Carnaval de Pirangi: Secretaria de Turismo foi a responsável pelo “xabu” dos Trios Elétricos

O Blog localizou o produtor Dilermando “Dila”, para tentar entender o que realmente aconteceu com carnaval em Pirangi(Parnamirim) em 2014, que gastou mais de R$ 150 mil com trios elétricos que simplesmente ficaram parados, diferente de outros anos, e foi surpreendido com a sua declaração de que não foi contratado para a organização da festa este ano.

Aproveitando o contato do Blog, “Dila”, como é conhecido, fez questão de esclarecer a sua ausência no carnaval em Pirangi, no qual trabalhou por 11 anos, desde as gestões de Agnelo Alves e do atual prefeito Maurício Marques. “Muitas pessoas me procuraram e me questionaram sobre os acontecimentos destacados pela imprensa, mas eu quero deixar claro que não fiz parte do projeto neste ano e, que ainda assim, tenho o maior apreço pelo prefeito e toda a sua equipe. Sempre fui tratado muito bem. O que acontece é que a Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer – SETEL passou por mudança em sua pasta, e o novo secretário preferiu montar a sua equipe para a organização do evento. É questão de escolha. Temos que respeitar e não tenho qualquer crítica sobre a decisão, houve um problema com documentação, mas não sei especificar qual foi”, disse.

“Dila”, que tem experiência em todo o Brasil em eventos de porte, como o carnaval em Pirangi, preferiu não comentar sobre os gastos da Prefeitura, especialmente, os trios elétricos, que ficaram parados em frente ao camarote do prefeito e um outro próximo ao cemitério, trazendo frustração ao folião que tinha expectativa de “pular” o carnaval “correndo” atrás do trio. “Infelizmente não fui contratado. Nos anos anteriores, onde participei, não tivemos problemas com órgãos fiscalizadores e o carnaval seguiu no moldes e gosto do folião. Mas, ressalto que a Prefeitura tem todo direito de contratar quem quiser para a sua organização. Isso deve ser respeitado”, finalizou.

    1 Comentário

    1. Thiago Alves disse:

      Dila é conhecido no “mundo dos eventos”. É quem mais entende de trios elétricos, Carnaval e micaretas no RN e talvez do Brasil. não é a toa que até pouco tempo atrás era o responsável pelas principais micaretas do Brasil. Bandas como Chiclete, Asa de Águia, etc. só tocavam em trios tendo Dila e sua equipe na produção até hoje ainda é requisitado pelo Marafolia, Fortal, Carnatal, etc. Parnamirim quis economizar e o “barato” saiu “caro”.

    PRF no RN registra 70 acidentes, 4 mortes e 61 condutores flagrados dirigindo alcoolizados nas rodovias durante o carnaval

    Setenta acidentes, trinta e dois feridos e quatro mortes foram registrados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) de sexta-feira (28) a quarta-feira (5), período correspondente ao carnaval no Rio Grande do Norte. Durante o trabalho de fiscalização nas rodovias que cortam o estado, foram autuados 1.741 condutores entre os 6.330 veículos.

    Segundo a PRF, o combate à embriaguez ao volante retirou das rodovias 61 condutores que foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool. Ao todo foram aplicados 1.515 testes de bafômetro.

    A PRF ainda registrou em Mossoró, Caicó e Macau, através de radares instalados ao longo dos principais corredores de acesso, 2503 imagens de veículos que trafegavam acima da velocidade permitida para a via.

      Nenhum Comentário

      FOTOS: Número de homicídios cai 40% durante carnaval 2014 no Rio Grande do Norte; estatística ainda assusta

      _ColetivaMembros da pasta da segurança pública do Rio Grande do Norte realizaram uma coletiva de imprensa na manhã desta quinta-feira (6), na Governadoria, no Centro Administrativo, para apresentar os dados da Operação Carnaval 2014. O evento contou com a participação do secretário do Estado da Segurança Pública e da Defesa Social, Aldair da Rocha, do comandante-Geral da Polícia Militar, cel. Francisco Araújo, do delegado-Geral adjunto da Polícia Civil, Adson Kepler, e da diretora-Geral do ITEP, Raquel Taveira.

      _Coletiva-1Na apresentação, coronel Francisco Araújo declarou que a Operação foi um sucesso, sobretudo pelo caráter de integração entre as quatro forças envolvidas em todo o Rio Grande do Norte.  Isso permitiu, por exemplo, a prisão de quatro foragidos da justiça e a apreensão de um quilo de cocaína na praia da Redinha. Também em relação a 2013, houve uma redução no número de ocorrências na região metropolitana. No ano passado foram registradas 148 notificações contra 93 deste ano. A Polícia de trânsito realizou a fiscalização de 2.369 veículos com aplicação de 721 testes de bafômetro e apreensão de 63 carteiras nacionais de habilitação (CNH).

