do IBGE, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e das pesquisas realizadas na campanha eleitoral (o verdadeiro CONTEÚDO).

Renovamos o voto de confiança no novo governo, destacando que a PM e o CBM somam hoje cerca de 10.000 profissionais, mais de 70% dos quadros da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, razão pela qual, sugerimos dedicar uma representação condizente aos cargos estratégicos da pasta.

Futuro Secretário de Segurança Pública e Defesa Social, conte conosco! Buscaremos a integração com a Polícia Civil e os demais órgãos públicos e privados, não só por dever legal mas, sobretudo, por acreditarmos na renovação completa dos comandos das instituições no dia 1º de janeiro de 2015!

Pretendemos virar uma página triste de nossa história e recuperar a confiança nas instituições. Trabalharemos para unir os quadros militares, porém, deixamos claro que não aceitaremos a utilização dos recursos públicos de segurança e da defesa social para prolongar a permanência de quem quer que seja nos cargos de gestão.

Governador Robinson, estaremos ao seu lado para contribuir com a implementação das mudanças necessárias e inadiáveis, com braço forte e mão amiga.

Conclamamos as autoridades governamentais, policiais, bombeiros, demais atores públicos e privados, para juntos ofertarmos UM NOVO PRESENTE DE NATAL ao povo potiguar, que não continue sendo apenas EMBALAGEM. Que seja recheado de CONTEÚDO. Que possamos reduzir os indicadores de violência, restabelecer o ambiente de harmonia e tranquilidade, permitir o desenvolvimento social e econômico do Rio Grande do Norte e viver em paz!

Boas Festas! Feliz Ano Novo! São os votos da ASSOFME.

DO BLOG: Para um bom entendedor, a leitura desta nota claro que os oficiais militares e bombeiros do RN estão ao lado do governador eleito, mas não concordam com a permanência do Cel Araújo no comando da PMRN.

Publicidade

Comentários:

  1. Rafael disse:

    A crescente violência no estado não pode ser jogada a falta de policiais, tendo em vista que, segundo números oficiais, a quantidade de PMs aumentou, ao passo que a criminalidade disparou. Esse comandante em nada acrescenta ao RN, esta nabhora de Robinson mostrar que realmente quer um governo técnico.

  2. Antonio disse:

    Não se pode desmerecer qualquer outro Coronel, porventura indicado ou que se dispôs a comandar a PM, entretanto não há de se questionar o bom relacionamento do atual comandante com a sua tropa. Se trata de um militar com já demonstradas boas intenções, as quais se não resultaram em maiores êxitos, foi talvez em razão de lhe ter faltado suporte financeiro. Deve-se cuidar para que interesses políticos não sejam colocados acima da técnica.Com todo o respeito aos pensamentos contrários.

  3. Sergio Nogueira disse:

    Se com todo apoio, como dito pelo Hemetério, não há muito o que mostrar, então vamos dar a vez a outro.
    A não ser, é claro, que o cargo de Comandante seja vitalício, toda mudança é positiva.

  4. Henrique disse:

    Que dizer que estão satisfeitos com o atual modelo da segurança publica do RN ??? Um absurdo manter os atuais gestores desta pasta, isso significa continuidade do modelo atual que já provou ser ineficiente!!!! Será que na Polícia não tem mais ninguém preparado para assumir o comando???? A perpetuação é um tapa na cara dos demais Oficiais!!!!!

  5. Hemeterio disse:

    Acho que o BG fez u. Juízo de valor que não há no conteúdo da Nota dos Policiais Militares.
    O Cel Araújo é um dos.mais competentes de sua área. Tem curso de especialização até em Israel.
    Contudo ninguém faz milagre se não dispuser dos recursos necessários.
    Portanto desde Aluísio Alves até hoje só um Comandante da PMN teve um apoio tão grande de seus comandados.E este w o Cel Araújo.

    • Bruno disse:

      Concordo que ele é competente, mas sua oportunidade foi dada. Há outros com competência para ocupar o cargo de comandante geral. Os que estão especulando atualmente possuem qualificação para tal. Já faz mais de 5 anos como comandante geral. Sou da opinião de renovarmos. O governo tem uma dura batalha. Confio no comando do Coronel Freitas ou Azevedo.

    • CECICDR disse:

      Acho que o senhor está equivocado em afirmar uma competência do Cel Araújo visto como ele se comporta frente aos problemas da população…. Qual Comandante "competente" vai para a TV Regional dizer que a solução para os atuais assaltos e arrastões em estabelecimentos comerciais da capital é a Segurança Particular?! Ele sugeriu que os comerciantes contratassem seguranças particulares mais preparados… Isso é atestar a falência da PM e sua incapacidade como gestor e principalmente policial….
      #SóDigoIsso

    • Nego val disse:

      Irmão vamos pedir é à ajuda de Deus pra iluminar o próximo governante pra que ele possa fazer um trabalho digno, por que só Deus pra tirar o rio grande do norte dessa situação é isso que penso