Publicidade

Presidente do PT acusa Sérgio Moro e Dellagnol de usar processo de Lula para ganhar dinheiro. Fátima Bezerra avaliza

Ré na Lava-jato junto com o marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffman (PR), subiu a tribuna nesta quarta-feira para acusar o juiz Sérgio Moro e o procurador Deltan Dellagnol de estarem “fazendo um conluio” com o mercado para “ferrar o povo brasileiro”, e usar o processo do ex-presidente Lula para “fazer dinheiro” com palestras ao preço de R$ 30 mil a R$ 40 mil.

Ás vésperas da sentença de Moro no processo do triplex do Guarujá, Gleisi acusou o juiz de cercear o acesso de Lula ao inquérito até dois dias antes do fim do prazo, e leu no plenário a versão da defesa do ex-presidente, de que o apartamento pertence a um fundo da Caixa Econômica Federal.

No pronunciamento, Gleisi disse que os inquéritos contra o Lula viraram “um produto vendável, comercial, enredo de filme” e produto de palestras em que juízes e procuradores cobram dinheiro para ofertar até mesmo em eventos de cirurgia plástica. Gleisi chamou o processo da Lava-Jato de safadeza.

Olhando bem para as câmeras do plenário, em tom ameaçador, Gleisi mandou um recado direto para Moro e Dellagnol:

— Então, juiz Sérgio Moro, então, Dr. Dellagnol, que estão ganhando dinheiro, inclusive, em cima do processo da Lava Jato , é vergonhoso cobrar R$ 30, R$ 40 mil para uma palestra, para ir lá falar de coisas que não existem, de provas que não existem, falar do processo da Lava-Jato , tenham decência! Tenham decência! Não colaborem, não, para acabar com a democracia brasileira. Façam o papel de vocês: devido processo legal, com base na lei, com base no direito. É assim que tem que se fazer!

E mandou um aviso a Moro em caso de Lula ser condenado e impedido de disputar a eleição em 2018: os aliados de Lula não vão admitir. A líder petista disse que não poderia sair do Senado hoje sem fazer esse pronunciamento, para dizer que do destino do Brasil está “muito involucrado”, envolvido com o destino do Presidente Lula.

— Deixo claro aqui para o Brasil e o mundo que nós não vamos admitir. Uma eleição sem Lula é fraude — avisou Gleisi, acrescentando:

— O presidente Lula representa o povo deste país, gostem vocês ou não.

Para a petista, se o juiz Sérgio Moro der uma sentença dizendo que o Lula é culpado, sem provas, estará tendo uma decisão política de impedir o ex-presidente Lula de civilmente exercer os seus direitos políticos.

— Nós não vamos ficar quietos, nós vamos denunciar isso para o mundo. Não vamos aceitar fraude eleitoral, não vamos aceitar!

Em um aparte ao discurso de Gleisi, a senadora Fátima Bezerra (PT-RN), foi no mesmo sentindo.

— Nós não vamos aceitar que cassem os direitos políticos do Presidente Lula. Nós não vamos aceitar que cassem os direitos políticos do presidente Lula. Nós não vamos aceitar — repetiu Fátima Bezerra.

Barrar a candidatura de Lula, segundo Gleisi, faz parte de um conluio de Moro e Dellagnol para “ferrar o povo brasileiro”.

— Então, vocês estão fazendo um conluio com esse mercado para ferrar o povo brasileiro. É isso! Não, isso tem que ficar claro! Para aprovar essas reformas absurdas e ferrar o povo brasileiro! Aí, não querem que o Presidente Lula dispute a eleição? Mas que sejam um pouquinho mais corajosos e decentes! Arrumem um candidato e venham para o olimpo disputar no voto. Aí sim! Aí, vocês podem fazer o discurso que vocês querem fazer. Senão, não podem! — desafiou Gleisi Hoffman

Segundo a presidente do PT, a defesa de Lula só teve acesso a cópia do inquérito dois dias antes encerramento do prazo:

— Então, o cerceamento de defesa sempre esteve presente nesses processos contra o Presidente Lula – sempre — disse Gleisi.

Procurado, Sérgio Moro afirmou que “não cabe a juiz responder a afirmações de réus por crimes de corrupção”.

O GLOBO

Comentários (40) enviar comentário
  1. Derley disse:

    A esquerda é atrasada, retrógrada e nefasta.
    O maldito governo do PT demonstrou muito bem o quão incompetentes e irresponsáveis eles são.

  2. Paulo Roberto disse:

    Impressionante como tem quem ainda "dê ouvidos"a essas duas precárias.Putz!

  3. Natal disse:

    Pense numa dupla, Chifreira e Chupa Charque!!!

  4. Abel disse:

    Vão ensacar vento junto com a Dilma duas desocupadas.

  5. Anderson disse:

    #viraodiscofatima
    Essa senadora e sua trupe de petistas precisam dar um passo à frente e parar de tentar desqualificar o Dr Sérgio Moro que vem prestando grande serviços a nação brasileira, ao contrário dessa turma de Petralhas e seus aliados do PMDB é demais coleguinhas do PSDB.
    Não podemos cair nessa de defender cor partidária, temos que cobrar a punição e banir da vida pública os corruptos.

  6. #ficaadica disse:

    Ela esqueceu de dizer q não é o juiz Sérgio moro qm proibirá será o colegiado….

