Publicidade

FICA COMIGO: 06 de maio, o Mirante do Centro de Convenções de Natal será palco da festa mais bonita e alto astral que a cidade já viu

Está chegando o grande dia! No próximo sábado, dia 06 de maio, o Mirante do Centro de Convenções de Natal será palco da festa mais bonita e alto astral que a cidade já viu. Com o desejo de espalhar o amor pelo mundo, a balada carioca Fica Comigo promete levar os potiguares em uma verdadeira viagem ao tempo. No palco a banda Fica Comigo, que dá nome a festa, promete surpreender o público. O grupo formado por 18 pessoas – entre membros da banda e staff – é o primeiro bloco de pagode retrô do mundo. O repertório da noite contará com hits de bandas como Só Pra Contrariar, Exaltasamba, Raça Negra, Soweto e Molejo e promete deixar todos os potiguares apaixonados com o Bloco do Amor.

Os ingressos do segundo lote já estão à venda nas lojas Hugo Multmarcas (Shopping Cidade Jardim) e Sol Bijoux (Midway Mall). Garantindo mais conforto e comodidade aos natalenses, os ingressos da festa também podem ser adquiridos pelo aplicativo Sem Hora ou acessando o site da Bilheteria Digital.

Além da banda Fica Comigo, o line-up da festa conta com os DJs Rafa M, Dj Gigga e DJ True Love – com seu mix de música brasileira, pop, black music e funk. A produção da festa em Natal contará ainda com uma decoração especial, característica da festa. Para ajudar os futuros apaixonados a entrarem no clima do amor, o evento terá balões de coração, varal de adesivos, backdrops para garantir que aquele registro da festa seja ainda mais marcante e bonés – os itens mais cobiçados da festa. Mais informações: (84) 3026-3232 Telepesquisa e (84) 98140-2345.

Mais sobre o movimento “FicaComigo”:

O que começou de modo intimista e entre amigos, logo chamou a atenção do grande público. Em 2012 o Fica Comigo colocou o seu bloco na rua, sendo cotado pelo jornal O Globo como o Top 10 das promessas do Rio para o carnaval. Promessa essa que se concretizou. Em 2015 o bloco já tinha ultrapassado a marca dos 60.000 foliões apaixonados. Ao todo, foram realizadas até o momento mais de 250 apresentações em diversas parte do país, nas quais mais de 200.000 pessoas já cantaram e se apaixonaram ao som da folia, tendo em seu portfólio festas exclusivas como o Camarote da Brahma, Camarote Rio e a Allegria, além de mega eventos como o Desfile no Carnaval de Rua.

Serviço:

Fica Comigo – Bloco do Amor

Dia: 06 de maio (sábado)

Horário: 20h

Local: Centro de Convenções de Natal

Vendas: Hugo Multmarcas (Shopping Cidade Jardim) e Sol Bijoux (Midway)

Vendas online: aplicativo Sem Hora e site da Bilheteria Digital.

Informações: (84) 3026-3232 Telepesquisa e (84) 98140-2345.

enviar comentário
Publicidade

FOTO: Casal é flagrado fazendo sexo em plena luz do dia no Seridó potiguar

Está no Blog Jota Dantas

A Polícia Militar já havia recebido a denúncia, contudo não havia feito o flagrante. Só que um morador que passou no local e se sentiu incomodado e resolveu tirar uma foto para chamar a atenção de Casais que usam a Praça da Rodoviária para fazer sexo em plena luz do dia. Na foto se observa toda a parte abdominal introduzida entre as paredes, contudo o movimento pélvico foi flagrado por todos que passaram na região. E vale ressaltar que na hora da onça beber água, no momento que a pupila dilata e o coração acelera, onde os casais vivem momentos de paixão, precisa de ter todo cuidado, pois isso é crime.

No Brasil, transar em local público é considerado crime de ato obsceno. O procedimento prescrito pela lei diz que, ao ser flagrado pela polícia, o casal será levado à delegacia.

“A pena para ato obsceno é de no mínimo três meses e no máximo um ano. A pessoa deve se comprometer a comparecer em juízo para não ser presa em flagrante, e uma transação penal será feita, em que haverá aplicação de pena”, diz Hugo Crepaldi Neto, professor de processo penal da PUC-SP.

Comentários (11) enviar comentário
  1. Jackson Marcio disse:

    Só olha quem quiser!

  2. Ana Júlia disse:

    É melhor fazer amor em praça pública do que está roubando descaradamente como os políticos do Brasil!

  3. Verys disse:

    Enquanto isto o congresso fode com todo mundo e não acontece nada.

  4. Fabio disse:

    É pra fuder mesmo, melhor do que roubar, a filha né minha.

  5. JC disse:

    A lei do "impatafoda"!

  6. Eterno Vascaino disse:

    Essa praça é enfrente a rodoviária de C.novos !

    • Eterno Vascaino disse:

      Esse tipo de AÇÃO é normal a noite, mais na luz do dia é inédito !

  7. Fernando Gomes disse:

    Deixa ver se entendo o código penal:
    Transar na rua, embora escondido, NÃO PODE!
    O MST e o TMST fazer manifestação portando faca peixeira, fações, foices, em cunho que são consideradas armas brancas, pode! Que país é esse? Que justiça é essa?

    • ZE Leitão disse:

      Eles estão fazendo Amor, já o MST está fazendo baderna, destruição e atrapalhando quem quer trabalhar.

