Espanhóis voltam às ruas de Barcelona contra independência da Catalunha

Milhares de pessoas tomaram as ruas de Barcelona, capital da Catalunha, neste domingo (8), para manifestações contrárias à independência da Espanha.

Os manifestantes, convocados por associações contrárias à independência da Catalunha, se concentraram para agradecer à Polícia e à Guarda Civil espanholas pela defesa da ordem constitucional e o seu “exemplar comportamento” no dia 1º de outubro, quando se realizou um referendo de independência suspenso pela Justiça. Cerca de 900 pessoas ficaram feridas nos combates com as forças de segurança, fato que provocou reações de líderes da União Europeia e das Nações Unidas.

Atrás de uma faixa com o lema “Barcelona sempre com a Espanha”, os manifestantes também levavam placas com dizeres como “Catalunha é Espanha” e “Juntos somos mais fortes”.

Também gritaram “Não estão sozinhos” às forças de segurança do Estado espanhol e exibiram bandeiras espanholas e catalãs.

Em declarações à agência Efe o presidente da Junta de Governo do Agrupamento cívico-social da Guarda Civil, Pablo Vázquez, pediu ao governo dessa região que “tudo volte à normalidade e deixe de enfrentar os catalães”, ao mostrar-se convencido de que o diálogo vai triunfar.
As manifestações acontecem dias antes do líder da Catalunha, Carles Puigdemont, fazer uma possível declaração de independência unilateral. No sábado, o premiê espanhol, Mariano Rajoy, disse que vai suspender o status de região autônoma da Catalunha caso a declaração se torne, de fato, real.
“Nós nos sentimos catalães e espanhóis”, disse Araceli Ponze, 72, uma das manifestantes de Barcelona. “Estamos vivendo uma grande incerteza. Vamos ver o que acontece nesta semana, mas temos que nos manifestar intensamente para que eles saibam o que queremos”.
G1
Publicidade

Comentários: