Publicidade

‘Presídio não é hotel e preso não é hóspede’, destaca O Globo, em fala do secretário de Justiça e Cidadania do RN, Wallber Virgolino

Presos são dominados após rebelição na penitenciária de Alcaçuz, na Grande Natal, em março de 2015 – Divulgação/ Sejuc

Em meio à crise que colocou em evidência o descontrole e as condições degradantes do sistema penitenciário brasileiro, o secretário de Justiça e Cidadania do Rio Grande do Norte, Wallber Virgolino, disse ao GLOBO que estados fazem acordos tácitos com os presos para evitar rebeliões. Segundo ele, que é delegado de polícia, “o criminoso tem que se sentir criminoso” com regras rígidas de comportamento e sem benesses como ventilador ou tevê. E defende que “presídio não é hotel e preso não é hóspede”.

— Alguns estados fazem um acordo tácito com os presos. Tu fica quietinho e eu deixo entrar tudo pra tu. (…) O Estado recua, fica com medo do preso, e começa a aceitar de forma involuntária tudo do preso, para ele não bagunçar, não matar ninguém, não fazer rebelião — afirma, acrescentando:

— A gente tem que encarar o preso como preso. Se a educação pecou, se os programas sociais pecaram, não é problema nosso. Estamos lá para custodiar.

Para ele, preso não pode ter televisão ou ventilador na cela.

— Presídio não é hotel, e preso não é hóspede. Tem que ser tratado como preso, como acontece no Japão, nos Estados Unidos — afirmou.

Questionado sobre se as instalações vistas em qualquer inspeção em presídios podem mesmo ser comparadas às de um hotel, ele defendeu:

— É um hotel, sabe por quê? Se você pegar a maioria dos presídios do Brasil vai encontrar televisão, frigobar, ar-condicionado. Isso não é um hotel, não?

E reafirmou a comparação, mesmo considerando as condições de superlotação, falta de higiene e ventilação, propagação de doenças:

— Mesmo assim. Aqui os doutrinadores comparam o sistema penitenciário com calabouço, mas o calabouço não tem ar-condicionado, não tem televisão, não tem ventilador, não tem ferro de engomar, frigobar, churrasqueira.

— No Rio Grande do Norte, estou tirando tudo isso. Estou tirando ventilador, tudo, para o preso sentir. Se não, vai achar que pode tudo.

Confrontado especificamente sobre a situação de celas lotadas muito acima da capacidade, Virgolino diz que não é aceitável, mas pondera se tratar das condições possíveis no país:

— Não é aceitável (ter celas superlotadas), mas a senhora acha que vai mudar isso nesses 20 anos? (…) A gente tem que gerenciar com o que tem na mão. Eu não posso ficar trabalhando (com a hipótese) que vai cair (do céu) 20 presídios lá, dizendo que vai ter um preso por cela. Não vai. Temos que adotar medidas pensando na realidade.

Virgolino, que atuou na administração penitenciária da Paraíba antes de assumir a secretaria do Rio Grande do Norte, critica profissionais que opinam sobre a crise sem participar da rotina prisional. Ele cobra que agentes prisionais sejam também ouvidos no atual cenário de crise.

— Falar de tourada é fácil, quero ver é lutar com o boi na arena. Se fosse fácil, qualquer um fazia.

Segundo o secretário, não há indicação de futuras rebeliões no estado ligadas aos massacres na região Norte, que ele considera resultado de uma briga “isolada”. O Rio Grande do Norte tem cerca de 8 mil presos em 4,5 mil vagas. A gestão de Virgolino separa os presos do Sindicato do Crime e PCC nas unidades estaduais. Medida que, segundo ele, não diminui a tensão. Mas ele não deixa de defender a própria gestão:

— A estrutura física prejudica um pouco, mas a gente tem moral dentro dos presídios.

O Globo

 

Comentários (15) enviar comentário
  1. Ronaldo disse:

    Walber virgulino ta de parabéns pela sua atuação o estado sempre duro em suas atuações como tem que ser parabéns mais uma vez virgulino Ronaldo Lima

  2. Alexandre Magno disse:

    Parabéns secretário por não ter medo de bandido e ainda mais por não ter medo da imprensa nem da OAB de juízes e etc. E de gente assim que o Brasil tá precisando não de covardes que dançam conforme o POLITICAMENTE CORRETO

  3. araujo disse:

    Parabéns Virgolíno

  4. Gercyvan Gomes de oliveira disse:

    Parabenizo , e digo mais sou representado por um homem de coragem, qnto aos q não sabem o q estão falando.. fiquem quietos e calados, amigo eu entendo dá minha área pq eu vivo o dia dia a minha área, o secretário vive o dia dia / noite dele.
    Vamos apoiar o cara, o país precisa de homens assim ….. Tem meu apoio secretário…..

