Publicidade

(VÍDEOS) – Agronegócio se defende de crítica de escola de samba do Rio de Janeiro. E sua cerveja, o churrasquinho, o melão do RN, e por aí vai

A escola de samba Imperatriz Leopoldinense, do Rio de Janeiro, vai desfilar na Sapucaí no Carnaval 2017 em defesa dos índios com o enredo “Xingu o clamor que vem da floresta”. A letra do samba exalta as belezas naturais brasileiras, a cultura indígena e a luta por terras. Ainda não se sabe como o agronegócio será apresentado ao público na Sapucaí, mas as informações encontradas no site da escola de samba dão sinais de crítica ao setor. Um exemplo disso são as alas “fazendeiro e seus agrotóxicos” e a “doenças e pragas”, que aparentemente vão criticar a aplicação de defensivos químicos.

Na primeira semana de janeiro, algumas entidades do setor já se posicionaram em defesa do agronegócio. Segundo Gustavo Junqueira, presidente da Sociedade Rural Brasileira (SRB), é irresponsável criar uma imagem do agronegócio brasileiro como vilão. “É completamente conflitante com o que o Brasil quer fazer, que é mostrar para o mundo a sua capacidade de proteger florestas, a cultura e, ao mesmo tempo, produzir alimentos”, diz Junqueira.

Com acréscimo de informações http://sfagro.uol.com.br/agronegocio-se-defende-de-critica-de-escola-de-samba-do-rio-de-janeiro/

Comentário (1) enviar comentário
  1. card disse:

    Na verdade, quem defende a maneira que 90% dos empresários agem ou é empresário ou um daqueles empregados alienados que acham que são bem pago ou até o seu salario é um favor da empresa. Essas empresas vem destruindo irresponsavelmente, em beneficio de uns poucos, o patrimonial natural do planeta. Esse patrimonial natural deve ser explorado de forma sustentável, de forma que seja preservado e de forma que beneficie a sociedade e não meia dúzia de capetalista. Desse jeito, daqui a alguns anos a esperança da humanidade será destruída em beneficio de uma média de empresas(pessoas). Exploração deve ser sustentável e em prol da sociedade. fica a dica.

Publicidade

Turistas podem ficar sem atendimento médico nas Olimpíadas, dizem entidades

22-jun-2015-vista-aerea-do-parque-olimpico-do-rio-de-janeiro-as-construcoes-do-local-ja-podem-ser-vistas-do-alto-1435017224080_615x300A rede pública de saúde do Rio de Janeiro não está preparada para atender os milhões de turistas que virão para as Olimpíadas, afirmaram hoje (11) os dirigentes do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) e do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro (SindMed/RJ).

“Hoje há uma falência decretada no setor da saúde pública, e precisamos interromper um ciclo de impunidade na saúde do Rio de Janeiro”, disse o presidente do sindicato, Jorge Darze, em coletiva de imprensa nesta tarde. Ele adiantou que vai ajuizar uma ação contra o governo do estado por crime de responsabilidade pelo quadro atual da saúde no Rio.

“Os estrangeiros que vierem para as Olimpíadas precisam saber que, se ficarem doentes, terão dificuldade de serem atendidos e que encontrarão uma situação gravíssima. Tememos que haja mortes por conta desse problema e os médicos não poderão ser responsabilizados por isso”, acrescentou.

Para o vice-presidente do Cremerj, Nelson Nahon, um dos motivos do fracasso da saúde pública no Rio de Janeiro é o modelo de gestão adotado no sistema público de Organizações Sociais (OSs), que segundo ele é caro, ineficaz e antiético.

“O Tribunal de Contas [do município] avaliou 12 contratos de nove OSs e encontrou irregularidades de R$ 80 milhões”, disse. Ele afirmou que o estado enfrenta hoje déficit de cerca de 150 leitos, diariamente. “E quando se fala em oncologia, no Rio, a fila é de cerca de 600 pacientes por dia. Morre gente todo o dia no Rio de Janeiro por falta de condições nos hospitais”, declarou.

O governo do estado informou, por meio da assessoria, que não se pronunciaria sobre as críticas e declarações feitas na coletiva.

Estado de emergência

No dia 23 de dezembro, o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, decretou Estado de Emergência no Sistema de Saúde. Dias depois, o Ministério da Saúde criou um gabinete de crise e anunciou envio de R$45 milhões ao governo fluminense para amenizar a crise na saúde.