      A Polícia Civil registrou uma queda de 40% no número de homicídios em comparação com o ano passado. Em 2014, 15 foram registrados contra 25 de 2013. Comparado com o Ceará, onde foram notificados 70 homicídios em três dias, o número potiguar coloca o estado como um dos melhores do Nordeste. De acordo com Adson Kepler, o apoio da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social foi essencial para a redução da taxa, assim como o pagamento adiantado das diárias operacionais para os profissionais envolvidos nas ações.

      Para o comandante-Geral da PM, Francisco Araújo, além da integração entre as forças da segurança pública, outro fator foi fundamental para o sucesso da operação deste ano. “Em 2014, fizemos um maior planejamento para resolver os problemas e realizar com êxito a Operação Carnaval. Instruímos os policiais a procurar sempre a mediação do conflito e, em último caso, efetuar a prisão ou apreensão. Isso permitiu que tivéssemos o carnaval mais tranquilo dos últimos anos. Nenhum registro de fuga foi notificado nos presídios, CDPs ou Ceducs do Rio Grande do Norte durante a folia de momo”, confirmou.

      O comandante-Geral do Corpo de Bombeiros, cel. Elizeu Lisboa Dantas, ressaltou que em relação a 2012 houve um aumento de 270% nos atendimentos preventivos. Outra ação do Corpo de Bombeiros foi a produção de autos de interdição de trios elétricos que mostraram dissonâncias entre os projetos técnicos apresentados ao setor de engenharia do órgão. Além disso, a ampliação no número de guarda-vidas de 40 para 60, e incremento de 4 para 15 dos postos de salvamento, resultou em uma redução de 59% no número de ocorrências em  praias, açudes e barragens.

      _Coletiva-2Apesar de sempre funcionar normalmente durante todos os dias de folia, essa é a primeira vez que o Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP) participa efetivamente da Operação Carnaval. O aumento no número de peritos em áreas de crime auxiliou a Polícia Militar e Polícia Civil nas ocorrências.

      A diretora-Geral do ITEP, Raquel Taveira, comentou que tanto Natal como as subcoordenadorias de Caicó e Mossoró, reportaram números positivos em relação a 2013. Em Natal duas equipes de perícia e três rabecões ficaram à disposição das autoridades policiais diariamente; Caicó, que não tem perito na subcoordenadoria, também recebeu uma equipe e mais um técnico para coleta de material para exames residuográficos; em Mossoró além da equipe de plantão, outro perito esteve de sobre aviso nos 4 dias de folia, e sempre era acionado quando os plantonistas tinham que se deslocar para outros municípios.

      O secretário de Sesed, Aldair da Rocha, fez um balanço sobre os números apresentados e disse que a operação foi um teste para o Mundial de 2014. “A integração entre a Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e ITEP foi essencial para prestar o melhor serviço à população. Foi satisfatória a Operação Carnaval e essa será uma experiência contínua que já levaremos para a Copa do Mundo de 2014, que terá Natal como sede. Vamos continuar com o trabalho para os próximos eventos do estado”, finalizou.

      Fotos: Demis Roussos

        Nenhum Comentário

        Carnaval: Macau e Apodi concentram milhares no Oeste potiguar

        As festas de carnaval no Oeste do Rio Grande do Norte se concentram principalmente nas cidades de Apodi, Macau e outros em menor porte nas cidades de Frutuoso Gomes, Almino Afonso, Marcelino Vieira, Alexandria, entre outras cidades.

        O destaque nos festejos de Carnaval deste ano, conforme o comandante Alvibá Gomes, do II Batalhão de Polícia Militar, de Mossoró, é segurança. Estamos no segundo dia sem incidentes ocasionados pelas aglomerações carnavalescas.

        Em Apodi, que tem 34 mil habitantes a PM calcula aproximadamente 50 visitantes. Em Macau, que tem 27 mil habitantes, a PM calcula em pelo menos 150 mil pessoas circulando nas ruas da cidade por dia.

        Já em Frutuoso Gomes, que tem menos de 4 mil habitantes, o chefe de gabinete Moisés Gurgel disse que é possível que exista mais de 20 mil pessoas na cidade.

        Em Caicó, não existe um calculo aproximado. Tem quem afirme que chegou a 100 mil pessoas e tem que diga que talvez o público diário seja em torno de 80 mil. A cidade seridoense tem 64 mil habitantes e tem como principal destaque os blocos Treme Treme e Magão.

