Publicidade

MAS SIGA VIGILANTE: Número de denúncias de focos do mosquito Aedes Aegypti diminui em Natal

Por interino

O número de denúncias de focos de mosquito Aedes Aegypti no Disque Dengue da secretaria Municipal de Saúde (SMS) diminuiu bastante nos últimos meses após as ações realizadas pela Secretaria para combater a dengue. Nos dois nos dois primeiros meses de 2016, a média diária de denúncias de criadouros do Aedes aegypti era de 12, sendo que este ano não chega a cinco. “Antes tínhamos até uma sobrecarga pela quantidade de denúncias que recebíamos”, recordou Dagoberto Galvão, coordenador da Central de Atendimento de Denúncias (CAD) da SMS.

O CAD atualmente conta com quatro agentes de endemias para atender à população. São esses profissionais os responsáveis por ir até os locais com possíveis focos. “Ao receber a denúncia, a equipe se desloca até o local. Se a residência for do próprio denunciante, fazemos logo a verificação do local, mas se for o espaço de uma outra pessoa, temos que descobrir quem é o proprietário para podermos fazer essa verificação”, explicou Dagoberto.

A equipe da Central também trabalha com agendamentos. Caso empresas privadas ou repartição pública, como escolas, queiram que os agentes façam uma inspeção na tentativa de descobrir a existência de algum foco, basta entrar em contato com CAD, que funciona das 7h às 17h, de segunda a sexta, pelo telefone 0800 281 4031, que é gratuito.

Comentários (2) enviar comentário
  1. Cidadão disse:

    Esse telefone atende mesmo??? Porque faz um mês que tento falar com a Covisa, e não atende hora nenhuma! Imagine quando começar um surto de febre amarela…

  2. José Medeiros disse:

    Queríamos descobrir onde ou qual número dá prefeitura de Parnamirim para denúncia poi, já ligamos para vários números e ninguém sabe de nada, ficam no jogo de empurra muito comum no serviço público. Por favor nos informe!

Publicidade