ONU condena onda de violência sexista contra Dilma

Mulheres Brasil divulgou nesta quinta (24) uma nota na qual condena a violência de ordem sexista que vem sendo praticada contra a presidenta Dilma Rousseff. “Nenhuma discordância política ou protesto pode abrir margem e/ou justificar a banalização da violência de gênero”, diz o comunicado, assinado pela representante da entidade, Nadine Gasman.

Dilma é a primeira mulher a assumir a Presidência do Brasil. Por questões políticas, têm sido vítima de xingamentos sexistas, de depreciação da figura da mulher e outras violências que a atacam enquanto mulher. Mensagens com esses tipos xingamentos, algumas bastante agressivas, ofensivas e com palavras de baixo calão, são vistas em cartazes e ouvidas durante protestos contra a petista.

A nota diz que a ONU Mulheres observa “com preocupação o contexto político brasileiro e apela publicamente à salvaguarda do Estado Democrático e de Direito” e destaca ainda que, nos últimos 30 anos, a democracia e a estabilidade política no Brasil tornaram reais direitos humanos, individuais e coletivos. “São, sobretudo, base para políticas públicas – entre elas as de eliminação das desigualdades de gênero e raça – determinantes para a construção de uma sociedade inclusiva e equitativa”, diz.

Leia a nota na íntegra:

“A ONU Mulheres observa com preocupação o contexto político brasileiro e apela publicamente à salvaguarda do Estado Democrático e de Direito.

Aos poderes da República, a ONU Mulheres conclama a preservação da legalidade, como condição máxima das garantias estabelecidas na Constituição Federal de 1988 e nos tratados internacionais de direitos humanos dos quais o Brasil é signatário.

À sociedade brasileira, a ONU Mulheres pede serenidade nas manifestações e não-violência frente aos debates públicos necessários para a condução democrática dos rumos políticos do país. O debate saudável entre opiniões divergentes deve ser parte intrínseca da prática cidadã em uma democracia.

Nos últimos 30 anos, a democracia e a estabilidade política no Brasil tornaram reais direitos humanos, individuais e coletivos. São, sobretudo, base para políticas públicas – entre elas as de eliminação das desigualdades de gênero e raça – determinantes para a construção de uma sociedade inclusiva e equitativa.

Como defensora dos direitos de mulheres e meninas no mundo, a ONU Mulheres condena todas as formas de violência contra as mulheres, inclusive a violência política de ordem sexista contra a Presidenta da República, Dilma Rousseff. Nenhuma discordância política ou protesto pode abrir margem e/ou justificar a banalização da violência de gênero – prática patriarcal e misógina que invalida a dignidade humana.

Que o legado da democracia brasileira, considerado referência no mundo e especialmente na América Latina e Caribe, seja guia para as soluções da crise política.

Nadine Gasman Representante da ONU Mulheres Brasil”

Publicidade

Comentários:

  1. sinesio filho... VIVA OS MILITARES disse:

    Que mulher?..

  2. paulo disse:

    BG
    Essa ptRALHADA esta morrendo de medo de perder o poder, que foi tomado de asssalto por uma quadrilha, agora é tarde e INÉS (cumpaera pzidenta dirma) está na UTI respirando por aparelho, mais ella e seu "guru" estão com as horas contadas e poderão serem vizinhos na PAPUDA.

  3. Alguém disse:

    Ela está sendo críticada nao por ser mulher, mss por ser incompetente e pela corrupção! !

  4. Andreia disse:

    Uai, quem falou em "mulheres do grelo duro do PT" não foi o Lula???? Reclama com ele então…