        Com informações do De Fato

          Nenhum Comentário

          Salgueiro e Beija-Flor conseguem do público grito de campeã

          No primeiro dia de desfiles do Grupo Especial no Sambódromo do Rio, a Beija- Flor e a Salgueiro arrancaram gritos de é campeã do público das arquibancadas da Praça da Apoteose, onde ocorre a dispersão dos componentes. A Salgueiro foi a quinta escola a passar pelo Sambódromo e mostrou o enredo Gaya, a Vida em Nossas Mãos que destaca o cuidado com o planeta Terra, usando a representação dos quatro elementos: água, terra, ar e fogo, simbolizados pelos orixás Iansã, xangô, Ossain e Yemanjá. No início do desfile houve pequenos problemas na entrada de carros na avenida, mas foi resolvido rapidamente e a escola pôde prosseguir. Na comissão de frente a figura de Gaya levitava no centro do carro com um truque usado pela coreografia e se tornou um ponto de encantamento do público.

          A Beija-Flor encerrou o primeiro dia de desfile e recebeu ainda a saudação de a campeã voltou. A agremiação de Nilópolis, na Baixada Fluminense, apresentou o enredo Astro Iluminado da Comunicação Brasileira, uma homenagem ao diretor de televisão José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni. A escola veio repleta de artistas. A comissão de frente trouxe o símbolo da escola: o beija-flor voando. Os integrantes estavam pendurados em uma estrutura metálica e faziam acrobacias imitando o voo do pássaro. Um dos carros da escola estava mais alto que a torre de fotógrafos e cinegrafistas próximo à Apoteose e parte da fantasia do destaque, em cima do carro, foi danificada.

          A primeira escola a entrar na avenida foi a Império da Tijuca. O enredo Batuk esquentou o público e marcou o ritmo forte de tradições africanas. O samba também ajudou, com o “Vai tremer, o chão vai tremer” no refrão. As festas africanas, o carro abre-alas – com som de tambores – e o casal de mestre-sala e porta-bandeira, que representava as etnias guerreiras, também empolgaram o público. Por ter sido a campeã no ano passado da Série A, a escola do Morro da Formiga, na Tijuca, zona norte do Rio, subiu para a elite do carnaval carioca. No fim do desfile, o presidente da agremiação, Antônio Marcos Teles, o Tê, estava satisfeito com a apresentação da escola. ” A Império da Tijuca veio para não ser mais a última, agora, a colocação a gente só vai saber na quarta-feira [dia da apuração das notas do Grupo Especial]“, disse à Agência Brasil.

          A Acadêmicos do Grande Rio veio em seguida e trouxe o enredo Verdes Olhos de Maysa sobre o Mar, no Caminho: Maricá mostrando as belezas da cidade da região dos lagos do Rio por meio do olhar de Maysa. A cantora morou lá nos anos 70. A escola levou ainda para a avenida alegorias e alas de insetos, flores e frutas, porque segundo o enredo, foi no município que Charles Darwin criador da Teoria da Evolução teve o primeiro contato com a biodiversidade da Mata Atlântica. A comissão de frente animou o público. Era um navio pirata e do alto um homem era lançado para uma rede por um canhão. Toda vez que o movimento era repetido o público delirava.

          O ator Jayme Matarazzo, neto de Maysa, e o diretor de televisão, Jayme Monjardim, filho dela, vieram acompanhando no chão, o carro onde a cantora Tânia Mara, mulher do diretor, representava a artista. A família estava emocionada com a homenagem. “É lindo. É parte da nossa história. Parte da história que eu acho que precisa ser contada que é das mulheres fortes do Brasil. Das mulheres que fizeram diferença na nossa cultura. Fico feliz de ser próximo, parente e neto de uma pessoa tão importante” , disse Jayme Matarazzo à Agência Brasil.

          Terceira agremiação a se apresentar, a São Clemente, que costuma escolher temas que tratam de questões sociais levou este ano a Favela para a avenida. A escola de Botafogo, na zona sul do Rio, teve na animação dos componentes um ponto forte do desfile. No segundo setor, identificado como cidade maravilha da Beleza e do caos, em alusão à música Rio 40 graus, fez referência a diversas comunidades e as alas representaram a Babilônia, a Rocinha, o Complexo do Alemão, a Dona Marta, a Mangueira e o Salgueiro.

          A quarta escola foi a Estação Primeira de Mangueira que apresentou o enredo A Festança Brasileira Cai no Samba da Mangueira. O público já entoava o samba antes mesmo de a bateria entrar no local reservado aos integrantes, perto do Setor 1.