    • Cláudio disse:

      Não é isso, fazer amor não pode! Mas depredar, vandalizar, quebrar, interromper vias, mentir, desqualificar, inverter fatos, destruir e invadir propriedades privadas PODE!!!!!!

    • Besta risonho disse:

      É só falar em fu#3+ que ja vem o PT na cabeça kkkkkkkk

Publicidade

SECOVI/RN diz que a hora agora é de trabalhar e garante mercado imobiliário funcionando normalmente nesta sexta

NOTA À POPULAÇÃO:

SECOVI/RN diz que a hora agora é de trabalhar e garante que mercado imobiliário funcionará normalmente nesta sexta-feira, 28

O Sindicato da Habitação do Rio Grande do Norte (SECOVI/RN) comunica à população de Natal e do Rio Grande do Norte que as empresas especializadas em transações imobiliárias, assim como os profissionais do setor, vão trabalhar normalmente nesta sexta-feira, 28, cumprindo com as suas missões de contribuir com o fortalecimento da economia e a geração de emprego e bem estar social.

O SECOVI/RN entende que, mesmo sendo o direito de greve uma garantia constitucional, não é com a paralisação de atividades produtivas que o Brasil vencerá as adversidades econômicas e sociais que enfrenta nos últimos anos.

A hora agora é de trabalhar, produzir e distribuir riquezas que possam garantir a sobrevivência e acesso ao mercado de trabalho de mais de 13 milhões de brasileiros e brasileiras que se encontram desempregados.

Esta que é a verdadeira revolução social – emprego e renda para a expressiva parcela da população que hoje sofre as consequências dos devaneios e da má fé de políticos populistas que afastaram o País dos caminhos da ordem e do progresso.
Por fim, o SECOVI/RN espera que o movimento grevista ocorra de forma Republicana, garantindo o direito e de ir e vir dos cidadãos, assim como a preservação do patrimônio público e/ou privado.

Comentários (12) enviar comentário
  1. José de Arimatea disse:

    Parabens, não cairam no conto do bispo.

  2. Corretor disse:

    Parar!!!??? o mercado imobiliário parou faz tempo. Há mais de dois anos ninguém vende nada. Os preços baixaram mais de 15% e o mercado exige mais queda, pois não existe renda para bancar os preços atuais. Desemprego, juros e falta de otimismo na economia acabaram com a festa do mercado imobiliário. Talvez em 2023 as coisas melhorem. Até lá tenho pena de quem precisar vender um imóvel com urgência.

  3. Beto disse:

    Parabéns Secovi se não tem trabalho o país não anda abaixo mensalidade sindical obrigatóriobrigatória!

  4. Maria disse:

    As Construtoras de um modo geral (claro que deve existir alguma exceção, mas confesso que desconheço) são as que mais sacaneiam as pessoas, pois destroem sonhos, isto é, pegam seu dinheiro e não cumpre com o prometido (obras com atrasoooo gigantescos), isso quando entrega.
    A SECOVI devia era fiscalizar as construtoras e não ficar postando nota linda, no entanto, fictícia/imaginária.
    Paciência SECOVI

  5. Almira disse:

    Quem mandou votar em quem nunca bateu ponto ou usou crachá? Agora aguente reforma trabalhista. Vão descontar até o tempo de ida ao banheiro.

    • Cláudio disse:

      Quem tem responsabilidade vai trabalhar, quem gosta de bagunça fará greve política.
      Esse movimento político marcado para amanhã só vai receber apoio de desocupados e quem não gosta de trabalhar. É uma reação imoral e deveria ser considerada ilegal a todos que faltem ao trabalho. Como muito bem vai fazer o Prefeito de São Paulo – FALTA AOS GREVISTAS!

    • Lobo disse:

      Você está enganado, Cláudio. Os trabalhadores vão apoiar o movimento de amanhã, independentemente de ser mortadela, coxinha ou pão com ovo. A reforma, proposta pelo governo do Temer, promove uma mudança que pode prejudicar os trabalhadores de receber os direitos violados. Basta ler com atenção a reforma. Se engana que ela vai gerar mais empregos e que vai beneficiar toda a cadeia produtiva. Só para deixar bem claro: eu não votei no PT. Nem apoio Lula. Mas estarei na manifestação de amanhã. Vou compensar compensar a minha ausência amanhã do meu banco de horas

    • Ceará Mundão disse:

      A manifestação é legítima prá muitos. Infelizmente, será manipulada pelo PT e seus "puxadinhos, gente que detesta trabalho e estudo e está de olho mesmo é numa boa bagunça. E será um feriadão de 4 dias. Outro carnaval, dessa vez embalado por Geraldo Vandré, Chico Buarque e outros ícones da esquerda. O Brasil tá
      precisando de trabalho, de bons valores, de honestidade. Esses valores não figuram no cardápio dos "vermelhos".

  6. Paulo do Tirol disse:

    Muito bem, Secovi ! É isso mesmo !

  7. Eli disse:

    "as empresas especializadas em transações imobiliárias"..ou seja, os patrões…

    • Januário disse:

      Isso, exatamente, os patrões… aqueles que empregam quem quer trabalhar e paga seus salários.

    • Ovidio Cavalcanti disse:

      Eli '' Corretor de imóveis não tem patrão, trabalha por conta própria, entendemos que as imobiliárias são parceira fazem parte do nosso trabalho, não trabalhamos no sistema de ser inimigos das imobiliárias, como essa divisão patrão e inimigo do empregado, um existe em circunstancia do outro… ou seja os dois tem que viver" abraço boa greve, tenho que trabalhar…

Publicidade

Presidente do Senado Eunício Oliveira está em UTI após desmaio

Eunício em entrevista no Senado nesta quarta-feira (26) (Foto: Marcos Brandão/Senado)

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), sofreu um desmaio na madrugada desta quinta-feira (27) e foi internado na UTI de um hospital em Brasília, de acordo com a assessoria do senador.

Ainda segundo a assessoria, inicialmente a suspeita era de que Eunício tivesse sofrido um acidente vascular cerebral, mas os exames não confirmaram esse diagnóstico.
Um boletim médico divulgado pelo hospital onde Eunício foi internado afirmou que o senador apresentava, no início do dia, estado estável e exames de imagem do crânio com resultados normais.

Ainda segundo a equipe médica, o senador será reavaliado ao longo do dia.

Em fevereiro, dias após ter sido eleito presidente do Senado, Eunício passou por uma cirurgia de retirada de vesícula.

G1

Comentários (4) enviar comentário
  1. Tarcisio disse:

    Já ficou doente nem na frente de moro ficou

  2. Romeiro disse:

    Fazer amor é outra coisa. Isso é trepar mesmo. Não pode!

  3. Helio Motta disse:

    Não há com que se preocupar. Vaso ruim não quebra.

Publicidade

Com mudança no foro, só dois inquéritos da Lava Jato podem ficar no STF

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL (STF) EM BRASÍLIA (FOTO: ANDRÉ RICHTER/AGÊNCIA BRASIL)

Se for promulgada nos termos em que foi aprovada em primeiro turno no plenário Senado, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que extingue o foro privilegiado para todas as autoridades exceto os chefes dos Três Poderes levaria a um “êxodo” de inquéritos do Supremo Tribunal Federal (STF), que seguiriam para a primeira instância. A rigor, a Suprema Corte manteria, por exemplo, apenas dois dos 76 inquéritos abertos com base nas delações da Odebrecht, por envolverem o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE).

Ambos são investigados conjuntamente em inquérito que apura a suspeita de recebimento de propina por parlamentares para a aprovação de medidas provisórias entre 2009 e 2013 em favor da empreiteira. Além dos dois, são investigados os senadores Romero Jucá (PMDB-RR) e Renan Calheiros (PMDB-AL), e o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PDMB-BA) – o grupo dos cinco teria recebido R$ 7 milhões segundo o pedido de investigação que a Procuradoria-Geral da República enviou ao STF.

Rodrigo Maia também passou a ser investigado junto com o pai dele, César Maia (DEM), vereador e ex-prefeito do Rio. Delatores narraram que eles receberam R$ 350 mil indevidos em 2008, ano em que não foram candidatos. A investigação é sob a suspeita dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.Um terceiro inquérito que também ficaria na Corte, e não tem relação com a Odebrecht, apura se Rodrigo Maia atuou em favor dos interesses da construtora OAS no Congresso Nacional, em troca de doações para as eleições em 2014. A investigação tem por base mensagens trocadas entre o deputado e o empresário Léo Pinheiro, dono da OAS, sobre suposta doação eleitoral em 2014 que não foi contabilizada. A Procuradoria-Geral da República viu indícios dos crimes de corrupção passiva qualificada e lavagem de dinheiro.

Mérito

Para o professor Ivar Hartmann, coordenador do projeto Supremo em Números e professor da FGV Direito Rio, o maior mérito de uma revisão do alcance do foro privilegiado não é desafogar o STF. “É terminar com um sistema que era de um lado causa de grande ineficiência no julgamento dos processos e de outro lado sempre perpetuou a noção entre os brasileiros de que a lei é aplicada de maneira diferente pra pessoas diferentes. A ideia de que pessoas importantes têm privilégios e outras regras a cumprir.”

Levantamento da FGV Direito Rio aponta que apenas 5,71% das ações penais que tramitaram no STF ao longo dos últimos dez anos permaneceriam na Corte, se tivesse sido aplicada a proposta do ministro Luís Roberto Barroso, de restringir o foro privilegiado aos crimes relacionados estritamente ao cargo ocupado pelo político. A proposta de Barroso deve ser levada a julgamento no Supremo no dia 31 de maio. Nesta quarta-feira, 26, a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, disse que “em princípio”, a data do julgamento está mantida.

Época

Comentário (1) enviar comentário
  1. Paulo Souto disse:

    e agora…

Publicidade

Ônibus, trens, escolas e bancos de Natal aderem à “greve” nesta sexta contra reformas da Previdência e Trabalhista

Escolas públicas e algumas redes de escolas privadas, principalmente, as católiicas, confirmaram que não funcionarão nesta sexta-feira(28), dia da “Greve Geral”, movimento organizado por sindicatos e movimentos sociais, contra as reformas da Previdência e Trabalhista.

Na capital potiguar, diversas categorias também confirmaram adesão ao movimento, entre elas bancários e transporte, esta última, com obrigação de circular, no mínimo, com 40% da frota, conforme determinação do TRT-RN.

Por outro lado, a CDL Natal, informa que o comércio funcionará normalmente nesta sexta.

Vale a pena conferir reportagem do Novo Jornal nesta quinta-feira(27) AQUI com outros detalhes

Comentários (20) enviar comentário
  1. beto costa disse:

    Percebam, "greve" de serviços públicos em sua grande maioria.. Estado ruim, ineficiente, corrupto, leniente, improdutivo, e tudo isso pago com nossos impostos..

