Publicidade

VÍDEO: Leitor reclama de redução da velocidade durante descida da ‘Ladeira de Marpas’ e sugere intenção de multa, mas região não tem fiscalização de velocidade

Um leitor enviou ao blog reclamação sobre a sinalização de trânsito no trecho da Ribeira conhecido por ‘Ladeira de Marpas’.

No vídeo, o condutor reclama que antes da ladeira, o limite da velocidade é de 50 km/h, que passa para 30 km/h na ladeira.

O leitor reclama ainda que, na sequência, há aviso de fiscalização eletrônica, mas na região, conforme este mapa de multas publicado com exclusividade pelo BlogdoBG, não há equipamentoe eletrônico de detecção de velocidade.

As câmeras do local apenas fazem registro de tráfego.

Comentários (2) enviar comentário
  1. Diego disse:

    Informação totalmente sem procedência, pois as câmeras são apenas de vídeo monitoramento e a redução de 50 p 30 por segurança , pois passa uma rua na transversal

  2. Jk disse:

    Acho que ele se confundiu ou deduziu que tinha fiscalização, pelo fato de terem instalado os divisores de faixa no inicio ladeira.

Publicidade

Lula apoia crítica de Bolsonaro a Michel Temer

Em ato de comemoração de 38 anos do PT nessa quinta-feira, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva elogiou os ataques do deputado e pré-candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSC-RJ) ao presidente Michel Temer. Na avaliação do petista, Bolsonaro disse “uma frase histórica” ao comentar a intervenção do governo federal na segurança pública do Rio.

— O Bolsonaro cunhou uma frase histórica. Ele disse ao Temer: “Temer, você já roubou de tudo neste país, mas não vai roubar o meu discurso”.

Lula ironizou a baixa popularidade de Temer e acusou o atual presidente também está de olho no “espólio” de seus votos:

— Até ele (Temer) acha que se eu não for candidato tem chance.

Novamente, o petista atacou o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava-Jato.

— Seria tão bom que o Dallagnol estivesse aqui agora e pudesse olhar para vocês e perceber que vocês pertencem a uma quadrilha. Olhar para cada um de nós e ver quem tem jeito de bandido. Se ele conhecesse as pessoas que criaram o PT, ele não diria a imbecilidade de que o PT é uma quadrilha.

Ao falar sobre o ex-deputado federal Pedro Corrêa, que em depoimento afirmou saber que Lula tinha um sítio, o petista acusou o ex-parlamentar é “o maior velhaco e maior pilantra da política brasileira”.

No seu discurso, Lula falou também sobre a possibilidade de ser preso. De acordo com o petista, a prisão seria uma forma de barrar os seus ataques ao governo e aos investigadores da Lava-Jato.

— Quem sabe vão tentar me prender. Mas terão outra surpresa, porque eles prenderão apenas a minha carne carcomida, mas não prenderão as minhas ideias.

Por fim, Lula falou que o juiz Sergio Moro fez “uma sentença mentirosa” contra ele.

Antes do discurso do ex-presidente, a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), destacou que o ato tinha o objetivo de reafirmar a candidatura de Lula a presidente e serviria como desagravo diante das acusações contra ele.

O evento, realizado em São Paulo, também contou homenagens ao ex-dirigentes do partido condenados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no escândalo do mensalão. Ao mencionar ex-presidentes da legenda, Gleisi disse que José Dirceu e José Genoino mereciam uma saudação especial. A plateia interrompeu o discurso com o grito de “Dirceu, guerreiro do povo brasileiro”. Antes, o líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS), afirmou que Dirceu e Genoino orgulhavam a legenda.

O Globo 

Comentários (5) enviar comentário
  1. mauricio disse:

    O PT QUE TANTO CONDENOU OS OUTROS, HOJE HOMENAGEIA LADRÃO, MAS, FAZER O QUE? DEFENDEM O CHEFE DOS LADRÕES PARA A PRESIDENCIA DO BRASIL, ME ENGANARAM POR MUITO TEMPO, EU E O BRAZIL ABRIU OS OLHOS, TENHO DITO

  2. Ferreira disse:

    O Bolsonaro cunhou uma frase histórica.
    Ele disse ao Temer: “Temer, você já roubou de tudo neste país, mas não vai roubar o meu discurso”.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Coitado do Bolsonaro, como vai continuar defendendo a volta da Dita Dura?

