Publicidade

Mega-Sena pode pagar R$ 30 milhões neste sábado

O sorteio 1.907 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 30 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio, o último da série especial de Carnaval, ocorre às 20h (horário de Brasília) deste sábado (25), em São Paulo (SP).

De acordo com a Caixa Econômica Federal, com o valor integral do prêmio, o ganhador poderá adquirir 50 imóveis de R$ 600 mil cada ou uma frota de 150 carros de luxo. Se quiser investir na poupança, o sortudo poderá garantir uma aposentadoria de R$ 200 mil por mês.

enviar comentário
Publicidade

Bruno vai recorrer de sentença de assassinato em liberdade

Condenado a 22 anos e três meses de prisão pelo assassinato da modelo Eliza Samudio, sua ex-amante, o ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes das Dores de Souza conquistou nesta sexta-feira o direito de recorrer da sentença em liberdade. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello acolheu um pedido do advogado do jogador e determinou, por meio de uma liminar, que ele deixasse a cadeia. Cumprindo pena na Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac), em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Bruno, que ficou seis anos e sete meses atrás das grades, recebeu no início da noite seu alvará de soltura. Ele saiu pela porta principal da Apac e não quis dar entrevista. Ao lado da mulher, Ingrid Calheiros, Bruno disse apenas uma frase: “Glória a Deus por tudo”.

Bruno foi julgado em 2013 pelo Tribunal do Júri de Contagem, em Minas Gerais, e sua condenação ainda não foi confirmada em segunda instância. Por isso, Marco Aurélio decidiu colocá-lo em liberdade.

“A esta altura, sem culpa formada, o paciente está preso há seis anos e sete meses. Nada, absolutamente nada, justifica tal fato. A complexidade do processo pode conduzir ao atraso na apreciação da apelação, mas jamais à projeção, no tempo, de custódia que se tem com a natureza de provisória”, afirmou o ministro do STF em sua decisão.

 

O Globo

enviar comentário
Publicidade

Jorge e Bruno Luz, lobistas ligados ao PMDB, desembarcam no Brasil

Com prisão decretada pelo juiz Sérgio Moro, os lobistas ligados ao PMDB Jorge Luz e seu filho, Bruno Luz, chegaram ao Brasil, no aeroporto de Brasília, na manhã deste sábado e foram levados para a Superintendência da Polícia Federal no Distrito Federal. Segundo a PF, eles ficarão em Brasília até quinta-feira, quando serão transferidos para Curitiba.

Eles estavam em Miami, onde foram presos pela polícia de imigração dos Estados Unidos. Pai e filho entraram na lista de procurados pela Interpol, depois que o mandado de prisão foi expedido no Brasil na 38ª fase da Operação Lava-Jato, deflagrada na última quinta-feira.

Jorge e Bruno embarcaram na noite de ontem num voo comercial direto de Miami que pousou em Brasília por volta das 7h30. Ao chegarem ao setor de imigração do aeroporto, a Polícia Federal os conduziu a uma viatura, na área interna do terminal, que seguiu para a Superintendência Regional do órgão. Eles não passaram pelo desembarque de passageiros.

 

O Globo

Comentários (2) enviar comentário
  1. Carlos Santiago disse:

    O PMDB mama nas tetas do Governo desde o fim da Ditadura.
    Tancredo morreu de maneira estranha e Sarney assumiu.
    Depois morreu Ulisses Guimarães em acidente até hoje não esclarecido…
    Depois veio Itamar levado ao poder pelo afastamento de Collor, que provando sua inocência voltou ao cenário Federal no Senado.
    E agora TEMER por meio de um Golpe comprando 140 deputados para eleger Cunha e fazer todo o plano para derrubar o PT.
    Mas mesmo quando não Governou diretamente, sempre governou discretamente por meio das manobras de bastidores, com sua maioria esmagadora, por meio de chantagens e propinas, indicando pessoas chaves para cargos chaves.
    O PMDB sempre mandou muito no poder, e no último governo de Dilma a coisa ficou insustentável com as Presidências do Senado e da Câmara nas mãos deles. Além da Vice Presidência e 9 (nove) Ministros de Estado.
    Henrique Alves, agora caladinho, foi o grande operador desse esquema todo, como homem de confiança de Temer e de Cunha.
    O PMDB é um cancer, e enquanto o PT e o PSDB se digladiam por um projeto de poder, o PMDB assiste para ver quem ganha, pois ele já ganhou.