  5. Polyana disse:

    Mas não cometeu crime de responsabilidade, único motivo capaz de transformar o impeachement em instrumento legal e não um GOLPE manejado pelo rei dos ladrões, o senhor Eduardo Cunha.
    Comentários e piadas sexistas tem sido veiculados constantemente sim. Diversos comentários, charges e outras manifestações tem sido carregados de preconceito e discriminação ao fato de Dilma ser mulher sim.
    A má administração decorre da rebelião da oposição sob o comando de Eduardo Cunha com suas pautas bombas barrando todas as ações da Presidência, no pior estilo do "quanto pior melhor".
    Também decorre do seu governo ser loteado e dominado pelo PMDB que possui os maiores conspiradores da história: Temer (o rei), Renan e Cunha mandam no Congresso. Sete Ministros dão o tom no governo, além de milhares de cargos comissionados e chefias e direções de estatais e Empresas de Economia Mista em todo o Brasil colocarem o governo em cheque.
    Não sabemos como o PMDB age?
    Não lembramos o que Garibaldi, Henrique e seus asseclas fizeram com Micarla, Rosalba e Dilma?
    E agora já estão no pescoço de Carlos Eduardo que os derrotou vergonhosamente nas eleições passada, mas se esqueceu e deu a melhor fatia justamente para aqueles que perseguiram a ele e ao seu povo que está revoltado, pronto pra dar o troco, moeda da traição.

    • Rodrigo disse:

      Na época do FHC foram assinados 14 pedidos de Impeachment, dez (10) foi assinado pelo PT, era golpe??? É bom lembrar que o PT só não pediu impeachment do presidente do Corinthians o resto pediu tudo. Era Golpe???

  6. Coelho disse:

    Se não bastassem os demais abusos, agora se ctia mais esse? Sexista? Se o for, ela é que se recentiu, pois foi a própria que buscou fortalecer-se atrás de um homem chamado Lula. No mais, nunca ouvi uma só palavra que, nem de longe, possa se associar a essa absurda linha de defesa ou vitimismo.

  7. Berg de Paula disse:

    E isso que me deixa revoltado que a globo não divulga em Ana maria,bem esta,Fátima Bernades,Globo esporte,Jornal Hoje ,Video show….corujão.Não sou petista ,nem cego para ver essa emissora repetir 64 e depois de anos pedir desculpas falando que erro em apoiar a ditadura.

  8. Marcus Guedes disse:

    E essa dona Nadine não tem nada a dizer sobre o nosso ex-presidente, ao conclamar as companheiras de "grelo duro" para dar uma lição num procurador da República em Rondônia. E aí, para mostrar que o seu partido conta com belos exemplares dessas portadoras de "grelo duro" ele cita as companheiras Maria do Rosário e Fátima Bezerra (ilustre senadora pelo nosso estado).
    Enfim, pelo que pude perceber, "demitir" uma incompetente e mentirosa presidente de República é uma violência sexista! Concitar mulheres do "grelo duro" à luta contra os homens (ou para demonstrar sua supremacia sobre eles) é algo digno de elogios.
    Viva, pois, as mulheres de "grelo duro"!!

  9. Val Lima disse:

    Essa organização deveria ter feito um manifesto contra o Luiz Inácio,após aquela conversa telefônica onde o ex pte fala a respeito de um tal de "grelo duro"….

  10. Fábio disse:

    Aquela conversa de mulheres do nosso partido que tem o grego duro, também é muito depreciativa.

  11. Rosaldo disse:

    Ela está sendo criticada não é por ser mulher, e sim por ser péssima administradora e uma grande mentirosa, conforme gravações. Os PTistas jogam informações falsas no exterior para torná-la uma injustiçada.

  12. Darwim disse:

    Ela está sendo execrada pela corrupção, desonestidade, incompetência e incapacidade de governar, e não por ser mulher. Aliás quem fez comentários sexistas conversando inclusive com ela, foi o seu padrinho político e cúmplice, e pasmem, ela spenas sorriu.
    Esta estória, nada msis é, wue manobra diversionista para tirar de foco o real problema. Será q ninguém enxerga isso?

  13. Elves Alves disse:

    Dilmão não me representa, e muito menos a ONU. Tenho dito.

  14. SANDRO disse:

    "GÊNERO"?
    ME DESCULPE, MAS ISSO NÃO ESTÁ ACONTECENDO, ALÉM DE SE INFORMAR MELHOR, POIS O PRÓPRIO GOVERNO DELA PREGA A NEUTRALIDADE DE GÊNERO….ESTÃO DESCULPADOS, DEVEM TER ERRADO O PAÍS DESSA DILMA AÍ.
    APROVEITA E DÁ UM EXEMPLAR DA CARTILHA EDUCACIONAL DO PT. NETOS OU FILHOS VÃO ADORAR

  15. caio fabio disse:

    Conversa pra boi dormir, agora tudo é desculpa para encobrir os desmandos do governo mais corrupto e incompetente da história do Brasil.