UFC: Anderson Silva vai enfrentar Chris Weidman dia 6 de julho

O próximo desafio de Anderson Silva está marcado: o campeão dos médios do UFC retorna ao octógono na noite de 6 de julho, em Las Vegas, para enfrentar o americano Chris Weidman.

A luta já era prevista por quase todos, incluindo o staff de Anderson – que, apesar de não ver com bons olhos o desafio, teve de atender ao pedido do chefão da franquia, Dana White. Nesta quarta-feira, a imprensa americana confirmou a informação. De acordo com o site especializado MMA Junkie, um dos donos do UFC, Lorenzo Fertita, avisou Weidman nesta manhã de que a luta está confirmada. A negociação não terminou, pois ainda não há nada assinado. A cúpula do UFC, porém, dá a luta como certa, já que a objeção do brasileiro era a última barreira a ser vencida. O campeão, disse Fertita, enfim deu seu OK. Com isso, Anderson, o grande astro da companhia, é escalado mais uma vez para estrelar o principal fim de semana do calendário do UFC, no feriado do Dia da Independência dos EUA. No ano passado, ele fez sua última defesa de cinturão contra Chael Sonnen, também nessa semana, também em Las Vegas.

O Spider não luta desde o fim do ano passado, quando fez um combate em peso combinado, sem valer o título, na terceira edição do UFC no Rio, derrotando Stephan Bonnar com facilidade. Depois de encarar Weidman, é possível que ele volte a lutar em dezembro – o sonho do UFC é realizar uma superluta, contra Jon Jones ou Georges St-Pierre, na festa de 20 anos do UFC, possivelmente no Madison Square Garden, em Nova York. O encontro entre Weidman e Fertita, aliás, aconteceu justamente numa reunião realizada em Albany, no estado de Nova York, para pedir o fim do veto ao UFC na região.

Veja

    Nenhum Comentário