Cabral é condenado a 45 anos de prisão por crimes investigados na Operação Calicute; Adriana Ancelmo condenada a 18 anos

O ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, foi condenado nesta quarta-feira (20) por crimes investigados pela Operação Calicute, um dos desdobramentos da Lava Jato. Cabral foi condenado a 45 anos e 2 meses de reclusão, além de multa, por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e pertencimento a organização criminosa.

Segundo denúncia da Operação calicute, o esquema desviava verbas do contratos do governo do RJ com empreiteiras. Além de Cabral, a sentença do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal também condena outras 11 pessoas por participação no esquema.

Na sentença, Cabral é descrito como “idealizador do gigante esquema criminoso institucionalizado no âmbito do Governo do Estado do Rio de Janeiro, era o chefe da organização, cabendo-lhe essencialmente solicitar propina às empreiteiras que desejavam contratar com o Estado do Rio de Janeiro, em especial a Andrade Gutierrez, e dirigir os demais membros da organização no sentido de promover a lavagem do dinheiro ilícito”.

É a segunda condenação de Cabral. Ele também foi condenado a 14 anos e dois mesespor corrupção e lavagem de dinheiro pelo juiz Sérgio Moro – responsável pelos processos da Operação Lava Jato em primeira instância. A Justiça considerou que ele recebeu propina das empresas Andrade Gutierrez, Odebrecht e Queiroz Galvão. Segundo a Procuradoria, a verba foi desviada do contrato de terraplanagem nas obras do Comperj. O MPF diz que Cabral e o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa organizaram pessoalmente o acerto dos pagamentos indevidos.

Confira, abaixo, todos os condenados na sentença desta quarta:

Sergio Cabral: 45 anos e dois meses de prisão mais multa.

Wilson Carlos: 34 anos de prisão mais multa.

Hudson Braga: 27 anos de prisão mais multa.

Carlos Miranda: 25 anos de prisão mais multa.

Luiz Carlos Bezerra: 6 anos e 6 meses de prisão mais multa.

Wagner Jordão Garcia: 12 anos e 2 meses de prisão mais multa.

Adriana Ancelmo: 18 anos e 3 meses de prisão mais multa.

Paulo Fernando Magalhães Pinto Gonçalves: 9 anos e 4 meses de prisão mais multa.

Luiz Paulo Reis: 5 anos e 10 meses de prisão mais multa.

Carlos Jardim Borges: 5 anos e 3 meses de prisão mais multa.

Luiz Alexandre Igayara: 6 anos de prisão mais multa.

G1

Publicidade

Comentários:

  1. Tales disse:

    Infelizmente não vão passar 1 ano presos, esses ladrões vão ficar doentes e fazer delação premiada para serem soltos, dura realidade

  2. ventura disse:

    vão luxar com o dinheiro roubado na prisão domiliciar em seus belos apartamentos.

  3. Tales disse:

    Vão fazer delação premiada e todos soltos felizes para sempre

  4. Coocker Spaniel Inglês disse:

    Muito bom. Precisa tomar os bens deles q são roubados de nossos impostos.
    Falta condenar o vampiro mentiroso e sua quadrilha.