  5. Renildo André disse:

    uma das melhores " o trunfo é pau "

    kkkkkkkkkkkkkkkk

    Grande Walber Virgulino.

  6. Maria disse:

    Apoiado. Parabéns!É isso mesmo.

  7. César B. disse:

    Virgulino para Ministro da Justiça já.

  8. Kakaká disse:

    Até q prove o contrário, é o único orgulho do RN.
    Grande Lampião!

  9. Edu disse:

    Parabéns Virgulino, quem não entende de Segurança Pública fica conversando miolo de pote, você também me representa.

  10. Soriedem disse:

    Absurdo foi um juiz dizer hj de manhã no jornal 96 que tem que separar os presos do PCC x CV quando o próprio preso chega e se identifica. Deveria mesmo era juntar eles para se entenderem.

    • Alcino disse:

      A inversão de valores continua, quem fala muito não é vc não curioso?

  11. Curioso disse:

    Fala muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito…
    Produz pooooooooooooooooooooooooooooooooooouco…

    • Helio Motta disse:

      Pede, então, o lugar dele já que você é mais capacitado.
      Mais um nada que não entende coisa nenhuma dando opinião nula.

    • ALEIRBAG disse:

      Concordo quando o secretário diz: "Falar de tourada é fácil, quero ver é lutar com o boi na arena."
      Parabéns Valber Virgulino! Vc me representa!!

    • Curioso disse:

      A comissão parece ser muuuuuuuuuuuuuuuuuuito gorda…
      Desculpem aí…

Publicidade

URGENTE: Avião da campanha de Eduardo Campos foi o que caiu em Santos, destaca O Globo

O jato em que viaja o presidenciável Eduardo Campos (PSB-PE ) é o mesmo que caiu em Santos na manhã desta quarta-feira. Não há confirmação se o candidato estava a bordo. A campanha do candidato está apreensiva com a perda de contato com o jato em que estava o político. A aeronave em que viajava do Rio para Guarujá perdeu contato com controle aéreo. Nenhuma confirmação oficial até agora, mas campanha do candidato teme que avião acidentado em Santos fosse sua aeronave. Assessores, amigos e correligionários não conseguem fazer contato com candidato. Seu avião não chegou ao destino. Governo de Pernambuco também não tem contato com candidato.

O ex-deputado Walter Feldman, que está ao lado de Marina Silva em São Paulo, disse há pouco ter conversado com o deputado Márcio França, que recepcionaria Campos em Santos. França confirmou para o aliado que a aeronave que caiu tinha o prefixo da alugada pela campanha de Campos:

_ Márcio França ligou e disse ter confirmado que o prefixo do avião é o mesmo de Campos. Mas temos que aguardar _ explicou o ex-deputado.

Aliados de Marina Silva estão apreensivos porque a companhia aérea que fretou o avião não consegue contato com o piloto.

O Corpo de Bombeiros confirmou a queda, que ocorreu na altura do número 136 Rua Alexandre Herculano, esquina com Rua Vahia de Abreu, nas imediações do Canal 3, a cerca de sete quadras da praia. Logo após a queda, a primeira informação era a de que se tratava de um helicóptero. Sete pessoas ficaram feridas e pelo menos três imóveis foram atingidos.

A sala de imprensa do Corpo de Bombeiros informou que sete vítimas foram socorridas em hospitais da região, mas ainda não há informações se elas eram ocupantes da aeronave ou moradores dos imóveis atingidos. O Pronto-Socorro Municipal de Santos confirmou que há quatro feridos internados na unidade.

A queda ocorreu pouco depois das 10h. A poucos metros do local do acidente funcionam uma escola infantil e uma academia de ginástica. A região tem casas e comércios.

O Comando da Aeronáutica informou, por nota, que o avião, modelo Cessna 560XL, prefixo PR-AFA, caiu às 10h.

“A aeronave decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao aeroporto de Guarujá (SP). Quando se preparava para pouso, o avião arremeteu devido ao mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave”, diz nota da Aeronáutica.

A Aeronáutica investiga as causas do acidente.

O local onde ocorreu a queda é bastante movimentado. Testemunhas relatam que ouviram barulho de uma explosão. O quarteirão foi isolado pela Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e equipes de resgate. Com o estrondo na hora da queda, vidraças de lojas quebraram-se.