  7. FAGNER ALMEIDA - Raízes do Nordeste disse:

    Ela reclama que moro cobra de 30 a 40 mil, quando o lula "cobrava" 1milhão para realizar suas palestras, que diga-se de passagem nunca ninguém nem viu um vídeo YouTube, era correto. Hipocrisia desses safados que ceifaram o futuro do nosso país.

    • Waldemir disse:

      Gostaria de saber se Luladrao contava 1 milhão por palestras porque parou de fazer
      Os petistas MILITONTOS que responda por favor

  8. Lindomar disse:

    Vamos combinar, o que valem as palavras da culta Fátima Bezerra e da investigada Gleisi???
    Fátima mal consegue ler o que escrevem pra ela, Gleisi tem mais investigação que muito bandido preso.
    Mas o que esperar do PT, só mesmo declarações deploráveis, mentiras repetidas, acusações levianas.
    O PT não tem nada produtivo para apresentar, o PT não tem discurso verdadeiro, o PT é a imagem da corrupção generalizada, do desrespeito institucional, o PT é a hoste do submundo político.

    • Waldemir disse:

      Fátima professora???
      Gostaria de conhecer um aluno dela kkkk
      É "GOPI"

  9. ventura disse:

    Essas coisas só se vê no PT, Cunha, Henrique, Aecio e tantos outros da mesma laia de Lula presos ou em situação complicada e não se vê gente tentando inocenta-los ou transforma-los em perseguidos como fazem com Lula, que seita é essa que cega milhares de imbecis a defender bandido?

    Quando um delator cita Aecio a petezada vai ao delirio, quando cita Cunha é uma verdade absoluta, quando cita Temer é a prova do golpe, mais se citar Lula é pq é um delator mentiroso e sem provas kkkkk isso é doença mental.

  10. Joao disse:

    Vao ficar podres de ricos com a venda de livros a respeito do trabalho honesto realizado?? O lucro é minimo… nao chega nem ao valor de um cargo comissionado de assessor do senado e muito menos o custo por ano de um senador. Talvez tenha lucro de 0,00001% do quanto o marido da senadora ganhou na acusação de propina. Ou talvez ganhem 0,00001% quando comparado ao valor gasto na campanha de uma senadora. A mesma coisa pode ser dita das palestras de um ex-politico acusado de corrupçåo que vai inaugurar obra que nao lhe pertence, so porque nao conseguiu inaugurar no periodo em que era? Merece um livro de piadas essa insatisfaçao "politica".

  11. jacil disse:

    Investigam um foco mais fácil, para tirar o foco do principal. Cheiram pó estão ganhando finheiro vom forca e os babacas acreditando na santidade dessa gente. Homem gosta de dinheiro, e tendo o caminho aberto ele se torna um tio patinhas . A máfia maior do mundo São os HOMENS, vendem a alma ao diabo, mais o bolso está cheio de dinheiro roubado

  12. jacil disse:

    Engraçado como um palestra te ganha tanto dinheiro é ainda se vendê juntamente com o Sr. MORO. AOS QUE DEFEDEM ESSA TURMA FICA A PERGUNTA QUAL SERA O MOTIVI QUE ATÉ AGORA O AMIGUINHO DELES CHEIRA PO AECIO AINDA NAO FOI PRESO?

  13. WALFRAN disse:

    COMO PODE O ELEITOR DO RN VOTAR EM FÁTIMA! VAMOS OBSERVAR ELÁ EM PRONUNCIAMENTO NO SENADO SÓ FALÁ EM (GOLPI) MUDA O DISCO FÁTIMA E VAMOS DISCUTIR OS PROBLEMAS DO RN. VERGONHAAAAAAAAAAAA PARA O RN.

  14. Neto disse:

    E pensar que já votei em Fátima Bezerra, hoje Fátima Friboi! Me arrependo completamente. Ela envergonha nosso Estado. Como disse Fran no comentário abaixo, ela (Friboi) e Gleise Hoffmann são duas doidas! Destemperadas em defender o chefe da quadrilha, ficam fazendo discursos para denegrir a imagem do Juiz Sérgio Moro. A Gleise Hoffmann e o marido são réus por crime de corrupção e logo deverão ser denunciados. Podem falar mal de alguém? Esse partido em vias de extinção (PT) está muito mal presidido e o desespero toma conta de seus integrantes.

    • Waldemir disse:

      GLEISE está enrolada com o Marido com os AMANTES números 1, 2, 3, 4,5,6,7, mais vários e o último LULADRAO e mulher que sabe escolher e o CORNO fica quetinho quetinho kkkkk

  15. Lorena Galvão disse:

    Duas sem vergonha na cara , tenho nojo

  16. Waldemir disse:

    Essa Fátima foi eleita pelo povo do RN para defender o estado
    E não ficar defendendo Lula e o PT
    Alguém pode informar isso a ela

  17. Marcos disse:

    A justiça só será justa se absorver petistas. Assim eles pensam.

  18. Manoel Lucas disse:

    Gópi !!!

  19. Val Lima disse:

    Vindo dessa "digna senhora" a palavra "decência", chega ser cômico…. kkkkk
    Qdo se passar àgressão diante de fatos inexplicáveis, isso tem nome…. D E S E S P E R O !!!!

  20. Silva disse:

    Uma respondendo processo a outra eleita com dinheiro da JBS. Nas próximas eleições estão fora, já existe boatos que dr Deltan pode disputar o senado lá no Paraná com isso narizinho cai, a outra o caminho natural e pega a BR 101 com destino a Paraiba.

