Publicidade

Ex-governador Iberê volta à UTI do Hospital Sírio Libanês

O ex-governador Iberê Ferreira de Souza voltou à Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, nesta quinta-feira (17). Internado com meningite bacteriana, Iberê Ferreira apresentou um novo quadro de infecção e se submete a exames para apontar a origem desta infecção.

No início do mês de junho, Iberê foi internado na UTI do hospital São Lucas para se tratar de uma infecção que se instalou numa fístula em cicatrização na cabeça do ex-governador, causada por uma cirurgia que Iberê se submeteu.

enviar comentário
Publicidade

Ex governador Iberê Ferreira passa por cirurgia em São Paulo para retirada de tecido morto no cérebro

O ex-governador do RN Iberê Ferreira de Souza será operado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

A cirurgia para a retirada de uma radionecrose na cabeça está marcada para hoje, ainda pela manhã.

O procedimento será realizado pelo médico neurocirurgião Marcos Stávale.

Segundo ele, a radionecrose foi provocada por uma radiocirurgia, realizada em maio de 2012 para a retirada de um tumor no cérebro.

O ex-governador está internado para os exames pré-operatórios e passa bem.

Fonte: TN

enviar comentário
Publicidade

Sinal Fechado: Wilma e Iberê recebiam 15% de consórcio fraudulento, afirma lobista

Por interino

O empresário Alcides Fernandes Barbosa, no depoimento da delação premiada, confirma o envolvimento do poder executivo estadual no esquema de fraude deflagrado pela Operação Sinal Fechado. Os nomes Iberê Ferreira de Souza e Wilma de Fariaque surgem como participantes nos lucros.

Alcides firmou que os ex-governadores wilma e Iberê (PSB) participariam dos lucros com 15% cada. O empresário ainda revela que George Olímpio pagou um milhão de reais a Iberê para que ele mantivesse o contrato do Detran com cartório para realização de registro de carros financiados no RN.

Já na Assembleia Legislativa, o beneficiado seria Ezequiel Ferreira (PTB), com uma parcela de R$ 300 mil para defender e articular a aprovação do projeto de lei que autorizou a inspeção veicular no RN.

enviar comentário
Publicidade

Descoberto mais um tumor no cérebro do ex-governador Iberê Ferreira

Deu no Blog da amiga Thaisa Galvão: 

O ex-governador Iberê Ferreira de Souza enfrenta mais uma dura batalha de vida.

Depois de controlar um câncer de pulmão, de eliminar um tumor no cérebro, e de comemorar que tudo andava bem, de acordo com os últimos exames, vem a notícia desagradável.

Em São Paulo, onde foi fazer nova revisão, o médico localizou mais um tumor no cérebro.

Menor do que o que ele conseguiu eliminar, o que dá esperança e força a Iberê, que tem se mostrado um guerreiro desde que a doença foi descoberta, pouco antes de botar na rua sua campanha de reeleição, em 2010.

Ele já está internado no Hospital Sírio Libanês, e se submeterá a nova cirurgia – uma radiocirurgia – na segunda-feira,

Certo de que trava uma batalha, como aconteceu das outras vezes, o ex-governador se diz confiante.

enviar comentário
Publicidade

Sinal Fechado: Juíza acata denúncia contra Wilma, Iberê e João Faustino

Por interino

A juíza Emanuella Cristina Pereira Fernandes, da 6ª Vara Criminal, acatou a denúncia do Ministério Público Estadual contra 27 pessoas da Operação Sinal Fechado, que apurou fraudes na inspecão veicular no Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Entre os réus agora figura os ex-governadores Wilma de Faria, Iberê Ferreira de Souza e o ex-deputado João Faustino. Todos os 27 acusados vão responder por crimes de formação de quadrilha, extorsão, peculato, fraude em licitação, tráfico de influência, corrupção ativa e passiva.

O empresário George Olímpio é acusado de comandar todo o esquema de corrupção no Detran.

Foram denunciados pelo MPE 35 acusados de participarem do esquema de fraudes no Departamento Estadual de Trânsito, mas somente 27 passaram a ser réus. Mesmo assim o MPE considerou a decisão da juíza Emanuella Fernandes positiva.

Fonte: Nominuto

enviar comentário
Publicidade

George Olímpio e o sócio advoga para Iberê desde 2008

Tribuna do Norte:

“Eu não tenho ligação com políticos ou pessoas ligadas ao governo passado”, admitiu George Olímpio fazendo referência ao ex-governador Iberê Ferreira de Souza em uma das entrevistas concedidas à TRIBUNA DO NORTE durante o processo de suspensão da inspeção veicular, entre janeiro e fevereiro passados. As evidências, porém, provam o contrário. Numa consulta realizada no site do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, ontem à noite, George Olímpio atua como advogado de defesa do ex-governador no processo 2008.903069-7 distribuído por sorteio no dia 18 de dezembro de 2008.

Emanuel AmaralEx-governador Iberê Ferreira de Souza é defendido por George Olímpio

Além de George Olímpio, Caio Biagio Zuliani, aparece como o advogado de defesa do ex-governador Iberê Ferreira de Souza em mais seis processos diferentes. Caio Biagio também foi preso de forma temporária na Operação Sinal Fechado, deflagrada pelo Ministério Público quinta-feira passada. Ele é um dos sócios minoritários da GO Desenvolvimento de Negócios com participação societária de 1% e capital investido de R$ 15.750,00. De acordo com petição do Ministério Público, Biagio participou das fraudes praticadas pela organização de George Olímpio relacionadas ao Consórcio Inspar.

O Ministério Público Estadual aponta Iberê Ferreira de Souza como “possível eminência parda por trás de George Olímpio”. De acordo com a petição que embasou a Operação Sinal Fechado, há provas de que Iberê havia recebido pelo menos R$ 1 milhão do esquema fraudulento, além de ter sido agraciado com com cotas de participação nos futuros lucros do Consórcio Inspar. As acusações contra o ex-governador pelo Ministério Público continuam com a afirmação de que ele teria contribuído para a contratação do Consórcio e para a assinatura do contrato fraudulento com a Planet Business Ltda.

Ainda de acordo com a petição, o ex-governador “presidiu a reunião do Conselho Deliberativo do Estado (CDE) que aprovou a minuta de contrato da Planet Business Ltda sem que sequer existisse o órgão para o qual esta empresa prestaria serviço. Enfim, foi o quem assinou o contrato da terceirização de serviço do CRC/Detran/RN e o termo de concessão do serviço de inspeção veicular ambiental”.

Os promotores definem o modus operandi do processo fraudulento como peculiar e com provas e fortes indícios de uma parceria exitosa entre George Olímpio e os demais citados na petição, sobretudo com membros do mais alto escalão do Governo Estadual à época: Wilma de Faria e Iberê Ferreira.

No início do segundo semestre do ano passado, no lançamento da campanha de reeleição do então ex-governador Iberê Ferreira de Souza, o advogado e empresário George Olímpio dividiu o mesmo palanque com Iberê e a candidata ao senado, Wilma de Faria. Na ocasião, ele ficou ao lado de um dos filhos de Iberê no evento que ficou conhecido como “Iberetion”, realizado na Vila Folia, em Parnamirim.

Na nota oficial encaminhada pelo ex-governador à imprensa, Iberê Ferreira de Souza não faz nenhuma menção ao advogado George Olímpio. A assessoria de imprensa de Iberê afirmou que ele jamais havia negado conhecer Olímpio e confirmou que ele era advogado do ex-governador. À época do processo de suspensão da inspeção veicular, entre janeiro e fevereiro, Iberê preferia não comentar qual relação mantinha com George Olímpio.

Fraudes só foram possíveis por rede de influência política

A investigação de noves meses do Ministério Público Estadual (MPE) conseguiu reunir documentos que podem comprovar a ação corruptiva de empresários e agentes políticos no trato com a coisa pública no Rio Grande do Norte. Os e-mails e telefonemas interceptados pelos promotores, com autorização da Justiça, arrolados na petição apresentada pelo MPE, escancaram como a suposta quadrilha tinham penetração no Governo do Estado e faziam parte da engrenagem de uma máquina que geraram R$ 10 milhões de faturamento em apenas oito meses.

Para colocar a máquina em funcionamento, era necessário influência e bom relacionamento com as pessoas certas. A amizade com algumas pessoas, inclusive, era citada como um diferencial no currículo dos lobistas. Na interceptação de uma telefonema entre Alcides Fernandes Barbosa e Marco Aurélio Doninelli, no dia 13 de maio desse ano, às 01h22,  segue o seguinte diálogo começado por Alcides: “Para achar um cara com o nível de e relacionamento que eu tenho é difícil, é difícil”.

