Publicidade

NATAÇÃO – (Eterna em um centésimo): Etiene bate chinesa e vira 1ª campeã mundial do país

Etiene Medeiros ouro 50m costas mundial natação budapeste (Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA)

Na semifinal, os resultados já davam um indício que a briga pelo ouro ficaria entre Fu e Etiene. A brasileira fez o melhor tempo da vida com 27s18, e a chinesa ficou só um centésimo atrás. Na decisão, as duas largaram lado a lado.

– Competi com essa chinesa em Kazan, e tive mais uma chance de competir com ela aqui de novo. Foi braçada a braçada. Nos meus últimos 10 metros eu sempre morro. Joguei o corpo e o braço na chegada e dessa vez eu consegui ser mais rápida que ela – comentou a brasileira.

A partida de Etiene foi um pouco pior que a chinesa, que teve o tempo de reação dois centésimos melhor. Mas, no nado submerso, Etiene já aparecia na frente. As duas faziam uma prova à parte, enquanto o restante lutava pelo bronze. Na chegada, as duas chegaram juntas. Era impossível a olho nu apontar quem havia vencido a prova. Mas no placar eletrônico veio a boa notícia: a brasileira bateu um centésimo na frente e levou o ouro.

🏊‍♀️ Final dos 50m costas feminino 🏊‍♀️

🥇Etiene Medeiros 🇧🇷 27.14
🥈Yuanhui Fu 🇨🇳 27.15
🥉Aliaksandra Herasimenia 🇧🇾 27.23

Com o resultado, são sete as medalhas do Brasil no Mundial de esportes aquáticos. Ana Marcela foi bronze nos 5km e 10km, além de ter sido campeã nos 25km da maratona aquática. Enquanto na piscina vieram três pratas: 4x100m livre, Nicholas Santos (50m borboleta) e João Gomes (50m peito).

Chierighini fica em 5º nos 100m livre

O tempo de 48s11 está entalado para Marcelo Chierighini. Pela terceira vez na carreira, ele cravou essa marca, que é o melhor tempo de sua vida. Na final dos 100m livre desta quinta-feira, terminou em quinto lugar. O ouro foi para o americano Caeleb Dressel com 47s17, a prata para o também americano Nathan Adrian, e o bronze para o francês Mehdy Mentella, com 47s89.

– Não gostei da minha prova. Eu fiz a prova que eu queria, passei mais suave, forcei no fim, mas queria ter ido ainda melhor. Tive a chance de nadar para 47s de novo, e não consegui. É frustrante – disse o brasileiro.

🏊 Final dos 100m livre masculino 🏊

🥇Caleb Dressel 🇺🇸 47.17
🥈Nathan Adrian 🇺🇸 47.87
🥉Mehdy Metella 🇫🇷 47.89

Marcelo Chierighini volta a disputar uma prova no Mundial no domingo, o revezamento 4x100m medley, em que cada país entra em ação com um atleta em cada estilo.

Provas da natação nesta sexta-feira

4h30: Eliminatórias (SporTV 2)
50m livre masculino (Cesar Cielo e Bruno Fratus)
800m livre feminino
200m costas feminino
100m borboleta masculino (Henrique Martins)
50m borboleta feminino
4x200m masculino

12h30: Finais (SporTV 2)

Semifinal 50m livre masculino

Final 100m livre feminino
Final 200m costas masculino
Semifinal 200m costas feminino
Final 200m peito masculino
Final 200m peito feminino
Semifinal 100m borboleta masculino
Semifinal 50m borboleta feminino
Final 4x200m masculino

Globo Esporte

 

enviar comentário
Publicidade

Simulado TOP Enem: CEI Mirassol premiará estudantes com bolsas de estudo, computadores e R$ 5 mil reais

Aberta também ao público externo, as inscrições para o Simulado TOP Enem 2017, promovido pelo colégio CEI Mirassol, já foram iniciadas. Os primeiros colocados no exame, destinado aos estudantes devidamente matriculados em qualquer estabelecimento de ensino, que estejam cursando a partir do 9º ano do Ensino Fundamental II, até a 3ª série do Ensino Médio, vão ser premiados com bolsas de estudo, computadores, além de R$ 5 mil em dinheiro. Para participar, os candidatos do CEI Mirassol, Zona Sul e alunos externos devem efetuar a inscrição até o dia 11/08, seguindo as etapas e diretrizes especificadas no edital disponibilizado no site http://www.estudecei.com.br.

As provas, realizadas em parceria com uma instituição referência em avaliação acadêmica e pesquisa institucional, denominada “Primeira Escolha”, acontecerão nos dias 20 e 27 de agosto, nas dependências do CEI Mirassol – Unidade do Ensino Médio, de acordo com o seguinte cronograma:

1º DIA (20/08/17) – Das 13h30 às 19h – Provas de LCT, redação e CHT
2º DIA (27/08/17) – Das 13h30 às 18h – Provas de MT e CNT

Corina Amorim, vice-diretora pedagógica do CEI Mirassol, explica que o exame tem como objetivo “avaliar o domínio dos candidatos na prova de redação bem como em relação aos objetos de conhecimento vinculados às habilidades e competências previstas nas quatro áreas de conhecimento: Linguagens, Códigos e suas tecnologias; Ciências Humanas e suas tecnologias; Matemática e suas tecnologias e Ciências da Natureza e suas tecnologias”, afirmou. Além disso, a educadora acrescenta que, por se tratar de uma instituição que incentiva constantemente o desenvolvimento social e acredita no potencial transformador da educação, o CEI Mirassol reconhecerá o mérito dos candidatos que obtiverem as três melhores médias nas avaliações das quatro áreas de conhecimento, com os seguintes prêmios:

1º lugar:
· Um cheque no valor de R$ 5.000,00 para incentivo aos estudos.
· Uma bolsa de estudos de 100% (caso o primeiro candidato colocado seja aluno do 9º do Ensino Fundamental, 1º ou 2º ano do Ensino Médio).

2º lugar:
· Um computador.
· Uma bolsa de estudos de 70% (caso o segundo candidato colocado seja aluno do 9º do Ensino Fundamental, 1º ou 2º ano do Ensino Médio).

3º lugar:
· Um Tablet.
· Uma bolsa de estudos de 50% (caso o terceiro candidato colocado seja aluno do 9º do Ensino Fundamental, 1º ou 2º ano do Ensino Médio).

 

enviar comentário
Publicidade

App polêmico que é nova febre mundial já está liberado no Brasil

Perfil e configurações do app Sarahah para Android (Foto: Reprodução/Ana Marques)

Sarahah é uma nova rede social que virou febre nos Estados Unidos e em outros países. O propósito do app tende a ser polêmico: os usuários podem entrar no seu perfil para enviar feedbacks de forma anônima. A ideia é que as críticas tenham impacto positivo, fazendo com que as pessoas saibam em que aspecto podem melhorar em suas relações com familiares e amigos.

Disponível para celulares Android e no iPhone (iOS), além da versão web, o Sarahah bateu uma marca considerável de downloads nos EUA e ultrapassou até os números de gigantes como YouTube e Instagram, segundo o site de monitoramento de softwares App Annie. No Brasil, o programa também já está liberado para baixar na App Store e Google Play. Seu objetivo lembra o do aplicativo Secret, que também permitia postagens anônimas e foi encerrado após ser usado para a prática de cyberbullying, além de conteúdo de baixo calão e pornografia.

O que é o Sarahah e como funciona?

O funcionamento do Sarahah – palavra Árabe que em português significa “franqueza” – é bem simples. Após criar uma conta usando apenas um e-mail válido e um nome de usuário, você é redirecionado para seu perfil. Nessa página, é possível ver mensagens recebidas e enviadas, além do link da sua conta.

Privacidade

A busca de usuários está presente no app para celulares, onde há um campo para pesquisar por nomes de contatos. Não há, porém, uma opção para encontrar amigos por meio de integração com o e-mail ou outras redes sociais.

Caso você não queira aparecer nas pesquisas do app, é possível desativar essa opção nas configurações. Desse modo, apenas quem tem o link do seu perfil pode acessá-lo para enviar mensagens anônimas.

Além disso, você também pode bloquear usuários, mesmo sem saber quem eles são. Apesar de os feedbacks serem anônimos, é necessário estar logado para enviar mensagens pelo aplicativo. A versão web do Sarahah, por outro lado, permite mandar recados sem estar registrado no serviço.

Caso tenha recebido um comentário irritante ou desinteressante, basta tocar sobre um botão para banir a pessoa e impedir que ela comente de novo enquanto estiver logada na mesma conta.

Críticas sem direito de resposta

Uma das reclamações recorrentes na Google Play Store e App Store dizem respeito ao direito de resposta. Ainda não é possível responder às mensagens recebidas, o que aparenta irritar a muitos usuários. Dessa forma, antes de baixar o app e entrar para o Sarahah, vale pensar se você aguenta receber críticas sem poder argumentar sobre elas.

Globo, via Techtudo

Comentário (1) enviar comentário
  1. Sávio disse:

    Aplicativo de gente carente, inseguro(a).

Publicidade

Transporte no Campus da UFRN terá linhas expressas para atender melhor os estudantes

A partir desta segunda-feira (31), a linha 588 (Circular UFRN) vai passar a contar linhas Expressas no Campus da UFRN, uma ligando o Via Direta a Reitoria e outra ligando o Via Direta a C&T. O objetivo, segundo a Prefeitura do Natal – por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU) –, é melhorar a capacidade de transporte do sistema sem aumentar a quantidade de veículos na frota.

Segundo Rubens Ramos, professor do Departamento de Engenharia Civil da universidade, a Reitoria e o C&T são os principais pontos de destino dos estudantes. “Mais da metade dos alunos se destinam a um destes locais e eles acabam perdendo tempo em paradas intermediárias para descer uma ou duas pessoas. Isso, além de prejudicar o estudante, prejudica a capacidade de transporte da circular”, pontuou.

O levantamento foi realizado em trabalhos de alunos de engenharia civil da UFRN. Para Clodoaldo Cabral, secretário adjunto de Transportes da STTU, a universidade tem que ser uma grande parceira da sociedade. “Há vários projetos elaborados pelos estudantes que podem, e devem ser aproveitados pelas instituições públicas para melhorar a vida da sociedade. É isso que estamos fazendo colocando em prática esta pesquisa realizada no circular, que vai aumentar em 60% a quantidade de viagens da linha”, informou.

LINHAS

O Expresso Reitoria/Via Direta vai operar das 06h30 às 20h30, parando apenas na Parada do Via Direta e na Parada da Reitoria. Já o Expresso C&T/Via Direta operará das 06h20 às 22h30, parando apenas na Parada do Via Direta e na Parada de C&T. Esta medida reduzirá o tempo de viagem, permitindo que a frequência de ambas seja de menos de 10 minutos, no horário de pico, e de 15 a 20 minutos, no entre pico. Os Expressos contarão com dois veículos cada. Dentro da UFRN, o embarque e desembarque ocorrerá na atual parada do Circular Direto.

Além dos Expressos, a UFRN continuará contando com as linhas circulares Direto e Inverso atendendo aos demais setores da instituição, ambas com dois carros e frequência de 15 em 15 minutos no horário de pico, e 30 em 30 minutos no entre pico.

Além dessas, as linhas convencionais que entram no Campus hoje permanecem, são elas: 10/29 (Nova Natal/Nova Descoberta, via Campus), 30 (Felipe Camarão/Pirangi, via Candelária/Campus), 31 (Felipe Camarão/Pirangi, via Campus/Candelária), 48 (Santos Reis/Nova Descoberta, via Alecrim/Campus), 57 (Mãe Luíza/Nova Descoberta, via Campus), 63 (Felipe Camarão/Campus) e 66 (Ponta Negra/Cidade da Esperança, via Campus/Bom Pastor).

Em caso de dúvidas os usuários podem ligar para o Alô STTU – no telefone 156 – ou perguntar pelo Twitter oficial, o @156Natal.

 

enviar comentário
Publicidade

Concursos de tribunais oferecem até R$ 27 mil para técnicos, analistas e juízes

Tribunal Superior do Trabalho

O TST divulgou edital de seu mais novo concurso público com 132 vagas para juiz do trabalho substituto. O salário é de R$ 27.500. O concurso, que já estava previsto desde o final de 2016, tem como banca examinadora a Fundação Carlos Chagas (FCC), através da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho (ENAMAT), em colaboração com todos os Tribunais Regionais do Trabalho (TRT).

De acordo com o edital, as chances abertas são para São Paulo (100), Minas Gerais (8), Pará/Amapá (4), Amazonas/Roraima (12), Acre/Rondônia (5), Mato Grosso (2) e Mato Grosso do Sul (1).

A seleção contará com prova objetiva, duas provas escritas (discursiva e prática, com elaboração de sentença trabalhista), inscrição definitiva, exame de sanidade física e mental, sindicância da vida pregressa, investigação social, prova oral e avaliação de títulos. Os exames objetivos serão realizados nas 24 cidades-sede dos tribunais regionais do Trabalho. As demais etapas serão realizadas exclusivamente em Brasília.

Para ser juiz do trabalho substituto o candidato precisa ser bacharel em direito e ter exercido pelo menos três anos de atividade jurídica. Os aprovados na seleção deverão ainda participar de curso de formação inicial, em Brasília. O concurso será válido pelo prazo de dois anos, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período.

O candidato poderá se inscrever até 2 de agosto. É necessário anexar digitalizados uma foto colorida tamanho 3×4 e documento oficial de identidade. A taxa é de R$ 275, e deverá ser paga até a data limite para encerramento das inscrições.

Tribunal de Justiça de Pernambuco
Saiu o edital do concurso público com oportunidades de níveis médio e superior para o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). São 109 vagas para os cargos de analista (49) e técnico (60), além de formação de cadastro para o cargo de oficial de justiça. Os salários variam entre R$ 4.222,45 e R$ 5.502,12.

Dentre os requisitos estão ter no mínimo 18 anos completos na data da posse, ter aptidão física para o exercício das atribuições do cargo, comprovadas por junta médica do TJPE, certificado de conclusão de ensino médio/médio técnico (para os cargos de nível médio) e diploma de nível superior geral e em áreas como direito, serviço social, pedagogia, psicologia, contabilidade, informática e engenharia física ou mecânica com pós-graduação na área de informática.

O candidato que deseja participar poderá se inscrever até 24 de agosto. A taxa é de R$ 55 para o cargo de nível médio e R$ 63 para o de nível superior e deve ser paga até o dia 25 de agosto.

A seleção será feita por meio de prova objetiva e discursiva, com aplicação no dia 15 de outubro. A primeira abordará questões de conhecimento geral como língua portuguesa, conhecimentos gerais, raciocínio lógico e legislação, e de conhecimentos específicos.

Já a discursiva será uma redação para os cargos de oficial de justiça e analista e técnico nas funções judiciária e administrativa. Para as demais áreas, a prova se dará por meio de uma questão discursiva sobre conteúdo específico.

Tribunal de Contas de Pernambuco

O Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE/PE) abriu novo concurso público que chama a atenção pelo valor das remunerações mínima e máxima oferecidas. De acordo com o edital de abertura, publicado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), os vencimentos dos cargos variam de R$ 11.606,55 a R$ 18.477,13.

Para receber a bolada todo mês, o TCE abriu 36 vagas para cargos efetivos de nível superior. As chances são para auditor de controle externo nas áreas de auditoria de contas públicas (13 vagas) e auditoria de obras públicas (1 vaga). Já para o cargo de analista do controle externo, a especialidade é auditoria de contas públicas (8 vagas), e para o de analista de gestão, a área é a de administração (13 vagas) e julgamento (1 vaga). Para todos os cargos é preciso ter diploma de nível superior em qualquer área, menos para o posto de auditoria de obras públicas, que exige graduação em engenharia ou arquitetura.

Tribunal de Contas de Minas Gerais anuncia edital para novo concurso

A seleção será feita por meio de provas objetivas e discursivas no dia 17 de setembro (para auditor de controle externo e analista de gestão – julgamento) e 24 de setembro (analista de controle externo e analista de gestão – administração).

O candidato poderá participar até 31 de julho. As taxas de participação vão de R$ 150 a R$ 200, e poderá ser paga até o dia 18 de agosto.