  21. Jorjão disse:

    Atire a primeira pedra aqueles que disserem que elas estão mentindo!!!
    Outra coisa: deixem de ter inveja da maior Senadora que o RN já teve. Botou os outros dois no bolso…

  22. Marcelo disse:

    Realmente uma avalista de peso. Tenho paciência.

  23. Roberto disse:

    Eu quero ver quando essa Gleide tiver presa, se ela vai ser valente assim, vagabunda vai procurar o que fazer, e essa outra sem futuro chamada fatima, não sei como o povo do RN vota nessa grelo duro.

  24. Joca disse:

    Ao menos estão fazendo palestras….o LULADRAO só recebia por palestras NÃO REALIZADAS

  25. Batráquio disse:

    As palestras saem bem mais em conta, né?

  26. LULANACADEIA disse:

    Essa Bezerra é Friboi?

  27. LULADRÃO disse:

    Duas sem futuro tentando ameaçar a Justiça brasileira. Com certeza querem tumultuar e vão se dar mal. Está bem pertinho do Brasil se livrar de uma vez por todas do chefe da quadrilha que por muito pouco não quebrou o o país .

  28. Acorda Brasil disse:

    É bom elas começarem a sumir.

  29. Fran disse:

    Duas doidas!

  30. José Dantas disse:

    Aprerenderam com o maior palestrante do mundo…Lula….kkkkkkkkkkkkkk Vão trabalhar e fazerem jus aos seus gordos salários!

  31. Sandro Alves disse:

    Essa Fátima é uma piada de mal gosto. É GÓPI.

Publicidade

Pelo menos no Brasil as pessoas ainda se beijam, se abraçam, se tocam e fazem sexo

Pelo menos no Brasil as pessoas ainda se beijam, se abraçam, se tocam e fazem amor

POR EL PAÍS

Eram duas mulheres jovens, de pele de cereja, elegantes. Estavam sendo exibidas, em sua casa em Tóquio, por um japonês de meia-idade. Ele as chamava de “minhas meninas”. Eram, no entanto, apenas duas frias bonecas de silicone. Perguntado se fazia sexo com elas, o japonês, surpreso, respondeu: “Claro que sim”.

A cena apareceu no último sábado, na reportagem Amor e Sexo no Japão, da Globo News. Uma fotografia crua do drama vivido pelos jovens com menos de 30 anos daquele país rico, empreendedor, de vanguarda tecnológica. Os jovens preferem o sexo virtual, solitário, ao contato físico. Relacionar-se com máquinas em vez de fazê-lo com corpos de carne e osso. Já não fazem sexo, ou quase não fazem, entre eles, nem querem mais ter filhos.

A reportagem mais parecia ficção, uma história de algo que aconteceu em outro planeta. Houve aqueles que não suportaram assistir ao programa inteiro, pois dava calafrios. Em 2015, Abigail Hayworth perguntou em um artigo, “por que os jovens japoneses pararam de fazer sexo?”. Desde então, a situação piorou, pois, de acordo com a reportagem da Globo News, hoje os jovens já não sabem se relacionar afetivamente entre eles.

Vão a prostíbulos não para fazer sexo, mas para descansar por três minutos a cabeça no colo de uma mulher e experimentar o que se sente. E para aprender a falar com uma menina de verdade, não virtual, algo de que estão esquecendo.

As moças pagam um jovem para fazer um passeio no parque de mãos dadas, algo inusual para eles. Não sabem beijar ou tocar-se. O pior é que nem o querem. As jovens afirmam que não querem se casar, ou tem um marido, ou filhos, porque para elas a coisa mais importante é ter sucesso no trabalho. Por isso a taxa de natalidade está diminuindo. Fala-se de “síndrome do celibato”.

De acordo com um estudo realizado pela Associação de Planejamento Familiar do Japão em 2014, 45% das mulheres entre 16 e 24 anos daquele país “desprezam o contato sexual”, bem como 25% dos homens. A maioria atinge essa idade sem ter experimentado um relacionamento íntimo.

As meninas, mesmo que muitas considerem o casamento como “o túmulo da mulher”, não perderam, no entanto, o gosto de viver a cerimônia do seu casamento com vestido branco de cauda longa, fotógrafos e banquete, mas sem noivo. Elas gostam disso assim. Dizem que se sentem felizes como noivas sozinhas, sem homem.

O paradoxo é que os japoneses estão entre os maiores exportadores de pornografia do mundo. Eles vivem o sexo intensamente, mas virtual. O que a Igreja Católica antigamente chamava de “vício solitário”.

(mais…)

enviar comentário
Publicidade

Sete partidos fazem acordo pela aprovação de fundo eleitoral de R$ 3,5 bilhões

O Estado de S.Paulo

Presidentes de sete partidos – PMDB, PSDB, DEM, PSB, PP, PR e PSD – fecharam um acordo para tentar aprovar a criação de um fundo eleitoral até setembro deste ano. O objetivo é acelerar a tramitação para que a matéria passe a valer já para a eleição de 2018. Com uma estimativa inicial de R$ 3,5 bilhões, o fundo terá como parâmetro 50% dos gastos das campanhas de 2014 para presidente da República, governador, senador e deputados.

A proposta, que já está sendo elaborada pelo presidente do PMDB e líder do governo, Romero Jucá (RR), deverá ser apresentada na próxima semana e votada em caráter de urgência no Senado. O entendimento dos dirigentes partidários é de que a Casa terá mais facilidade para costurar um acordo pela aprovação do texto. A Câmara analisaria o texto em seguida.