          A vendedora Kelly Luz mora em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio, e chegou ao Sambódromo às 19h30 para ver a Mangueira. Junto com a família, incluindo a avó, de 95 anos, levou até comida para aguentar a noite inteira de desfiles. Ela contou que há 20 anos compra ingressos no Setor Popular 1 para ver a escola do coração. ” Todo ano eu venho, mas só no dia da Mangueira. Estou com a minha avó. Ela tem 95 anos e me acompanha nesses 20 anos”, disse ansiosa pouco antes da escola iniciar o desfile.

          Apesar de ter uma boa resposta do público, a Mangueira sofreu com a passagem de um carro na torre dos fotógrafos e dos cinegrafistas, próximo à Praça da Apoteose. A alegoria era mais alta e acabou tendo uma parte danificada. Para o presidente da escola, Francisco de Carvalho, o Chiquinho da Mangueira, a escola não deve perder ponto porque a alegoria já tinha passado pelos jurados.

          A cantora Alcione, figura de destaque da Mangueira, que estava bastante animada durante todo o desfile, passou mal em frente ao Setor 11, já próximo à dispersão. Ela sentiu câimbras e foi atendida por uma equipe de assistência do Corpo de Bombeiros.

          Agência Brasil

            Nenhum Comentário

            Polícia Civil divulga plano operacional de segurança para o Carnaval 2014 no RN; veja funcionamento de delegacias

            A Delegacia Geral de Polícia Civil (DEGEPOL) apresenta o Plano de Segurança para o carnaval 2014 no Rio Grande do Norte. A finalidade da operação é garantir a segurança e a tranqüilidade dos foliões e da população em geral, durante o evento carnavalesco, que acontece no período de 28 de fevereiro a 04 de março de 2014, desenvolvendo as funções de polícia judiciária.

            As delegacias de Plantão das Zonas Sul e Norte de Natal ficarão abertas ao cidadão 24 horas por dia durante o período do Carnaval 2014 (a partir do dia 28/02 às 18h até 05/03 às 08h).

            Também atuará em regime de plantão, a Delegacia de Plantão do Litoral Sul, que vai funcionar no prédio da Coordenadoria Regional do Litoral (em frente ao Condomínio Parrachos), situada na Avenida São Sebastião (avenida principal), s/n – Pirangi do Norte, Parnamirim, telefone (84) 3238-1080/1085 .  A unidade deve atender a todas as ocorrências do litoral Sul, incluindo os municípios de Parnamirim e Nízia Floresta.

            Além disso, algumas unidades funcionarão conforme escala para atender à população durante o período carnavalesco que são: 5ªDP, Delegacia de Extremoz, 15ªDP, Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher da Zona Norte (DEAM – ZN) e Delegacia Especializada em Homicídios (DEHOM).

            Interior

            Algumas unidades da Polícia Civil no interior do estado funcionarão em regime de plantão, durante o carnaval (a partir do dia 28/02 às 18h até 05/03 às 08h), com uma equipe de policiais, com o objetivo de dar orientação ao público, fazer registro de Boletins de Ocorrências, lavratura de Auto de Prisão em Flagrante e demais procedimentos da competência da Polícia Judiciária. São estas:

            2ª Delegacia Regional de Polícia de Mossoró (DRP-Mossoró/RN);

            Delegacia Municipal de Apodi/RN;

            Delegacia Municipal de Tibau e Areia Branca;

            3ª Delegacia Regional de Polícia de Caicó (DRP – CAICÓ/RN);

            Delegacia Municipal de Caicó/RN;

            Delegacia Municipal de Macau/RN;

            Delegacia Municipal de PIPA;

            Delegacia Municipal de Touros/RN.

            Com esse plano de segurança, a Polícia Civil pretende coibir atos que comprometam o sossego do cidadão, mantendo a ordem pública, bem como prevenir e reprimir os crimes contra a vida e o patrimônio, tráfico de entorpecentes, exploração sexual infanto-juvenil, a prática de desordens e vandalismos, dentre outras ações criminosas.

            Pelo twitter, Carlos Eduardo anuncia atrações nacionais para o Carnaval em Natal

            Carnaval Natal

            Reprodução: Twitter

              4 Comentários

              1. Sarah Marques disse:

                CADÊ O MINISTÉRIO PÚBLICO??????

                O prefeito Carlos Eduardo Alves continua se divertindo as custas dos natalenses. Enquanto as secretarias vivem uma penumbra, a saúde continua um caos total,o prefeito esbanja o dinheiro público com muito festa para a sua promoção pessoal. CADÊ O MINISTÉRIO PÚBLICO??????