Na semana passada, os hospitais estaduais Albert Schweitzer, em Realengo, e Rocha Faria, em Campo Grande, foram municipalizados. Nesta manhã, funcionários do Rocha Faria protestaram contra a municipalização do hospital, alegando que o hospital está sendo privatizado, e não, municipalizado, já que vai ser gerido por uma organização social (OS).

Fonte: Agência Brasil

Comentário (1) enviar comentário
  1. marcos disse:

    Olha a olimpiada ai gente! VERGONHA!!!!

Publicidade

Promotoria investiga viagens de Aécio ao Rio de Janeiro

O Ministério Público de Minas Gerais instaurou um procedimento prévio para apurar a informação de que o senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), utilizou aeronaves oficiais para realizar 124 viagens ao Rio de Janeiro no período em que governou o Estado, entre 2003 e 2010. Em termos jurídicos, a Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Belo Horizonte abriu na semana passada uma “notícia de fato” para investigar o caso.

A notícia de fato é o primeiro passo da investigação, que pode resultar ou não na instauração de um inquérito civil. O procedimento foi aberto com base em reportagem do jornal Folha de S.Paulo. O relatório que lista as viagens de Aécio foi produzido pelo governo de Minas, atualmente comandado pelo petista Fernando Pimentel.

Os registros das viagens foram enviados no início de setembro pelo governo mineiro à Assembleia Legislativa a partir de requerimento do deputado Gustavo Valadares (PSDB), aliado de Aécio.

O tucano solicitou informações sobre uma viagem feita pelo atual governador ao Rio de Janeiro durante o carnaval com a utilização de aeronave pública. O pedido foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Porém, um deputado aliado de Pimentel, João Alberto (PMDB), pediu ampliação do requerimento para que alcançasse todas as viagens feitas por governadores ao Rio desde 2003, sempre com o uso de aviões do governo, o que foi aprovado pela comissão.

Segundo o relatório, além da viagem do governador Fernando Pimentel durante o carnaval deste ano, o ex-governador e atual senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) fez 29 viagens para o Rio de Janeiro em aeronaves oficiais entre abril de 2010 a dezembro de 2014.

A notícia de fato foi distribuída para a promotora Elizabeth Cristina dos Reis Villela. O procedimento aparece com status de sigiloso na página do Ministério Público de Minas.

Defesa

A assessoria de Aécio afirmou por meio de nota que o senador se deslocou para diversos Estados brasileiros durante seus quase oito anos como governador de Minas Gerais, “dentro das normas legais do Estado”. Ainda de acordo com a nota, as normas sobre o uso de aeronaves oficiais por parte do governador “seguem os mesmos parâmetros que orientam o uso de aeronaves por parte do chefe do Executivo federal”.

A assessoria do tucano informou ainda que o atual governador de Minas, o petista Fernando Pimentel, divulgou nota na época em que foram divulgados os voos afirmando que as viagens “atenderam aos requisitos legais, não havendo neles nenhuma irregularidade”.

O uso de aeronaves pelo governador, durante a gestão de Aécio, era regulado por um decreto assinado pelo tucano.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

fonte: Estadão Conteúdo

Comentário (1) enviar comentário
  1. Carvalho disse:

    Importante dizer que todo o ato de improbidade administrativa tem que ser repudiado firmemente pela população.
    Caso seja apurado que houve uso indevido da aeronave do Governo do Estado, a punição tem que ser exemplar.

Publicidade

FOTOS: Musa da arbitragem vai desfilar por escola de samba do Rio de Janeiro

Bandeirinha-Pernambuco-Foto-Divulgacao-FPF_LANIMA20141103_0092_50 CAMPEONATO BRASILEIRO - Atletico MG x Cruzeiro f21A musa da arbitragem mundial e considerada pelo principal jornal esportivo da Espanha, Marca, como a bandeirinha mais bonita do mundo, Fernanda Colombo confirmou que irá desfilar na escola de samba União da Ilha do Rio de Janeiro.

Fernanda só não sabe se de fantasia ou apenas atravessará a Sapucaí sambando junto com a comissão de frente:

– Eu adoro carnaval, samba, adorei o convite, que foi de um amigo meu que trabalha na escola, só não sei se vou fantasiada, me disseram que teriam fantasias bem legais e não muito sensuais. Mas, vamos ver! – declarou Fernanda.

Com informações do Lance

Comentário (1) enviar comentário
  1. Beto disse:

    EU ABRO AS PORTAS, PODERIA VIR DESFILAR AQUI EM CASA Rsrsrsrsrs.

Publicidade

Militares de Natal integram tropa Pacificadora no Rio de Janeiro

Quase  200 militares do Exército,  lotados principalmente no 16° Batalhão de Infantaria Motorizado, (o tradicional 16RI), e no 17° Grupamento de Artilharia de Campanha vão compor um dos batalhões da Força de Pacificação do Complexo da Maré, no Rio de Janeiro.

No início desse mês,  os militares que vão desempenhar funções de comando, passaram em torno de uma semana no Rio fazendo reconhecimentos e participando de treinamentos específicos para a missão.  Entre os dias 26 a 30, vão realizar simulações na capital potiguar parecidas com da tropa que fez treinamentos para ir pro Haiti.

A missão no Rio de Janeiro inicia no dia 19 de fevereiro, em um período de dois meses. A partir de abril, quando acaba a missão dos natalenses, policiais militares do Rio começarão a ocupar, gradativamente, o conjunto de favelas até substituir completamente, em junho, os cerca de 2,5 mil homens do Exército que atualmente ocupam a região.

O Exército está ocupando o complexo da Maré desde abril do ano passado e apesar das mais de 500 prisões e apreensões nesse período, os confrontos com traficantes ainda são constantes. A escolha dos militares de Natal nesse rodízio de tropa não é surpresa, já que nos últimos anos os batalhões têm enviado tropas para a missão de paz no Haiti, e essa experiência, de certa forma, ajuda na nova missão.

Comentário (1) enviar comentário
  1. henrique disse:

    Poderia fazer o mesmo em Natal, a violência aqui está demais fora de controle, portanto nada mais justo do que colocar as força armadas para ajuda a PM no policiamento ostensivo, no Haiti pode por que aqui não?.

Publicidade

FOTO(COISA DE FILME DE TERROR): Homem confessa ter matado 41 pessoas no Rio de Janeiro

sailsonPoliciais da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) prenderam em flagrante um homem que confessou ter matado 41 pessoas na região, a maioria mulheres e uma criança. Identificado como Sailson José das Graças, de 26 anos, ele foi detido após esfaquear e matar uma mulher em Nova Iguaçu, identificada como Fátima Miranda. Na delegacia, ele confessou outros assassinatos cometidos ao longo de 9 anos. Segundo ele, as vítimas foram 37 mulheres, três homens e uma criança, todos moradores da Baixada. As vítimas eram mortas, após serem observadas por semanas. Os crimes eram cometidos em média a cada três meses.

Durante as investigações para apurar homicídio ocorrido em Nova Iguaçu, policiais da DHBF identificaram e prenderam, mais duas pessoas, Cleusa Balbina, José Messias, acusadas de envolvimento na morte de Fátima Miranda.

Os agentes foram até a Rua Eduardo Pacheco Vilena, nº568, em Corumbá, no município de Nova Iguaçu, para apurar a morte de Fátima Miranda. Ao longo das investigações, os policiais chegaram à identificação dos três presos que estiveram com a vítima na noite anterior. Segundo a polícia, os três apresentaram informações contraditórias sobre a vítima e forma levados para a delegacia. Em depoimento, Sailson revelou ser matador profissional e assumiu a execução da vítima, apontando Cleusa Balbina e José Messias como mandantes do crime.

As vítimas preferenciais eram mulheres brancas e estudantes. Sailson contou em depoimento que não se preocupava em ser preso e que, para isso, não carregava documentos que o identificasse e tomava o cuidado de observar se havia câmeras nas casas, onde as vítimas eram atacadas e mortas. Caso a residência fosse monitorada, Sailson vestia um capuz. O criminoso também contou que usava luvas para não deixar digitais na cena do crime e que somente usa facas para praticar os crimes. Sailson confessou que já foi preso três vezes, mas que “a cadeia não funciona” porque “sai de lá pior”.

– Ficava observando a vítima, estudando. Esperava um mês, às vezes, uma semana, dependendo do local. Eu procurava saber onde ela mora, como é a família dela, se ela passava na rua. Via, dava uma olhada na casa, ficava estudando. De madrugada, numa brecha da casa, numa facilidade, eu aproveitava, entrava – detalhou o preso na delegacia.

Sailson confessou que assassinou uma criança porque, ao matar a mãe, não queria ser descoberto pelo choro da criança. Ele acrescentou que também cometia assassinatos por encomenda. Contou que, em troca de casa, comida e dinheiro, matava vítimas indicadas por Clauda e José. Durante o depoimento à polícia, manteve-se impassível e afirmou gostar de cometer os crimes. Disse que não se arrepende e quando deixar a prisão voltará a matar mulheres.

