STF determina compartilhamento de provas contra Agripino ao MPF no RN

Antes de aceitar a denúncia e tornar réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o Supremo Tribunal Federal determinou que as provas contra o senador José Agripino sejam compartilhadas com o MPF para fins de instruir ação civil pública.

A decisão ainda deixa a entender que dados do processo estavam sob sigilo, já que foi determinado o seu levantamento.

“Conforme requerido pela Procuradoria-Geral da República às fls.1906/1911 do Volume 08, defiro o compartilhamento das provas produzidas nos presentes autos com a Procuradoria da República do Rio Grande do Norte para instrução de eventual ação civil pública, nos termos da jurisprudência deste Supremo Tribunal Federal que admite que elementos informativos de investigação criminal ou que as provas colhidas no bojo deinstrução penal, ainda que sigilosos, possam ser compartilhados para fins de instruir outro processo criminal ou procedimento administrativo disciplinar”, determinou despacho do ministro Luiz Fux.

O caso em tela se refere à suapeita de propinas na obra da Arena das Dunas.

A exemplo de Lula, Agripino diz que não há provas.

Publicidade

Comentários:

  1. Edu disse:

    Há ladrão, nunca um bordão serviu para quem o fez, bota Zé e Mimi na mesma cela kkkkkk zero a zero

  2. ANTONIO FELIX NETO disse:

    O CERCO ESTÁ SE FECHANDO AQUI NO RIO GRANDE DO NORTE.