Governo diz que Associação de Delegados faltou com a verdade

O Governo do Estado divulgou uma nota no final da manhã desta quinta-feira (10) para esclarecer as comparações feitas pela Associação de Delegados do RN em relação às despesas do Gabinete Civil com investimentos na Polícia Civil.

Leia Nota na íntegra:

Nota de Esclarecimento
A respeito de informações inverídicas comparando as despesas do governo com investimentos na Polícia Civil e gastos do Gabinete Civil, o Governo do Estado esclarece:

1 – As informações não correspondem à realidade, conforme demonstraremos a seguir.

–O Governo tem cumprido o que está estabelecido na Emenda Constitucional 12/2013, sobre investimentos em Segurança Pública, que determina que sejam destinados 9,5% da receita corrente do Estado para esta finalidade. Desde 2015, o Governo do RN tem investido valores acima desse patamar. Sendo 14,91% em 2015, 15,06% em 2016 e 14,63% até junho de 2017;

– Com recursos próprios do Tesouro Estadual (Fonte 100) foram investidos, desde 2015, R$ 2.425.251.352,57 em despesa com pessoal, custeio e investimentos com a Segurança Pública.

2 – Além dos recursos próprios, o Governo investe em segurança por meio de outras fontes, como o programa Governo Cidadão. Dentre estes investimentos destacamos:

-R$ 2.780.170,00 em aquisição e instalação de módulos habitáveis para funcionamento de delegacias (Delegacias Modulares);

– R$ 8 milhões em expansão e atualização da rede de rádio do CIOSP;

– R$ 11.516.903 em videomonitoramento para a Região Metropolitana de Natal;

– R$ 3.049.999,00 em aquisição e instalação de rádios móveis digitais, compatíveis com Sistema de Rádio Comunicação P25 para o CIOSP ;

– R$ 14.891.927,00 em equipamentos de TI ligados à área de segurança pública;

– R$ 250.072,00 investidos na aparelhagem da Coordenadoria da Defesa da Mulher e das Minorias (CODIMM) – aquisição de equipamentos tecnológicos e de uma unidade móvel (microonibus);

– R$ 2.407.976,00 em aquisição de equipamentos para confecção de RG pelo Itep;

– R$ 7.386.150,00 investidos na digitalização do acervo de identificação do Itep;

– R$ 27.118.552,00 no CIOSP (áreas de rádio comunicação, rede metropolitana de dados, data center e videomonitoramento);

3 – Também é preciso ressaltar que, somente em 2017 foi investido R$ 1 milhão no pagamento de diárias operacionais para a Polícia Civil;

4 – Desde 2015, mais de 800 policiais civis foram promovidos e 160 novos foram empossados;

5 – Por último, informamos que as despesas usadas como comparativo não são exclusivas do Gabinete Civil, e sim do Governo. São despesas que atendem necessidades protocolares e diplomáticas, realizadas por todos os órgãos da estrutura governamental;

O Governo do RN tem dado prioridade total às questões relacionadas à segurança pública.

E não tem medido esforços em busca de melhores condições de trabalho para os agentes públicos de segurança; bem como garantir o bom atendimento ao cidadão.

Assessoria de Comunicação do Governo do RN

Publicidade

Comentários:

  1. Alexandre Pereira da Silva disse:

    BG,peço que mande uma equipe para fiscalizar as delegacias, e não faça essa publicação antes de verificar a verdadeira situação Renato só uma observação, os presídios estão cheios porque?os presos vão se apresentar ao juiz, ou eles vão conduzidos pela polícia tanto a polícia civil e militar do nosso estado estão trabalhando muito.

  2. Folha de pagamento é investimento? disse:

    ?????

  3. rener disse:

    Números, fácil de manipular… O q população quer é efetividade nas ações. Policiamento nas ruas. O básico, que ao meu ver, é cada dia mais difícil de ser realizado.

  4. Sandro Alves disse:

    E os gastos com flores e camarões?

  5. Renato disse:

    De fato, o Governo tem razão. Em que pese todo este dinheiro gasto com a Polícia Civil não vejo operações destacadas desta aqui. Quase todo dia vejo explosões de bancos, cadê que estas quadrilhas são presas?? Roubos de carros são mais de 20 por dia, cadê que prendem os receptadores de alguns destes carros?? E por aí vai… acho que os Delegados estão querendo é um novo aumento, tiveram esse pedido negado pelo Governo, e agora vem com essa…

  6. alcio disse:

    O item 4 fala em promocões…………..desde 2016 policiais civis, agentes e escrivães, que por lei tinham o direito de subirem de nível, assim foram pelo atual governo……….Só no PAPEL, eu falei no PAPEL, no contra cheque NÃO. O sindicato entrou na justiça para que o governo que se intitula da segurança, cumpra com a lei! Será que também estou faltando com a verdade? Com a palavra, a Assessoria de Comunicação do Governo do RN.

  7. André Bezerra Gomes de Medeiros disse:

    Os números se tornaram público, com a palavra, os delegados da polícia civil.
    Se os valores são realmente esses divulgados pelo governo, a polícia civil está reclamando do quê em termos financeiros? O papel se inverte com esse montante de recursos alocados a segurança, se esses números são reais, estõa investindo muito para um retorno baixo na segurança do RN.
    Tem alguma coisa muito errada nisso tudo, pois se os valores apresentados são reais, eles são muito maior que a maioria dos órgãos estaduais recebem e os policiais dizem que falta de tudo nas delegacias e nas condições de serviço?
    Me desculpem se sou ingênuo, mas os números financeiros destinados a segurança são impressionantes em contrapartida a insegurança generalizada que o povo vive no estado. Onde se esconde o problema real de toda essa situação?

  8. Toni disse:

    BG, ld o meu comentário? Não quero deixar de ser leitor do seu blog por conta de sua parcialidade. Dava muito crédito ao sei blog. Não quero me decepcionar com vc.

  9. Cidadão disse:

    BG você como um homem da comunicação, não é bom ficar entrando no bate-boca gratuitamente, então faça uma matéria da seguinte forma: Solicite ao órgão público competente os dados estatiscos das DELEGACIAS DE POLÍCIA CIVIL instaladas nos Bairros do Município de Natal e também das delegacias ESPECIALIZADAS, para que informe os Boletins de Ocorrência que informam a prática de crime e quantos inquéritos policiais foram instaurados pelas AUTORIDADES POLICIAIS, voltados a INVESTIGAÇÃO DE CRIMES, não vale computar os Inquéritos Policiais decorrentes de FLAGRANTES, cujo o responsável pela prisão seja a PM ou Guarda Municipal, para que a sociedade tenha a ideia dos Delegados/Policiais Civis estão trabalhando. Faça isso BG que a sociedade verá delegacias com estrutura mediana e condições regulares que não P.. nenhuma e para finalizar faça uma enquete do que a população acha do atendimento dispensando pelas unidades policiais civis aos cidadão que buscam os seus serviços para solucionar ou apenas amenizar o sofrimento, também teremos uma boa ideia da situação.

  10. Almir Dionisio disse:

    Me engana……..

  11. henrique disse:

    Esses delegados estão muito preocupados, ganhando bem e trabalhando pouquíssimo, quantos ficam de plantão no RN por noite? sim, tem uns poucos que vestem a camisa.

  12. Ezilda disse:

    Se é este o valor que o Estado gasta com segurança e está um caos, melhor será o pastorador do RN entregar a chave da bodega.

  13. Luiz Fernando disse:

    Me engana que eu gosto