No depoimento, afirmou ainda que começou a matar aos 17 anos, quando já praticava roubos e furtos. Ao assassinar uma mulher, contou que “deu uma adrenalina” e que a partir daí não conseguiu mais parar.

De acordo com Marcelo Machado, delegado assistente da DHBF, a polícia começou a pesquisar os assassinatos confessados por Sailson e concluiu que somente uma pessoa que tenha participado da cena do crime poderia dar tantos detalhes. Após levantamento inicial, os policiais localizaram mais quatro inquéritos policiais da DHBF que apuram homicídios com o mesmo modus operandi apresentado por Sailson. Equipes da especializada realizam investigações para apurar os fatos narrados pelo acusado.

O Globo

enviar comentário
Publicidade

Garotinho e Crivella empatam no RJ com 24%, diz pesquisa Datafolha

Pesquisa Datafolha sobre a eleição para governador do Rio de Janeiro, divulgada nesta quinta-feira (17), mostra empate entre os candidatos Anthony Garotinho (PR) e Marcelo Crivella (PRB), ambos com 24% das intenções de votos.

O atual governador, Luiz Fernando Pezão (PMDB), candidato à reeleição, tem 14% das intenções de voto e está tecnicamente empatado com e o ex-senador Lindberg Farias (PT), com 12%.

O candidato do PSOL, Tarcísio Motta, registrou 2% das intenções de voto, e Dayse Oliveira, do PSTU, 1%. Ney Nunes, do PCB, não foi citado pelos eleitores.

Dos entrevistados, 16% responderam que votarão em branco ou anularão o voto e 7% não souberam responder, mostra a pesquisa do Datafolha, realizada entre os dias 15 e 16 de julho com 1.317 eleitores em 31 cidades do Estado do Rio.

A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que significa que se fosse feitos 100 levantamentos com a mesma metodologia, 95 resultados estariam dentro da margem de erro prevista.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número RJ-00009/2014. É a primeira pesquisa do instituto após a oficialização das candidaturas pelo TSE.

 Desempenho

No interior do estado, Garotinho tem melhor desempenho do que Crivella, o primeiro registra 31% das intenções de voto contra 16% do segundo. Já Marcelo Crivella destaca-se no município do Rio: 26% contra 16% de Garotinho.

Em relação à religião, tanto Garotinho como Crivella registraram índices acima da média entre os evangélicos pentecostais: 30% e 35% respectivamente. Já entre os evangélicos não pentecostais, Crivella lidera com 33% contra 23% de Garotinho.

Anthony Garotinho é também o candidato com maior rejeição entre os eleitores. Quando perguntados sobre o candidato em quem não votariam de forma alguma, 39% dos entrevistados responderam Garotinho. Pezão foi citado por 19% dos entrevistados; Lindberg por 17%; e Crivella por 16%, e estão tecnicamente empatados.

Fonte: G1

Comentário (1) enviar comentário
  1. alexandre medeiros disse:

    Esse Garotinho, já fez tantas peraltices, que só está livre do castigo graças ao Estatuto da Criança e do Adolescente. Eca.

Publicidade

No último dia de visita ao Brasil, Papa Francisco celebra missa em Copacabana

O papa Francisco celebrará uma missa no encerramento da Jornada Mundial da Juventude, na praia de Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, neste domingo (28). É o sétimo e último dia da visita do pontífice ao Brasil. Ele deixa o país no começo da noite.

Por volta das 10h, o papa celebra a Missa de Envio para um público que pode chegar, segundo estimativa da prefeitura, a 3 milhões de pessoas.

O evento vai reunir peregrinos que passaram a madrugada em vigília no local e marcará o encerramento da Jornada Mundial. Ao meio-dia, Francisco reza a oração do Ângelus.

O evento seria realizado em Guaratiba, mas por conta das fortes chuvas, foi transferido para Copacabana.

No começo da tarde, o pontífice retorna de helicóptero para almoçar na Residência Assunção, no Sumaré, zona norte, onde está hospedado desde que chegou ao Rio de Janeiro na última segunda-feira (22).

Por volta das 16h, ele se encontra no local com a coordenação do Conselho Episcopal Latino-Americano e logo depois se despede da Residêcia Assunção.

UOL

enviar comentário
Publicidade

Visita do papa atrai dois milhões e quebra recorde de turistas em uma cidade no Brasil

O fluxo de turistas que vieram ao Rio de Janeiro por conta da visita do papa Francisco e dos eventos da Jornada Mundial da Juventude foi o maior para uma única cidade brasileira, segundo dados preliminares de um estudo encomendado pelo Ministério do Turismo.