  3. Marcus disse:

    Se esse cara não for um maníaco psicopata, ou é doido ou vive bêbado , nunca vi um ser tão degradante , acho que ele pensa que todo mundo é doido ou besta

  4. 🄿🄰🅄🄻🄾 🄼🄰🅁🅃🄸🄽🅂 disse:

    Sabendo da própria capitulação, a estratégia do Molusco agora é prejudicar Bolsonaro.

  5. carlos raimundo disse:

    Manda o nome desse povo para o PAPA santificar. Ou povo santo e honesto !

Publicidade

Detran descentraliza serviço de abertura de processo de Habilitação

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) deu mais um importante passo no sentido de descentralizar os serviços oferecidos pelo Órgão e promover maior comodidade aos usuários. Dessa vez, a ação resulta no credenciamento dos Centro de Formação de Condutores (CFCs) do Estado, as conhecidas autoescolas, para que o cidadão possa abrir processos referentes a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) diretamente nessas unidades.

O diretor-geral do Detran, Eduardo Machado, explicou que as 94 autoescolas habilitadas pelo Detran em todo Rio Grande do Norte já se encontram aptas a realizar os procedimentos de abertura de processos de primeira habilitação e renovação de CNH, como também os de adicionar e mudar a categoria da CNH. “Uma das principais metas do Governo do Estado é proporcionar um serviço público de qualidade gerando comodidade ao cidadão. E com essa medida, o Detran avança no sentido da descentralização dando ao usuário mais opções para atender a sua demanda”, comentou.

O procedimento para abertura dos processos citados é simples. Basta o cidadão se dirigir a um das autoescolas espalhadas pelo Estado, apresentar um documento de identificação com foto, CPF e comprovante de residência e informar o tipo de serviço que deseja realizar. Em seguida, as informações são inseridas no banco de dados e impresso uma guia de identificação gerada pelo sistema de Registro Nacional de Carteira da Habilitação (Renach).

De posse da guia do Renach e da documentação pessoal, o usuário busca uma unidade do Detran para finalizar o procedimento e receber sua CNH atualizada. “Ao chegar no Detran o cidadão já pula a etapa de abertura de processo fazendo com que a conclusão do serviço seja mais ágil e consequentemente diminua filas e o tempo de espera”, relatou o subcoordenador de Habilitação do Órgão, Aryan Gleydson.

De acordo com o setor de Estatística do Detran, no ano de 2017 foram realizados 208.279 atendimentos referentes a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Desse total, 70% foram requisições feitas por condutores do sexo masculino e 30% do feminino. O município com maior número de procedimentos foi Natal (114.425), seguido de Mossoró (30.435) e Parnamirim (15.431).

enviar comentário
Publicidade

Após mortes no comando do PCC, número dois da facção segue preso em Mossoró

por Dinarte Assunção

A sucessão de atentados contra membros da hierarquia do top do PCC deixou tem deixado apenas o topo da cadeia alimentar do crime, de se supõe, portanto, partir as ordens de degola hierarquia abaixo.

Nessa quinta, em São Paulo, mais um membro da cadeia criminosa, Wagner Ferreira da Silva, 32, foi morto no bairro Jardim Anália, zona nobre da cidade.

Antes dele, Gegê do Mangue, número três na escala e Fabiano Alves de Souza, principais vozes do PCC fora dos presídios, foram mortos em emboscada no Ceará no início da semana.

As vozes mais poderosas continuam trancafiadas, mas não necessariamente caladas.

Marcola, apontado como comandante do PCC, está encarcerado na Penitenciária 2 de Presidente Venceslau.

O vice do PCC, por assim dizer, está entre nós, Abel Pacheco, o Vida Loka, está preso em Mossoró.

Comentário (1) enviar comentário
  1. Carlos Apolinario disse:

    Que manchete mal feita! E era pra ele tá solto? Francamente…

Publicidade

Lula: ‘Poderão prender minha carne carcomida, mas não minhas ideias’

Lula: 'Poderão prender minha carne carcomida, mas não minhas ideias'

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva falou na hipótese de sua prisão na noite desta quinta-feira (22) durante ato pelo 38 aniversário do PT.