Pelo acordo entre os dirigentes das siglas, o fundo eleitoral será constituído em anos eleitorais e composto por uma parte do Orçamento geral da União e também de emendas parlamentares. Metade do “fundão” seria dividida igualmente para os 35 partidos com registro; e outra parte seria dividida proporcionalmente ao tamanho das bancadas das siglas na Câmara e no Senado um ano antes da eleição.

Comentários (5) enviar comentário
  1. JUNI0R PINHEIRO disse:

    OLHA AI O DINHEIRO DO POVO PRA ONDE VAI!!!FUNDO ELEITORAL COISA NENHUMA, QUER SER POLITICO, FAZER POLITICA, VENDA SUA EMPRESA, SEU CARRO SUA CASA, SUA MULHER, FILHOS,SOGRA E ETC…!!!AGORA DEIXEM O DINHEIRO DO POVO SAFADOS !!!! ALÉM DE SUGAREM O DINHEIRO DO POVO QUANDO ELEITOS AINDA QUEREM QUE O POVO PAGUEM AS CAMPANHAS!!! IMORAL!!!

  2. JCabral disse:

    Onde molesta está a crise??? Para que reforma previdenciária mesmo????

  3. Silva disse:

    Esses safados são uma piada, se são tão patriotas assim, porque não fazem politica com dinheiro do próprio bolso? Isso era o que eu queria ver, políticos que amam o Brasil de graça.

  4. Potyguar disse:

    É engraçado, fala-se em País quebrado, crise, que as reformas que acabam com direitos históricos são necessárias, o escambau. Mas para essas organizações criminosas apelidadas de Partidos Políticos nunca falta dinheiro para suas patifarias.
    E a sociedade segue a vida com cara de pato otário.

    • Glauber disse:

      Exatamente o comentário q eu pretendia fazer. Se brincar o incremento desse fundo tem uma variação muito superior a do salário mínimo.

Publicidade

Com 143 emendas, Plano Plurianual começa a ser votado na Câmara

A Câmara Municipal de Natal iniciou, na sessão ordinária desta quarta-feira (21), o debate, em segunda discussão, a respeito do Projeto de Lei 125/2017 encaminhado pelo Executivo que institui o Plano Plurianual (PPA) do quadriênio 2018 – 2021. A matéria trata das metas da administração pública para os próximos quatro anos. Os parlamentares apresentaram, no total, 143 emendas à proposição original.

Neste primeiro dia de debates, foram acatadas 35 emendas consensuais, que serão encartadas à redação final do projeto. Os textos aprovados direcionam receitas adicionais para áreas como infraestrutura, recursos humanos, esporte, educação e cultura.

De acordo com a vice-líder da base governista, Nina Souza (PEN), os vereadores abordaram o texto do Plano Plurianual com responsabilidade e ofereceram uma importante contribuição para o documento. “A expectativa é que outras emendas sejam consensualizadas, porque temos a possibilidade de fazermos ajustes na peça orçamentária a fim de contemplar um número mais amplo de propostas”, avaliou.

O presidente da Casa, vereador Raniere Barbosa (PDT), elogiou a produtividade do parlamento e anunciou que a próxima sessão será dedicada à votação das emendas. “Iniciaremos a apreciação das não consensuais; debate que demanda tempo para ser feito com qualidade. A meta é concluir nesta quinta-feira (22) a segunda discussão do PPA, para na terça (27) começar a discutir as emendas sugeridas à LDO 2018”.

Parque Tecnológico

Em segunda discussão, o plenário aprovou o Projeto de Lei Complementar, também apresentado pela Prefeitura de Natal, que dispõe sobre a concessão de incentivos fiscais a empresas de Tecnologia da Informação e a Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs) integrantes de Parque Tecnológico, localizados na capital potiguar. A área especial na qual será montado o equipamento abrange um espaço de 113 hectares, no entorno do Campus Central da UFRN, onde as empresas de Tecnologia da Informação deverão ser instaladas.

Para aprimorar o texto, três emendas foram encartadas durante as votações. As duas primeiras, do vereador Klaus Araújo (SD), garantem espaço para empresas potiguares no empreendimento e prevenir a ocorrência de conflito de interesses no processo. Já a última emenda aprovada é de autoria da vereadora Nina Souza e dos vereadores Sandro Pimentel (PSOL) e Sueldo Medeiros (PHS).

“Faz tempo que esta matéria vem sendo exaustivamente discutida; mesmo assim encontramos erros que precisavam ser corrigidos. Então, colocamos a qualificação profissional como uma exigência, diante da magnitude do projeto, e retiramos a cobrança de dois anos de experiência para as empresas participarem do Parque Tecnológico, exigência que excluiria muitos empreendimentos”, disse Sandro Pimentel.

enviar comentário
Publicidade

PF suspeita que ex-ministro Henrique Alves lavava dinheiro comprando joias

O UOL desta quinta-feira destaca uma possível lavagem de dinheiro de Henrique Alves relacionadas a compras de joias.

Comentários (8) enviar comentário
  1. Cinara disse:

    Interessante observar que essas amostras de joias é uma pratica bastante antiga. Eu, mesmo sem comprar joias, sempre prestigiu as amigas e conhecidas que expõem. Se forem investigar todas essas pessoas que já expuseram, a lista será imensa. Não só de joias mas de outras mercadorias. Estranha é somente agora nesse caso que envolve à esposa de HE, a coisa tomar esse vulto. NÃO ESTOU defendendo ninguém, mas a lei decididamente não é aplicada a todos.

