Publicidade

Humorista do "Pânico" foi parar na UTI por brincadeira no programa

Untitled-1Quem assiste ao “Pânico na Band” sabe que às vezes os humoristas exageram nas brincadeiras. Segundo Marcelo Zangrandi, o Ie Ie, os integrantes vivem cheios de hematomas. O comediante mesmo já sentiu na pele o efeito de uma delas.

Durante o quadro “Zaca Show” – em homenagem ao ex-Trapalhão Zacarias – que Ie Ie gravou com Gui Santana, ele foi “obrigado” a tomar um chá quente com pimenta e as consequências foram graves: o humorista foi parar no hospital.

“O Gui colocou 15 pimentas dedo-de-moça na bebida e eu tomei de uma vez só. Na hora comecei a passar mal. Fiquei dois dias na UTI com gastrite aguda. Sangrou meu estômago e poderia ter me dado úlcera”, revelou Ie Ie ao UOL, nesta segunda-feira (11), durante a inauguração do restaurante Sushibol, em São Paulo, de Daniel Zukerman (O Impostor) e de sua mulher, Marcela Maluf.

Gui Santana disse que sentiu-se culpado pela brincadeira. “Eu não gosto de machucar ninguém, mas aconteceu. As gravações do ‘Pânico’ são intensas, a gente grava, se machuca. Eu já fui parar no hospital três vezes. Já machuquei os olhos, nariz, caí do cavalo. Faz parte”, afirmou Gui.

Desavenças

Durante algumas semanas, o “Pânico” fortaleceu a hipótese de que existia uma rixa entre Eduardo Sterblitch e Gui Santana. Para dar veracidade à “briga”, cada um dos humoristas teve que criar quadros que agradassem ao público. O mais votado poderia se tornar efetivo no programa.

Gui criou atrações como “Pânico Santana”, “MTVGui” e “Zaca Show”, e Sterblicht apresentou quadros como “Poderoso”. A disputa foi acirrada a cada domingo. Segundo Gui, não houve vencedor declarado e cada um permanecerá no programa normalmente. Questionado se há desavenças entre os dois, o humorista admitiu que eles se desentenderam, mas que as mágoas ficaram no passado.

“Tudo começou durante uma brincadeira errada que fiz com ele. Em um dos quadros, eu raspei a cabeça e tirei as sobrancelhas do Edu. Ele já fez isso duas vezes, mas acho que ele não estava em um bom dia. O Edu ficou chateado e não quis mais fazer o personagem. Aí no palco, o Emílio (Surita) sugeriu de criarmos esses quadros. Realmente a gente não se falava direito, eu fiquei chateado pela brincadeira, mas agora já está tudo resolvido. Sou fã do Edu e gosto demais dele”, afirmou Gui Santana.

Em recentemente entrevista ao UOL, Sterblitch confirmou que os dois são amigos e que também admira o colega humorista.

UOL

enviar comentário
Publicidade

Musa Babi Rossi deixa o Pânico para acabar com o "rótulo panicat, corpo, gostosona"

Babi Rossi divulgou no Instagram, nesta quinta-feira (22), a decisão de deixar o Pânico na Band. Esse domingo (25) será a última vez que aparecerá no programa. Néiah, amiga próxima e assessora da loira, contou em entrevista ao R7 os novos objetivos da garota, entre eles tirar o foco de seu corpo e acabar com os rótulos.

— Ela tem vários desejos, a Babi é uma garota muito sonhadora de 23 anos, essa idade é a da decisão e ela trabalha na TV desde os 17 anos. Começou na Praça é Nossa, Rosa e Rosinha, trabalhou no Rodrigo Faro, então tem uma história longa na TV. Agora é mais um passo que ela vai dar, está saindo do Pânico para buscar novas coisas, quer se aperfeiçoar mesmo, ser atriz, apresentadora, ter um programa dela, ser repórter, alguma coisa nesse sentido. Menos o foco corpo, esse rótulo panicat, corpo, gostosona. A gente quer mostrar o outro lado de Babi Rossi.

Segundo Néiah, desde o ano passado essa ideia ronda a cabeça de Babi, por não conseguir conciliar o programa com os estudos.

— Ela não consegue conciliar o Pânico com nenhum tipo de estudo, nem com teatro, nem com qualquer curso, nem com faculdade. Ela está no Pânico há três anos e não consegue se preparar.