  2. Paulo Cardoso disse:

    A imparcialidade do sistema judiciário é o que lhe permite a referência, mais o núcleo gerador e permissivo de todo o mal causado pela corrupção é formado por um grupo de políticos enraizado a tempos no poder não chegou se quer foi arranhado. Ainda não é possível afirmar que a justiça será feita!

Publicidade

MPF investiga Lula e Bolsonaro por vídeos na internet

O deputado Jair Bolsonaro no   plenário do Senado, em Brasília (DF), em   11/02/2014

O Ministério Público Federal iniciou uma investigação sobre uma série de vídeos sobre Lula e Jair Bolsonaro que circulam na internet.

O material tem claro tom de campanha, o que é vedado antes do período eleitoral pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O órgão agora quer saber se foram os próprios políticos que produziram este conteúdo.

Num deles, Lula aparece ao som do verso “eu estou voltando”, cantado por Simone. Já Bolsonaro é investigado pelo conteúdo de cinco vídeos.

Se forem condenados a multa é de até R$ 25.000, ou equivalente ao custo da propaganda se o gasto tiver sido maior.

 

VEJA

Comentários (3) enviar comentário
  1. Walter disse:

    BOLSONARO presidente

  2. Carlos Santiago disse:

    O desmantelo maior do mundo na quadrilha do planalto, o MPF esquece de concluir os inquéritos de Serra e Aécio, deixa a mulher de Cunha solta e finge que não vê Gedel, Jucá, Padilha, Moreira Franco, Renan e o Próprio Temer, e vai atrás de Lula e Bolsonaro.
    É pra rir ou chorar?

  3. adauto disse:

    DIA 13 DE MARÇO O BRASIL VAI MUDAR A GUARDEM NAS RUAS DE TODO PAIS.

Publicidade

Doria samba, varre, cobra por comida e é vaiado e aplaudido em seu 1º carnaval no Sambódromo

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), foi ao sambódromo do Anhembi pela primeira vez na noite desta sexta-feira (24) acompanhar o desfile das escolas de samba paulistanas. Do camarote da Prefeitura, ele improvisou uma dança durante o desfile da Tom Maior, primeira escola a entrar na avenida.
Após a passagem da Tom Maior pela passarela do samba, Doria saiu do camarote da Prefeitura e foi até a pista, onde sambou ao lado dos garis que faziam a limpeza para a passagem da próxima escola.

Inicialmente o prefeito foi aplaudido, mas, quando pegou a vassoura e começou a varrer, parte do público começou a gritar xingamentos. Rapidamente, ele foi puxado pelos assessores de volta para o camarote. Indagado sobre a reação do público, ele respondeu: “Teve mais aplauso. Ninguém é unanimidade”. Depois, disse que “faz parte”.

O prefeito contou que esta é a primeira vez que vai ao Anhembi para assistir ao desfile das escolas de samba. “No sambódromo, efetivamente, é a primeira vez que eu venho no carnaval. Eu fiz o carnaval de São Paulo em 82, 83, mas na Tiradentes ainda. Aqui é a primeira vez. Tô feliz de ver o bom trabalho das escolas de samba de São Paulo, no mesmo nível das escolas de samba do Rio de Janeiro”, declarou.
Perguntado se ficaria a noite toda no sambódromo, o prefeito respondeu que permanecerá por “uma parte da noite” e disse que na noite de sábado “deve voltar”.

Comida paga no camarote

Em tempos de crise, a gestão do prefeito João Doria acabou com a fartura no camarote e quem quer comer e beber no local tem que pagar. O vice-prefeito de São Paulo, Bruno Covas, informou mais cedo, nesta sexta, que a Prefeitura economizou este ano R$ 2,8 milhões com o sistema de cobrança do camarote.

G1

Comentários (4) enviar comentário
  1. LUCY disse:

    APLAUDIDO PELOS PATOS QUE VESTIRAM A CAMISA DA SELEÇÃO ANO PASSADO.

  2. Fora temer disse:

    esse é um palhaço sem cara pintada, talvez esteja sonhando em 2018 igual a luladrao.

Publicidade

Bruno chora de alegria com liberdade e já tem propostas para voltar ao futebol

Acusado de participar do assassinato de Eliza Samudia, em 2010, o goleiro Bruno Fernandes ganhou o direito de ser solto da prisão em Minas Gerais nesta sexta-feira e chorou de alegria ao receber a notícia do habeas corpus. Agora em liberdade, o ex-jogador de Flamengo, Corinthians e Atlético-MG já pensa em voltar aos gramados de futebol.
L
Segundo Lúcio Adolfo, advogado de Bruno no caso, ele ficou bastante emocionado depois que soube da liminar. “No primeiro instante chorou, foi um choque bom. Mas já está na expectativa de sair. Ele quer voltar a jogar futebol. Está com 30 anos e vai trabalhar para isso. Ele já tem propostas de fora de Minas”, disse o magistrado ao portal “Uai”. Lembrando que o goleiro, na verdade, tem 32 anos de idade.

Segundo Lúcio Adolfo, advogado de Bruno no caso, ele ficou bastante emocionado depois que soube da liminar. “No primeiro instante chorou, foi um choque bom. Mas já está na expectativa de sair. Ele quer voltar a jogar futebol. Está com 30 anos e vai trabalhar para isso. Ele já tem propostas de fora de Minas”, disse o magistrado ao portal “Uai”. Lembrando que o goleiro, na verdade, tem 32 anos de idade.

 

iG

Comentários (6) enviar comentário
  1. Sergio Nogueira disse:

    Nem quero entristecer os fãs desse facínora, mas a decisão liminar do STF é apenas em função do não julgamento da apelação apresentada quando da condenação.
    Se o TJMG julgar o recurso, ele volta para o mesmo lugar onde morou nos últimos 6 anos.

  2. Nice Pinto de Morais disse:

    Um atleta de ponta e um assassino de ponta não é?

  3. ANTONIO FELIX NETO disse:

    O BRUNO SE ENVOLVEU COM GENTE SEM FUTURO. INFELIZMENTE.

  4. Marcondes Morais disse:

    Grande goleiro. Se não tivesse sido preso, provavelmente estaria na seleção. Espero que tenha apreendido a lição e volte a ser um atleta de ponta.

  5. Fora temer disse:

    qual sera o time q vai ter um goleiro assassino. quem ira p história da galeria de Milton neves.

  6. Isabel disse:

    E agora faça de novo aprenda

Publicidade

Tradicional “Zé Pereira”em Goianinha termina em tiroteios entre facções criminosas

A tradicional festa “Zé Pereira”, que acontece todos os anos na sexta de carnaval no município de Goianinha , terminou de forma lamentável.

Facções criminosas rivais protagonizaram uma intensa troca de tiros no meio da festividade. Ainda não se sabe o número correto de vítimas. A PM e a SAMU estiveram no local.

Comentários (3) enviar comentário
  1. Rachel Dias disse:

    A festa estava super organizada, gente bonita, muita Família, mas esse Nos dias de hoje em todos os lugares o cidadão de bem está vulnerável a esse tipo de situação.

  2. ANTONIO FELIX NETO disse:

    MISERICORDIA!

  3. FRANCISCO DAS CHAGAS AVELINO COSTA disse:

    TÁ TUDO JUNTO E MISTURADO. JÁ FOI BOM O ZÉ PEREIRA, HOJE SE ENCONTRA NESTA SITUAÇÃO. POR QUE OS AMIGOS DOS AMIGOS, NÃO SE ENTENDEM COM OS MANOS DOS AMIGOS.

Publicidade

Governo anuncia investimentos para o Sertão do Apodi

A secretária do Trabalho da Habitação e da Assistência Social, Julianne Faria assinou nesta sexta-feira (24), os contratos e ordens de serviços das obras dos subprojetos de inclusão produtiva e acesso à água dos beneficiários dos subprojetos do Governo do Estado nos municípios de Campo Grande, Paraú, Upanema, Caraúbas, Olho D´água dos Borges, Felipe Guerra e Governador Dix-Sept- Rosado.

A agenda foi cumprida no município de Campo Grande pela manhã e em Caraúbas no período da tarde. Os investimentos são para perfuração e instalação de poço, construção de reservatório, construção de mini adutora e construção de passagens molhada com barragem submersa, construção de espaço de comercialização dos produtos da agricultura familiar, além da aquisição de máquinas, equipamentos e veículos para facilitar a logística de comercialização.

“O Rio Grande do Norte enfrenta cinco anos de seca, uma das preocupações do Governo é proporcionar apoio para aqueles que vivem no campo. Estamos assinando essas ordens de serviços para viabilizar uma vida melhor para todos vocês”, disse Julianne.

Em sua fala, a secretária anunciou ainda que o território do Sertão do Apodi vai ganhar um nova Central do Cidadão. “A nova Central vai ser construída em terreno do Estado em Caraúbas”, destacou.