  2. Anderson disse:

    Pelo visto a famosa quarta sexy de Alcaçus vai ter uma fila repleta de grifes famosas e recheada de madames do chamado alto escalão da sociedade potiguar, querendo entrar para a tal da visita íntima.
    E esse Povinho ainda é endeusado por seus vassalos, que se glorificam com o deleite de seus ídolos com o dinheiro público.

  3. Anderson disse:

    Com a palavra os Eleitores do RN, ainda vão continuar dando carta branca para sujeitos como este continuar se deleitando com as beneces dos cofres públicos.
    Temos que banir todos os políticos profissionais, independente de partidos, não vamos reeleger ninguém.

  4. VERDADE VERDADEIRA disse:

    Olha só… e cuidado com os bens que ficam com funcionários antigos… Só ACHO…

  5. ventura disse:

    a high society natalense aos poucos vai ser desmascarada. Espero que caiam mais cidadãos integros e de pose social elevada que utilizam dos mesmos artificios para ostentar.

  6. Ojuara disse:

    De HA já sabemos muito,mas,Como tá o processo do governador e o filho sobre as propinas da JBS?

  7. Luciana Morais Gama disse:

    Faz sentido! Quem não lembra aquela famosa exposição de joias promovida por Laurita que a TRIBUTAÇÃO ESTADUAL apreendeu. Afinal essas joias foram retiradas e pagas os devidos impostos??

    • Lúcio disse:

      E esse povo ainda bate nos peito e grita em voz alta que são "pagadores de impostos". Kkkkkkkkkkk!

Publicidade

Instrutor de kitesurf morre afogado ao tentar salvar o filho em São Miguel do Gostoso

Um instrutor de kitesurf morreu afogado, na tarde desta quarta-feira (21), em São Miguel do Gostoso, litoral potiguar. Gustavo Augusto, conhecido como Pica-Pau, tentava salvar o filho que estava com ele em um kitesurf e acabou caindo no mar.
Pescadores relataram que o acidente aconteceu por volta das 16h30. Gustavo Augusto estava em um kitesurf com o filho, que tem 8 anos, nas costas. Em determinado momento, a criança caiu na água.

Ao perceber, o pai abandonou a prancha e voltou nadando para tentar resgatar o filho. O também kitesurfista Leandro Ferreira contou que pescadores que estavam próximo ao local conseguiram visualizar a situação e então foram ao encontro da criança e de Gustavo.

Quando chegaram próximo, o pai empurrou o filho em direção aos pescadores e então teria afundado na água. “A criança foi resgatada e não se viu mais o Gustavo. O corpo dele só foi encontrado cerca de uma hora depois, quando eu e outro colega o encontramos a uma distância de aproximadamente 100 metros da praia”, relata Leandro Ferreira.

Ele e outro morador nadaram até o ponto onde estava o corpo de Gustavo e o arrastaram até à praia. “Infelizmente, quando chegamos ele já estava morto. Então puxamos o corpo para a areia”. comenta.

Gustavo era da Paraíba, mas passava temporadas em São Miguel do Gostoso atuando como instrutor de kitesurf. O filho dele foi resgatado e passa bem. Na noite desta quarta-feira, o Instituto Técnico-Científico de Perícia foi acionado para fazer o resgate do corpo.

 

G1/RN

Comentários (4) enviar comentário
  1. henrique disse:

    Foi uma tragedia que poderia ser evitada, levar uma criança de 8 anos em mar abertos num esporte que não é fácil foi um erro trágico..

  2. Paivinha disse:

    Uma pena, que Deus o tenha, Índico para quem pratica esse esporte que o uso de coletes é impreensindivel

  3. Manoel Lucas disse:

    Que tragédia ! Deus conforte todos !

  4. Patricia disse:

    Foi um verdadeiro herói para o seu filho.Que Deus o tenha! ❤️

Publicidade

Presidente do STJ diz que denúncias contra governadores não ficarão paradas

A presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz, disse à Agência Brasil que as novas denúncias contra governadores que chegarem ao tribunal não ficarão paradas na Corte Especial  – instância responsável por apreciar as acusações de crimes comuns atribuídos a chefes dos executivos estaduais.

“[As denúncias] estão chegando ao STJ e sendo distribuídas [para os ministros relatores]. Com certeza, da forma como o tribunal trabalha, elas serão julgadas com oportunidade de ampla defesa [aos réus], mas não ficarão paradas, não serão acomodadas no STJ”, declarou a ministra, ao participar nessa terça-feira (20) de evento realizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) para discutir ações de sustentabilidade no âmbito do Poder Judiciário.

Desde o início de maio, quando o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que o STJ não precisa da aprovação das assembleias legislativas estaduais para instaurar processos contra governadores suspeitos da prática de crimes comuns, a decisão sobre receber ou não essas denúncias depende exclusivamente da Corte Especial do STJ. Atualmente, pelo menos 13 pedidos de investigação contra nove governadores já foram convertidos em ação penal e aguardam decisão da Corte Especial.