Um levantamento feito pela TRIBUNA DO NORTE mostra que boa parte dos envolvidos no esquema já tinham algum envolvimento com o Poder Público ou respondem a processos judicais. Alguns chegaram a ocupar cargos comissionados em instituições como Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN). É o caso de Marcus Vinícius Saldanha Procópio, genro de João Faustino. Outros, como Marcus Vinícius Furtado da Cunha, já foram condenados por improbidade administrativo.

enviar comentário
Publicidade

Ex-governador Iberê Ferreira emite nota sobre a operação Sinal Fechado

Nota – Ex-governador Iberê Ferreira de Souza

Fui surpreendido em minha residência, nesta quinta-feira (24), às 5h da manhã, por uma equipe composta pelo Ministério Público Estadual, juntamente com a Polícia Militar do Rio Grande do Norte. Portando mandado de busca e apreensão, a equipe revistou todas as dependências de minha residência e reteve algumas agendas pessoais (2006 a 2011), 1 telefone celular e 1 tablet de uso pessoal.

Sobre a operação intitulada pelo Ministério Público Estadual como “Sinal Fechado”, e exposta na mídia local e nacional, tendo, inclusive, reproduzido o inteiro teor da denúncia, numa flagrante tentativa de macular minha imagem enquanto político com mais de 40 anos de dedicação à vida pública, sem qualquer tipo de envolvimento com atos que pudessem desabonar minha conduta, venho por meio desta nota esclarecer:

Sobre a celebração de convênio entre o Detran/RN e o Instituto de Registradores de Títulos e Documentos de Pessoas Jurídicas do Rio Grande do Norte – IRTDPJ/RN, declaro:

Segundo o próprio documento do Ministério Público, divulgado amplamente pela imprensa, o convênio foi firmado em 2008, dois anos antes da minha posse como Governador do Estado.

Sobre o contrato emergencial firmado entre o Detran/RN e a empresa Planet Business LTDA para a realização do serviço de registro de contratos:

O Departamento de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran) tem autonomia administrativa e financeira sobre os processos licitatórios e contratuais realizados naquela autarquia;

O referido contrato foi encaminhado ao Conselho de Desenvolvimento do Estado (CDE), órgão colegiado composto por diversas secretarias e órgãos jurídicos governamentais, e assinado por mim dentre inúmeros outros processos, após análise e aprovação do citado colegiado;

Não tive qualquer interferência sobre o contrato mencionado com a empresa Planet LTDA e, sequer, conheço seus sócios.

Sobre a concessão do serviço de inspeção ambiental veicular:

Ainda segundo o próprio documento do Ministério Público, divulgado amplamente pela imprensa, a lei estadual 9.270/2009, que obriga a realização de inspeção veicular no Estado do Rio Grande do Norte, foi aprovada pela Assembléia Legislativa e sancionada em datas anteriores a minha posse como governador;

A licitação 001/2010 para a contratação do serviço de inspeção ambiental veicular foi iniciada nos primeiros meses de 2010, quando eu ainda não era o governador do Estado do Rio Grande do Norte. Coube ao meu governo tão somente homologar a concorrência e assinar o contrato com o Consórcio Inspar, vencedor do certame;

Não tive qualquer participação ou ingerência no processo licitatório para a contratação do serviço de inspeção veicular. A contratação do serviço pelo meu governo se deu depois da conclusão da concorrência pública e obedeceu à lei estadual 9.270/2009 e à resolução 418/2009 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), que obriga os estados realizarem inspeção ambiental veicular, dando inclusive um prazo de 18 meses para que eles se adequem.

Dito isto, repudio qualquer tentativa de envolvimento do meu nome em acusações de recebimento de propina, baseadas em escutas telefônicas entre dois senhores que desconheço completamente.

Espero que os fatos expostos na denúncia sejam rigorosamente apurados com presteza e celeridade, e que os eventuais culpados sejam devidamente punidos, mas repilo veementemente qualquer insinuação e ilações que levem a um pré-julgamento sobre a minha conduta por parte do Ministério Público Estadual.

Coloco-me à disposição para mais esclarecimentos perante a sociedade, a imprensa e os órgãos ministerial e judicial, tendo a plena convicção e consciência de que, ao final, manterei minha reputação ilibada, jamais desapontando aqueles que sempre depositaram confiança em mim.

 

Iberê Ferreira de Souza

Ex-governador do RN

Comentário (1) enviar comentário
  1. Zé da Serra disse:

    Essa nota me fez recordar as de Maluf. Complicado tendo um dos acusados já afirmado ao MP a participação do Ex-governados como da ex-governadora.

Publicidade

Ex-governador Iberê vai passar por nova cirurgia

O ex-governador Iberê Ferreira de Sousa se submete, neste momento, em São Paulo, a exames para ainda hoje ser submetido a uma nova cirurgia.  Agora há pouco, o ex-governador comunicou, via Twitter, que está diante de um novo desafio: os exames realizados ontem detectaram um novo tumor, pequeno e localizado em área periférica do cérebro.