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

O Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG), divulgou o edital do concurso público para provimento de 15 vagas de nível médio mais formação de cadastro reserva. Os salários são de R$ 3.457,01. Confira aqui o edital completo.

São 10 chances para carreira oficial de apoio judicial (Justiça Comum e Juizado Especial) e 5 oportunidades para oficial judiciário (Comissionário da Infância e da Juventude).

Os interessados podem se inscrever até 28 de julho. A taxa é de R$ 60.

Os candidatos serão submetidos a provas objetivas de múltipla escolha (língua portuguesa, noções de informática, noções de direito e atos de ofício), para todos os cargos e será realizada em 24 de setembro. Já para o cargo de oficial de apoio judicial, haverá também prova prática de digitação, de caráter eliminatório, que será aplicada em Belo Horizonte, em data, local e horário a serem divulgados posteriormente. As provas objetivas serão realizadas nas cidades de Belo Horizonte, Diamantina, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Uberlândia e Varginha.

Serão convocados para a prova prática de digitação 3.500 candidatos ao cargo/especialidade, habilitados na prova objetiva de múltipla escolha e mais bem classificados segundo a lista geral de concorrência. Também serão convocados para a prova prática 350 candidatos com deficiência e 700 inscritos como negros.

Mais concursos previstos

TRE de Tocantins anuncia concurso público para técnicos e analistas

Tribunais transformam postos de nível médio em nível superior sem concurso

Concurso do TRE/RJ já tem banca escolhida 

Concurso do TRF da 5ª região tem banca escolhida

TRT/RN recebe autorização para realizar novo concurso público

Correio Web

enviar comentário
Publicidade

VÍDEO: Professores em São Gonçalo do Amarante protestam contra instalação de ponto eletrônico, e pais se revoltam

Reprodução: Facebook Alerta São Gonçalo 

Entre diversos comentários no posto da Página no Facebook São Gonçalo Alerta(vídeo pode ser visto na página em destaque com link para rede social) pais se revoltam com protesto de educadores,e apoiam a instalação de pontos eletrônicos.  Confira abaixo.

Reprodução Facebook: São Gonçalo Alerta

Comentários (12) enviar comentário
  1. Ana disse:

    Estava na hora. Tinha era que colocar em todas as escolas, como uma empresa qualquer. Horário de entrar e sair. Isso não retira o direito de brigar por melhores salários. Isso é outra coisa.

  2. Alyson disse:

    Tem que bater ponto mesmo, do asg ao médico, em qualquer esfera, seja público ou privado. É todo mundo querendo se dar bem nessa vida, receber seu salário, mas trabalhar que é bom, nada. Por isso temos uns políticos corruptos e aproveitadores, pois eles são um reflexo de sua população.

  3. Anonimo disse:

    Mais pode ter certeza, que ainda abrem a boca para falar dos políticos, olha onde começa a corrupção.

  4. Valdir Maduro Pereira disse:

    Qualquer trabalhador bate ponto, professor tem que bater SIM!
    O ensino público brasileiro é relegado a anos e isso parece ser uma estratégia da esquerda para se manter a frente dos sindicatos e dos educadores. O ensino público não tem qualidade e os professores só olham e cobram salário, salário e salário. O aluno chega a cursar a sexta série sem saber fazer conta de cabeça e pior, termina os ensino básico sem saber interpretar o que está lendo. Os alunos são tão despreparados que inventaram as cotas para dar acesso ao ensino superior, onde sofrem sem condições de aprender. Para mascarar isso. o PT mandou baixar as médias das disciplinas, antes era 7 (sete), agora com 5 (cinco) passa. E assim o ensino público vive de uma disputa ideológica e política que não leva nada a lugar nenhum.
    Professor público não quer compromisso e deveres, só sabe viver na sombra dos direitos.
    Qualquer trabalhador bate ponto, professor tem que bater SIM! Parabéns a Prefeitura que as outras sigam o mesmo exemplo.

    • escritor disse:

      Ai do professor que reprovar um aluno. Os pais vem na escola para saber qual foi o irresponsavel que nao deixou seu filho passar de ano. As vezes, o proprio aluno resolve o problema com violencia fisica contra o professor.

    • João Carlos disse:

      Essa situação foi apoiada pelo PT e a situação se inverteu onde o professor não pode reprovar o mau aluno. Muita coisa precisa mudar no Brasil, a começar dentro da sala de aula e nas direções dos colégios. Cujos diretores ainda são pessoas indicadas e escolhidas pelo PT

  5. Reginaldo Menezes disse:

    Da mesma forma que, "punira" o faltoso, ira beneficiar o que vai fazer todos os dias seus trabalhos, não ficara nas "costas" de ninguém.

    Se assinei contrato para "20 horas", só cumprir a mesma.

    Mais tem "Dr." chegando na hora do intervalo, já olhando o relógio, doido que de 11 horas.

    Tem mais e que doer no bolso, e para aqueles que cumprir os horários em dias, ao final do ano, mais um "abono".

    Queria vê se isso fosse em escola publica mesmo que a direção mostra serviço, que cumpri horário e não falta. No final do mês, sem as "onças" fazendo falta.

    Só acho

  6. Anderson disse:

    Era bom a prefeitura primeiro ir pagar o piso ao professor, pois não paga e o salário de lá é o pior da grande Natal! VERGONHA

    • antonio lopes disse:

      Concordo. Mas isso não dá direito ao servidor de não dar o seu expediente. Trabalho em uma repartição estadual que paga um dos piores salários do pais (comparando com assemelhadas), uma repartição (zinha), com responsabilidades grandiosas, salários mediocres, um MP hipocrita perturbando, um judiciario presente mas omisso (só entende quem está lá), mas que todos (ou quase) batem ponto sem reclamar.
      Atitudes como essas dos professores envergonham os servidores publicos de verdade.