Ao responder à pergunta se há um prazo para a Corte Especial decidir se as denúncias têm elementos suficientes para justificar a abertura de ação penal contra os governadores denunciados, Laurita Vaz voltou a defender a aprovação, pelo Senado, da proposta de emenda à Constituição (PEC) 209. Aprovada na Câmara dos Deputados, a PEC propõe a criação de requisitos para a admissibilidade de recurso especial pelo STJ. Na prática, seriam estabelecidos novos “filtros” para limitar os recursos contra decisões dos tribunais regionais federais ou estaduais, como a exigência de o reclamante comprovar a “relevância” do tema em questão.

“Só no ano passado, julgamos 476 mil processos. Neste momento de muita violência geral, esse número só vai aumentar. Por isso, estamos lutando pela aprovação da PEC. Para que só os casos relevantes cheguem ao STJ. Com isso, teremos mais tempo para julgar os casos mais importantes, que às vezes ficam parados por nossa falta de tempo, a despeito do número de processos que julgamos diariamente naquela corte”, acrescentou a ministra.

Governadores sob suspeita

Outras denúncias deverão chegar ao STJ em breve, em função de delações feitas por executivos da Odebrecht e da JBS no âmbito da Operação Lava Jato. No dia 11 de abril, o ministro Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que as denúncias contra nove governadores citados nas delações de ex-executivos da Odebrecht fossem remetidas ao STJ e que fossem abertos inquéritos contra mais três governadores: Renan Filho (Alagoas); Robinson Faria (Rio Grande do Norte) e Tião Viana (Acre).

(mais…)

Comentários (2) enviar comentário
  1. Waldemir disse:

    Com certeza não vão ficar parada mesmo
    Pois já estam kkkkk

  2. Joca disse:

    🤣🤣🤣🤣🤣🤣😂😂 BG eu sei que você é baba ovo não irá publicar,mas que dá vontade de chorar 😂🤣🤣🤣

Publicidade

Roger Abdelmassih obtém decisão para cumprir prisão domiciliar

A Justiça de Taubaté determinou nesta quarta-feira (21) que o médico Roger Abdelmassih, condenado a 181 anos de prisão por estuprar pacientes, cumpra a pena em casa.

O médico de 74 anos tenta, desde outubro de 2016, o indulto humanitário, apontando que sofre de graves doenças, entre elas enfermidades do coração – a defesa pedia que, caso não fosse dado o indulto, a Justiça concedesse a prisão domiciliar.

Ele cumpre pena na Penitenciária 2, em Tremembé, desde 2014, mas está internado desde 18 de maio em um hospital de Taubaté com broncopneumonia, que é uma inflamação dos pulmões.

O indulto, ou perdão da pena, pode ser concedido a presos que têm doença considerada grave e permanente, que apresente grave limitação à atividade e exija cuidados contínuos que não possam ser prestados dentro do presídio. O

Ministério Público foi contrário à medida.
Na decisão, a Justiça negou o indulto, mas concedeu a prisão domiciliar, justificando que o quadro de saúde dele se agravou nos últimos meses e que Abdelmassih precisa de cuidados constantes, que não poderiam ser oferecidos no presídio.

Assim, o médico poderá cumprir a pena em casa, sendo liberado para tratamento médico em unidades hospitalares que escolher, com a prévia autorização judicial. Ele deverá usar tornozeleira eletrônica e não poderá deixar, sem autorização, a cidade de moradia que indicar a Justiça.
Ele deverá passar por perícia médica a cada três meses, ou em menos tempo se a Justiça determinar, para avaliar o quadro de saúde. Caso tenha condições, ele deverá retornar à prisão.

A defesa do médico foi procurada, mas nenhum representante retornou o contato para informar se pedirá a transferência do médico para outra unidade de saúde ou se ele seguirá com o tratamento em casa.

 

G1

Comentários (3) enviar comentário
  1. rodolfo neto disse:

    Tadinho. Coitadinho. Que peninha desse velhinho bonzinho. Tão doentinho.

  2. Edu disse:

    As pacientes estupradas por esse bandido terão direito a algum indulto? Deveriam mandar tocar fogo na casa dele com ele dentro.

Publicidade

Em relatório, PF vê elementos que vinculariam Pezão a integrantes do esquema Cabral

A Polícia Federal afirma em um relatório, datado de 6 de junho, que foram verificadas “algumas informações que podem servir de elementos probatórios que vinculam o governador Luiz Fernando Pezão a integrantes da organização criminosa chefiada pelo ex-governador Sérgio Cabral”. A afirmação da PF está no documento relativo à perícia feita no celular de Luiz Carlos Bezerra, apontado como operador de Cabral.

A relação de proximidade entre Pezão e Bezerra é listada pela PF por meio de mensagens trocadas pelo operador com o próprio governador. No dia 29 de março do ano passado, Bezerra escreve a Pezão, a quem chama de “Pezzone”, para desejar feliz aniversário.

“Querido amigo e Exmo Governador Pezzone. Parabéns e felicidades 1000 pelo seu aniversário, que iremos comemorar muitos outros adiante, não tenho a menor dúvida”, escreve Bezerra. “Vamos juntos amigo, a gente até enverga, mas não quebra nem a kraio!!!!” (sic), concluiu.

O operador enviou uma mensagem ao governador dias antes, em 19 de março, quando Pezão estava internado pouco antes de ser diagnosticado com câncer. No texto, Bezerra deseja a recuperação do governador para eles comemorarem “com essas loiras”.

“Querido amigo, acompanhando e recebendo notícias suas pelo amigo em comum. Aguardamos sua saída o mais rápido possível para comemorarmos sua completa recuperação com essas loiras!!! Heheheh. Estamos juntos meu camarada!!! Forever!!!”, escreveu o operador, enviando duas imagens, não detalhadas no relatório da PF, ao governador.