Olin Batista, que já namora a moça há oito meses, ficou do lado da amada em sua decisão.

— Ele apóia, falou para ela que o que ela fizer vai estar do lado, é parceiro, amigo. Ela tem liberdade para escolher e ele apóia.

Babi já pensa em fazer alguns cursos, entre eles o de teatro. “Vai começar a fazer teatro, é o próximo passo, mas não tem uma data definida”, finalizou a assessora.

R7

enviar comentário
Publicidade

Diretor da Record diz que invasão do Pânico na Fazenda foi antiética

178964_36

No último domingo (11) foi ao ar a invasão do Pânico na Band, no quintal de A Fazenda 6, da Record. A produção usou uma geringonça voadora remoto com um auto-falante para dar algumas notícias aos confinados no reality. Entre outras coisas, gritaram do alto, enquanto os peões cuidavam dos animais, que Tony Salles admitiu ter traído Scheila Carvalho. Quatro deles ouviram, mas acharam que é mentira.

A Record não pôde impedir que as imagens fossem ao ar no Pânico exibido no último fim de semana e nem se manifestou oficialmente sobre o assunto. Mas, nesta terça-feira (13) Rodrigo Carelli, diretor de A Fazenda 6″, deu a sua opinião sobre o fato, em entrevista ao site F5, da Folha online. Ele classifica atitude do Pânico na Band de antiética, mas comemora o fato de as noticias ouvidas pelos integrantes não terem surtido efeito porque eles não acreditaram:

“É uma coisa errada, eticamente questionável. A questão não é só a invasão em si, mas tentar se apropriar de conteúdo, roubar o conteúdo de outro programa para ganhar audiência. Tentar interferir na atração de outra emissora é muito errado”, afirma.

“Felizmente, não surtiu nenhum efeito. As participantes que ouviram as mensagens [Yani Filé e Andressa Urach] não repercutiram nem acreditaram. Tudo como o normal”, disse ainda o diretor, que se entende para o quesito audiência.

“Também não ganharam audiência. Fomos líder isolado”, concluiu.

A Fazenda 6 teve média de 11 pontos, com pico de 11, no domingo (11). No mesmo horário, entre 23h10 e 23h55, Globo e SBT empataram, com 10 pontos. A Band, com o Pânico, ficou em quarto lugar, com 9.

O diretor de “A Fazenda 6” diz ainda que o “Pânico” conseguiu invadir apenas a fazenda ao lado do reality.

O Fuxico

enviar comentário
Publicidade

Panicat Carol Dias dá fora em humorista do Pânico na TV

1003910_10151542346206638_1723525335_nO humorista não para de ser zoado pelo programa. E já faz tempo, hein?! Nesse domingo, quando todo mundo achava que ele daria uma virada, aconteceu uma nova puxada de tapete.

Depois de ser humilhado durante várias semanas seguidas, o programa “resolveu” dar a ele uma chance de se vingar. Guilherme decidiu escolher a panicat Carol Dias para dar o troco e o plano era ela passar uma semana com ele, numa viagem. Afinal, ele, aparentemente, gosta dela. Mas, claro, o humorista teria de descobrir onde ela estava e ir até o lugar do jeito que desse: pedindo carona, andando, enfim. E só com R$ 300 no bolso. Por fim, com a ajuda das pessoas via Twitter, Guilherme descobriu que Carol estava num hotel no Uruguai.

Chegando lá, ele estava todo alegrão, confiante de que se daria bem. Pena que Carol disse o seguinte: “Gosto muito de você, Gui. Como irmão. Você é meu irmãozinho”. Ou seja, já tirou qualquer possibilidade de haver alguma coisa entre os dois.

Como dá para ver, Guilherme foi mais uma vez devidamente zoado pelo Pânico. Carol pode ter sido sincera ao dizer que gosta dele apenas como amigo, mas o programa o fez pagar o maior mico em sua jornada até o Uruguai. O mais tosco foi o humorista ter levado um sapo de pelúcia para a moça. Realmente um presente impensável.

E Guilherme estava lá no palco acreditando estar vingado mesmo com o “não” de Carol. Tolinho.

Agora, novamente, tudo isso pode ser uma imensa brincadeira do programa em cima do público. Tudo pode ser combinado, afinal, dificilmente alguém aguentaria de bom grado toda a humilhação que Guilherme vem sofrendo. E que não dá sinais de parar.

