Publicidade

MP instaura inquérito para acompanhar investigações sobre morte de 14 após assassinato de PM em Ceará-Mirim

A morte de 14 pessoas em apenas dois dias no município de Ceará-Mirim, na Grande Natal, levou o Ministério Público Estadual do Rio Grande do Norte a instaurar um inquérito civil para acompanhar as investigações sobre os homicídios ocorridos em fevereiro, com objetivo de saber se as investigações estão andando corretamente. De acordo com o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep),  as vítimas morreram de forma semelhante: todas foram baleadas na cabeça.

Segundo o MP,  as investigações estão avançadas e seguem em caráter sigiloso. Os homicídios ocorreram entre a noite da segunda-feira (20) e madrugada desta quarta (22),  coincidência ou não, após o assassinato de um sargento da Polícia Militar. Jackson Sidney Botelho Matos, de 42 anos, trabalhava no 11º Batalhão, baleado covardemente pelas costas em uma lanchonete da cidade.

A Polícia Civil disse que ainda é cedo para afirmar se os crimes têm relação com a morte do sargento. O delegado Júlio Costa, adjunto da Diretoria de Polícia da Grande Natal foi designado para comandar as investigações.

Comentários (8) enviar comentário
  1. Maurilio disse:

    O Minesterio publico deveria investigar a falta de leitos, uti, medicamentos nos hospitais a falta de efetivo na policia e as viatuaras tudo quebrado.

  2. Fatima Adoeira disse:

    Deixe isso pra lá!!! Fizeram muito bem.

  3. Fernando Junior disse:

    MP, se ligue!!! Seria melhor procurar saber, por intermédio de um endocrinologistas, se esses minimizar não que vieram a óbito, não teriam se intoxicado por ter consumido azeitonas com data de validade vencidas.
    Não seria melhor o MP, prestar solidariedade a esposa e filhos do agente de segurança, pai de família, e um excelente servidor. Para saber como estão psicologicamente, as verdadeiras vítimas???
    DESPERTAI, POVO BRASILEIRO!!!
    VAMOS REAGIR À ESSES DESMANDOS E DESCASOS COM A POPULAÇÃO ORDEIRA.
    Quem merece respeito é o CIDADÃO DE BEM. Chega de ver tanto apoio a bandidos.
    BRASIL, ACIMA DE TUDO, DEUS ACIMA DE TODOS!!!

  4. UBIRANY disse:

    E pq o MP não instaurou inquérito para saber qm matou o policial??Por isso q esse país tá a merda q tá,se preocupam com os vagabundos (os 14 ,todos tinham envolvimento com ilícitos)e o policial morto pro MP fica no esquecimento, BANDIDO bom é bandido morto…

  5. INDIGNADO! disse:

    E viva o direito dos manos! 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

  6. Paulo Roberto disse:

    Deviam se preocupar em exigir medidas para proteger as pessoas de bem.Os bandidos que se resolvam a maneira deles.

  7. BarbyBarby disse:

    Deveria estar preocupado em saber quem foi que matou o PM.

  8. Reginaldo nascimento disse:

    Parabens para MP é só pra serve…

Publicidade