“Assim vc me mata, isso ¿ sacanagem, obrigado pelo carinho”, respondeu Pezão.

Para a PF, o diálogo revela uma relação bastante próxima entre o operador e o governador.

 

O Globo

Comentários (2) enviar comentário
  1. Val Lima disse:

    Alguém tem dúvida??!!

  2. Blue disse:

    Grande novidade!

Publicidade

Comissão do Senado aprova ‘recall’ para presidente da República

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira uma proposta de mudança na Constituição para incluir um dispositivo que permite a revogação do mandato do presidente da República pela população – a medida está sendo chamada pelos senadores de recall (algo como “revisão”, em inglês).

A PEC (proposta de emenda constitucional) 21/2015, apresentada há dois anos pelo senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), foi aprovada, com alterações sugeridas pelo senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), relator do projeto, e Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM). O texto agora precisa ser aprovado no plenário, onde terá de ser votado em dois turnos.

Pela proposta, a revogação do mandato do presidente terá de ser apreciada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado após assinaturas de ao menos 10% dos eleitores que compareceram ao último pleito, distribuídos em pelo menos 14 estados – sendo ao menos 5% em cada um deles. Para ser aprovada, precisará dos votos de 2/3 dos parlamentares na Câmara e 3/5 no Senado. Garantida a aprovação, será então convocado referendo popular para ratificar ou rejeitar a medida.

Se aprovada, a medida valeria apenas a partir de 2019 e não poderia ser utilizada, portanto, para revogar o mandato do presidente Michel Temer (PMDB), que enfrenta grave instabilidade política, acusado, entre outras coisas, de corrupção passiva pelo Ministério Público Federal, em inquérito que tramita no Supremo Tribunal Federal.

Valadares apelou a Anastasia para que mantivesse o texto original, que previa a vigência imediata do recall. À Agência Senado o autor da proposta disse que o instrumento “poderia ser usado como alternativa para resolver a crise política atual do país, possibilitando a saída do presidente Michel Temer por decisão do eleitor”. Para Anastasia, no entanto, a adoção do mecanismo no momento atual poderia ser “fator de dificuldade e desestabilização”.

 

Veja

Comentário (1) enviar comentário
  1. Jbs disse:

    Q bosta

Publicidade

STF retoma nesta quinta julgamento que decide se Fachin segue relator do caso JBS

Após os votos de dois ministros, o Supremo Tribunal Federal interrompeu o julgamento desta quarta-feira (21) que decidirá se o ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato, continuará como relator das investigações baseadas nas delações premiadas dos donos e executivos da empresa JBS.

A ministra Cármen Lúcia, presidente do tribunal, informou que o julgamento será retomado na sessão do plenário desta quinta (22). Faltam os votos dos outros nove ministros do STF.

O julgamento é motivado por uma ação do governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB). No pedido, o governador defende que ao menos parte das investigações baseadas nas delações da JBS seja sorteada para outros ministros porque não teriam relação com a Lava Jato, da qual Fachin é relator.

Votaram pela permanência de Fachin à frente das investigações o próprio relator e o ministro Alexandre de Moraes. Os dois também votaram contra a revisão dos benefícios concedidos aos executivos da JBS negociados com o Ministério Público no momento da homologação (validação jurídica do acordo).

Nas delações, executivos e donos da empresa apontaram a existência de um esquema de corrupção e pagamento de propina para políticos. As delações resultaram em inquéritos abertos no STF para investigar, entre outros, o presidente Michel Temer e o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG).

Fachin foi designado relator a pedido da Procuradoria Geral da República (PGR), responsável pelo acordo com a JBS. O órgão aponta conexão com a Operação Lava Jato, da qual Fachin é relator, especialmente por desvios do Fundo de Investimentos do FGTS que também beneficiaram o grupo empresarial à qual a JBS pertence.

O governador Azambuja argumenta, no entanto, que o caso deve sair das mãos de Fachin porque vários outros casos narrados pelos executivos da JBS não têm relação com desvios na Petrobras, principal foco da Lava Jato.

Primeiro a se manifestar, Fachin lembrou que pelas regras do STF, novas investigações devem ser enviadas ao ministro que já conduz um caso semelhante.

“Não se verifica, em meu modo de ver, qualquer ilegalidade na distribuição por prevenção do pedido de homologação do acordo de colaboração premiada diante da evidência de fatos relatos conexos com investigações em curso sob a minha relatoria”, disse.

 

G1

enviar comentário
Publicidade

Justiça determina reintegração do Aeroclube ao Governo

O juiz Geraldo Antônio da Mota, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal, determinou nesta quarta-feira (21), que o Estado do Rio Grande do Norte retome o imóvel atualmente ocupado pelo Aeroclube do Rio Grande do Norte, pessoa jurídica de direito privado, após término do termo de cessão de uso. O prazo fixado inicialmente para desocupação do imóvel fora de três meses, a contar da intimação.

“Determino a expedição de mandado de reintegração de posse no imóvel descrito e caracterizado na inicial, em favor do Estado do Rio Grande do Norte, para imediato cumprimento e, diante da não desocupação do bem, frente ao lapso temporal transcorrido, e das atitudes do representante legal do Aeroclube do RN, seja em alterar a estrutura física do bem; seja em ocultar-se a não receber a intimação, fica, desde já, autorizado o uso de força policial, caso haja resistência no momento do cumprimento do mandado”, diz ainda a decisão do magistrado.