Com olhos cheios de lágrimas “derramadas após citar a morte de amigos e petistas”, Lula disse que seus adversários buscam uma forma de calá-lo.

“Qual é o jeito? Quem sabe, tentar me prender. E vão ter outra surpresa, porque eles poderão prender apenas a minha carne carcomida, mas não prenderão as minhas ideias.”

O ex-presidente voltou a dizer que “Lula não é um ser humano”, mas uma ideia que o PT ajudou a criar.

Lula disse também ser hoje a única unanimidade no país, porque todos os partidos tentam impedir sua candidatura. Irônico, o petista afirmou que, sem ele na disputa, até o presidente Michel Temer acredita que poderia se eleger.

Citando o instituto Datafolha, Lula afirmou que Temer desistiu da reforma previdenciária e optou pela intervenção federal no Rio para atender às pesquisas de opinião.

“Bolsonaro cunhou uma frase histórica. Ele disse ao Temer ‘Temer você já roubou de tudo neste país. Mas não vai roubar meu discurso”.”

Após lembrar a história do PT, o ex-presidente disse que “o partido não tem que ter medo o que está acontecendo com Lula”.

“É um processo. Se minha mãe fosse viva diria que é uma provação. Estamos sendo provados diante das leis divinas e dos homens para ver se a gente é capaz de resistir.”

Citando desfechos trágicos de presidentes brasileiros, Lula repetiu: “Eu não vou fugir, não vou me matar, vou ficar aqui. Quem quiser me julgar vai arcar com a responsabilidade de pagar o erro histórico cometido”.

NOTÍCIAS AO MINUTO

Comentários (17) enviar comentário
  1. Silva da sillva disse:

    A jararaca está desconectado. Não sabe o que diz.

  2. Joca disse:

    Se perguntar para esse analfabeto ele NÃO saberá responder ..que diabos é CARCOMIDA 😂

  3. Tarcísio Eimar disse:

    Esse molusco será preso em carne viva mesmo.

  4. Bolsonaro Junior disse:

    Quem é esse tal Lula?
    Discurso cheio de palavras intectuais, parabéns pra quem redigiu!

  5. euzim disse:

    Que ideia esse vagabundo tem? Só se for de esquema de corrupção…

  6. Vime disse:

    A cachaça comeu tudo a ruindade destruiu o caratér

  7. Fran disse:

    Idéias tão carcomidas quanto o corpo. Quando esse psicopata vai entender que está acabando, o fim da linha física e espiritual já está se esgotando?

  8. 🄿🄰🅄🄻🄾 🄼🄰🅁🅃🄸🄽🅂 disse:

    O meliante já tem como certa sua prisão, hoje em via de efetivação imediata. Só a estupidez da militância fundamentalista não consegue enxergar.

  9. Trompa disse:

    Carcomido pela consciência, que poderia ter feito o que a Nação esperava dele, no entanto o que vimos foi o nivelamento com os governos anteriores, com total e caótica roubalheira, desfaçatez da justiça. mau caratismo, covardia (colocou a culpa de alguns de seus crimes, na falecida esposa) e outras safadezas mais!!!!

  10. Beto disse:

    As ideias de negociar a consciência do povo com oi, OAS, Odebrecht, JBS, Andrade Gutierrez, bancos etc… já era velha e vai continuar. Infelizmente.

  11. Expedito Junior disse:

    É… Uma péssima Ideia.

  12. Eleitor disse:

    mais uma vez esse pirado contando lorotas e mentiras e incitando os outros malucos…..

  13. Helio Mota disse:

    Eu acho que essas falas do corrupto condenado só tem um objetivo: alegar no futuro insanidade.

  14. Ivan disse:

    Suas idéias são como seus discursos pagos pelas empreiteiras, só existem em sua cabeça e na de seus asseclas…Pode ficar com elas, o que a nação precisa é recuperar o que vc surrupiou…Ladrão!!!!