  7. Sergio Nogueira disse:

    É de assutar. Uma faixa do SINTE onde se lê "Nenhum direito a menos".
    Ora, então há um direito a não assinar ponto de frequência? Ou há um direito a não cumprir com o horário para o qual, bem ou mal, pouco ou muito, se é remunerado?
    Isso é uma aberração moral antes de qualquer coisa. Uma tapa na cara da sociedade, um escárnio.
    Mostra o nível "vagabundo" de alguns servidores.

  8. anonimo disse:

    O que impede de bater ir pegar o beco?

    • antonio lopes disse:

      Uma direção, um setor de RH comprometido, nem todo servidor pensa como essa turma ai, existem muitos servidores sérios e comprometidos, alias esses sérios são a maioria.

Publicidade

Santos estuda pedir anulação de jogo com Flamengo por ver interferência de repórter da Globo

O Santos está cogitando pedir anulação do jogo com o Flamengo por acreditar em interferência externa de um repórter da Globo/Sportv no lance em que o árbitro Leandro Vuaden voltou atrás em pênalti inicialmente marcado para os mandantes na Vila Belmiro.

De acordo com fontes do clube, uma câmera do estádio flagrou momento que indica que, na análise dos santistas, um profissional da emissora teria supostamente influenciado em decisão de Vuaden.

No lance, perto do fim do primeiro tempo, o juiz voltou atrás em pênalti inicialmente marcado para o time santista, após o atacante Bruno Henrique cair na área. O clube também cogita cobrar um gancho pesado ao árbitro.

A cúpula alvinegra, irritada com o lance, reuniu-se com o departamento de futebol e chegou à conclusão que houve interferência externa. O juiz voltou atrás depois de uma conversa com o quarto árbitro, Flavio Rodrigues de Souza.

O Santos venceu por 4 a 2, mas foi eliminado da Copa do Brasil – um gol a mais classificaria o time paulista.

Perguntado sobre o assunto, em contato com o ESPN.com.br, o presidente Modesto Roma não negou as informações. “Esse é um assunto interno”, limitou-se a dizer. Fontes ligadas ao cartola confirmam tudo o que foi publicado.

ESPN

Comentários (6) enviar comentário
  1. Bolsonaro disse:

    Timecozinho 100Teto só ganha roubando

  2. Mengão Campeão disse:

    Que bonito é , vendo os vascaínos chorando….. chora vascaínos…
    Mas não é o flamengo que tem funcionários contratados, com carteira de trabalho assinada, com condenação na justiça determinando que eles deveriam mantê-se longe dos estádios. Sabe mais, são 02, os dois que abrem e fecham os portões da torcida organizada do vasco.
    O lance foi polêmico, mas os árbitros que opinaram foram unânimes em dizer que não foi penalti, só a torcida do vasco e do santos viu o penalti…. Chora vascaínos

  3. Sylvana Silva disse:

    Se prestarmos atenção nas últimas décadas o Flamengo está sempre envolvido em escândalos desse tipo… sou flamenguista e pra mim foi pênalti! Sei que a Rede Globo tem muitos e inclusive o próprio Luiz Roberto deveria nunca transmitir jogos do Flamengo.
    Ganhar legalmente é muito bom, mais o que vejo é o nosso Flamengo sendo beneficiado por apito amigo, Tribunal imparcial… isso me deixa muito triste!

    • Reginaldo Menezes disse:

      É meu amigo, por estas e outras que só assisto no "CANAL FECHADO", pois não quer saber se e vermelho, ou preto. Juga o que foi de fato, sem puxar para ninguém.

      Até nossas emissoras locais, quando um time da capital vence uma partida (que por sinal está caso raro) da até "Nojo" de assistir.

      As pessoas não sabem diferenciar coração de razão.

    • Ricardo disse:

      Sylvana,

      Primeiro, duvido que seja flamenguista, rsrsrs. Você deve ser vascaíno(a). Mas se o for, você entende muito pouco de futebol. O que está em questão não é se foi pênalti ou não, pois a imagem deixa claro que não foi. O zagueiro Rever atinge a bola, fazendo o desarme. O contato com o jogador do Santos acontece como uma sequência do lance.

      Já deveria ser permitido no futebol o uso de tecnologia para afastar erros de arbitragem como o que iria ocorrer caso o árbitro auxiliar não corrigisse o árbitro da partida. (Não tenho como afirmar que alguém externo alertou a arbitragem, não possuo acesso a câmeras internas do estádio).

      O que incomoda realmente é que os DONOS do futebol não querem que o esporte seja conduzido com lisura e imparcialidade. Outros esportes já tem auxílio da tecnologia para remediar situações deste tipo, onde o árbitro não pode decidir com clareza. Quando se quer manipular resultados, e isso é intenção das grandes entidades do futebol nacional e internacional, e não apenas de um ou outro clube, se faz dessa maneira. Se deixa a coisa de forma onde as decisões possam acontecer das formas mais questionáveis possíveis e irrevogáveis.