R7

Comentário (1) enviar comentário
  1. givanilson disse:

    Para de suar o gui carol e uma sacanagem que vc tá fazendo com o gui

Publicidade

Justiça de São Paulo autoriza Pânico a imitar Silvio Santos

NOT-sbt-desiste-de-processar-panico-por-enterrar-silvio-santos1340907983O TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) em sessão de julgamento realizada nesta quinta-feira (8/8) manteve a condenação a TV Bandeirantedes de indenizar o apresentador Silvio Santos por danos morais no valor de R$ 200 mil.

Segundo o voto do desembargador Paulo Alcides Amaral Salles, em cenas exibidas pelo programa “Pânico na TV”, foram utilizados truques de edição que acrescentaram som à movimentação dos lábios do apresentador, sugestionando que ele teria proferido palavra de baixo calão. “Essa manipulação técnica é ilícita”, afirmou Paulo Alcides.

No entanto, com relação ao impedimento da imitação de Silvio Santos por parte do humorista da TV Bandeirantes, a proibição foi afastada. O desembargador afirma em seu voto que “impedir que a ré faça paródia do autor em seu programa humorístico, sob a forma de imitação do personagem interpretado pelo mandatário do Sistema Brasileiro de Televisão, viola norma federal expressa (artigo 47 da Lei de Direitos Autorais) e parece configurar, ainda que por via transversa, ato de censura prévia – vedado pelo artigo 220, §2º, da Constituição Federal -, ferindo de morte uma das garantias mais importantes trazidas pela Carta de 1988: a liberdade de manifestação do pensamento e da criação artística”.

Além disso, Paulo Alcides destacou que o humorista Ceará, conhecido como “Silvio do Pânico”, vale-se da imagem de Silvio Santos enquanto personalidade pública, apresentador de programa de televisão, sem qualquer referência a aspectos de sua intimidade ou privacidade. “Efetivamente, não há demonstração de ofensa a direito de personalidade decorrente da tão só imitação”, explicou.

Segundo o sócio Carlos Miguel Aidar e o advogado Daniel Penteado de Castro, do Aidar SBZ Advogados e responsáveis pela defesa da TV Bandeirantes, os desembargadores afastaram os pedidos de tutela inibitória feitos pelo apresentador, dentre elas a de não veiculação de imagem de Silvio Santos sem sua autorização e impedimento da paródia.

“O Tribunal de Justiça reconheceu a proteção à liberdade de expressão e trabalho artístico garantidos pela Constituição Federal, em especial o exercício do direito à paródia, trata-se de importante precedente”, afirmam os advogados do Aidar SBZ.

UOL

enviar comentário
Publicidade

Integrante do "Pânico" sofre acidente de carro em SP

11328543

Foto: Allison Valentim/Divulgação

O ator e humorista Eduardo Sterblitch, do programa “Pânico na Band”, sofreu um acidente de carro na madrugada desta quinta-feira, por volta da meia-noite, na marginal Tietê, na alça de acesso à rodovia dos Bandeirantes, por conta de um bueiro que estava sem a tampa.

“Um caminhão passou com o pneu pelo buraco, perdeu o controle e foi pra cima da gente, eu vi tudo em câmera lenta e tive certeza de que ia morrer”, disse o artista, que machucou apenas o braço. O humorista estava acompanhado de seu empresário, Eduardo Perez, que dirigia o veículo.

“Os bombeiros disseram que num acidente como esse nunca falaram com as vítimas, que não entenderam como estávamos vivos. Minha vida passou inteira na minha cabeça, nasci novamente”, contou Sterblitch.

“É um absurdo ter um bueiro aberto numa via expressa. Cidadãos da nossa cidade merecem estradas melhores e cuidados maiores. Além de asfalto de baixa qualidade, somos tratados com trabalho mal feito. Eu tenho vergonha desse país que trata seus habitantes com impostos abusivos e tanto descaso.”

Segundo o humorista, moradores das redondezas, que chegaram ao local logo após a colisão, disseram que a tampa já estava saindo do bueiro antes do acidente e que uma equipe da Sabesp estava indo lá para averiguar o problema.

Da Folha

Comentários (2) enviar comentário
  1. EDMILSOM disse:

    DEUS TE ABENÇOE !!!