  15. Marcelo disse:

    Desde que Lula seja preso. Tá valendo

  16. Joca disse:

    Porque os PTRALHAS não recebem os venezuelanos que está chegando no ACRE ( mais de 100 mil ) e perguntem aos fugitivos porque eles estão fugindo do paraíso ???

  17. Joca disse:

    Esse ladrao condenado se acha um DEUS …queria fazer do Brasil uma miserável Venezuela,ainda tem imbecíl que acredita nesse LULADRAO

Publicidade

PF cumpre mandado de prisão contra presidente da Fecomércio em mais um desdobramento da Lava Jato no Rio

A Polícia Federal cumpre na manhã desta sexta-feira (23), quatro mandados de prisão em um desdobramento da operação Calicute, uma das fases da Lava Jato no Rio de Janeiro. Um dos mandados de prisão que os agentes tentam cumprir é contra Orlando Diniz, presidente da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-Rio) e presidente afastado do Sesc-Rio. Os principais alvos estão relacionados à federação. Além dos mandados de prisão, há mandados de busca e apreensão.

Os envolvidos são acusados dos crimes de lavagem de dinheiro, de corrupção e pertencimento a organização criminosa.

Um dos locais onde os agentes fazem buscas é a sede do sistema Fecomércio no Rio de Janeiro, na Rua Marquês de Abrantes, no bairro do Flamengo, na Zona Sul do Rio.

G1

Comentário (1) enviar comentário
  1. Ferreira disse:

    Para os que acreditam que os empresários são uns santinhos melhores do que os políticos que os sustentam e são sustentados por eles, é bom ver como são os esquemas de sonegação, caixa dois, propinas e fraudes em licitações, sem falar das famosas "doações" para eleger seus representantes nas Câmaras de Vereadores, Assembleias Legislativas e Senado.
    O Poder Econômico quer engolir tudo e todos e não querem mais intermediários e lançam seus candidatos diretamente para comprar as eleições e acelerar o processo de exploração e escravidão dos trabalhadores.

Publicidade

Banco do Brasil tem lucro recorde de R$ 3,2 bilhões no 4º trimestre e R$ 11 bilhões em 2017

O Banco do Brasil teve lucro líquido ajustado de R$ 3,188 bilhões no quarto trimestre de 2017, cifra 82,5% superior à registrada no mesmo período do ano anterior, de R$ 1,747 bilhão. O resultado, que ficou acima das expectativas de analistas, foi o mais alto da história da instituição financeira – pouco acima dos R$ 3,180 bilhões do quatro trimestre de 2012.

O desempenho entre outubro e dezembro ajudou a elevar o resultado para todo o ano de 2017 para R$ 11 bilhões, uma expansão de 54,2% em relação aos ganhos de R$ 7,171 bilhões de 2016, que haviam sido os mais fracos dos últimos cinco anos. O resultado ficou no centro das estimativas divulgadas pelo banco no início de 2017, que variavam de ganhos de R$ 9,5 bilhões a R$ 12,5 bilhões.

Com base no lucro de 2017, o BB divulgou nesta quinta-feira, 22, suas metas para 2018. A instituição projeta ganhos entre R$ 11,5 bilhões e R$ 14 bilhões para o fechamento do ano. O banco ressalta que a estimativa não leva em conta possíveis aquisições ou parcerias estratégias que possam vir a ser firmadas em segmentos específicos.

mercado financeiro recebeu bem os números apresentados pela instituição. O papel ON do BB fechou o pregão do dia em alta de 3,11%. Segundo relatório do BTG Pactual, tanto o resultado no fim de 2017 quanto as metas apresentadas foram bem recebidas. O banco ponderou, porém, que a melhora das provisões para calotes deverá ter um peso importante para o resultado final de 2018.

O presidente do BB, Paulo Caffarelli, afirmou que a inadimplência da instituição vai cair ao longo de 2018. Ao fim de 2017, o índice de calotes, considerando atrasos acima de 90 dias, era de 3,74%, registrou melhora de 0,2 ponto porcentual em relação em relação a setembro. Para o fim do ano, o banco projeta índice de 3,32%.