  2. LUCY disse:

    VAGABUNDOS SÃO OS POLÍTICOS QUE NÃO TRABALHAM , E RECEBEM ALTOS SALÁRIOS, FORA AS COMISSÕES, ENQUANTO O POVO TRABALHADOR DE VERDADE , GANHA POUCO E TRABALHA MUITO.

  3. ZE Leitão disse:

    Eu vou comer Pão com Mortadela

  4. Beto disse:

    Tem que ter lei pra barar essas greves de vagabundagens, o país com milhões de desempregados por culpa dos governos do PT e ainda fazer greve próximo a um feriado é brincadeira, sou a favor de emprego para todos É não a greve!

  5. GISELLE disse:

    #GREVEGERAL

  6. Eu fui assaltado disse:

    A vagabundadem impera, sindicatos lutam para manter os próprios privilégios, e os partidos que causaram a crise e são responsáveis pelo mensalão e Petrolão dizem ser contra a perda dos direitos trabalhistas, quando estes entregaram ao país 13 milhões de desempregados, é igual ao goleiro Bruno se dizer a favor dos direitos da mulher.

  7. OSWALDO disse:

    POR ISSO QUE O POVO BRASILEIRO É UM DOS MENOS PRODUTIVOS DO MUNDO, ADORAM UMA VAGABUNDAGEM!!!

    • Baruck disse:

      Será que é o menos produtivo por que são os mais explorados? Acorda…

  8. Fernando Gomes disse:

    Luiz e Barreiros são representantes daqueles que combatem e desaprovam a produtividade fruto do trabalho. São da turma proletariada que acha ser obrigação do governo dá condição digna de vida se, que o trabalhador produza. Querem viver das tetas do governo. Os países que entraram nessa furada, quebraram, faliram, entraram em quebradeira econômica.
    A reforma é necessária e a esquerda imoral está usando essa desculpa para depois usar a mentira que a paralisação foi a favor de Lula, contra a justiça.

  9. antonio disse:

    greve geral com feriado na segunda a ta, se o brasileiro pensasse primeiro em produzir depois receber estariamos em outro patamar. esta greve é partidária e sem noção . vão trabalhar bando de vagabundos sindicalistas

  10. Luiz disse:

    O BRASIL TEM QUE PARAR! ESSAS REFORMAS SÓ BENEFICIAM UMA MINORIA DE EMPRESÁRIOS FINANCIADORES DE POLÍTICOS. MAIS UMA VEZ QUEREM QUE O TRABALHADOR PAGUE AS CONTAS DE MÁS ADMINISTRAÇÕES DOS RECURSOS PÚBLICOS. *******GREVE GERAL AMANHÃ, 15H30, NO CRUZAMENTO DA SALGADO FILHO X BERNARDO VIEIRA. ****TRABALHADOR NÃO VOTA EM EMPRESÁRIO!

  11. guilherme disse:

    todo vagabundo adora uma greve

  12. Barreteiros disse:

    LÓGICO QUE O COMERCIO IRÁ ABRIR , O C D L REPRESENTA OS OPRESSORES, OS RICOS, QUE NÃO SERÃO ATENGIDAS PELAS REFORMAS.

    • Ganso disse:

      Dia 28 eu vou trabalhar. Basta de tantos feriados. Era bom uma dor de dente da "gota serena" em alguém que aderir a essa paralisação e não ter médico para tratar a dor e nem farmácia para comprar o remédio, nem supermercado, nem posto de combustível, nem p%$&a nenhuma aberto. Vamos trabalhar meu povo, vamos produzir. Ficam querendo parar só para aumentar o super fim de semana. Só precisamos de no máximo 2 feriados por ano e acabar com essa put@%$a de feriados. Mudem tudo isso nas urnas e não se vendam.

  13. Manoel Lucas disse:

    Vagabundos todos .

    • JUNI0R PINHEIRO disse:

      QUEM OS POLITICOS EMPRESÁRIOS…..???????????????????????????????????????

    • Sávio Júnior disse:

      os empresários?

    • Manoel Lucas disse:

      Todos devem trabalhar , sem distinção , nobre Júnior ! Há três semanas temos feriados , segunda o justo dia 1/5. O resto é pretexto, aliás compreensível para a Polícia Federal e PGR.

  14. Comedor de Coxinhas disse:

    Como sempre o mau empresário pensando só em si. Claro q o CDL nao

Publicidade

Justiça absolve prefeito de Ceará-Mirim, que escapa mais uma vez de ser cassado

O juiz eleitoral da 6ª zona, Peterson Fernandes Braga, julgou improcedente a ação que pedia a cassação do mandato do prefeito de Ceará-Mirim, Marconi Barreto. Barreto foi julgado pela prática de abuso de poder econômico durante as eleições municipais de 2016. De acordo com a denúncia, faltando dez dias para a votação, o então candidato realizou a dragagem de mais de seis quilômetros de rios e canais do município. A decisão do magistrado foi na contramão inclusive do posicionamento do Ministério Público Estadual, favorável ao afastamento do prefeito.

Na sentença, o juiz Peterson Braga admite que ficou perfeitamente demonstrada a realização de obras de dragagem, com a participação do prefeito Marconi Barreto. Ele ainda destaca a gravidade de tal conduta, para fins de apuração de abuso de poder econômico, já que muitas pessoas foram beneficiadas pelas obras, de modo que as circunstâncias do caso são suficientes para afetar a normalidade e a legitimidade das eleições.

Todas as testemunhas ouvidas no caso confirmaram a realização da dragagem do rio. A maioria garantiu que o serviço foi realizado antes da eleição, muitos confirmaram à justiça que Marconi Barreto estava envolvido na obra.