Publicidade

Pânico não poderá mais imitar Sílvio Santos

A justiça de São Paulo, através da 6.ª Câmara do TJSP julgou favorável, em definitivo a medida judicial que impede os humoristas do programa Pânico, da Band, de utilizar as imagens, sons e características pessoais do apresentador Sílvio Santos como ocorreu no programa dessa semana. O dono do SBT também conseguiu a proibição judicial que impede que o elenco do humorístico o persiga ou mostre os funcionários da sua emissora sem autorização em um raio de cem metros. A Band terá de pagar R$ 100 mil cada vez que violar a decisão judicial a qual não cabe recurso.

enviar comentário
Publicidade

Ônibus: 300 veículos já circulam com botão de "pânico" pelas ruas de Natal

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) e o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município de Natal (Seturn) assinam na manhã desta sexta-feira (26), às 9h30, convênio de parceria para a implantação do sistema de dispositivo de segurança nos ônibus, para viabilizar uma maior proteção aos passageiros, motoristas e cobradores.

Cerca de 300 veículos já circulam, em caráter experimental, dotados do equipamento e pelo menos mais 350 ganharão o serviço que, ao ser acionado, avisará, por meio de um alarme sonoro e visual, à Polícia Militar a localização da ocorrência, o que facilitará a chegada de viaturas mais próximas.

A assinatura do convênio será no Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), nas dependências do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, na avenida Rodrigues Alves, no Tirol. Participarão do evento o secretário de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social, Aldair da Rocha; o comandante geral da Polícia Militar, coronel Francisco Canindé de Araújo Silva; o presidente do Seturn, Agnelo Cândido e o diretor de comunicação do Sindicato, Augusto Maranhão.

 

enviar comentário
Publicidade

Ônibus de Natal vão receber GPS e Botões de Pânico para melhorar a segurança

Os casos de assaltos contra o transporte público e os seus passageiros não cessaram na Grande Natal. Na noite da quarta-feira passada mais um caso foi registrado, dessa vez na zona Leste da capital. Com intuito de intensificar o combate a este tipo de criminalidade, a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesed) está trabalhando junto ao Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário (Seturn) para realizar um convênio. O objetivo é que, através da instalação de equipamentos, o patrulhamento possa ser mais eficaz e flagrar os crimes que estejam ocorrendo. De acordo com informações da Sesed, trezentos ônibus contarão com GPS e “botões de pânico”.

Júnior SantosAssaltos continuam e novas alternativas de combate a este tipo de crime estão em andamento

O Sistema de Posicionamento Global (GPS, sigla em inglês)  irá permitir que a Polícia Militar e outros órgãos de segurança pública acompanhem os ônibus e possam alcançá-los mais rapidamente em caso de assalto. Os “botões de pânico” servirão para que o motorista ou o cobrador possam acionar o alerta e denunciar o crime que está sendo cometido no transporte. A previsão da Sesed é que até o final do mês de março, o serviço esteja funcionando nas ruas de Natal.

“Faremos essa acompanhamento digital, em que servidores estarão atentos a qualquer chamado. É um trabalho importante e esperamos que tenha um forte efeito na prática de combate a esses crimes”, disse o secretário de segurança, Aldair Rocha. A localização dos botões no interior dos veículos, assim como as linhas que serão atendidas pelo serviço, não foram reveladas por questão de segurança. Porém, já é sabido que as estatísticas de roubos orientarão o trabalho de combate.

A população natalense viveu momentos de temor durante o início do ano. Somente no mês de janeiro, quase 40 casos foram registrados na Grande Natal. Em fevereiro, ocorreram outros sete assaltos. No início de março, a Seturn já aponta outros quatro casos. A recorrência dos roubos torna-se perceptível através das estatísticas.

Para o presidente da Seturn, Augusto Maranhão, o serviço surtirá efeito. “Acredito que será eficiente. Os bandidos saberão que estão sendo monitorados e isso também é uma forma de intimidação. Além disso, os funcionários que venham a ser vítimas poderão entrar em contato muito mais rápido do que ocorre hoje em dia”, disse Maranhão.

Segundo ele, uma fase experimental já ocorreu em uma das empresas de ônibus da capital. “As empresas utilizam GPS diferentes e estamos nos adaptando a todas. Acredito que ainda em março tudo esteja resolvido”, informou o presidente da Seturn.