O executivo também disse que a instituição não está satisfeita com sua rentabilidade, apesar de o índice ter subido de 8,8%, na média de 2016, para 12,3%, em 2017. “Estamos contentes, mas não satisfeitos (com o índice). Seguimos focados em reduzir drasticamente a distância de resultado em relação aos nossos competidores”, afirmou Caffarelli.

Crédito. A carteira de crédito ampliada do BB atingiu R$ 681,3 bilhões no quarto trimestre do ano passado, uma queda de 3,8% em relação ao ano anterior, apesar de uma leve recuperação, de 0,6%, frente aos três meses anteriores.

O total de ativos do Banco do Brasil alcançou R$ 1,369 trilhão de outubro a dezembro, montante 2,3% menor na comparação com o fechamento do ano anterior.

ESTADÃO

Comentários (6) enviar comentário
  1. fabio soares lins disse:

    lucrou tudo isso dos pobres e miseráveis cobrando juros exorbitantes no cartão de crédito, CDC e outros, e o mais absurdo quando faz um empréstimo a um servidor público e até aos aposentados, além de cobrar juros acima do que cobra os agiotas, ainda obriga o tomador pagar seguro do empréstimo. Deste jeito não precisa ser um bom gerente pra lucrar tudo isso. Vergonha para um Banco estatal lucrar tudo isso.

  2. Rick disse:

    Também, com o monopólio de muita verba feseral e num sistema oligopolizado.

  3. rnatal disse:

    Com tantos recursos porque tanta dificuldade em reabrir as agências que os bandidos explodem nas cidades do interior. Aposentados precisam se deslocar km de distância para tirar dinheiro. Em Natal, agências como da Ayrton Senna fecharam e caixas rápidos em muitos lugares sumiram. A população espera que o bco esteja mais perto do cidadão com seus serviços.

  4. Silva disse:

    Lucro record e péssimo atendimento, filas enormes.

Publicidade

Auxilio-moradia custou quase R$ 5 bilhões nos últimos 5 anos

O STF vai julgar em 22 de março a regalia do auxílio-moradia para juízes que, pago há cinco anos, já custou cerca de R$5 bilhões. Cada magistrado recebe R$4.378 por mês ainda que tenha casa própria.

Cláudio Humberto

Comentários (8) enviar comentário
  1. Ferreira disse:

    E o IMORAL é o Bolsa Família?

  2. Maria disse:

    Criei nojo desses falsos moralistas que ainda tem cara de pau pra querer justificar esse abuso mesmo ganhando acima do teto, essa farra tem que acabar, respeito ao teto já!

  3. silva disse:

    Pode até ser legal, mas é claramente IMORAL!

  4. Ivan disse:

    Apesar de todas as justificativas já colocadas pelas divindades auxílio-moradianas, o fato é que isso é um insulto à sociedade, que não tem acesso à transporte público, segurança e saúde de qualidade, que está sendo obrigada a pagar essa conta!

  5. Mer(da)cado disse:

    Vixe…e o triplex do Lula não era nosso maior problema?
    Parece que o rombo dos juízes é mais embaixo…

  6. Almir Dionísio da Silva disse:

    O Brasil não tem crise. Tem desigualdades sociais e concentração de poder e dinheiro no judiciário. Vergonha nacional.

  7. Amelia disse:

    Invista esse dinheiro na saúde dos pobres….Povo desumanos!!!! Da Justiça de Deus eles não escapam,és meu consolo…Aguardem!!!

  8. Silva disse:

    Dinheiro público escorrendo pelo ralo. Uma vergonha, é por isso que não sobra pra quem precisa.

Publicidade

Deputado apresenta projeto para classificar MST e MTST como grupos terroristas

O deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) apresentou um projeto que visa classificar o Movimento dos Sem Terra (MST) e o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) como grupos terroristas. O projeto (leia a íntegra), apresentado no início de fevereiro e entregue ao plenário da Câmara ontem (quarta, 21), altera o artigo 2º da Lei 13.260/16, conhecida como Lei Antiterrorismo (leia a íntegra do dispositivo abaixo). A lei foi sancionada em março de 2016, a poucos meses da realização dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro.

Goergen afirmou ao Congresso em Foco que há outro projeto que também trata de alterações na lei, mas sua proposta visa coibir atos que “ultrapassam o limite Constitucional”. “Ele [o outro projeto] não trata da forma como eu trato. Ele tenta transformar em ato terrorista e aumentar pena para manifestações. Eu não tenho nenhum problema em relação a manifestações”, afirmou o deputado.

O deputado disse que é preciso “colocar um limite” nas ações dos movimentos que lutam por terra, e afirma que as organizações sociais agem como grupos terroristas e podem ameaçar vidas. O deputado citou um episódio em que o MST foi acusado de invadir e depredar uma fazenda. A invasão e a depredação citadas pelo deputado teriam acontecido no início de novembro do ano passado. O Movimento Brasil Livre (MBL) divulgou, no Facebook, imagens de um galpão incendiado e de destruição de parte das fazendas Igarashi e Curitiba, localizadas em Correntina, no interior da Bahia, afirmando que o movimento destruiu “fazenda produtiva, referência em tecnologia”.

O MST divulgou nota desmentindo a acusação do MBL, chamando-a de “fake news” e afirmando que apesar de as manchetes de veículos de comunicação apontarem o movimento como participante da ação, não houve envolvimento na mobilização. “Mesmo assim, reiteramos que apoiamos as ações de denúncia ao agronegócio, principalmente quando existe um processo de privatização de recursos naturais e investimentos antipopulares, que neste caso, afeta diretamente as comunidades camponesas localizadas nas proximidades das fazendas. Segundo relatos, o projeto de irrigação da Igarashi e Curitiba estão secando os rios Carinhanha, Corrente e Grande, além de provocar queda de energia na região”, afirmou o MST naquela ocasião.

O projeto

A proposta do deputado acrescenta mais um parágrafo ao artigo da lei sob a justificativa de que é necessário promover a evolução da lei antiterrorismo “a fim de se colocar um paradeiro no clima de guerrilha que, não raro, instala-se em nosso território”. O artigo que o gaúcho pretende alterar define a interpretação do que é terrorismo e quais atos são enquadrados como tal, prevendo pena de 12 a 30 anos de reclusão, além das penas aplicadas à ameaça e violência (veja mais abaixo o que a lei define como atos terroristas).

O projeto de Goergen faz uma espécie de emenda ao parágrafo 2º da lei, que não aplica os atos de terrorismo manifestações políticas ou de movimentos sociais, sindicais, religiosos, de classe ou de categoria profissional que tenham “propósitos sociais ou reivindicatórios” para defender direitos, liberdades e garantias previstas na Constituição. O acréscimo sugerido pelo deputado determina que o parágrafo “não se aplica à hipótese de abuso do direito de articulação de movimentos sociais, destinado a dissimular a natureza dos atos de terrorismo, como os que envolvem a ocupação de imóveis urbanos ou rurais, com a finalidade de provocar terror social ou generalizado”.

CONGRESSO EM FOCO

Comentários (9) enviar comentário
  1. Ferreira disse:

    A Dita dura avança e a criminalização dos movimentos sociais é o primeiro passo. Foi assim também em 64.
    Daqui a pouco teremos que ter cuidado com as músicas, livros, camisetas, cores e locais que frequentamos, sob pena de sermos enquadrados como terroristas e presos sem precisar mandado de prisão, sem direito a defesa e ficar incomunicável, ser torturado e morto se necessário.
    Foi assim antes e está voltando com uma velocidade muito grande.
    É bom acordar, porque a água está esquentando e os jornais e jornalistas serão as próximas vítimas acabando-se com a liberdade de expressão.
    O Vampirão proibiu o uso da faixa pela Escola de Samba, o Golpista do MEC QUER PROIBIR UM CURSO NUMA FACULDADE, grupos atacam cantores, grupos, movimentos e partidos…
    O Facismo é fascinante e deixa muita gente boa fascinada e ignorante.
    O nazismo começou assim…

  2. Waldemir disse:

    Até que enfim
    Isso nunca foi um movimento sempre foi uma MELÍCIA

  3. Tarcísio Eimar disse:

    Aí tá certo. Poderia aproveitar e criar um projeto específico para os políticos corruptos também.