Para agricultora Maria Dilvânia, de Caraúbas, o sonho de ter uma cozinha comunitária está próximo. “As chuvas estão vindo, já podemos sentir o cheiro de água. Com esse dinheiro vamos fazer uma mini adutora e construir nossa cozinha comunitária. Nosso sonho está sendo realizado”, falou.

O secretário de Metas e Projetos, Vagner Araújo acompanhou toda a agenda e lembrou que os investimentos do Governo do RN em educação, saúde, segurança e assistência social no Sertão do Apodi supera 30 milhões. Os recursos são do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial.

Nos dois municípios houve ainda a entrega dos equipamentos de TI aos Conselhos de Desenvolvimento Solidário e Sustentável.

 

enviar comentário
Publicidade
Publicidade

O nome do problema do governo não é Padilha

O problema do governo tem nome e sobrenome. Nas últimas horas, políticos e jornalistas o chamam de Eliseu Padilha. Se estivessem certos, a solução seria simples. Bastariam uma esferográfica para a assinatura do presidente e uma folha para o ato de exoneração do chefe da Casa Civil. Mas estão todos enganados.
Chama-se Michel Temer o problema do governo. Ele chegou ao Planalto como solução constitucional para a autocombustão que consumiu o mandato de Dilma Rousseff. Virou um problema ao cercar-se de amigos tóxicos e subordinar sua administração à vulgaridade. Temer se absteve de perceber que o jogo político no Brasil mudou de fase.

Nesta sexta-feira, o presidente mandou sua assessoria divulgar uma nota. Nela, admitiu novamente ter pedido dinheiro à Odebrecht em 2014. Mas reiterou que “não autorizou, nem solicitou que nada fosse feito sem amparo nas regras da Lei Eleitoral.” Contabilizou o repasse da construtora ao PMDB em R$ 11,3 milhões. “Tudo declarado na prestação de contas ao Tribunal Superior Eleitoral”, enfatizou a nota. “É essa a única e exclusiva participação do presidente no episódio.”

O “episódio” que o texto do Planalto preferiu não esmiuçar envolve a Odebrecht, uma dezena de milhões reais e os dois maiores amigos do presidente da República: o ex-assessor da Presidência José Yunes e o chefe da Casa Civil Eliseu Padilha. O fato comporta pelo menos quatro versões: a de Temer, a de Yunes, a de Padilha e a versão verdadeira.

Nesse contexto, a manifestação divulgada pela assessoria presidencial apenas empurrou Temer para dentro de um Brasil alternativo. Um país fictício em que nada de reprovável aconteceu. Para que a nota oficial ficasse em pé, todos os brasileiros adultos teriam de aceitar a tese segundo a qual Temer não tem nada a explicar e que a crise que acaba de cair no seu colo está encerrada.

Nesta ficção que nenhum novelista assinaria para não passar por improvável, os brasileiros teriam de se fingir de bobos e ignorar o seguinte roteiro: o amigão Yunes recebeu em seu escritório envelope das mãos do doleiro Lúcio Funaro, um portador que o amissíssimo Padilha jura que nem conhece. No envelope que Yunes assegura ter recebido a pedido de Padilha, podia haver qualquer coisa, menos os milhões em verbas sujas que Temer renega, mas que os delatores da Odebrecht sustentam ter providenciado a seu pedido.

São tantas as confusões em que se mete o governo de Michel Temer que as coisas vão assumindo proporções inaceitáveis. Embaraços vão se transformando em hábitos. Descalabros vão virando parâmetro. De repente, nada precisa ser muito explicado. Dá-se de barato que os brasileiros se fingirão de mortos pelo bem da República.

Em nome da continuidade das reformas, ninguém perguntará: Onde Temer está com a cabeça que ainda não rompeu com Yunes, o amigo da onça? Pela estabilidade do condomínio partidário que dá suporte congressual ao governo, ninguém questionará: Afinal, Temer ainda não demitiu Padilha por que não quer ou por que não pode?

Costuma-se dizer que o brasileiro não tem memória. Michel Temer parece acreditar que os patrícios não têm mesmo é muita curiosidade.