A Sesed pretende estender a prestação desse serviço a outros veículos de transporte público, assim como carros de táxi. “Estamos em processo de negociação com eles. Como os taxistas não estão reunidos sob uma única representação, estamos demorando mais a fechar o convênio. Mas esperamos que isso possa ocorrer para dar mais segurança aos trabalhadores”, afirmou Aldair.

Fonte: Tribuna do Norte

enviar comentário
Publicidade

Pânico deve ir para a Band sem as famosas Panicats

Diferente da maioria do elenco humorístico do programa Pânico na TV, que está migrando da emissora Rede TV! para a Band, as assistentes de palco, mais conhecidas como “Panicats” ainda tem contrato firmado com a emissora e não poderão continuar no programa na nova casa.

A assessoria de Jaque Khoury se manifestou sobre o caso. “O contrato dela está amarrado à RedeTV!, mas antes de ser Panicat, a Jaque tem um nome, e estamos em negociação com a emissora”, disse o assessor da ex-BBB, confirmando que as outras duas panicats, Aryane Steinkopf e Babi Rossi, também estão na mesma situação.

Conforme O Fuxico antecipou, a previsão de estreia do Pânico na TV em sua nova casa, a Band, é 1º abril. Mas, pelo menos até o momento, sem a participação do trio de beldades.

Fonte: O Fuxico

Comentários (2) enviar comentário
  1. Lazzaro disse:

    lindas

  2. Lazzaro disse:

    lindas

Publicidade

Assaltos, tiroteio e pânico na praia de Pirangi

Há poucos instantes um homem moreno forte armado levou medo e pânico aos veranistas que aproveitam a Praia de Pirangi.

O homem ainda não identificado estava com uma arma de fogo realizando vários assaltos na praia. Em uma das ações, um casal reagiu e alertou outros veranistas sobre o assalto. Com isso, ele fugiu atirando em direção a antigo prédio da Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed). Vários veranistas correram desesperados para não serem atingidos pelos disparos.

Policiais que estão reforçando a segurança na praia, dentro da Operação Verão, viram a última ação e tentaram prender o rapaz, mas ele terminou reagindo e uma troca de tiros foi iniciada.

O homem fugiu, mas a polícia saiu na cola, em perseguição. Nesse momento, policiais estão dentro da área de mata da praia a procura do homem moreno.

enviar comentário
Publicidade

Piloto fica trancado no banheiro e causa pânico e confusão em voo nos EUA

France Presse

O piloto de um voo doméstico dos Estados Unidos ficou trancado no banheiro do avião em pleno voo, provocando pânico e um grande mal-entendido, depois que um passageiro “com forte sotaque estrangeiro” quis avisar o co-piloto do fato, noticiou nesta quinta-feira o jornal “New York Post”.

O incidente ocorreu nest quarta-feira, pouco antes de um voo da companhia regional Chatauqua Airlines, da Carolina do Norte (sudeste), aterrissar no aeroporto LaGuardia, em Nova York.

Preso no banheiro da aeronave, o piloto bateu na porta para chamar a atenção. Um passageiro que o ouviu tentou avisar o co-piloto, que ficou sozinho na cabine de comando.

Nervoso com a prolongada ausência do piloto, o co-piloto se negava a acreditar no passageiro, que explicava a situação através da porta da cabine e tinha um forte sotaque árabe, contou uma fonte anônima ao “New York Post”, que não especificou a nacionalidade ou a origem do passageiro.

“O piloto desapareceu e há uma pessoa com forte sotaque estrangeiro tentando entrar na cabine do piloto”, disse o co-piloto usando um canal de áudio à torre de controle do aeroporto, que devia dar a permissão para o avião aterrissar.

“Disseram que o piloto ficou trancado no banheiro, e alguém com forte sotaque estrangeiro (tenta) entrar na cabine”, disse.

“Não estou pronto para deixá-lo entrar”, contou, ainda sem acreditar no passageiro.

Em terra, a atitude do controlador de tráfego aéreo que acompanhou o avião acabou piorando a situação. Ele recomendou ao co-piloto que declarasse estado de emergência e pousasse o avião rapidamente. Caças da Força Aérea foram colocados em prontidão, mas não chegaram a decolar.

O mal-entendido durou vários minutos até que o piloto conseguiu arrombar a porta com defeito e voltou ao seu posto na cabine. O avião acabou aterrissando normalmente às 18h30 de quarta-feira (hora local).

enviar comentário
Publicidade