  4. Marcos Guerra disse:

    Demorou

  5. 🄿🄰🅄🄻🄾 🄼🄰🅁🅃🄸🄽🅂 disse:

    Não fosse a perversão de costumes e a devassidão institucional que assola este país, essa organizações terroristas há muito que teriam sido dissolvidas e seus líderes, presos incomunicáveis.

  6. euzim disse:

    Em qualquer país sério essas milícias seriam tratadas como tal.

  7. Trompa disse:

    Até que enfim alguém com juízo para enquadrar criar uma lei, que coloque esses elementos no devido lugar que merecem!

  8. Bruno disse:

    Mas usar o termo "terrorismo" de forma alheia é desconhecer do assunto. o que acontece no Brasil é que o MST virou palanque para a esquerda política no País. agora deveria se pensar em lei anti-corrupção. E exigir para todos os envolvidos na política nacional (em todas as esferas) que se faça uso dos servicos básicos publicos. A saúde, e a educação pelo menos.

  9. Chico disse:

    Bando de desordeiros desocupados.

Publicidade

Raquel Dodge defende pagamento de auxílio-moradia a membros do MPF

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, defendeu o pagamento de auxílio-moradia a integrantes do Ministério Público Federal (MPF) em parecer enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) nessa quarta-feira, 21. A Corte julgará em 22 de março as ações que tratam de auxílio-moradia de juízes.

A defesa de Raquel foi feita após ação da Associação Nacional dos Servidores do Ministério Público (Ansemp) questionar o benefício, que, segundo a procuradora, compensa servidores que não receberam residência oficial, “assumida como obrigação do Estado”.

O tema vem sendo amplamente discutido, já que o pagamento do benefício eleva a remuneração total de servidores, muitas vezes ultrapassando o teto remuneratório, de R$ 33.700, imposto pela Constituição para todo o funcionalismo público. A PGR destacou que o benefício tenha caráter permanente. “Cessa tão logo desaparece o critério que justifica o seu percebimento.”

“Não há, enfim, desvirtuamento da finalidade indenizatória pelo fato de a verba não distinguir membros proprietários de imóveis residenciais dos que não o são; com efeito, em ambas as situações o membro assume ônus pecuniário (pelo pagamento de aluguel, no caso dos não-proprietários, ou pela imobilização de haveres próprios, no outro) que não haveria se disponível a residência oficial.”

Raquel frisou que o Tribunal de Contas da União (TCU), responsável pela fiscalização de despesas a cargo do erário, “também reconheceu direito ao auxílio-moradia, de caráter indenizatório, a seus próprios membros e aos do Ministério Público de Contas”.

No parecer, a PGR citou artigo da Constituição que garante ao Conselho Nacional do Ministério Público a competência para “disciplinar, de modo uniforme e em âmbito nacional, a concessão de auxílio-moradia para membros do Ministério Público, superando discrepâncias de valores e critérios”. A procuradora afirma ainda que há suporte legal para pagamento de auxílio-moradia a membros do Ministério Público da União, de acordo com a lei complementar que dispõe sobre a organização, as atribuições e o estatuto do Ministério Público da União.

ESTADÃO CONTEÚDO

Comentários (3) enviar comentário
  1. Carlos Teixeira disse:

    Antigamente, diante de uma declaração estúpida como essa, alguém certamente perguntaria:
    E o C……??????
    Mas se perguntar hoje, a pessoa pode ser processada, presa e a chave ser jogada fora.
    Só não vale para 150 kg de maconha…..

  2. Ivan disse:

    Corporativismo seboso….nojo!!! Paguem sua moradia como todo mundo.!! Se tivéssemos autoridades dignas de um mínimo de respeito, essa balela já teria acabado há muito tempo…Todos de rabo preso uns com os outros, só dá nisso…Igual aqui no RN, o judiciário faz o que quer com o nosso dinheiro (tb chamado de orçamento).

  3. 🄿🄰🅄🄻🄾 🄼🄰🅁🅃🄸🄽🅂 disse:

    Ela tinha de cagar na mesa de forma colossal. Demorou mas chegou.