 

Josias de Souza – UOL

Comentários (15) enviar comentário
  1. Blue disse:

    Fora Temer

  2. Blue disse:

    O povo precisa ir aos aeroportos "recepcionar" essa turma

  3. Blue disse:

    O STF envergonha a nação

  4. Blue disse:

    É urgente a prisão de Temer

  5. Paulo Cardoso disse:

    O grande problema do governo é o governo que se enclausurou no ciclo da dinâmica da impunidade onde os corruptores fazem surgir os corruptos que diante da ineficiência e inoperância da justiça que se tornou um braço político usado em seu favor e do qual se favorecem não desperta lhes o interesse de quebrá lo

  6. #ficaadica disse:

    Pq os movimentos, contra temer, assim como tinha os contra Dilma e Lula, não se manifestam, pq não levam o povo pra rua ? Acho estranho…

  7. Roberto disse:

    Até quando, o brasileiro vai ter que aguentar esses bandidos no poder, até acontecer uma guerra civil o povo se revoltar pegar em armas, revoltado com esse governo corrupto, esse senado ,essa câmara,esse supremo, MILITARES o povo brasileiro pede socorro.

    • Roberto júnior disse:

      Ainda aparecem doentes pregando essa imbecilidade de intervenção militar…. É burrice crônica e falta de informação.

    • marcelo disse:

      Sr. Roberto Junior, antes de qualquer colocação sua, gentileza respeitar o Regime Militar, Intervenção Militar não é burrice, é sim a única e última prerrogativa a se tomada por nós…….
      não é hora, se existe constitucionalidade ou não nesta prerrogativa, o Supremo Tribunal julga, se o mesmo não for afetado.
      por: atitudes , comportamentos e colocações iguais a sua é que a Nação encontra-se nesta situação, tudo deriva de Respeito.

    • Auri disse:

      NÃO É USANDO A VIOLÊNCIA QUE SE RESOLVERÁ O PROBLEMA DO PAÍS. BASTA A VIOLÊNCIA PRATICADA E DISTRIBUÍDA PELA BANDIDAGEM, E PROMOVIDA PELA INCAPACIDADE ADMINISTRATIVA E POLÍTICA DE UM GOVERNO SEM AÇÃO EFETIVA. DESCUPE O BRILHANTE JOSIAS DE SOUZA, MAS O MICHEL TEMER SE APRESENTOU COMO ÚNICA OPÇÃO, TODAVIA, NUNCA COMO SOLUÇÃO. NÓS PRECISAMOS É DE UM SISTEMA PARLAMETARISTA. ACORDA BRASIL!

  8. escritor disse:

    Fora Temer e leve o PMDB junto.

  9. Verdade Nua e Crua disse:

    Agora dá pra entender porque Dilma era um problema…
    À frente de um governo desmoralizado, depois que seu melhor amigo, José Yunes, usou uma expressão do tráfico de drogas para dizer foi "mula" de Eliseu Padilha, licenciado da Casa Civil, Michel Temer soltou uma nota, afirmando ter agido dentro da lei; "A Odebrecht doou R$ 11,3 milhões ao PMDB em 2014. Tudo declarado na prestação de contas ao Tribunal Superior Eleitoral. É essa a única e exclusiva participação do presidente no episódio", diz trecho da nota; delações, no entanto, apontam que Temer pediu e recebeu propina da Odebrecht e que o dinheiro foi usado para a compra de 140 deputados, que ajudaram a eleger Eduardo Cunha presidente da Câmara.

  10. Ângelo Júnior disse:

    Se ele diz que pediu dinheiro para campanha eleitoral e, a forma de receber é assim. Me engana que eu gosto. Gente! Quando se pede dinheiro pra campanha não há que usar de meios subterfúgicos para recebê -lo. Não há o que temer e não precisa receber escondido ou, através, de intermediário. Assim, como fui a favor do fora Dilma e sou a favor da prisão do Lula, sou também a favor do fora TEMER.

    • Luiz Carlos disse:

      Sinto muito meu caro você foi a favor do fora Dilma sem saber porque, pensa que é fácil? Vai ter que engolir Temer. Não adianta dizer que quer o fora Temer. Nada vai acontecer, a Globo não quer e a elite não quer. Você vai ter que aguentar Alexandre de Morais….. O que foi que Dilma fez errado para você querer que ela saísse?

    • Comedor de Coxinhas disse:

      Mais um trouxinha enganado.

Publicidade
Publicidade

PM é baleado em Bar em Neópolis

Um Policial Militar, ainda não identificado, foi alvejado durante a noite desta sexta, 24, no bar do Xexéu, localizado em Neópolis.

Segundo informações, o militar levou tiros na perna e nas costas. Ainda não se tem informação sobre o estado de saúde da vítima.

Comentário (1) enviar comentário
  1. Cassio Morais disse:

    Frequentar bar é bem menos seguro para quem atua na área de segurança., é óbvio.

Publicidade