No entanto, em sua decisão, o juiz Peterson Braga afirma que a prova oral colhida é contraditória, e deixa dúvidas se o serviço de dragagem foi custeado por Marconi Barreto, e realizado antes da votação, ou depois, com Barreto já eleito prefeito de Ceará-Mirim. Segundo a decisão, essa constatação é imprescindível para a condenação por abuso de poder econômico e consequente cassação do diploma e inelegibilidade dos impugnados – o prefeito Marconi Barreto e a vice-prefeita, Zélia Pereira dos Santos.

O prefeito de Ceará-Mirim já tinha sido alvo de outra denúncia do Ministério Público Estadual, por suspeita de fraudes nas eleições de 2016. De acordo com o MPE, houve um acordo entre os candidatos Marconi Barretto e Renato Martins (PR), para derrotar o candidato que liderava as pesquisas de intenção de voto, o advogado Júlio César. Os eleitores de Renato Martins foram orientados a transferirem os votos para Marconi, sem ter renunciado à candidatura junto à Justiça Eleitoral. Marconi também foi absolvido. Para esta última decisão da justiça, ainda cabe recurso.

 

Comentários (10) enviar comentário
  1. BarbyBarby disse:

    Oxe e o candidato perdedor ainda acha que será prefeito kkkkk. Aceita que é melhor ou continue chorando.

  2. augusto disse:

    BG, sou mossoroense, e lendo essa matéria no seu blog lembro muito bem de tudo que aconteceu com Cláudia Regina, e mais… quero dizer que muita água vai rolar embaixo da ponte eleitoral até que tudo se decida, pois sabemos que o destino final é Brasília. BG, sem conhecimento algum jurídico, mas quero dizer que diante dessa sentença onde o magistrado reconhece que ficou “PERFEITAMENTE DEMONSTRADA A REALIZAÇÃO DA OBRA PELO CANDIDATO MARCONI BARRETO” fica clara a fragilidade da sentença, e chances de ser cassado no tribunal.

  3. Lazaro disse:

    Não tenho dúvida de que o TRE/RN irá fazer justiça. Já temos ação na segunda instância, pois falo da AIJE 747-09.2016, que apura “FRAUDE ELEITORAL”, na eleição passada.

  4. Sérgio Sobral disse:

    Absurdo nosso judiciário, o que mais precisa provar? Ficou claro desde o outro processo onde o outro candidato um dia antes pediu voto para o prefeito atual e agora mais uma vez a justiça eleitoral do nosso país nos envergonha e aceita os absurdos que acontece na nossa política.

  5. Marcos disse:

    Fernando, quem disse que o prefeito vai passar 4 anos? Fernando, procure se informar das coisas. Não tenho dúvidas de que o Tribunal Eleitoral irá derrubar e, fazer a justiça que na primeira instância não foi feita, por que quem julgou teve duvida se foi antes ou depois da eleição. Isso só acontece em um país igual ao nosso.

  6. fernando viana disse:

    vergonhoso e descabida a decisão do magistrado, o pais vive uma crise moral onde a justiça não é aplicada.
    essa história de que é um direito de quem perdeu e pode espernear, é uma afirmação chula, alguns defendem tal gestão apenas para permanecer com as benesses do governo, outros o faz apenas por não aceitar que um jovem filho desta terra pudesse chegar ao solar Antunes,.
    quem sai perdendo é povo que vai ter que passar mais 4 anos em total abandono.

  7. Jr disse:

    Eleitoral prova que não tem moral

  8. Kaio disse:

    Absurdo essa decisão. Vai de encontro ao que vem ocorrendo no País com a moralização das coisas. Vergonhoso o que ocorreu em Ceará Mirim. O problema não é fazer o bem. O problema é nunca ter feito e resolver fazer 10 dias antes da eleição para comprar o povo sofrido.

  9. disse:

    Cassar um candidato por ele ter feito uma bem-feitoria pra população ? preferem uma Micarla pra lascar todo mundo ? Vamos ter bom senso. Os adversários deveriam ter criatividadde e fazer algo também .

  10. Dinaide Arruda Câmara disse:

    Essa conversa de cassar Marconi é o direito de quem perdeu que é ESPERNEAR!!! Rsrsrsrsrsrsrsr

Publicidade

Fachin, relator da Lava Jato, insinua que está só

POR JOSIAS DE SOUZA

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, despejou sobre os microfones nesta quarta-feira uma frase enigmática. Ao comentar a sessão em que a Segunda Turma do Supremo mandou soltar, por 3 votos a 2, uma dupla de condenados da Lava Jato, Fachin declarou aos repórteres: “Eu saí daqui ontem com vontade de reler o Ibsen: ‘O inimigo do Povo’, a história do doutor Stockmann.”

A menção ao dramaturgo Henrik Ibsen não foi gratuita. A peça escolhida por Fachin não poderia ser mais simbólica. Conta a história do médico Thomas Stockmann. Ele descobriu os poderes curativos das águas de uma cidade. A revelação trouxe prosperidade. O diabo é que o mesmo Stockmann constatou que as águas contaminaram-se. Esforçou-se para convencer a população. Virou “inimigo do povo”, perseguido nas ruas.

Na fatídica sessão da Segunda Turma, Fachin votou pela manutenção da prisão domiciliar do pecuarista José Carlos Bumlai e do encarceramento do ex-gestor das arcas do PP, João Cláudio Genu. Nos dois casos, o relator perdeu por 3 a 2. Ficou entendido que a posição mais rigorosa em relação à Lava Jato tornou-se minoritária na turma que cuida do escândalo do petrolão na Suprema Corte.

Na peça de Ibsen, o doutor Stockmann, incompreendido e amaldiçoado, faz uma espécie de exaltação à individualidade: “O homem mais forte é o que está mais só”, diz ele na última frase do enredo, antes do fechamento das cortinas. Quer dizer: ainda que a maioria do “povo” do Supremo o veja como “inimigo”, o doutor Fachin parece disposto a proclamar que a abertura das trancas de Curitiba pode contaminar as águas da Lava Jato. Fará isso mesmo que tenha de se trancar na fortaleza de sua solidão.

Vem aí o julgamento de um pedido de liberdade do condenado José Dirceu. Edson Fachin votou a favor da tranca. Logo, logo descobrir que o pior tipo de solidão é a companhia de uma turma.

Comentários (5) enviar comentário
  1. Paulo Cardoso disse:

    Safados Tendendo à Farra

  2. antonio disse:

    facchin não estar só os brasileiros de bem o apoia

  3. DDDDDD disse:

    TCU determina paralisação das obras da Reta Tabajara (BR 304/RN). DOU de 27/04/17, seção 3, pg. 134

  4. Roberta disse:

    Edson Fachin tem nossa eterna admiração, esse é o problema do nosso país, os poderes não pensam no melhor para o povo , mas sim o melhor para eles e seus amiguinhos bandidos !!!
    Gente, oh vergonha de ser brasileira…..

  5. Abel disse:

    Esde STF é uma vergonha, os ministros são políticos, deveria estar juntos e misturados com os congressistas em um só lugar.

Publicidade

Logo após votação da reforma, Planalto chamou reunião para discutir corte de cargos dos infiéis

Encerrada a votação do texto base da reforma trabalhista, o governo avisou aos líderes de partidos aliados que haveria reunião na tarde desta quinta (27) no Planalto. A pauta: infidelidade e exonerações.

DEM e PSDB foram os mais fiéis. No PSB, que disse ter fechado questão contra, 14 dos 30 deputados que votaram foram a favor. Aliados de Temer ficaram irritados com o Pros, que tem cinco parlamentares, quatro contra a reforma.

PAINEL / FOLHA

Comentários (6) enviar comentário
  1. Lauro Martins disse:

    O famoso "Toma Lá, Dá Cá". Sempre foi assim. E o povo …..

  2. jacil disse:

    O Brasil não tem Presidente . tem um Bandido . Oh Lampião nas terras de bois, um Tiradentes a prova do povo seria a solução. Enforcariamos ou teríamos a cabeça a amostra, .em pra cá publica

  3. M disse:

    Sei…. Democracia….

    • Fernando Gomes disse:

      O PMDB deveria ter aprendido com o PT, não tem essa de reunião, quem traiu é expulso sem conversa ou reunião. Traiu FORA! com o PT é assim, o PMDB tem que aprender.

    • M disse:

      Não sou partido algum… Ao contrário, sou a favor de educação para todos e que as pessoas aprendam a votar, parando de pensar apenas em si ou em algum cargo que possa ter por apadrinhamento político.

      Me referi apenas, em meu 1 comentário, que por ser democracia, as pessoas podem votar em quem quiser ou no que quiser….

    • M disse:

      Acho que eles deveriam cumprir o que estão ali pra fazer… O melhor pelo povo… Mas, tá difícil….

Publicidade

‘Se for necessário, eu me mudo para Curitiba’, diz Lula sobre 87 testemunhas

O Globo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quarta-feira não ver problema na mudança da data de seu depoimento ao juiz Sérgio Moro do dia 3 para o dia 10 de maio. Por outro lado, se queixou da limitação feita pelo magistrado ao número de testemunhas (87) que indicou no processo sobre a compra do sítio de Atibaia. Em entrevista ao SBT Brasil”, o petista disse ainda querer ser candidato a presidente em 2018 e descartou qualquer possibilidade de ter a candidatura impugnada por causa de condenações na Lava-Jato.

— Se for necessário, eu me mudo para Curitiba. Mas a gente não vai abrir mão de uma testemunha que ache importante. O juiz Moro não pode julgar a quantidade de testemunhas.

Moro deteminou que o ex-presidente compareça a todas as audiências com as 87 testemunhas arroladas pela defesa do ex-presidente.

Comentários (20) enviar comentário
  1. Paulo Roberto disse:

    Ótimo!E que fique lá para sempre no "five stars"da Papuda.

  2. Fabio disse:

    Nada disso, você vai se mudar é pra papuda.

  3. LUCY disse:

    PORQUE ESSE BANDO DE TROUXINHA NÃO PEDEM A PRISÃO DE AÉCIO.

    • Ceará Mundão disse:

      Talvez pq não haja motivo ainda. Diferente do Lula que já deveria estar preso desde o Mensalão. Só os petistas têm "herois" criminosos. Pros brasileiros do bem, errou tem que pagar pelo que fez.

    • Walter disse:

      Boa Ceara

  4. Luiz disse:

    PARABÉNS AO PRESIDENTE LULA QUE NÃO ACEITARÁ BARGANHAR COM ESSA JUSTIÇA PARTIDÁRIA. QUEEERO PROVAS MATERIAIS, CHEGA DE DISSE ME DISSE.

    • Fernando Gomes disse:

      RESPOSTA DA JUSTIÇA:
      "Sem provas consistentes, nós não teríamos feito a acusação criminal oferecida contra Lula. Aliás, mais de uma. Só foram oferecidas acusações criminais porque existem provas consistentes e suficientes para realizá-las. A justiça jamais fará acusação sem provas".