 

Tribuna da Justiça

Comentários (17) enviar comentário
  1. Zé Guerreiro disse:

    Só serve pra alguns abastados jogarem tênis e Jogarem conversa fora, tomando vinho nas noites de terças e quintas.
    É só ir lá pra conferir

  2. Césio Ribeiro Dantas disse:

    Não discuto sobre a administração do Aero Clube, mas se o Estado assumir vai piorar. Quanto a negociação do 3° distrito naval a população não ganhou nada, perdeu o por do sol do Potengi com o prédio que fizeram em lugar inadequado. Foi melhor mesmo para a construtora. É apenas minha opinião, por se tratar de uma área da união deveria ter outros critérios. Na verdade os políticos tratam dos bens públicos como sendo deles. Como exemplo mais recente foi a construção do Arena das Dunas que seria bem mais barato e sensato a recuperação do Machadão e do Humberto Nesi que"trocar" os dois por um sem falar no custo nem na corrupção.

  3. Anderson disse:

    Concordo com a decisão do magistrado, se é um bem público não pode servir somente para o deleite de alguns.

  4. Marcos disse:

    Agora vai. Entrega ao loder público. Próximo passo? Abandono geral.

  5. Carlos Lima disse:

    Decisão equivocada! O Clube existe naquele local a 90 anos. Vários projetos sociais ligados aos esportes são realizados. O governo estadual na terá a mínima condição de cuidar desse patrimônio. O local será usado prá consumo de drogas e esconderijo de marginais. O Tirol será muito prejudicado. Lamentável e desastrosa decisão!

  6. Sandro Alves disse:

    Parabéns justiça, uma minoria abastarda que se utilizava daquele espaço que deveria ser da população.

    • Carlos Lima disse:

      Quem não conhece os projetos desenvolvidos pelo Aero, infelizmente faz comentários preconceituosos. Lá funciona a Federação Norteriograndense de Esportes Aquáticos (Natação, Polo, Nado Sincronizado etc). Federação de Xadrez. Tênis e Beach Tênis para comunidades carentes, mãe Luiza, Felipe Camarão etc.

  7. Joca disse:

    👏🏻👏🏻👏🏻🤗 se fez justiça ,espaço público ocupado por iniciativa privada,absurdo TOTAL ,parabéns ao magistrado

  8. Edu disse:

    Será que agora vai? Uma área valiosa como aquela servirá para a construção de praças para toda a população de Natal, e não somente para alguns privilegiados. Parabéns ao Magistrado.

    • Carlos Lima disse:

      O estado não tem recurso nem prá pagar os salários do funcionalismo em dia, imaginem construir algo no local. A biblioteca pública na rua Potengi está em reforma a mais de 6 anos e não concluem. Desastrosa decisão!

    • LOL disse:

      Praça? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      O estado não constrói praças, e a julgar pelo estado geral das praças de Natal, não significaria grande coisa.
      Papo de socialista só é bonitinho na teoria. Na prática é um desastre.
      O mais correto nessa situação era manter a coisa como está. Afinal, em time que tá ganhando não se mexe.

  9. Val Lima disse:

    Uma pena isso acontecer justamente qdo ocorre uma restauração na estrutura, feita por uma equipe de arquitetos…

    • Carlos Lima disse:

      Muito bem! O projeto prevê a recuperação da fachada histórica e original numa parceria com a CASA COR (Mostra de arquitetura).

    • Juvenal disse:

      Mas será que essa restauração não está acontecendo justamente por causa da ação judicial, como uma forma de querer mostrar um cuidado com o espaço que não houve no passado? O objetivo do Aeroclube há muito tempo se perdeu, hoje não passa de um clube recreativo como outro qualquer, onde até o estacionamento é cobrado, ou seja, não há qualquer contrapartida à população pelo uso gratuito da área.
      Aquela área é muito valiosa, se vendida ou permutada com alguma construtora geraria dinheiro para inúmeros benefícios à população, devendo haver intensa fiscalização. O mesmo caminho deveria ser tomado em relação a diversos outros imóveis do Estado, como por exemplo o estádio Juvenal Lamartine e a área onde hoje funciona a garagem do DER e o quartel do Batalhão de Choque da PM, terrenos valiosíssimos que não tem um uso adequado. Vejam o exemplo da Marinha, que negociou o prédio onde funcionava o Comando do 3º Distrito Naval, em frente a Escola Doméstica, e hoje possui instalações modernas e condizentes com suas necessidades.

    • Carlos Lima disse:

      O Aero Clube do RN é o único do Brasil que nunca deixou de oferecer cursos de piloto, comissários de bordo e mecânico de vôo. Nem na época dos governos militares, neste período quase todos foram fechados por alegada questão de segurança nacional. Outra coisa Juvenal, pelo que sabemos esse imóvel íntegra o fundo garantidor do empréstimo do governo estadual para construção do Arena das Dunas, ou seja, não pode ser vendido.

    • Val Lima disse:

      Nobre Juvenal, isso ocorreu (permuta) qdo a construção civil estava aquecida, na época o preço do metro quadrado em Natal, chegou a ser um dos mais caros do Nordeste, situação totalmente inversa nos dias atuais onde se vê varios esqueletos de edifícios inacabados bem como conclusos sem compradores . Creio q talvez hoje, a construtora não teria topado tal negociação…

Publicidade