  4. Zé Guerreiro disse:

    O choro é livre

Publicidade

POLÊMICA EM NATAL: Câmeras vão multar infrações até no interior dos veículos, inclusive, aparelhos fixados nos painéis, destaca reportagem

É destaque no portal No Ar nesta quinta-feira(27). Ser multado por dirigir falando ao celular ou mandando mensagens enquanto dirige não é novidade, mas a partir de setembro os motoristas que costumam fazer isso terão mais motivos para se preocupar com os pontos da CNH e com o bolso. A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) está em fase de teste de 47 câmeras de alta resolução que permitem visualizar dentro dos veículos e flagrar essas infrações e as outras sem dificuldades.

A Semob vai fiscalizar e multar pelas câmeras os condutores flagrados falando ao celular ou mandando mensagens enquanto dirige ou mesmo parados no sinal vermelho. Essas infrações são classificadas como gravíssimas, com multa estipulada em R$ 293,47, além da pontuação de sete pontos negativos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Confira reportagem completa aqui

Comentários (14) enviar comentário
  1. eduardo disse:

    o pior de tudo é ter que aguentar esse prefeito até 2020. Daqui p/ lá tanto abuso de poder ainda vai ser cometido, é só o começo. Eu sempre penso que devemos renovar os politicos nos cargos. Mas a quantidade de analfabetos políticos infelizmente mantem os mesmos políticos de sempre. Isso aqui era p/ tá cheio de comentários. Mas vejam, até agora so 9 comentaram. Por que? Porque esses 9 ainda tem alguma consciência política. Como vamos garantir nossos direitos contra abuso de poder se aqui só vejo ate agora 9 comentários? Minha gente, vamos participar, comentar, só isso faz pressão p/ mudanças. Mas não, a maioria em vez de participar e comentar (que é sem duvidas um exercicio de cidadania), prefere tomar cachaça, vagabundar, continuar analfabeto político e a tomar fumo no rego, pois se os cidadaos nao reagem por escrito, político nenhum vai mudar suas atitudes

  2. José Luiz cortez disse:

    PARABÉNS, DIRIJA MAIS, NÃO MASTURBE NO CELULAR. DIRIJAR NA FAIXA. DE SETA, SETA NÃO É CU DE A VONTADE

  3. Alyson disse:

    Não vejo polêmica nisso, não é infração de trânsito usar o celular enquanto dirige? Então pronto, se está usando é pra ser multado. O problema é que sempre tem um "MAS".

  4. Pedro Josino disse:

    Essa semana recebi uma autuação por ultrapassar o sinal vermelho. Achei muito estranho o local e o horário, pois nunca no horário que a infração foi cometida eu já estou na rua. Por sorte meu carro tem rastreador veicular da Ituran, entrei no sistema e fui verificar o meu trajeto na data em questão. A multa foi aplicada as 7hs da manhã e nesse dia só saí de casa às 13:37. Ou seja, o agente de trânsito inventou uma multa. Vou recorrer e se não tirarem essa multa, vou para a justiça. Meu sogro recebeu uma multa de um carro BAIXADO no Detran há 10 anos por perda total, inclusive ele guarda a sucata do carro, como esse veículo cometeu uma infração? Isso são apenas dois casos que temos a CERTEZA que a infração não foi cometida. Tenho habilitação há 10 anos e me orgulho de nunca ter levado uma multa, pois não dirijo acima do limite, não paro aonde não pode, não uso celular enquanto dirijo. Não é por querer ser certinho, mas porque não gosto de gastar meu dinheiro com esse tipo de coisa, então eu evito dar motivos para sofrer essas penalidades.

    • José disse:

      Será q no seu mundo existe clonagem? Pode ser uma das possibilidades, muito fácil acusar o trabalhador de inventar uma autuação, temos direitos e deveres. Depois poste o resultado da sua "ida" a justiça!

  5. paulo disse:

    BG
    O que se espera de um administrador que já fazem 20 anos no poder????, temos que extirpar esses alves do poder, pois o tempo das Capitanias hereditárias já passou e esse micarlos não tem a minima condição de querer ser governador. Abaixo todas as OLIGARQUIAS do RN em 2018.

  6. Joesley Safadao disse:

    Absurdo! Quase q invasão de privacidade!

  7. semesperança disse:

    Quero ver se a prefeitura ou o estado, tem coragem de colocar câmeras que lêem as placas dos veículos e verificam se o veículo tem queixa de roubo, eles não botam né? Porque será? Essa tecnologia já existe e não é de hoje. Porém isso só beneficia o cidadão de bem e inibe a bandidagem, mas não gera a tão desejada indústria da multa. Somos a todo tempo roubados. País dos sonhos dos bandidos. País da impunidade! Vergonha de ser brasileiro.

  8. Naldin disse:

    Pronto!!! Acusado, julgado e condenado sem direito de defesa, é a indústria da multa a todo vapor. e haja arrecadação.

  9. Reginaldo Menezes disse:

    Já que será através de câmeras, deverá ir junto com a "suposta" multa o momento que no qual, o condutor infringir está infração. Só que não.

    Além do mais, o condutor, se olhar para baixo no veículo, também será considerado multa? Pois o mesmo poderá se considera que "SUPOSTAMENTE" estava observando o celular.

    Preparem os bolsos e um bom advogado, que vai "chover" multas atreladas a celular.

    Eu adoraria que os condutores de fato, não utilizassem o aparelho, pois com a utilização dos mesmo, há muita mudanças de faixas, sinal aberto e carros parados, passar em preferenciais, sinais vermelhos e faixas de pedestre, por causa do uso indevido do aparelho.

    Uma pais "sem leis", e sem "educação".
    País de corruptos e corruptores.

    Quem paga o "pato"?

    Essa é uma pergunta fácil de responder.

  10. Lopes disse:

    será que pode mexer no radio do carro ?kkkkkk

  11. Camara disse:

    Deveriam colocar câmeras para prevenir roubos, furtos… assassinatos…!… Ah… não… isso não gera renda! Esqueci!

  12. Lopes disse:

    sucupira..perde!!!!

Publicidade

Antes de sair, Janot quer finalizar inquérito-mãe contra 4 siglas e caciques na Lava Jato

PP, PT e PMDB estão na mira do procurador-geral, que deve deixar o cargo em setembro. Com o fim do recesso no Judiciário, STF também volta a analisar casos pendentes da operação, como a denúncia contra o senador Fernando Collor de Melo

Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil – Geraldo Bubniak/Ag. O Globo

O fim do recesso do Judiciário, na semana que vem, vai voltar a movimentar também a operação Lava-jato no âmbito do Supremo Tribunal Federal. Além de uma nova denúncia contra o presidente da República, o procurador-geral, Rodrigo Janot, está perto de finalizar as primeiras denúncias do inquérito-mãe da operação, aberto ainda em 2015.

Janot quer deixar o cargo, em setembro, já com essas denúncias encaminhadas. Os casos apuram a participação de partidos políticos como organizações criminosas que atuavam na Petrobras e tem como base as primeiras delações da Lava-jato, a do doleiro Alberto Youssef e a do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa.

Devem ser oferecidas quatro denúncias, contra o PP, o PT e duas contra o PMDB – uma para o grupo da Câmara e outra para o do Senado. E as peças atingem nomes das cúpulas das legendas.

A do PT, por exemplo, tem entre os investigados o ex-presidente Lula e os ex-ministros Jaques Wagner e Antônio Palocci. Já nas denúncias do PMDB estão os caciques do partido, como os senadores Romero Jucá e Renan Calheiros.

A doutora em direito penal pela Universidade de Brasília Soraia Mendes explica que o caso é complexo e por isso a dificuldade do Ministério Público em finalizar as denúncias mais de dois anos depois da abertura do inquérito.

‘A gente não pode nem dizer que há uma demora. O que temos é um processo que demanda uma complexidade, por um rito ainda na fase investigatória, que demanda uma ação e acompanhamento cotidiano da mais alta corte brasileira, e isso não é algo que se faz em dias ou horas, mas que realmente pode demandar meses para que uma autorização seja dada e para que uma autorização de desmembramento seja feita.’

Os partidos e políticos investigados negam qualquer tipo de irregularidade. O Ministério Público Federal também tem ainda algumas delações em negociação, como a do ex-deputado Eduardo Cunha, a do doleiro Lúcio Funaro, a do ex-ministro Antônio Palocci e a do empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS. Casos pendentes que Janot também espera terminar antes de deixar o cargo em setembro.

O fim do recesso no Judiciário também movimenta o STF. O relator do caso, o ministro Edson Fachin, deve decidir sobre um pedido da defesa de Temer para ter acesso a sete áudios que foram recuperados do gravador do empresário Joesley Batista. A ideia da defesa de Temer é ter acesso a esses áudios antes do dia 2, data da votação da denúncia na Câmara.

Fachin também já liberou para julgamento da segunda turma da Corte uma denúncia contra o senador Fernando Collor, por supostas irregularidades na BR Distribuidora. A denúncia já foi liberada, mas ainda não tem data para o julgamento.

CBN – Globo

 

Comentário (1) enviar comentário
  1. ANTONIO FELIX NETO disse:

    PUNIÇÃO A TODOS OS ENVOLVIDOS.

Publicidade

Reprovação de Temer se iguala a Dilma, mostra pesquisa Ibope

Pesquisa Ibope encomendada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) mostra que o percentual de brasileiros que consideram o governo do presidente Michel Temer (PMDB) ruim ou péssimo é de 70%.

Com os 70% de avaliação ruim ou péssimo, Temer empata com a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) ao alcançar o maior índice de reprovação a um governo na série histórica da pesquisa CNI/Ibope, iniciada no governo de José Sarney (PMDB), em março de 1986.

Dilma alcançou esse patamar de reprovação em dezembro de 2015, no final do primeiro ano de seu segundo mandato, e seis meses antes de ser afastada do cargo com a abertura do processo de impeachment.

Na última pesquisa, divulgada em março, 55% dos brasileiros avaliaram o governo do presidente como ruim ou péssimo, percentual superior ao da sondagem publicada em dezembro, quando o governo Temer atingiu 46% de reprovação.

Esta foi a primeira pesquisa CNI/Ibope realizada após Temer ser denunciado por corrupção pela PGR (Procuradoria-Geral da República).

Ainda de acordo com a pesquisa, 5% avaliam o governo como ótimo ou bom. Em março esse percentual foi de 10%. Outros 21% consideram o governo regular, ante 31% na pesquisa de março. O Ibope ouviu 2.000 pessoas, em 125 municípios, de 13 a 16 de julho. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Folha de São Paulo

 

Comentários (3) enviar comentário
  1. ANTONIO FELIX NETO disse:

    SOLUÇÃO: FECHAR O CONGRESSO. ELEIÇÕES GERAIS.

  2. Carrasco disse:

    Se fosse um homem de índole e tivesse a ficha limpa e idônea, não precisava ficar "comprando" os deputados e senadores , gastando o dinheiro dos cofres públicos, enquanto seca as verbas de hospitais, escolas e outros…

  3. Bolsonaro 2018 disse:

    JÁ DEVIA TER TOMADO UM PÉ NA BUNDA COMO SUA ANTECESSORA. QUADRILHA DE CORRUPTOS E SANGUESSUGAS DA NAÇÃO.