O Globo

enviar comentário
Publicidade

Natal recebe vice-presidente dos EUA com protestos e em estado de calamidade pública, destaca O Globo

A capital potiguar receberá o vice-presidente dos Estados Unidos Joe Biden em estado de calamidade pública, devido aos estragos causados pelas chuvas do fim de semana, e com um protesto que promete reunir 1.200 pessoas nas proximidades do estádio Arena das Dunas, onde Estados Unidos e Gana se enfrentam às 19h. Biden chegará à cidade para assistir à partida. A segurança montada na cidade para aguardá-lo vai ter a difícil missão de desviar dos manifestantes o trajeto do comboio.

A manifestação foi convocada pelo “Movimento na Copa vai ter luta”, que reúne entidades sindicais, estudantis e movimentos populares.

— O movimento não é contra a Copa do Mundo, mas contra as injustiças que a Copa evidencia. Estamos protestando contra essas injustiças, como os gastos bilionários com a construção do Arena das Dunas. Também somos contra a presença do vice-presidente dos Estados Unidos. A presença dele e a intervenção da Fifa afetam a soberania do país. A Fifa está anulando uma série de leis, como a da meia entrada nos ingressos. O movimento questiona a perda de soberania econômica e política do país para garantir o mundial — explicou João Paulo Silva, do PSTU, um dos organizadores do protesto.

Silva acrescentou que Biden “representa o domínio estrangeiro sob o país, através das multinacionais patrocinadoras da Copa do Mundo. A concentração do movimento está marcada para as 16h.

ENCONTRO COM DILMA

Joe Biden encontra-se na terça-feira com a presidente Dilma Rousseff e com o vice-presidente Michel Temer. Biden, que foi chamado por Dilma de sedutor, durante um jantar com correspondentes estrangeiros no Palácio da Alvorada, vem ao Brasil depois que a relação entre os dois países ficou abalada por conta das revelações do ex-agente Edward Snowden de que o governo americano monitoraria conversas de chefes de estado aliados, incluindo a própria Dilma.

A agenda da visita de Biden ainda está sendo finalizada nesta segunda-feira. Por enquanto, está previsto em encontro com o vice-presidente Michel Temer, no Palácio do Jaburu, residência oficial de Temer, e, depois, uma audiência com Dilma. Biden se esforçará para melhorar as relações entre os dois países e reforçará a atitude do presidente Barack Obama, que em janeiro anunciou que os Estados Unidos não devem mais monitorar as comunicações de nações amigas.

No ano passado, por conta da revelação de que os americanos haviam acompanhado ligações inclusive de Dilma, a presidente cancelou uma viagem oficial que faria àquele país. Biden tentará reconquistar a confiança de Dilma e, de quebra, tentar convencê-la a se encontrar com Obama em Washington.

O Globo

Comentários (2) enviar comentário
  1. Avô disse:

    Como é lamentável em pleno século XXI o indivíduo usar as redes sociais para dizer que estamos num país "democrático." Vivemos um regime "oligárquico" que obriga o patriota a votar, chegando ao ponto de estabelecer punições para aqueles que não forem votar.

    Os PROTESTOS são legítimos e retratam a indignação de trabalhadores que são submetidos a condições de trabalho degradantes. Somos a sétima maior potência econômica do planeta e o povo, apesar de sofrer com a carga tributária que lhe é imposta, ainda precisa se submeter a MAZELA da negativa do mínimo dos serviços públicos.

    Sangue sugas do povo são esses políticos farsantes, canalhas e covardes que arranjam sempre uma forma para se elegerem, roubarem o país e não trabalharem, esses sim são os verdadeiros VAGABUNDOS que somos obrigados a sustentar.

  2. primo disse:

    Vivemos numa democracia. Movimentos como esse são pura imbecilidade. Perdem o apoio da população porque são esses os prejudicados. Para o mundo, essa é uma cidade caótica que não merece receber turistas… para o comercio que gera EMPREGOS, isso gera desemprego, queda de arrecadação de impostos, o que vai reflete no pagamento do funcionalismo publico sangue-suga. Quero saber porque o PSTU nao fez campanha na epoca em que Natal concorria a vaga… puro oportunismo político do momento. Esses manifestantes sao todos funcionarios publicos que nao trabalham… sao sangue-sugas do povo. Massacram a policia e todos aqueles que tentam manter a cidade e os serviços basicos funcionado. Enquanto a policia fica a disposição dos manifestantes bandidos, outros bandidos estao se aproveitando. Deviam se manifestar em frente a CAERN (empresa estatal) para questionar o cano que rompeu em mae luiza.

Publicidade