  5. RNG disse:

    O povo brasileiro de bem? Incrível como o fanatismo cega as pessoas.

  6. José Dantas disse:

    Se Deus permitir e a justiça cumprir o seu papel, vossa senhoria em breve estará morando em Curitiba… No xadrez.

  7. Expedito Junior disse:

    Paroleiro…

  8. Paulo Silva disse:

    Bora, Presidente!!! Se necessário, o povo brasileiro de bem te ajuda com as despesas que precisar lá em Curitiba!!! Nada mais justo pra um homem que tirou o Brasil do buraco, e tirou 40 milhões da miséria 👏👏👏👏👏👏

    • Bruno disse:

      "tirou" o brasil do buraco mas depois empurrou inferno abaixo

    • Abel disse:

      Tu acha que o Brasil saiu do buraco? Já sei que vc não assiste televisão nem tão pouco lê jornal revista etc.etc. pois vc fique sabendo que nunca esteve tão esculhambado, destroçado depois que esses ladrões do PT passaram no poder. Só desempregados já são mais de 14 milhões viu? Se liga na realidade e pare de elogiar esse ocultador de patrimônio.

    • EMERSON disse:

      E POR ISSO Q O BRASIL E PRINCIPALMENTE O NORDESTE ESTA DESSE JEITO O MAIOR LADRÃO DA HISTORIA ESSE LULA E AINDA TEM GENTE Q DEFENDE

  9. João Felipe disse:

    Como é o nome do presídio em Curitiba?
    Vocês assistiram a entrevista paga de Lula no SBT? Perguntas pre estabelecidas para o senhor da corrupção montar seu papel de vítima. Quando o PT pagou ao SBT por uma desnecessária entrevista de uma pessoa que não tem cargo, não está em campanha política, não fala a verdade?
    Alguém já viu uma pessoa ir ao velório da esposa e não dizer 01 frase sobre ela? Mas fez do ocorrido mais um palanque político para atacar, denegrir e acusar quem tem provas por seus crimes?

  10. Abel disse:

    Já já vc se muda, só que pra cadeia chefe.

  11. Ems disse:

    Esse tem muito dinheiro "guardado" !!!

  12. Manoel Cavalcanti Neto disse:

    Cuidado curitibanos!

Publicidade

SÍTIO E TRIPLEX: Engenheiro da OAS cita pedidos de Marisa Letícia em depoimento

O Globo

Em depoimento ao juiz Sergio Moro nesta quarta-feira, o engenheiro da OAS Paulo Gordilho detalhou que a ex-primeira-dama Marisa Letícia fazia pedidos a ele por meio de Fernando Bittar, a pessoa em nome de quem o sítio de Atibaia (SP) está registrado em cartório. Em depoimento na semana passada, o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro havia dito que a família do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tinha o interesse em passar as festas de fim de ano no tríplex do Guarujá, também em São Paulo.

Segundo Gordilho, os funcionários que fizeram a obra pela OAS vieram de Salvador. O juiz Sérgio Moro questionou o arquiteto sobre uma troca de mensagens na qual o arquiteto afirmou que os trabalhadores ficaram hospedados no sítio e que “a Dama me pediu isto para não ficarem na cidade”.

— Certamente para o pessoal não ficar na cidade conversando — respondeu Gordilho sobre o possível motivo para a recomendação de Marisa Letícia. — Apenas porque também esse pessoal, dormindo no sítio, não tinha que ficar transportando da cidade para o sítio todo dia. E porque saía mais ligeiro, tinha um prazo de entregar essa cozinha antes do São João, então ela foi feita a toque de caixa.

Comentários (2) enviar comentário
  1. Luiz disse:

    QUEERO PROVAS MATERIAIS! CHEGA DE CONVICÇÕES E DELAÇÕES DE EMPRESÁRIOS CRIMINOSOS SOBRE PRESSÃO.

  2. Fernando Gomes disse:

    Lula sendo Lula: “Você já foi à loja com sua mulher comprar sapatos? Você viu que às vezes ela pede para o cara da loja descer 40 caixas, ela bota os 40 no pé, depois ela fala que não quer nenhum, levanta e vai embora? (…) Ora, se ela não comprou, o sapato não é dela. É o caso do apartamento, é o caso da chácara. Se eu não comprei, não é meu, se eu não paguei, não é meu, se não tem registro, não é meu, se não tem documento, não é meu, se não tem um cheque, não é meu”.
    Mas a verdade é:
    Lula mandou botar uma cozinha no sapato, um elevador no sapato, um lago no sapato, pedalinhos no sapato, adega no sapato, piscina no sapato e uma sauna no sapato.
    Em seguida, ordenou que um pé do sapato fosse pago por Marcelo Odebrecht e o outro pé do sapato fosse pago por Léo Pinheiro.
    O pior é que Lula sendo preso, não pode ter prisão domiciliar, afinal ele não tem nada, nem onde morar, tudo está em nome dos outros. Então ele terá que mofar na cadeia!

Publicidade

Câmara aprova reforma trabalhista, que segue agora para o Senado

Parlamentares da oposição sobem no plenário da Câmara para protestar contra a reforma trabalhista

FOLHAPRESS

Depois de mais de 14 horas de sessão, o plenário da Câmara dos Deputados concluiu na madrugada desta quinta-feira (27) a aprovação da reforma trabalhista, uma das prioridades legislativas do governo de Michel Temer.