Considerando turistas estrangeiros e brasileiros, a capital fluminense recebeu dois milhões de visitantes, segundo dados do estudo, elaborado pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

A presença dos turistas gerou uma receita para a cidade de R$ 1,2 bilhão, de acordo com a pesquisa. Pouco menos um quarto dos turistas são estrangeiros e 72,7% deles está visitando o Brasil pela primeira vez, mas 93% tem intenção de retornar, e destes 53,6% querem voltar em menos de um ano. O tempo média de permanência do turista no Rio é de doze dias.

O número oficial de participantes da JMJ ficou em 865.000 pessoas, embora muitos dos jovens que chegaram de outras cidades e de 61 países não se inscreveram, mas participaram do evento.

Outro número considerável de pessoas, inclusive de outras religiões e muitos de férias, mas em ambos casos curiosos pela visita do pontífice ao Brasil, também viajaram para o Rio. Entre os participantes da JMJ, 85,6% são solteiros, a maioria (52,5%) são mulheres, e a idade média em ambos sexos é de 25 anos.

UOL

enviar comentário
Publicidade

Suspeito de ter baleado turista na Rocinha é preso

Um menor suspeito de ter atirado em um turista alemão esta semana na favela da Rocinha, na zona Sul do Rio de Janeiro, foi preso na madrugada deste domingo (02) por policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do local, segundo informação da Polícia Civil do Rio. O menor, de 16 anos, foi encaminhado à Delegacia Especial de Apoio ao Turista (DEAT), no Leblon, onde prestou depoimento nesta manhã.

De acordo com a Polícia Civil, o menor teria se entregado aos policiais da UPP acompanhado de um homem que presta serviços sociais na comunidade e alegou ter sido o autor dos disparos contra o turista. Durante o depoimento ao delegado do DEAT, Alexandre Braga, contudo, o menor voltou atrás e negou a autoria do crime. Além disso, o delegado avaliou que as informações conflitavam com o depoimento amigo do turista alemão que presenciou o ocorrido, o que levaria a crer que o menor não seria o criminoso.

O turista alemão Frank Daniel Baijaim, 25, foi baleado na tarde da última sexta-feira durante uma visita à comunidade da Rocinha. Baijaim e o amigo visitaram o Cristo Redentor e depois decidiram conhecer a favela. Por volta de 13 horas, eles foram surpreendidos por um homem armado num beco, na localidade conhecida como “Roupa Suja”. Assustados, os turistas correram e o criminoso disparou.

Moradores da favela levaram o alemão até a Unidade de Polícia Pacificadora e ele foi removido para o Hospital Municipal Miguel Couto, onde passou por cirurgia. O alemão sofreu lesão no tórax e no fígado, e o seu estado de saúde ainda é considerado grave, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. Baijaim está internado na unidade semi-intensiva do hospital.

A Rocinha, pacificada em setembro de 2012, tem enfrentado episódios violentos. Em primeiro de maio, um PM lotado na UPP da favela foi baleado na Rua Um, em patrulhamento. Na véspera, os PMS já haviam sido atacados por traficantes e um policial foi ferido por estilhaços.

Do Estadão

enviar comentário
Publicidade

Imóvel desaba na zona norte do Rio de Janeiro

Um imóvel desabou na madrugada de hoje na zona norte do Rio de Janeiro. A construção, que possui quatro residências, já havia sido interditada anteriormente, em 20 de julho do ano passado. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil, o acidente ocorreu na varanda de uma das casas, que caiu sobre a outra e derrubou dois dos cômodos. Os escombros também atingiram a residência vizinha.

O desabamento ocorreu entre as ruas Luiz Bezerra e Lins de Vasconcelos. As residências foram novamente interditadas em decorrência de problemas na laje, e deverão ser demolidas. Não houve feridos.

enviar comentário
Publicidade

Com 43,2ºC Rio de Janeiro tem o dia mais quente da história

rio-de-janeiro-fotos

 

Temperatura desta quarta-feira (26) foi a maior já registrada pelos termômetros do Inmet na capital fluminense, que fazem essa medição desde 1915.

A cidade do Rio de Janeiro registrou, nesta quarta-feira (26), o dia mais quente de 2012 e dos últimos 97 anos. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a temperatura máxima na capital fluminense foi de 43,2ºC. Desde 1915, quando começaram as medições de temperatura, esta foi a temperatura mais alta da história.

 

Fonte: Globo

enviar comentário
Publicidade