Publicidade

Com profissão regulamentada no Brasil, investigador particular é cada vez mais comum; casos de família a órgãos públicos

Perigo. Yamauchi, que coordena 20 profissionais, só não aceita investigar policiais: ‘É um risco para os nossos agentes’ Foto: JF Diório/Estadão

Eles são contratados por pais que querem investigar a sexualidade ou o uso de drogas pelos filhos, órgãos públicos que suspeitam de vazamento de informação de empregados, maridos e mulheres que desconfiam de traição, chefes que duvidam de licença médica dos funcionários. Infiltram-se como zeladores, eletricistas, faxineiros. Vasculham redes sociais, comunicam-se com os clientes 24 horas e até identificam escutas telefônicas e microcâmeras em salas de reunião. Essa é a rotina de quem trabalha com espionagem particular.

Esta quarta-feira, 26 de julho, foi o dia do detetive e a categoria teve um motivo a mais para celebrar: é o primeiro ano em que a profissão está oficialmente regulamentada. Em abril, lei federal reconheceu a atividade. Se por um lado a legislação veda a coleta de dados de natureza criminal, por outro permite que o detetive colabore com investigação policial em curso, se houver autorização do contratante.

Há 15 anos no mercado, Mario Yamauchi, de 31 anos, topa qualquer caso, menos um: investigação de policiais. “É um risco para os nossos agentes”, diz ele, que coordena um grupo de 20 profissionais.

Além de também recusar trabalhos envolvendo policiais, o detetive Fabrício Dias, de 38 anos e há quase 20 no mercado, conta que também nega outro tipo de pedido. “Já houve inúmeros casos em que recusamos fechar contrato com pessoas psicologicamente desequilibradas, dizendo que iriam matar o marido ou a mulher caso fosse constatada uma traição”, explica Dias, chefe de agência investigativa com quase 30 profissionais.

Uma investigação conjugal costuma ser solucionada em até sete dias e custa cerca de R$ 5 mil. A detetive Daniele Martins, de 31 anos e 13 na atividade, diz que um dos casos mais chocantes foi de uma cliente desconfiada de traição. Ao entregar fotos e vídeos em restaurantes e motéis, a contratante se desesperou. “Foi uma reação forte, que nos assustou muito. Quando ela se acalmou, contou que a amante era a própria filha dela, ou seja, a enteada do marido.” Nessa agência, 80% das investigações são conjugais.

Em família

Entre os perfis de investigação, há um tipo que tem crescido nos últimos anos: a investigação familiar. Pais contratam para saber se o filho está usando drogas e também se o filho é homossexual. “Fiz um trabalho uma vez para investigar um jovem de classe alta. Ele abandonou a família e descobrimos que foi vender droga na Cracolândia”, afirma Dias.

Os detetives fecham também contratos mensais e anuais, em geral com empresas e órgãos públicos. Quinzenalmente, por exemplo, Dias vai a salas de reuniões e usa um scanner importado de Israel capaz de identificar grampos e microcâmeras escondidas em vasos, teto e até em janelas – receio que tem rondado políticos após denúncias de corrupção em Brasília.

Nesses ambientes, conta ele, a cada 100 buscas, há confirmação de equipamentos de espionagem em 30 deles, em média. “A contraespionagem é um dos carros-chefe. Tem crescido a busca pela proteção à informação.”

Estadão

 

enviar comentário
Publicidade

Fundação Norte-Rio-Grandense de Pesquisa e Cultura (Funpec) abre processo seletivo para vaga de Analista; salário de R$ 6.531,54

A Fundação Norte-Rio-Grandense de Pesquisa e Cultura – Funpec abre nesta quarta, 26, processo seletivo de uma vaga para Analista de Redes e de Comunicação de Dados Pleno. A atuação será em projeto acadêmico gerenciado pela Fundação. O salário oferecido é de R$ 6.531,54 e a carga horária compreende 40 horas semanais.

Os candidatos à vaga deverão ter nível superior completo em Tecnologia da Informação (Engenharia da Computação, Sistemas de Informação, Ciências da Computação) ou Tecnologia em Redes de Computadores. Além disso é necessário ter uma das seguintes especializações: Gestão de TI, Gestão de Projetos, Gestão de Processos, Segurança da Informação, Redes de Computadores ou Computação Forense. Também é preciso ter experiência profissional comprovada de no mínimo um ano na área de TI.

As inscrições vão até o dia 31 de julho e são feitas, gratuitamente, no site da Funpec. Lá constam o edital de seleção e o formulário de inscrição. O processo seletivo será realizado em três etapas: análise de currículo, prova prática e entrevista técnica. O resultado final será divulgado no site da Fundação.

Com informações da UFRN

Comentários (5) enviar comentário
  1. Reginaldo Menezes disse:

    "Os camaradas", fazem um curso e param no tempo, não terá qualificação suficiente nunca.

    Estude mais que dá certo.

  2. M. Bruno disse:

    Não vi nada de outro mundo nas exigências do cargo, coisa normal para quem estudou e tem capacidade.

  3. Naldin disse:

    Pelas exigências, esta vaga já tem dono e foi copiado o currículo do abençoado.

  4. Vinicius Rodrigues disse:

    Alguém sabe o nome do dono desta vaga?

    • Jonas disse:

      Se você for habilitado, ela poderá ser sua.

      Mas ficar ai reclamando sem estudar não adianta.

Publicidade