Na análise do texto-base, foram 296 votos a favor do relatório do deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) e 177 contra.

Apesar da vitória, o governo não conseguiu atingir mais de 308 votos, como queria, para sinalizar que tem votos suficientes para aprovar a reforma da Previdência. Por se tratar de emenda à Constituição, essa reforma precisa do apoio de pelo menos 60% dos congressistas (308 de 513 deputados).

Houve traições em partidos da base. O PSB do ministro Fernando Bezerra Filho e o Solidariedade, por exemplo, orientaram seus deputados a votar contra a reforma.

Após a votação do texto-base, a Câmara rejeitou quase todas as emendas que podiam alterar pontos do texto, incluindo a que tentava manter por mais seis anos a contribuição sindical obrigatória, que é o desconto anual de um dia do salário do trabalhador, além da contribuição anual das empresas. Foram 259 votos contra a emenda e 159 a favor. A única alteração aprovada foi a que muda regras da penhora online.

A reforma, agora, segue para a análise do Senado.

O projeto é amplamente apoiado pelas entidades empresariais. Entre as mudanças está a prevalência, em alguns casos, de acordos entre patrões e empregados sobre a lei, o fim da obrigatoriedade da contribuição sindical, obstáculos ao ajuizamento de ações trabalhistas, limites a decisões do Tribunal Superior do Trabalho, possibilidade de parcelamento de férias em três períodos e flexibilização de contratos de trabalho.

O principal argumento dos governistas é o de que a reforma dará fôlego ao empresariado para retomar os investimentos e as contratações, reduzindo a atual taxa de desemprego recorde, que é de 13,2%.

Entre as mudanças adotadas de última hora pelo relator está multa a empresa que pagarem salários diferentes para homens e mulheres que desempenhem a mesma função e que tenham o mesmo tempo de serviço no mesmo cargo. A proposta, que entrou no texto por pressão da bancada feminina, enumera, porém, uma série de condições para que seja caracterizada a discriminação, entre elas “produtividade e perfeição técnica”.

Marinho também mudou a regra sobre o trabalho de gestantes e lactantes em locais insalubres. Seu texto inicial liberava o trabalho nesses locais desde que houvesse autorização médica. Agora, as trabalhadoras que trabalharem em locais de grau baixo ou médio de insalubridade terão que recorrer a atestado médico para serem dispensadas do trabalho.

‘DRESS CODE’

A sessão foi marcada, mais uma vez, pelo embate entre governo e oposição.

“Coveiros da CLT [Consolidação das Leis do Trabalho], inimigos da classe trabalhadora”, bradou em discurso Wadih Damous (PT-RJ). “Os senhores nunca mais voltarão a essa Casa. Por traição à nação e aos trabalhadores brasileiros”, reforçou em seguida Orlando Silva (PC do B-SP).

A oposição patrocinou vários protestos. Portando cartazes contra o projeto e caixões com a inscrição “CLT”, deputados do PT, PC do B e PSOL, entre outros, subiram à Mesa do plenário e, por alguns minutos, conseguiram interromper a leitura do relatório de Rogério Marinho. A ex-prefeita de São Paulo Luiza Erundina (PSOL) chegou a gritar “não à essa desgraça de reforma.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), um dos principais defensores da reforma, chegou a se exaltar em vários momentos da sessão. Em um deles, afastou com a mão um dos caixões segurados por opositores que estavam próximos a ele. Em outro, empurrou de forma abrupta o petista Afonso Florence (BA) para se sentar em sua cadeira.

“São as tabuletas da mentira, carregando bandeiras da inverdade. Estamos dando a todos os trabalhadores aumento relativo a um dia de trabalho, um dia de suor”, rebateu José Carlos Aleluia (DEM-BA), se referindo ao fim do imposto sindical obrigatório. “Esse é um dia histórico, marcante, daqui a 20, 30, 40 anos nós todos seremos lembrados como parlamentares inteligentes, estudiosos e sensíveis”, discursou o governista Darcisio Perondi (PMDB-RS).

Pouco tempo depois o deputado Assis Melo (PC do B-RS) surgiu vestido com macacão de operário no plenário, o que tumultuou ainda mais a sessão. Rodrigo Maia afirmou que só teria a palavra os deputados que estivessem vestidos de “de acordo com os costumes da Casa”. A oposição aproveitou para protestar mais ainda, argumentando, entre outras coisas, que até deputados com nariz de palhaço já participaram de votações.

Pouco tempo depois, Assis Melo deixou de ser deputado. O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira (PTB-RS), reassumiu o mandato para votar a favor da reforma. Melo voltou então para a primeira suplência.

Em discurso na tribuna, Nogueira apelou aos deputados para votar a favor da reforma “não pensando nas próximas eleições, mas nas próximas gerações.”

Comentários (4) enviar comentário
  1. Luiz disse:

    ONDE OS PATOS PANELEIROS SOCARAM AS PANELAS??? PIOR COISA É ASSALARIADO PENSAR QUE É RICO. VAI TOMAR NO LOMBO AGORA!

    • Eleitor do Bolsonaro disse:

      Pior é querer viver mamando no couro de 14 milhões de desempregados. Bora trabalhar.

  2. Abel disse:

    O povo precisava saber a verdade sobre essas reformas, pra acabar com essa putaria, Esses do contra fazem muito barulho, lembro que o PT foi contra até o plana Real, que depois veio a dá certo. Surfaram até quebrarem o país de novo.

  3. JCabral disse:

    Está certo!!! Mas a reforma política ninguém fala????

Publicidade