Publicidade

Chefe do PCC na Baixada é morto a tiros em SP

Chefe do PCC na Baixada é morto a tiros em SP

Suposto líder do Primeiro Comando da Capital (PCC) na Baixada Santista, Wagner Ferreira da Silva, de 32 anos, foi morto a tiros na noite de ontem em frente a um hotel no Jardim Anália Franco, zona leste de São Paulo. Silva, conhecido como Waguininho ou Cabelo Duro, informou aos demais membros da facção criminosa que a morte de Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, e Fabiano Alves de Souza, o Paca, no Ceará, na sexta-feira passada, havia sido uma ordem dada por Gilberto Aparecido dos Santos, o Fuminho, apontado pela inteligência da polícia como sócio de Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, líder do PCC.

Segundo a Polícia Militar, o crime ocorreu por volta de 19h40 de ontem. Imagens de câmeras de segurança mostram o momento dos disparos. Cabelo Duro é abordado na rua e corre na direção da entrada do Hotel Blue Tree Towers, tentando escapar. Ele cai ao lado de um Corolla preto. Um dos assassinos se aproxima e dispara com um fuzil na vítima deitada.

As imagens mostram que os criminosos estavam com colete à prova de balas e usavam balaclava. No momento dos disparos, três carros com clientes do hotel estavam parados na baia na frente do saguão de entrada do prédio. Os tiros atingiram ainda duas mulheres que saíam do Corolla. Elas foram levadas aos hospitais Vitória e São Luiz. A polícia não sabia, até as 23h30 de ontem, a identidade das mulheres nem se elas eram clientes do hotel.

A área próxima do crime foi isolada pela PM. A perícia técnica foi chamada e examinava o local no início da madrugada de hoje. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que cuida do caso, apreendeu cartuchos de calibre 5,56 mm, disparados pelos criminosos.

ESTADÃO CONTEÚDO

 

enviar comentário
Publicidade

Ações contra Lula, Geddel, Henrique Alves e Cunha mudam de mãos

O juiz federal Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara de Brasília, responsável por processos relacionados à Operação Zelotes e desdobramentos da Lava Jato, deixará de conduzir ações penais contra o ex-presidente Lula (PT), os ex-presidentes da Câmara, Henrique Eduardo Alves (MDB) e Eduardo Cunha (MDB), e o ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB). Os processos foram transferidos para a 12ª Vara, especializada em lavagem de dinheiro, que passará a existir a partir do dia 26.

A criação da 12ª Vara foi anunciada no ano passado, por decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, que também definiu a redistribuição dos casos. As audiências dos processos que passaram para a 12ª ficarão suspensas entre 26 de fevereiro e 2 de março. Parte dos processos continuará com a 10ª Vara. O ex-presidente Lula, por exemplo, é réu em quatro ações em Brasília e apenas uma, no âmbito da Zelotes, será transferida para a 12ª Vara.

Estado  apurou com integrantes do MPF que os juízes que passarão a conduzir os casos, Pollyana Kelly Alves e Marcus Vinícius Reis, têm um perfil mais ‘garantista’, diferentemente de Vallisney, considerado um juiz mais duro na condução das ações penais e inquéritos.

No âmbito da Operação Zelotes, passa a ser de competência da 12ª Vara a ação em que o ex-presidente Lula e seu filho, Luíz Cláudio são réus acusados de negociar e receber R$ 2,5 milhões do casal de lobistas Mauro Marcondes Machado e Cristina Mautoni, também denunciados, a pretexto de influenciar a prorrogação, pelo governo, de incentivos fiscais a montadoras de veículos e a compra dos caças Gripen, da sueca Saab, por US$ 5,4 bilhões.

Pollyana e Marcus Vinícius também passarão a conduzir processos de desdobramentos da Lava Jato em Brasília, como as Operações Sépsis e Cui Bono, que investigam desvios na Caixa Econômica, no FI-FGTS e nos fundos de pensão. No âmbito dessas investigações são réus presos preventivamente o ex-ministro Geddel Vieira Lima e os ex-deputados Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves.

ESTADÃO CONTEÚDO

Comentário (1) enviar comentário
  1. De olho na notícia disse:

    Alguém tem alguma dúvida sobre o real significado dessa mudança de responsável pelo processo?
    Então, a meretíssima é mais garantista?
    Melhor nem falar. Aguardemos.

Publicidade