Seguem os dois posts feitos hoje pelo ex-governador:

(mais…)

enviar comentário
Publicidade

MP vai investigar as contas da Gestão Iberê

Tribuna do Norte:

O procurador do Ministério Público Junto ao Tribunal de Contas (MPJTCE), Luciano Silva Costa Ramos, informou na sessão plenária de ontem que o MPJTCE já iniciou as investigações em torno dos pontos, objetos de impugnação no relatório que analisou as contas do governo Iberê Ferreira de Souza (PSB), referentes a 2010.  A análise das contas do governo foi relatada pelo conselheiro Tarcísio Costa, em sessão especial, na manhã de quarta-feira, sendo aprovadas as contas da governadora Wilma de Faria e as contas referentes à gestão de Iberê Ferreira de Sousa, aprovadas de forma “parcial”.

(mais…)

enviar comentário
Publicidade

Decisões do Tribunal de Contas do Estado podem ser políticas? Iberê insinua que Sim

Pois foi só isto que o ex-governador Iberê Ferreira de Sousa faltou dizer ao ser entrevistado pelo jornalista Gerson de Castro, no Jornal da Manhã, da 95FM.

Iberê disse que o TCE julgou as contas referentes ao seu período de governo – abril a dezembro de 2010 – antes de 16 de agosto, prazo final para que ele, Iberê, responda aos questionamentos feitos pela Inspeção Extraordinária determinada pelo próprio tribunal.

(mais…)

enviar comentário
Publicidade

Ex-governador Iberê tem parte das contas impugnadas pelo TSE

Por unanimidade, os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado votaram pela aprovação apenas parcial das contas prestadas pelo ex-governador Iberê Ferreira de Souza, referentes ao ano de 2010. O parecer analisado em uma sessão na manhã desta quarta-feira (3) agora será encaminhado para a apreciação da Assembleia Legislativa.

Em seu relatório, o conselheiro Tarcísio Costa defendeu a impugnação dos gastos com despesas autorizadas mesmo sem empenho ou identificação das fontes, totalizando R$ 207 milhões; a abertura de créditos suplementares no montante de R$ 347 milhões, sem a autorização legislativa; e ainda pontos como o não repasse de aproximadamente R$ 5 milhões a entidades participantes do programa Cidadão Nota 10, como o Hospital Varela Santiago, o Gacc e o CACC.

(mais…)

enviar comentário
Publicidade

ICMS dos combustíveis: será preciso investigação de paternidade?

O aumento da alíquota do ICMS sobre os combustíveis vai ter que ser alvo de ação de investigação de paternidade. O atual governo diz que a culpa é do governo anterior. O ex-governador Iberê Ferreira disse hoje, em entrevista a 96 FM admitiu que, realmente, enviou mensagem à Assembleia Legislativa no primeiro semestre do ano passado. E disse também que a Assembleia somente aprovou a proposta no final do ano quando Robinson Faria, presidente da casa durante os últimos anos já havia sido eleito vice-governador.

Moral da história 1:  o governo atual bem que poderia ter evitado o aumento do ICMS sobre os combustíveis. Era só apelar a Robinson Faria que tinha e ainda tem muita influência no Legislativo.

Moral da história 2: na hora de criticar o governo anterior pela proposta de aumento do ICMS, o atual governo vai ter que pedir carta pra dois.

Ironia e pontaria cirúrgica

Na entrevista à 96 FM, o ex-governador teve uma pontaria cirúrgica quando falou sobre vários assuntos. Sobre a licitação para a compra de mochilas para alunos das escolas públicas estaduais, foi claro ao dizer que o material foi devolvido e o pagamento sustado pelo seu governo e não pelo atual.

Iberê defendeu os convênios com os municípios e parabenizou o atual governo pela manutenção dos convênios na área da Saúde. Mas foi irônico e preciso quando disse que o atual governo trocou o projeto de expansão do SAMU,  orientado pelo Ministério da Saúde, por um “Samuzinho”.

E no final da entrevista, ao ser confrontado com uma declaração atribuída ao secretário chefe do Gabinete Civil, Paulo de Tarso, de que ele, Iberê, e sua equipe haviam passado a mãos nos fundos, respondeu: “Não entendo nada de fundos. Se o chefe da Casa Civil entende de fundos, isto é problema dele!”.

enviar comentário
Publicidade