              2. Rafael disse:

                Viva o pão e circo. E a segurança, saúde que se lasque.. Eita natal do meu orgulho.

              3. Suely disse:

                Gostaria que sobresse um pouco d dinheiro para dar continuidade a drenagem na Rua Neuza Farache em Capim Macio que começaram e parou na metade. Esperamos a promessa d calçamento a 15 anos. Senhor prefeito somos corretos com o senhor pagando nossos impostos, falta o senhor fazer a sua parte.

              4. paulo kasinsk disse:

                Quero saber quando esse rapaz sorridente aí da foto vai de fato “prefeitar”, mandando tirar os carros das calçadas que já estão carnavalizadas. Chega de posar de Garoto Colgate, e começar a fazer o que tem de ser feito.

              Prefeitura do Natal e Ambev se reúnem para discutir Carnaval 2014

              Com a aproximação da maior festa popular do Brasil, a Prefeitura do Natal se mobiliza para fazer um grande Carnaval em 2014, que atinja e satisfaça tanto o natalense como o turista em nível região e nacional. Nesta sexta-feira (10), às 11 horas, no salão nobre do Palácio Felipe Camarão, o prefeito Carlos Eduardo recebeu executivos da Companhia de Bebidas das Américas (Ambev), que mostraram interesse em investir na folia de momo na capital potiguar. Na ocasião, a Companhia apresentou um plano de mídia para o Carnaval Multicultural 2014.

              O prefeito Carlos Eduardo disse que Natal já teve carnaval de massa e a ideia da Prefeitura é retomar os melhores dias da festa na cidade. Ele contou que na gestão passada, o município fez um grande esforço paragarantir a permanência do natalense na cidade e atrair o turista com investimento em shows. “Vamos entrar para valer. Serão 500 ambulantes cadastrados apenas em Ponta Negra. Tenho certeza de que se fizermos um bom Carnaval neste ano, no ano que vem será bem melhor. No fundo, o Carnaval movimenta a economia do município, Agora, precisamos de apoios e parcerias”, ressaltou o chefe do executivo municipal.

              Ainda conforme o gestor, a Prefeitura dispõe de recursos para fazer a decoração e a iluminação do Carnaval, que em 2014, ao que tudo indica, apresentará os pólos multiculturais Alecrim, Centro Histórico, Ponta Negra, Redinha e Rocas, além da Ribeira. O investimento na Folia de Momo será em torno de R$ 3 milhões.

              De acordo com o diretor de Relações Governamentais da Ambev, Disraelli Guimarães, a Ambev tem interesse em estabelecer parceria com a Prefeitura do Natal, a exemplo do que faz com outras prefeituras pelo Brasil. Ele lembrou que a Ambev atua há mais de 30 anos no Rio Grande do Norte e mantém uma fábrica no Estado. “Esta reunião foi o primeiro passo”, declarou.

              Participaram, ainda, da reunião, o secretário chefe do Gabinete do Prefeito, jornalista Sávio Hackradt; o presidente da Fundação Cultural Capitania das Artes, Dácio Galvão; secretário de Comunicação Social, jornalista Heverton Freitas; secretário de Serviços Urbanos, Ranieri Barbosa; secretário adjunto de Trânsito, Walter Pedro; representante da Companhia de Serviços Urbanos de Natal (Urbana) e chefes de departamentos da Funcarte.

                1 Comentário

                1. ivete bezerra disse:

                  Muito boa essa iniciativa. Afinal de contas, carnaval nas praias, so para quem aguenta muito tumulto, musica em altissimo volume e muita gente embriagada. As pessoas que gostam de carnaval e preferem ficar na cidade poderão ter a sua folia de uma forma mais “calma”… e depois volar pra casa sossegado. Muito bem, prefeito, a nossa cidade é necessitada de eventos de grande porte mesmo.

                Globo fará transmissão do Carnaval sozinha; concorrência fica de fora

                13293306O Carnaval de 2014 no Rio e em São Paulo terá cobertura exclusiva da Globo. A emissora carioca não mais dividirá a transmissão do evento com o SBT e a Band e único canal que compartilhará as do Carnaval será o Viva, da Globosat.

                O desfile das escolas de samba do grupo de acesso e das campeãs serão transmitidas pelo canal pago.

                A informação é da coluna Outro Canal, assinada por Keila Jimenez e publicada na Folha desta segunda-feira (21).

                Folha

                  Nenhum Comentário

                  Carregar Mais Posts