Estudo afirma que mulheres com coxas grossas e bumbum grande são mais saudáveis e inteligentes

bumbum-grandeUm novo estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Oxford e Churchill Hospital, no Reino Unido, publicado pelo International Journal of Obesity, sugeriu que pessoas com mais gordura corporal localizada nas coxas e glúteos – conhecido como corpo em formato de pera – não só carregam mais peso, como também uma proteção extra contra diabetes, doenças cardíacas e outras condições associadas à obesidade.

A boa notícia, no entanto não é só essa, de acordo com os cientistas, mulheres de bumbum grande são mais inteligentes e capazes de viver mais.

O estudo relata que a gordura localizada no quadril é capaz de prender partículas adiposas nocivas e liberar outras saudáveis. Além disso, essa gordura leva muito mais tempo para ser eliminada e, apesar disso parecer terrível para quem deseja afinar a silhueta, faz com que o corpo produza uma quantidade menor de citocinas inflamatórias, associadas à diabetes e a problemas cardíacos.

Durante anos os pesquisadores sustentaram a ideia de que nenhuma gordura é igual. Pessoas com uma quantidade maior de gordura na região da barriga – formato conhecido como “corpo de maçã” – estão mais relacionadas a problemas de obesidade do que as que levam a gordura no quadril ou na região gluteofemoral (coxas e traseiro).

De acordo com os médicos, a gordura na região da barriga é prejudicial por ser mais metabolicamente ativa, ou seja, capaz de se comunicar com todo o corpo. Diferente disso, a gordura localizada na região abaixo da barriga, tende a ser mais estável, além de liberar menos citocinas.

E se você está se perguntando como a inteligência se encaixa nesse contexto, nós te informamos: o ômega 3 se acumula e interfere diretamente no desenvolvimento do cérebro. De acordo com os cientistas os filhos de mulheres com corpo em formato de pera também são intelectualmente superiores aos de mulheres menos voluptuosas.

Entretanto, os médicos advertem que esse é um caso relacionado à genética. Sendo assim, se você está pensando em malhar para desenvolver esse formato de corpo, saiba que, provavelmente, esse estudo não se aplicará a sua condição.

Jornal Ciência

Publicidade

Comentários:

  1. Amandinha Almeida disse:

    Concordo totalmente!!!

  2. Verdade seja dita disse:

    Mulher melancia para presidenta.

  3. Rosaldo disse:

    Muuuuuuuuiiito "saudável".

  4. Luiz Moreira disse:

    Se pensarmos bem, ganhar dinheiro e fama simplesmente mostrando a bunda pode ser considerado sinal de inteligência. É a lei do menor esforço! Algumas usam o mesmo recurso para atrair um marido rico. Já aquelas menos aquinhoadas tem que fazer maior esforço intelectual para sobreviver e aparecem como mais inteligentes.

    • Luiz Moreira disse:

      Brincadeiras à parte, certamente esse estudo não focou nas alopradas que aparecem na nossa televisão pouco inteligente.

  5. Claudinho. disse:

    Vixe!!! Então a maior filósofa do Brasil, Waleska Popozuda, vai ser indicada ao prêmio Nobel… Já Cecília Meirelles, Rachel de Queiroz, Carmen Lúcia(ministra do STF), Marília Gabriela… Todas com as bundinhas que não vale um pastel de R$ 1,00 , não têm nem chance…

  6. Pedro FAPAP disse:

    Esse estudo foi feito na pratica ou na teoria ?

  7. Parreira disse:

    Delícia de bunda!Prá quem gosta…
    Mas infelizmente,pelo menos no Brasil,parece que quanto mais bunda,menos cérebro…

  8. Paulo disse:

    Loira, linda e inteligente, eu acredito.

  9. João disse:

    Tenho lá minhas dúvidas. Os exemplos na tv brasileira não mostram isso. Podem até ser saudáveis, mas inteligentes..

  10. joão disse:

    DELÍCIA!!!